Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Sachs V5 Dunia livrete camarario

Tópico em 'Legislação' iniciado por TiagoLeitão, 29 Mar 2011.

Tópico em 'Legislação' iniciado por TiagoLeitão, 29 Mar 2011.

  1. Boas pessoal!

    Bem eu venho aqui mais uma vez pedir a vossa ajuda..

    O meu avô que faleceu ainda eu não era nascido, faz então por ai uns 35 ou 40 anos, tinha uma Sachs V5 Dunia, que o meu pai usava.

    E ela estava perdida dentro da casa da minha avó, mas então esta semana ela apareceu, debaixo de uma pilha de lenha:(-

    Conversei com o meu pai, no qual me disse que ela era matriculada e tinha o livrete camarário, mas quando o meu avo faleceu, ela não foi relacionada no inventário de bens!

    Como é que eu agora posso por tudo em ordem?

    É que eu gostava de a poder restaurar e por a circular..

    Obrigado!
     
  2. alguma ajuda?

    cumprimentos
     
  3. HI
    Depois de ler a tua PM aqui vai a minha resposta.
    Já tinha lido o tópico e como não sabia/sei responder cabalmente, por isso não respondi na altura.
    O melhor mesmo é contactar um advogado para o efeito de "legalizar" a dita, ou uma empresa que trata das papelada dos automóveis (pode ser que eles consigam alguma coisa - o que não acredito).
    Não vai ser "barato" se não for mesmo impossível, pelo que deves ponderar muito bem a resolução a tomar.
    Deves "legalizar" a "moto" enquanto o teu pai for vivo; depois deverá ser ainda mais difícil, já que ele é herdeiro directo (penso eu) e como tal ainda poderá fazer valer esses direitos.
    No caso da minha foi relativamente fácil porque o dono (meu sogro) ainda era/é vivo, como tal foi apenas necessário assinar papeis.
    No "teu" caso é um bocado mais complicado (dada a quantidade de organismos) envolve finanças, câmara municipal, imtt, e conservatória. Isto caso exista ainda o livrete da dita.
    Se for necessária uma segunda via dele vai ser mesmo o "fim da picada", nem queiras saber o que passei para resolver essa situação.
    Agora como exemplo aqui ficam dúvidas/perguntas; o teu pai é herdeiro único ou há mais ??
    Houve relação de bens ??
    Formal de partilhas ?
    Isto é só um pequeno exemplo da quantidade de perguntas (há mais); por isso o melhor é mesmo um advogado ....
    Gostaria de dizer para poderes dispor, mas como vês é mesmo difícil e principalmente dispendioso.
     
  4. HI
    Depois de ler a tua PM aqui vai a minha resposta.
    Já tinha lido o tópico e como não sabia/sei responder cabalmente, por isso não respondi na altura.
    O melhor mesmo é contactar um advogado para o efeito de "legalizar" a dita, ou uma empresa que trata das papelada dos automóveis (pode ser que eles consigam alguma coisa - o que não acredito).
    Não vai ser "barato" se não for mesmo impossível, pelo que deves ponderar muito bem a resolução a tomar.
    Deves "legalizar" a "moto" enquanto o teu pai for vivo; depois deverá ser ainda mais difícil, já que ele é herdeiro directo (penso eu) e como tal ainda poderá fazer valer esses direitos.
    No caso da minha foi relativamente fácil porque o dono (meu sogro) ainda era/é vivo, como tal foi apenas necessário assinar papeis.
    No "teu" caso é um bocado mais complicado (dada a quantidade de organismos) envolve finanças, câmara municipal, imtt, e conservatória. Isto caso exista ainda o livrete da dita.
    Se for necessária uma segunda via dele vai ser mesmo o "fim da picada", nem queiras saber o que passei para resolver essa situação.
    Agora como exemplo aqui ficam dúvidas/perguntas; o teu pai é herdeiro único ou há mais ??
    Houve relação de bens ??
    Formal de partilhas ?
    Isto é só um pequeno exemplo da quantidade de perguntas (há mais); por isso o melhor é mesmo um advogado ....
    Gostaria de dizer para poderes dispor, mas como vês é mesmo difícil e principalmente dispendioso.
     
  5. Desde já obrigado pela tua disponibilidade de me poderes responder.

    Pois, o livrete ainda existe, e ta matriculada, do mal o menos..

    O meu pai sim é herdeiro directo, mais 3 irmãos, mas não há qualquer problema com os meus tios acerca da mota.

    Partilha não houve, apenas houve a a relação de bens no inventário.

    Falei com um amigo meu, que trabalha numa conservatória, e disse que nao valia a pena fazer agora uma alteração ao inventário por causa de um bem movel, o que ele disse foi que, para poder usar o usocapião a mota tem que ter a matricula nova,para ficar na escritura de justificação, e que ia falar no IMTT porque conhece la uma pessoa a ver o que posso fazer para a legalizar.

    Visto isto, ele vai-me dar uma resposta na segunda feira.

    Esperemos que nao fique muito dispendioso.

    cumprimentos!
     
  6. Bem se o livrete existe (e o tens) é meio caminho andado.
    Se são 3 herdeiros tem de haver formal de partilhas (se havia alguma coisa para partir :):))
    Por usocapião não vai ficar barato, quase de certeza; mas claro depende do valor sentimental da coisa ...
    Daqui a uns dias vou tratar de uns assuntos (heranças) nas finanças e depois posso perguntar o que fazer para alterar a relação de bens e se é assim tão complicado.
    Mas como ainda tenho 90 dias vai dar pano para mangas.
    Boa sorte nessa "legalização".
     
  7. Bem, o homem ainda nao me disse nada, e eu amanha vou á conservatória perguntar como posso resolver o problema, para por mãos à obra.

