Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Restauro de Volante

Tópico em 'Ajuda no Restauro e Manutenção' iniciado por Nuno Ascensao, 14 Jun 2011.

Tópico em 'Ajuda no Restauro e Manutenção' iniciado por Nuno Ascensao, 14 Jun 2011.

  1. Boa tarde a todos,

    Gostaria de saber se existe alguma casa que restaure volantes antigos (plástico preto). O volante já tem algumas rachas, e desgaste visível...

    Obrigado,
    Nuno
     
  2. Ninguém tem ideias??

    Obrigado,
    Nuno
     
  3. Um volante em baquelite?
     
  4. Exactamente! Já tem algumas rachas e desgaste dos anos...

    Obrigado,
    Nuno
     
  5. É especifico de algum automóvel ?
     
  6. Sim, é o volante de origem de um Taunus P3 de 1963 (Sabonete) que estou a restaurar.

    Obrigado,
    Nuno
     
  7. Para todas as pessoas que teem o mesmo problema e para o Sr. nuno em particular, vou tentar explicar como resolvi um problema igual.
    Comece por adquirir uma ou duas (depende da extensão a reparar e não correr o risco de, se precisar, não arranjar igual)embalagens de cola epox (tipo araldite) de boa qualidade, de preferencia daquelas que veem em duas ampolas para que a mistura seja sempre o mais igual possivel.
    Tinta esmalte sintético preto? (da cor do volante).
    Um pequeno recipiente para fazer a mistura. (p. expl. uma colher da sopa)
    Muita calma e paciencia.

    Modo de execução:

    Limpeza a fundo das zonas a reparar
    Se tiver abertuas muito largas (+ de 3 ou 4 mm) disponha de arame de cobre ou zincado de 1 ou 2mm para preencher parcilmente as fendas.
    Faça então uma pequena porção de cola e misture uma ou duas gotas de tinta.
    Aplique nas zonas a reparar pequenas camadas e deixe secar.
    Como leva a tinta, custa mais a secar, no minimo 24 horas mas deve controlara secagem se tiver tinta a mais nem seca.
    Quando a cola tiver ponto, preencher com arame, de modo que não venha à superficie.
    Verificar a cor, pode ser necessário mais tinta.
    Cola seca, cola em cima, tantas camadas quantas as necessárias.
    O acabamento, faz-se com lixa de agua, começa com 150 para desbaste, passa a 400, 600 e acaba com 1000 agua e sabão. Acaba com cera de abelha

    Espero que estas dicas sejam uteis.
     
  8. Obrigado Francisco pela explicação detalhada. Só não percebi na parte final, "Quando a cola tiver ponto, preencher com arame, de modo que não venha à superficie.", mas isto no caso de as rachas serem muito grandes, certo?

    Obrigado mais uma vez,
    Nuno
     
  9. Amigo Nuno,

    Nem sempre é possível restaurar um volante em condições, mas mesmo assim o melhor que poderá fazer é deslocar-se a um estofador de carros que garanta um serviço 100% perfeito.
    Aqui ao meu lado, como vizinho, tenho um estofador profissional que faz isso com classe e categoria. O mesmo deverá acontecer em Lisboa.
     
  10. sim, para evitar grande volume de cola prencher com arame, mas deixar espaço para novas camadas de cola, de modo a que após o acabamento não apareça o arame à superficie.
     
  11. Obrigado mais uma vez Francisco, vou meter mãos à obra!!

    Nuno
     
  12. para mim a melhor solução para plásticos partidos ou rachados, é como eu faço aos pára choques ou tabliers de plástico...derreter um bocado de plástico do mesmo tipo (muito importante) com um ferro de soldar potente e preencher os buracos ou unir as peças a soldar, importante derreter um bocado da peça original para agarrar bem senão ao secar estala,se for uma peça que tenha de ter resistência reforças por trás com pedaços de plástico derretido.. a seguir deixar arrefecer e passar lixa até ficar liso...como é um volante em baquelite certamente tem aquelas saliências todas atrás para os dedos e a baquelite é um material muito brilhante vai ser dificil/impossivel obter o aspecto original, mas com plásticos normais é facílimo...também não estou certo se a baquelite derrete facilmente como os plásticos(PE,ABS, etc)...
     
  13. Eu estou com o mesmo problema, mas o meu volante é de madeira e já não me atrevo a lixá-lo e envernizá-lo porque das 3 vezes que o fiz não ficou o resultado que pretendia... Alguém me pode ajudar??? Um restaurador de volantes de madeira da zona da Guarda ou até mesmo outra zona
    Grande abraço
     
  14. Bom tópico este de restauro. Já aprendi mais alguma coisa, pois não sabia que resultava, ou era possível, misturar tinta na cola.
    Posso dar uma achega ao post do user Hugo Barbedo. Existem ferros de soldar a plástico com regulação de temperatura para não destemperar(queimar) o plástico e não ficar estaladiço. Fiz esse trabalho no para-choques da Sxara do meu rapaz e ficou muito bom nesse aspecto. Não se vê onde estava partido, ficou com elasticidade inferior pois foi reforçado por dentro, mas ficar igual nunca fica.
     
  15. Como referi no post anterior, passo a mostrar. Este é o ferro de soldar a plástico.Não é meu, está cá emprestado para soldar o para-choques da carrinha do meu rapaz. Já vinha partido quando se comprou.
    [​IMG]
    Isto é o regulador de temperatura. Convém saber que tipo de plástico é para soldar, e regula-se a temperatura para esse tipo.Temperatura a mais queima (destempera) o plástico e fica estaladiço.
    [​IMG]
    Desculpem a qualidade das fotos mas não consigo fazer melhor.Falta de formação.:(-:wacko:
    Isto é a ponteira do ferro. Tem uma base plana (na foto, em baixo) que serve para soldar e alizar a soldadura e a ponta tipo orelha (ponta em baixo à esquerda) serve também para, se necessário, alargar a estaladela para enxer com mais plástico. Por cima tem um buraco para meter o plástico a derreter, cortado em tiras finas +- 4mm, e sai por baixo (base plana) já derretido.
    [​IMG]
    Já vi um tópico onde se mostra estes apetrechos mas não sei onde se meteu.
    Não o encontro.
     
  16. Umas dicas retiradas deste tópico http://www.portalclassicos.com/outras-marcas/10950-restauro-land-rover-series-iia-1962-a.html

    "Para reparar as fendas da baquelite, usei cola liquida para acrilico. É preciso muito paciência porque a cola é muito liquida e não dá para tapar tudo de uma vez. Tem que se colocar um pouco, deixar secar, voltar a colocar mais um pouco, secar, etc até encher. Depois é lixar com lixa muito fina e com cuidado extremo de modo a tirar o excesso mas sem tocar na baquelite em redor até voltar a dar a forma original à zona do volante com problemas.

    No final é primário e tinta própria para que não fique agarrada às mãos no futuro.

    É um trabalho para se ir fazendo sem pressas."
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página