Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Restauro BMW 323i E30 1983

Tópico em 'BMW' iniciado por Genytil Costa, 13 Jan 2011.

Tópico em 'BMW' iniciado por Genytil Costa, 13 Jan 2011.

  1. Olá a todos.

    Já inicie este restauro há já alguns meses, mas só agora tive a oportunidade de mostrar aqui neste fórum.
    Este trabaho esta a ser todo documentado, inclusive com alguns videos a explicar variadissimos passos.

    Aspecto inicial:

    YouTube - Restauro BMW 323i E30 - Apresentação 1 - 3
    YouTube - Restauro BMW 323i E30 - Apresentação 2 - 3
    YouTube - Restauro BMW 323i E30 - Apresentação 3 - 3

    [​IMG] [​IMG]

    [​IMG] [​IMG]

    [​IMG] [​IMG]

    [​IMG] [​IMG]

    [​IMG] [​IMG]

    [​IMG]

    Finalmente, este fim de semana, dei inicio aos trabalhos de restauro, começando pela desmontagem do interior.
    Primeiro, foram removidos os bancos da frente, que são faceis de desaparafusar, seguindo-se o banco traseiro em que basta puxar para cima para remover. Para retirar as costas do banco será necessário remover duas porcas (uma de cada lado) e puxá-lo para cima.
    Com os bancos fora do carro, prossegui para a consola central, que foi facil de retirar com meia duzia de parafusos fora.
    De seguida, foi a vez de remover o volante, a cobertura inferior do tablier, a tampa da coluna de direcção, a centralina e as manetes, seguindo depois para a tampa do porta luvas que foi desaparafusada.
    Os comandos do aquecimento sao retirados assim como os cabos que ligam á caixa do ventilador. os restantes botoes saíram facilmente.
    Em seguida, desaparafusei as quatro porcas que seguram o tablier (duas de cada lado) e depois de umas leves puxadelas, o tablier começou a ficar mais solto. É preciso ver se há cabos a estorvar e se necessário, os mesmos terão de ser desligados dos conectores. A seguir, retirei as coberturas dos pilares frontais e aí o tablier fica quase pronto a saír.
    Com cuidado puxei o tablier e com umas puxadelas mais firmes, filanmente consegui retirar o tabler, mas nao completemente, visto que tive que desprender os cabos por detras do tabler, para que o mesmo ficasse livre.
    Quando eu pensava que o dia estava a correr bem, eis que cheguei a altura de retirar a alcatifa... bem tinha dito o Jorge que não era assim tão facil!
    Para retirar a alcatifa num E30 é preciso primeiro remover a caixa do aquecimento/ventilador... que é uma trabalheira danada!
    Primeiro, tive de esvaziar o liquido de refrigeração, depois, na firewall, retirar a tampa da ventoinha e desaparafusar as 4 porcas que prendem a caixa de ventilação ao carro e em seguida, retiram-se os tubos de borracha... que estavam bem agarradinhos!
    Voltando ao interior do carro, começei por puxar a caixa, o que demorou quase 10 minutos de zig-zag’s e paciencia para filnalmente retirar a maldita dita cuja... para revelar que por debaixo da mesma, a alcatifa é praticamente inexistente! )”(/%$&/#%(&)(/=)/#$!”#$%. Tanto trabalho para mudar uma simples alcatifa!
    Depois de um breve cházinho, ataquei a alcatifa e removi-a cuidadosamente... excepto o acelarador que teimosamente não saía do sítio e ao fim de 10 minutos de luta, partí-o! O dia já ía longo e eu ainda tinha que preparar a churrascada...
    Por fim, foi a vez de o isolante ser retirado para revelar o que estava por debaixo. O cenário não é tão mau como eu esperava e a firewall tem um buraco numa zona fácil de reparar e não estrutural. São tambem evidentes as reparações feitas anteriormente, feitas á estalada, diga-se de passagem. Tudo será corrigido e reparado como deve de ser.
    Na próxima, a frente do carro será alvo de desmontagem, por isso não percam o próximo episódio!