    Depois digo o que me disseram.

    Obrigado pela ajuda amigo :)
     
  8. Bem, ja me fui informar, e entao foi assim

    Fui à conservatória e disseram-me para ir ao tribunal perguntar o que fazer, e resumindo, a mulher que me atendeu nao ajudou nada...

    Fui ao tribunal e perguntaram-me se a mota nao tinha sido colocada no inventario que está no tribunal ou no das finanças.

    1- se foi colocado no do tribunal, é so extrair uma certidão e posso registar a mota.

    2- se nao foi colocado no do tribunal, tenho que ir ás finanças com o livrete, e anexa-lo, ao inventário, e segundo o funcionário judicial me disse não se pagará por isso.

    resumindo, já faltou mais, ja tenho as informações que precisava :)
     
  9. Eh pah isso é mais complicado do que parece :(-
    Tribunal :huh::huh:
    Inventário de menores:huh:
    Boa continuação da legalização, mas penso que ainda vais ter pano para mangas.
    Força nisso
     
  10. Não amigo, enganas-te.

    É mais simples do que parece.

    Agora o sr do tribunal(Na secretaria do tribunal, nao entra juiz:D), amanha vai-me dar o numero do processo onde esta o inventário, que ja foi para arquivo, neste caso para Castelo Branco.

    Vou lá e peço ao funcionário judicial para eu consultar a relação de bens, se la tiver a mota, porreiro! Porque basta pedir uma certidão, e assim ja registo a mota em meu nome.

    Caso contrario, caso não esteja la relacionada, vou ás finanças com o livrete, e arranjo uma desculpa, do género, que a mota só agora foi encontrada, porque estava dentro de um palheiro, debaixo de lenha ou algo do género, e tinha dentro de um saco os documentos, e que a pretendo incluir no inventário, eles fazem uma folha onde incluem a mota, e ta feito :D

    Agora tenho que falar com o meu tio, para ver se encontra o livrete, porque se não estou entalado, Deus queira que tenha a noção onde está.

    Agora lembrei-me de te perguntar, se por acaso não encontrar o livrete, eu li este post teu, http://www.portalclassicos.com/340413-post11.html, mas no meu caso concreto, o que posso fazer se não o encontrar?

    Metendo cunha na câmara, não dá?
     
  11. Se não encontrares o livrete tens de pedir uma segunda via.:(-
    Se tens a matricula antiga eles (C Municipal) que procurem pela matricula. Cuidado com o ano da matricula, pois das matriculas amarelas há duas séries. Com um pouco de sorte pode ser da ultima serie e aí estás "safo".
    Pode ainda suceder que os docs já tenham ido para o arquivo, e aí tens de saber onde é e ir lá. Foi o que me sucedeu; não se encontrou nada.
    Vai ser uma trabalhera :D:D
    Mas depois de se conseguir é uma rica sensação de alivio :D
    Não percebo porque raio foi isso (relação de bens) parar ao tribunal, e o que interessa é o formal de partilhas; que diz quem ficou com o quê, senão lá vais ter de ir falar com os restantes herdeiros.
    "Cunha" pessoalmente (por questões de princípios) não recomendo, sou contra e penso não haver muito a fazer, já que tem de ter por base outros documentos.
     
  12. mas posso ir eu lá pedir?

    visto a mota ser do meu avo e ele ja faleceu.
     
  13. Poder podes.
    Agora duvido que te passem a ti.
    O "normal" seria passarem isso ao "cabeça de casal" ou a um herdeiro directo.
    Não sei como funcionam esses serviços por aí. Pelo que li anteriormente deve haver qualquer coisa que não bate certo.
     
  14. Um herdeiro directo também não há problema.

    Teve que haver inventário judicial, porque havia um menor, e por isso, quando foi declarado o óbito, foi logo comunicado ao MP, e foi obrigatório haver o inventário, para proteger o interesse do menor.

    Não entendi o que querias dizer com o "Pelo que li anteriormente deve haver qualquer coisa que não bate certo."

    abraço
     
  15. É isso mesmo que acabaste de dizer; que eu ainda não tinha percebido.
    Não é normal suceder uma situação destas mas infelizmente sucedem e tem de ser feito.
    Agora é andar para a frente.
    Felicidade nessa legalização :D:D
     
  16. Pois, neste caso teve mesmo que ser feito o inventário.

    Agora já tenho as informações necessárias para o que preciso, felizmente, parece que é agora que vou ter uma motorizada e sendo do meu avô, da outro sentimento à coisa :)

    Agora se não encontrarmos o livrete, a minha tia pode ir pedi-lo :)

    Eu ainda não vi a mota mesmo ao vivo, mas pelo que o meu pai me disse, é uma Sachs 5V dunia, ja andei á procura e não vi nenhum catalogo nem nada relacionado com ela, nao tens nenhuma informação sobre ela?

    E o meu pai também me disse que a mota tinha uns problemas, tal como a bobine, os amortecedores e o piston acho eu, mas isso quando a tiver em minha posse(espero que seja para a semana), logo abro o respectivo tópico para umas ajudas :)

    obrigado por tudo :)
     

  17. Eh pah eu não gosto de duas rodas :D:D
    E só irei restaurar a minha (ex do meu sogro) porque era de família, senão nem um tusto gastava nela. :D
    Depois de parada tantos anos é natural que esteja com algumas mazelas. Vais ter de ter trabalho extra. :D:D
    Força nisso e já sabes do que o pessoal gosta (fotos, fotos e mais fotos)
     
  18. A certidão do meu livrete camarário ja esta quase pronta, so falta o presidente da câmara assinar :D

    A certidão do inventário também ja fu pedi-la, espero para a semana recebe-la.

    Ja ta quase tudo para legalizar a mota :)
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página