Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Restauro "apimentado" De Opel 1604S De 1974

Tópico em 'Opel' iniciado por João Gil, 31 Mar 2014.

Tópico em 'Opel' iniciado por João Gil, 31 Mar 2014.

  1. Boa tarde,
    vou iniciar hoje o tópico do restauro do meu Opel 1604s de 1974 (Ascona A).

    Muito resumidamente, adquiri em julho de 2013 um projecto para médio/longo prazo, cujo objectivo seria uma montagem essencialmente caseira, dando resposta a uma paixão que me tem acompanhado a vida inteira (com traços de uma loucura ligeira).

    Com vista a aprender o máximo possivel com o restauro (diria mesmo que o objectivo número 1 deste restauro é a minha aprendizagem), adquiri o Ascona pela internet, perfeitamente às cegas, tendo visto o carro pela primeira vezapenas quando me foi entregue (moro no Montijo, veio de perto de Penafiel). Felizmente lidei com gente séria, que me descreveu com exactidão o estado do carro, mas com um enorme contratempo financeiro logo à partida - O MOTOR, que não estava no estado descrito, como vou descrever nos posts seguintes.

    Sem chatear muito o leitor, passo a descrever:

    - Carroceria já restaurada e pintada pelo antigo dono, faltando apenas dar uma especial atenção à parte inferior do carro (aplicar antigravilha)
    - Motor 2.4 de injecção do Opel Omega A, que em virtude de algumas peripécias que irei descrever à posteriori, vai ser convertido para 2x Weber 45 DCOE
    - Jantes Minilite 8x13, que já foram umas ATS 6x13 (que vendi entretanto)
    - Linha de escape em inox;
    - Bomba de combustivel FACET Red top, com controlador de débito filter king;
    - Interior personalizado pelo amigo estofador Luis Palma, que como vamos ver mais adiante é um verdadeiro artista na arte das peles...
    - Eventualmente kit de alargamentos, e digo eventualmente porque ainda não ganhei coragem para o "corte e costura" de uma carroceria que já está pintada.

    As seguintes fotos demontram o estado inicial e algum do trabalho que já foi feito.Ver anexo 334819Ver anexo 334820Ver anexo 334821Ver anexo 334822Ver anexo 334823Ver anexo 334824Ver anexo 334825

    Pouco a pouco vou mostrando a todos o que tem sido feito e pedindo ajuda aos entendidos.

    Cumprimentos a todos

    João Gil
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Venham mais novidades ;D
    Abraço
     
  3. Boa sorte com o restauro. :thumbsup:
     
  4. Muito bem, começando pelo motor (que supostamente estaria "como um relógio"), o ano que esteve parado foi fatal... Vinha "agarrado", e como o restauro é para ser feito à letra, decidimos desarmar para ver o que precisava. A razão foi logo evidente, já que uma das bielas estava "soldada" às capas, pelo que foi uma correria de volta das sucatas para arranjar uma biela compativel. lá se conseguiu, e resumindo:

    - Rectificação da cambota e bronzes novos;
    - Biela "nova", e capas de bielas;
    - jogo de juntas completo;
    - Cabeça e Bloco faceados;
    - Alternador e Motor de arranque reparados;
    - Pintura, incluindo a tampa das válvulas.

    Antes da reconstrução
    Ver anexo 334831

    Pintura da tampa das válvulas
    Ver anexo 334832

    Pintura do cárter
    Ver anexo 334833

    Motor no sítio
    Ver anexo 334834

    Até aqui tudo a correr linearmente, à excepção da surpresa de ter de reparar todo o motor. Mas há males que vêm por bem, pelo menos assim já sei com o que conto.

    O problema, e já estamos a falar de Novembro de 2013, é que o motor com esta configuração de Injecção Electrónica nunca deu sinal de vida... tudo montado, fichas todas no sitio, dar à chave e NADA!!! Depois de tudo visto e revisto enviou-se a centralina para diagnóstico, que se confirmou o pior cenário, estava danificada!

    Mas o azar nunca vem só, comprei outra centralina pelo ebay (usada e até barata!), que levou uma eternidade a chegar, e que quando chegou, foi parar ao sitio da anterior, ou seja, ao lixo! Conclusão, 2 centralinas e dois diagnósticos de despesa, motor ainda sem dar sinal de vida.

    Farto de centralinas e de injecções, movido pelo bichinho da paixão automóvel, optei por converter para dois carburadores weber 45 dcoe, que abordarei mais adiante.

    Até lá obrigado pelos comentários

    João Gil
     

    Ficheiros Anexados:

  5. Amigo João Gil, qualquer coisa é só dizer!

    Existem uns quantos aficionados Opel na zona e alguns com muito conhecimento! é só dizer!

    aconselho tambem a dar um saltinho ao grupo "opel classic racers" no facebook!
     