    Depois da remoção do interior:

    YouTube - 1983 BMW 323i E30 Restoration Project - part 2

    [​IMG] [​IMG]

    [​IMG] [​IMG]

    [​IMG] [​IMG]



    Cumprimentos,

    Gentil Gomes da Costa
     
  2. É uma bela maquina esse E30 323, não se vêm muitos cá por Portugal.
    Boa sorte no restauro.
     
  3. Junho 2010:

    Este fim de semana que passou, o calor apertou assim como a preguiça, e não tive pachorra para fazer muita coisa, por isso nao houve grandes progressos em relação ao post anterior.
    Começei por primeiro remover o spoiler frontal, depois o pára'choques, o avental da frente e os milhoes de parafusos que o prendem, as grelhas e os faróis. Depois foi a vez de remover os guarda lamas e as cavas de plástico interiores.

    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]

    Depois de tudo removido, agarrei na pistola de ar quente e começei a remover o painel de isolamento de som. Felizmente, por baixo estava em bom estado e por isso agarrei na rebarbadeira, apliquei a escova de aço torcido e começei a limpar a zona do chão de modo a revelar a extensão de ferrugem no chão. Como podem ver pela foto 6, o buraco ficou mais largo e o canto do chão revelou a soldadura de M**** feita pelo anterior proprietário. mais tarde cortarei esta area e irei soldar chapa nova.

    [​IMG]
    [​IMG]

    No lado do codutor, é a mesma história.

    [​IMG]

    Na baia do motor começei a adiantar algum trabalho
    Retirei a bateria, depois segui para garrafa de expansão do radiador e deposito do limpa vidros. A ventoínha viscosa foi um pouco mais dificil de tirar, porque era ainda a de origem, seguindo'se depois do radiador que saíu facilmente.
    Depois passei para o outro lado, aonde desliguei o medidor de massa de ar, retirei-o, depois removi a bobine e desprendi mais alguns cabos.
    Por baixo, desliguei a bomba da direcção assistida, esvaziei o óleo da mesma e retirei o alternador.
    Por fim, e quando tive mais um par de mãos para me ajudar, retirei o capô.

    [​IMG][​IMG]

    Para já é tudo e este fim de semana, se tudo correr bem, poderei retirar o motor mas usando uma técnica menos habitual, mas eficaz para restauros completos.

    Abraço, Gentil
     
  4. Julho 2010

    Há já algum tempo que não tenho dado um "update" em relação ao projecto de restauro, mas devido a alguns retrocessos como o tempo (demasiado calor para trabalhar debaixo de um barracão sem janelas), casamentos, alergias, etc, tirei o pé do acelarador e o projecto abrandou.

    Primeiro, transportei o carro para o enorme celeiro que aluguei para as proximas 4 semanas. Não tem quase luz nenhuma, mas tem electricidade para eu poder ligar projectores.
    Junto a este celeiro, existe uma companhia de reciclagem de papel, que possui um dos camiões deste fabricante... mal eu sabia que o mote para os dias a seguir, seria derivado dessa marca!

    [​IMG]

    Sendo assim, tratei de arranjar maneira de transportar o carro para o celeiro... Infelizmente, os reboques aqui são caríssimos e o mais barato que encontrei para me transportar o carro entre a minha casa e o celeiro (2 kilometros) custava 50 libras...
    O tipo era simpático e foi sempre atencioso... excepto no carro. 4 dias depois, notei que a barra da frente (por baixo do radiador) estava torcida e estranhei como é que aquilo aconteçeu e quando olhei com mais atenção, vi que a distorção foi causada pelo cabo de aço de reboque.
    Como é obvio, fiquei fodido e liguei de imediato ao gajo que se prontificou a declinar qualquer responsabilidade! O filho da puta em vez de usar o olho de reboque, amarrou o cabo ao carro! Resultado: Mais despesa e mais tempo perdido! cabeçada cabeçada cabeçada cabeçada cabeçada cabeçada

    [​IMG]
    [​IMG]

    Sendo assim, deixei estar como está e prossegui com a desmotagem.

