Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Scooters da colecção de João Seixas

Tópico em 'Clubes e Eventos' iniciado por João Duque, 28 Jul 2010.

Tópico em 'Clubes e Eventos' iniciado por João Duque, 28 Jul 2010.

  1. Ver anexo 182687

    LÁ VAI ELA, FORMOSA E SEGURA
    Scooters da colecção de João Seixas
    23 JULHO / 24 OUTUBRO 2010
    Mude – MUSEU DO DESIGN E DA MODA.

    Comissariado: João Seixas e Pedro Teotónio Pereira

    Leonor cantada por Luís Vaz de Camões, que ia descalça para a fonte, «fermosa, mas não segura», é reinventada por António Gedeão, em 1961, e passa a ir «voando para a praia, na estrada preta. Vai na brasa, de lambreta». Animados por esta nova Leonor e embalados pela sonoridade do poema, intitulámos Lá vai ela, Formosa e Segura à exposição que apresenta a evolução da scooter, entre 1945 e 1970. Lá vai ela tem um duplo sentido. No feminino, tanto designa a scooter, ícone mediático de um tempo e de um modo de vida urbano, jovem e democrático, como também é um galanteio à nova mulher, mais emancipada e profissionalmente activa que se afirma no pós-Segunda Guerra, já segura e formosa, conduzindo-se a si própria, entre o trabalho e a casa, ou em puro passeio pela sua cidade.

    Com esta exposição ficaremos mais conscientes da pluralidade e especificidades de cada scooter, percebendo melhor este fenómeno que cruza a Europa e os Estados Unidos. Mas é inegável que, entre todas as scooters, a Vespa ganha uma popularidade tal que a torna quase no seu sinónimo. Símbolo do bom design italiano, é hoje um clássico do século XX e um objecto de culto. Exemplo paradigmático da unidade entre a forma, de linhas modernas e orgânicas, e a nova tecnologia, a Vespa significa também o ressurgimento económico de Itália e da marca Piaggio. Económica, funcional e bela, a Vespa tem de ser olhada no âmbito do movimento global de afirmação do design italiano como factor distintivo. É a união de todas estas características, e não só a sua forma e estilo, que faz dela um excelente objecto de design, estando representada em várias colecções museológicas.

    Se a scooter foi protagonista das cidades reconstruídas do pós-guerra, ganha hoje um renovado alcance perante os desafios vividos nas grandes metrópoles, uma vez que pode fazer parte, juntamente com uma articulada rede de transportes públicos, de uma resposta eficaz aos problemas de tráfego, parqueamento e poluição sonora/atmosférica. A sua actualidade levou-nos a organizar esta exposição onde colocámos em diálogo as scooterscom a moda, sublinhando a transformação de linhas e silhuetas, para além da alteração das formas, cores e materiais, de modo a dar maior visibilidade à evolução das mentalidades e diferentes contextos socioculturais.

    O piso 1 do MUDE volta a metamorfosear-se na procura de renovadas geometrias e temperaturas do espaço expositivo.

    Viajemos, assim, ao volante da scooter, por estes vinte cinco anos do século XX, mas com os olhos postos no futuro.

    Exposição Gratuita (mas têm que se dizer à entrada, pois acho que paga-se para ver o resto do museu),
    vejam aqui para mais informações.
    Divirtam se ;)

    Ver anexo 182686
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Ora bem estive lá nesta exposição hoje de manhã, mas acho que a moda mistura-se bem com os exemplares de scooter´s lá apresentados, na sua maioria são marcas conhecidas desde a Lambreta, Piaggio Vespa(poucas mas engraçadas), Nsu, Velosolex(sem pedais:D), Casal Carina(de fabrico Português que desconhecia por completo, juntamente com um vídeo da fabrica da mesma, simplesmente lindo) entre outras com formatos do "Futuro" de época:D Vale a pena, fotos quase nada, não deixam tirar fotos/fazer videos etc:(- Como é gratuito:D à vários seguranças e quem quiser comprar catálogo da exposição tem que desembolsar 15€ para os amantes vale a pena sem duvida comprarem e irem até lá, o espaço é amplo e com boa visibilidade...
    Ver anexo 183412
    Ver anexo 183415
    Ver anexo 183416
     

    Ficheiros Anexados:

  3. Estou a ver que a "Malta" do portal não gosta das 2 rodas neste caso scooters:huh:B) Creio que o dono o João Seixas tenha esta colecção com muitas mais motas numa garagem em Ferreira do Zêzere, alguém conhece?
     
  4. Ir ver a exposição será dificil para mim, mas gosto muito das Vespas e de outras marcas portuguesas que fizeram história.
    Eu hoje ainda andei na minha Saxonette, não está restaurada ainda, mas sempre dá para dar umas voltinhas...mas tenho que andar por caminhos no meio do pinhal, onde não encontre os nossos policiais é que a documentação ainda não está tratada nem a nova matricula possui, também é só uma vez por ano que anda que é para o motor não ficar agarrado.
     
  5. Por acaso vi essa noticia na TV e espero ir ve-la ao vivo B)

    Casal Carina estive embeiçado por adquirir uma, mas não encontro :wacko:
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página