    [​IMG]
    [​IMG]

    As portas foram retiradas, assim como os vidros e alguma cablagem. A zona dos vidros não está assim tão má, mas requer atenção.

    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]

    De seguida, prossegui para a secção dos pedais e a bomba de servo freio que foram retirados sem problemas. Os tubos de travões e embraiagem estão absolutamente impecáveis e não sei se os devo substituir... o que acham?
    Depois foi a vez de retirar toda a cablagem, que demorou um bocadinho, mas não foi dificil. Todos os acessórios do motor foram retirados, (cabos, veio de translmissao, tubagens, etc) deixando assim o caminho livre para o retirar.
    Sendo assim, chegou o momento de retirar o motor.
    Para isso, desapertei as torres de suspensão, os parafusos do chassis e eixo da frente e assim a unidade ficou livre, para entao levantar a carroçaria.
    Talvez alguns de vós achem que tenha feito esta tarefa da forma mais dificil, mas eu acho que nao. Tudo tinha de saír fora e por isso achei melhor fazer de uma só vez.

    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]

    Assim, encostei o motor num canto aonde mais tarde tratarei dele.
    Quando reparei na caixa, notei que existe uma fuga de óleo na parte de cima... de onde será?
    Depois de descançar a parte da frente em cima de umas paletes, foi a vez de atacar o eixo traseiro.

    [​IMG]

    Esta parte demorou 6 horas a remover!!!!!
    Primeiro, os parafusos que encaixam nas embaladeiras estavam calcinados e por isso tive de os furar com brocas de titanio e de os rebarbar. Depois de batalhar neles forte e feio, acabei por tirar a peça ao fim de uma hora.
    Depois, desapertei a barra estabilizadora, algumas buchas e sinoblocos, as porcas que apertam na carroçaria e por fim o diferencial.
    Claro que depois de 27 anos de uso, as porcas estão bem coladas e retirá-las requer cuidado e capacidade de improviso.
    Por fim, o eixo traseiro saíu e finalmente começei a respirar de alivio... até ao momento em que me lembrei que os cabos do travão estavam presos! Bastou apenas puxá-los com um pouco de força.

    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]

    Depois, foi a vez de retirar o deposito de gasolina... mas infelizmente, desapertei o tubo de cobre que liga as duas secções do depósito com demasiada força e acabei por abrir um buraco... Alguém tem um deposito de 55lt em bom estado por aí?
    No dia seguinte, retirei o isolamento da firewall que acabou por revelar mais ferrugem do que eu pensava...

    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]

    ...que depois de rebarbada, mais parecia um coador! Enfim, nada como um bocado de chapa nova para resolver a questão.

    Assim, a carcaça está pronta para a cirurgia... mas devido ao local de trabalho (um celeiro numa quinta) e em plena época de alto teor de pólen no ar, ando á rasca para começar a fazer algo e por isso o carro está praticamante assim dede há uma semana. Este fim de semana, tenho de preparar tudo e cortar o metal ferrugento e substituir por metal novo. Infelizmente, o aluguer do celeiro é até ao dia 5 de Julho e por isso tenho de arrumar tudo e arranjar alguém que me transporte o carro de volta para casa e que não me foda o chassis mais uma vez. Depois, vou a Portugal de férias e regressarei dia 15 de julho aonde terei uma boa garagem para alugar durante 1 mes por... £140!!! Não tinha outra solução visto que a minha casa não tem garagem e por isso tenho quase que dar o cú para este projecto... mas que se lixe!
    Apesar dos precalços, estou satisfeito e confiante que o resultado final vai ser o que eu quero. Enquanto há vida, há esperença!

    Abraço, Gentil
     
  5. Agosto 2010


    Hoje, o restauro do meu carro deu mais um passo em frente e cem para trás...

    Eu explico:

    Quinta-feira passada, mandei a carcaça para o condado de Kent aonde a pintura, ferrugem e o selante do chassi seriam removidos pelo processo de "shot blasting" ou jacto de areia. Depois de tudo removido, o carro levaria um primario de fosfato de zinco.
    Como é evidente, o abrasivo usado não é areia propriamente dita, mas sim óxido de aluminio.

    O carro chegou hoje e tudo pareçia estar bem. Disse adeus a £450 e voltei para a minha nova garagem alugada.

    http://img841.imageshack.us/i/36078888.jpg/
    http://img530.imageshack.us/i/29628112.jpg/

    Como não poderia deixar de ser, a carroçaria veio com mais alguns buracos extra, devido ás toneladas betume de enchimento usados pelo anterior proprietário.

    http://img205.imageshack.us/i/78341117.jpg/
    http://img101.imageshack.us/i/40546345.jpg/
    http://img691.imageshack.us/i/92593825.jpg/
    http://img696.imageshack.us/i/35358479.jpg/
    http://img831.imageshack.us/i/69395626.jpg/

    Só que quando estava a fechar o portão, notei algo de estranho no tecto... a luz não reflectia uniformemente e olhei mais de perto...

    http://img818.imageshack.us/i/10496015.jpg/

    "!#$%&/()(/&%$#"$%&/()=(/&%$#"$%&/ (não pode ser traduzido devido ao teor excessivamente obsceno)

    ...e como calculam, rebentei de raiva!

    O tecto estava distorcido!!!!!!!!

    O processo de facto de areia não foi feito com cuidado e por conseguinte o metal aqueçeu causando distorção!

    Aqui fica o video com a demonstração do estrago:

    YouTube - Warped roof on a 1983 323i E30

    Alguem tem ideias de como resolver isto? Ainda por cima, como o carro tem tecto de abrir, o tabuleiro do mesmo impossibilita o acesso a um martelo para "encolher" o metal e voltar ao sítio...

    Estou a começar a pensar que deve de haver alguma bruxaria a causar-me estes problemas todos.

    Bem, chega de lamúrias.

    Vou para uma jantarada, beber um barril de vinho e dormir sobre o assunto, porque amanhã é outro dia!

    Abraço, Gentil
     
  6. Agosto 2010

    Depois do desatre de Segunda-feira, decidi pôr as coisas em ordem e seguir em frente com o restauro, na minha garagem ao ar livre:

    http://img686.imageshack.us/img686/9655/p1020491v.jpg

    Os eixos seriam a minha próximas vitimas e de seguida, começaram-se a rir de mim ao ver a atirar-me de cabeça para uma tarefa com alguma dose de burrice, ferramentas de m**** e porcas calcinadas.

    Primeiro, os braços foram desmontados facilmente assim como o diferencial, mas depois os problemas começaram. Depois de remover as rodas e os travões, a porca que prende os semi-eixos ao cubo da roda estava apertada de uma maneira impossivel.
    Depois de uma chave roquete partida, uma barra de aço dobrada e uma boa dose de palavrões, o raio da porca desistiu e finalmente moveu-se. A seguir, os semi-eixos saíram facilmente com o uso de um extractor.
    Apenas ficaram no sítio os rolamentos que pareçem estar em bom estado.

    http://img713.imageshack.us/img713/8181/46329198.jpg

    Em relação aos cardans do semi-eixo, tenho dúvidas acerca do seu estado... o movimento de um dos semi-eixos não é suave e fluido... ou outro move-se bem. O mesmo se passa com os amortecedores. Quando ainda estavam no carro, não balançavam, mas ao pegar neles, eles são dificeis de esticar, mas fáceis de encolher... estarão bons?

    http://img842.imageshack.us/img842/2074/54484111.jpg

    Partindo agora para o eixo dianteiro, não consegui remover o cubo da roda, porque o tamanho da porca é estupidamente grande e não tenho chave para isso.

    http://img237.imageshack.us/img237/2017/89756862.jpg

    Mas também, como a torre está demasiado enferrujada, não vale a pena eu estar a preocupar-me
    Preciso de umas torres de 51mm, por isso toca a fazer compras! A suspensão pareçe estar em bom estado (pelo menos quando estavam montadas no carro) mas acho que vou substituir na mesma por uns Bilstein B4. Simples.

    http://img443.imageshack.us/img443/7601/53447213.jpg

    Os discos e as pastilhas estão em muito bom estado (eu sei, na foto pareçem enferrujados, mas é só superficial). são todos ATE e tem menos de 6000 km.

    http://img8.imageshack.us/img8/6247/21025228.jpg

    A barra de direcção foi fácil de remover assim como os braços de suspensão, apesar de precisarem da persuasão de uma boa martelada para saírem. Os braços serão substituidos por uns novos (completos) que encontrei por acaso no Ebay, vendidos por um individuo que não fazia ideia do valor daquilo e por isso paguei uma bagatela!

    http://img641.imageshack.us/img641/2698/60792879.jpg

    Depois de tudo isto, vou limpar tudo com jacto de areia (desta vez serei eu a fazer isto já que tenho compressor e botija pressurizada) mas não sei o que fazer para pintar... pinto á pistola com primario de zinco e depois com tinta normal preto mate, ou levo a um especialista para o processo de "powder coating"? Não sei como se chama este processo em Português, mas essencialmente a tinta está carregada de carga positiva e o objecto ligado a uma carga negativa e assim criando um circuito em que existe adesão total. Depois o objecto vai ao forno para endureçer... o que acham?

    Já agora, as borrachas do charriot do eixo traseiro (prendem o charriot á carroçaria) são uma m**** para retirar e por isso é necessário uma ferramenta especial. Algum de voçês usou outro método para os retirar?
     
  7. Dezembro 2010
    Já faz algum tempo que não tenho dado noticias acerca do meu restauro.
    De facto, devido a compromissos de trabalho, não tive muito tempo para me dedicar mais a fundo neste projecto. Para além disso, estou dependente do pouco tempo disponibilizado por um amigo meu para o trabalho de chaparia e soldadura.
    Enquanto isso, fui restaurando alguns componentes, tais como os eixos, que foram decapados, pintados e com cinoblocos novos, braços de suspensao tambem repintados e com borrachas, rotulas rolamentos novos, suspensao nova e pedaleira decapada e pintada. Haverá um video sobre estas tarefas numa outra altura assim que a carroçaria estiver pronta.

    Até lá, aqui fica um pequeno video sobre o que ja fiz na carroçaria.

    YouTube - 1983 BMW 323i E30 Restoration Project - Part 3
     
  8. Lindo ! Belo !
    A cor vai ficar original ??
    Motor lai levar mais algum apetrecho ?
    Abraço
     
  9. Obrigado.

    sim, a cor vai ser a original e o motor vai apenas ser revisto em termos de vedantes de valvulas, bomba de agua, tubos novos, limpeza de injectores, novo medidor de massa de ar, etc. nao vou mexer nos pistoes ou cambota porque esta tudo em bom estado. Quero manter o carro o mais original possivel, embora na suspensao eu possa meter uns bilstein e molas Eibach para rebaixar ligeiramente, apenas 3cm's nada mais. Mas o mais certo é eu meter Boge Turbo com molas standard.
     
  10. bem, isso está a a ir ao mínimo pormenor, estou a gostar....
    força nisso!!!
     
  11. Viva!

    parabens pelo 323, realmente é dos E30 mais interessantes e equilibrados.

    Muitas partes do meu Laranjinha vêm de um 323i.
    Quanto à ferrugem, é normal para um carro de 83.
    Força no projevto e vai actualizando o topico.
     
  12. Grande trabalho Gentil.

    Continua está a ficar um espetaculo.

    Abraço para a terra de sua majestade...

    B)
     
  13. Um e30 de 83 é dos primeiros. Muito boa sorte nessa recuperação que vale bem a pena.
    Está no Gb car club. Tem alguma info sobre o ubl44y? Ando à procura e dei de caras com este post também hehehe
     
  14. Magnifica máquina amigo
     
  15. Boas,
    Magnifica máquina, é um modelo muito bonito e que particularmente eu aprecio bastante. razão porque tenho um, mas é o 316 de 1988.
    Esse restauro vai concerteza ficar bastante caro, mas merece!
    Boa continuação.
    Cpts
     
  16. O UBL44Y, pertence a um memnro do clube ingles. ja vi o carro ao vivo e é fabuloso. é um carro de Setembro de 1982. aqui fica o link da ultima limpeza feita ao carro dele...

    Winter work - BMW Car Club Forum
     
  17. Muitos parabens pelo trabalho bem merecido que esse carro merece;)
     
  18. Olá a todos,
    Já está na hora de fazer vos pôr ao corrente do que foi feito desde o último update.

    Tenho o prazer de anunciar que as sessões de soldadura terminaram hoje, em que os painéis e peças de metal enferrujadas, foram todas substituidas. Alguns paineis são "caseiros" enquanto que outros foram comprados directamente na BMW. Como poderão ver em imagens anteriores, este carro tinha algumas áreas bastante corroídas, especialmente a firewall e os guarda-lamas traseiros.

    O anterior proprietário fez um trabalho horrivel ao tentar remendar os cantos da frente da carroçaria (Footwells)... não percebo como é que o gajo fez aquilo com uma qualidade tão má. A unica solução foi rebarbar, cortar e fazer de novo.

    http://img513.imageshack.us/i/11122010001.jpg

    Esta área teve de ser parcialmente fabricada á mão. Infelizmente, é bastante dificil fazer uma cópia exacta, por isso teve de ser soldada em várias secções de modo a obter um aspecto mais próximo do original. Sendo que esta zona vai levar antigravilha, ficar escondida pelo guarda-lamas e pelas "splash-guard", não estou preocupado.

    http://img266.imageshack.us/i/11122010.jpg
    http://img832.imageshack.us/i/11122010006.jpg

    O objectivo nisto tudo é fazer com que a soldadura seja continua de modo a assegurar uma reparação estanque. Infelizmente não tenho fotos do trabalho acabado, mas mostrarei noutra altura.

    Depois, foi altura de arregaçar as mangas e atirarmo-nos á tarefa que não estavamos ansiosos por fazer: os paineis traseiros!

    http://img101.imageshack.us/i/40546345.jpg
    http://img691.imageshack.us/i/92593825.jpg
    http://img101.imageshack.us/i/40546345.jpg

    O painel do lado do condutor e a cava da roda interior estavam em muito mau estado e a única solução seria cortar tudo e colocar chapa nova.
    Nesta fase, apenas foram usados paineis originais BMW. Nem sequer pensem em usar paineis "padrão" fabricados pelo zé do telhado porque não irão servir... se quiserem usar esses paineis para reparações simples de modo a dar um aspecto mais "limpo" ao carro, tudo bem, Para restauros, nem pensar!

    O guarda-lamas traseiro e a cava interior custaram-me quase £350, cerca de €450 ja com desconto do BMW Car Club GB no meu concessionário BMW local e ainda me entregaram as peças em casa!

    Depois de um longo debate sobre como retirar a chapa velha, foi decidido furar os pontos de soldadura na zona do pilar B e parte inferior da janela lateral. Depois, corta-se com a rebarbadeira, com um disco de 1mm de modo a assegurar um corte preciso e sem distorção, ao longo do painel por cima da linha de "ombro" até meio da mala e depois descendo até ao fim do painel.
    Nós simplesmente poderíamos cortar nas linas de coldadura originais, mas infelizmente não possuímos o equipamento de soldadura a gás como o que era usado na fábrica. A produção dos primeiros E30 era ainda bastante manual e os robots eram apenas usados na soldadura de algumas zonas da carroçaria. As juntas da carroçaria eram ainda soldadas e rebarbadas á mão!

    http://img192.imageshack.us/i/p1000032s.jpg
    http://img231.imageshack.us/i/p1000042f.jpg
    http://img535.imageshack.us/i/p1000040copy.jpg
    http://img402.imageshack.us/i/p1000038x.jpg
    http://img843.imageshack.us/i/p1000039q.jpg
    http://img7.imageshack.us/i/p1000043vp.jpg
    http://img267.imageshack.us/i/p1000044x.jpg
    http://img222.imageshack.us/i/p1000045r.jpg
    http://img502.imageshack.us/i/p1000054i.jpg
    http://img534.imageshack.us/i/p1000055j.jpg
    http://img23.imageshack.us/i/p1000064copy.jpg
    http://img810.imageshack.us/i/p1000063copy.jpg
    http://img411.imageshack.us/i/p1000067t.jpg
    http://img89.imageshack.us/i/p1000073u.jpg

    Depois de remover o painel velho, foi altura de furar os pontos de soldadura, retirar, colocar a cava da roda nova, soldar de novo e rebarbar. felizmente, existem alguns furos na carroçaria e na cava que ajudam a linhar os paineis. Sem eles, o trabalho de alinhamento seria mais dificil.

    http://img413.imageshack.us/i/p1000084t.jpg
    http://img832.imageshack.us/i/p1000080copyy.jpg
    http://img155.imageshack.us/i/17012011xh.jpg

    Depois de tudo isto, usei um adesivo especial chamado "Tiger Seal" que ajuda a colar algumas zonas, como por exemplo o bocal do tubo de gasolina. estas zonas eram coladas de fabrica para proteger contra a penetração de água e tambem porque as pincas dos soldadores nao chegavam a algumas zonas.
    Depois de algumas horas chatas para alinhar o novo guarda-lamas traseiro, foi tudo soldado outra vez.

    http://img526.imageshack.us/i/23012011003.jpg
    http://img441.imageshack.us/i/23012011002.jpg
    http://img571.imageshack.us/i/23012011.jpg

    Et Voilá! Substituição de guarda-lamas traseiro e cava interior da roda: feito!

    http://img143.imageshack.us/i/p1020640copy.jpg

    Agora, está no hora de fazer mais ou menos o mesmo no outro lado.

    até amanhã!
     
  19. Ora bem, cá vai a segunda parte da sessão de corta e cose:

    O guarda-lamas traseiro foi a próxima vitima da nossa impetuosa luta contra a corrosão, portanto, cortamos a cava da roda exterior de modo a verificar melhor o estado da cava interior

    Como ja imaginávamos, o estado era mau mas parcialmante recuperável, mas depois de pensar bem no assunto, chegamos á conclusão que levaria demasiado tempo para fazer uma réplica de algumas partes da cava interior. Por isso, disse adeus a mais £80 e comprei uma cava interior nova.

    [​IMG]

    O guarda-lamas não estava assim tão mau, excepto no canto traseiro. Por isso, iria usar uma secção "padrão" para fazer a reparação final, menos elaborada que no lado do condutor. Só que, enquanto eu estava a navegar no Ebay á procura de peças para E30, tropeçei num leilão de um guarda-lamas novo e de origem, por apenas £60! Pena não ter tido esta sorte mais cedo quando estive a reparar o lado do condutor, mas paciencia!

    [​IMG]

    Sendo assim, e com a DeWalt em punho, o meu colega começou a cortar a cava da roda interior. Desta vez, não houve necessidade de repetir o mesmo processo que do outro lado, visto que a area a reparar é muito menor. Em seguida, aproveitamos para reparar alguns buracos e depois soldamos a cava da roda nova.

    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]

    Por fim, foi altura de soldar a nova cava exterior.
    Este processo foi um bocado melindroso, visto que o corte foi feito precisamente no inicio da curva da cava e portanto, após quase 3 horas de cortes e alinhamentos, o trabalho ficou terminado.

    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]

    E é tudo! o E30 está finalmente livre de ferrugem e tem, depois de muitos anos, metal 100% sólido.

    Agora é tempo de começar a preparar a carroçaria para a pintura, mas antes é preciso tratar do chassis, com selante e anti-gravilha. Depois disso, é começar a lixar, alisar amolgadelas, betumar, lixar, alisar, betumar, lixar, primario, lixar, aparelho, lixar, pintar... enfim! Um trabalho chato que, espero eu, estar terminado em duas semanas... nem mais, já que o aluguer da garagem acaba dia 17 de Março. Desejem-me sorte!

    Abraço, Gentil
     
  20. Gentil o trabalho está magnifico tens de o colocar é no outro fórum. Aí é que ele ficava bem. Sabes qual é o forum que eu estou a mencionar não sabes. Um Abraço e força com isso.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página