    João Gil gostou disto.
  6. Boas João, finalmente o esperado tópico!
    Afinal conheci o teu carro antes de o teres adquirido...
    Estou a gostar muito do que foi feito e pessoalmente, mesmo que a injecção estivesse boa, eu optaria sempre por carburadores, é outra fruta...talvez até dê mais dores de cabeça do que a injecção, mas não tem nada a ver...mais que não seja pelo prazer de os ouvir a ronronar...
    Venham de lá mais actualizações e se puder ajudar em alguma coisa, somos de relativamente pertowink.png
     
    Tiago Filipe Santos e João Gil gostaram disto.
  7. Obrigado, Francisco. Certamente vou utilizar a sua oferta de ajuda!
     
  8. Vou retomar as peripécias do restauro do 1604, não pela ordem cronológica com que foram surgindo, mas por secções, até chegar ao dia de hoje. Daí para a frente já estaram todos actualizados com os avanços (e recuos) que vão sendo feitos.

    Bom, abandonada de vês a hipótese da injecção electrónica, já com uma boa machadada no orçamento inicial, percorri todos os foruns alemães para perceber que tipo de opções de carburadores se utilizam neste motor. Os alemães adoram os Weber, e após alguns contactos com a Dbilas e Risse Motorsport, que ao contrário de uma grande parte dos alemães, respondem a mails escritos em inglês, percebi que ia necessitar:

    - Dois carburadores Weber 45, com o respectivo sistema para trabalharem em simultâneo;
    - Colectores de admissão;
    - Bomba de combustivel de baixa pressão/alto débito;
    - Novo sistema de ignição (um perito em electrónica disse-me que poderia utilizar a minha ignição actual, mas que teria de manter a centralina, o captor e a cablagem, o que estava fora de hipotese, já que a(s) centralina(s) estão avariadas), logo um distribuidor de platinado e uma bobine de 12v.
    - Corpo de termostato adequado, já que o antigo não cabe com os novos colectores;

    O kit completo para a conversão vendido pela Risse custava mais de 1700€, o que estava fora de hipotese. Fui então adquirindo mês a mês os componentes, sendo que só já me falta a bobine.

    Alterei também a pintura da tampa das valvulas para ocultar o "2.4 Injection", só por causa das tosses...

    Bomba, regulador de pressão e corpo do termostato (Dbilas) - Material novo
    Ver anexo 334929

    Carburadores Weber 45 DCOE, comprei usados a um senhor muito simpático da zona de Viseu, a um preço que não existe em lado nenhum (nem no ebay). Foram depois totalmente recondicionados, levaram gicleurs compativeis com o que me indicaram na Risse e juntas novas. As cornetas estavam em mau estado, mandar cromar era caro, pelo que tirei a ferrugem e pintei de cinzento, já que é para levar filtros Ramair e nem vão ficar muito à vista.
    Ver anexo 334930
    Ver anexo 334931

    Colectores de Admissão Dbilas - Material novo, e o mais caro de tudo na conversão...
    Ver anexo 334932

    O distribuidor também comprei no ebay alemão, em muito bom estado por uma ninharia, mas não tenho fotos porque já o coloquei no carro.

    E pronto, da Secção Motor estamos actualizados, já que está em banho maria à espera de dias de sol e de folga simultânea minha e do meu amigo mecânico.

    Darei noticias mais tarde

    João Gil
     

    Ficheiros Anexados:

  9. Mais um super Opel para a "Team Opel" da zona de Lisboa! ;)
     
    João Gil gostou disto.
  10. Para já a velocidade máxima é aquela que eu o conseguir empurrar!! E vai dos 0 aos 100 km/h dependente da ribanceira onde for empurrado! Mas devagar se vai ao longe.
    Não vejo a hora de o meter a andar e de cumprir um dos objectivos para qual o comprei, o convivio com pessoal que partilha do mesmo vicio.
     
    Tiago Filipe Santos gostou disto.
  11. Ja se sabe que estas coisas demoram, e normalmente é mais do que aquilo que queremos, mas depois o gozo que tiramos não tem descrição possivel!

    Força com esse projecto!
     
  12. Força ai João,

    Vou ter gosto em acompanhar.
     
    João Gil gostou disto.
  13. Boa tarde,

    hoje tive a manhã livre e dediquei-me a uma tarefa simples, instalar o corpo do termostato para o sistema de carburadores (o corpo de termostato do sistema de injecção não cabe com os novos colectores).

    Assim, antes de mais, tive de fabricar uma junta, utilizando um pouco de cartão de juntas que tinha cá por casa. Este e o aspecto do corpo de termostato que comprei na dbilas.

    Ver anexo 335121
    Ver anexo 335122

    Tive também de comprar um novo sensor de temperatura, já que o que eu tinha era demasiado comprido

    Ver anexo 335123


    Comecei então por fazer um molde em cartão normal.

    Ver anexo 335124Ver anexo 335124

    Para depois ser mais fácil talhar o cartão de juntas

    Ver anexo 335125
    Ver anexo 335126

    De seguida foi só pincelar com um pouco de cola para juntas e aplicar. Muito fácil!!

    Ver anexo 335127

    No entanto agora tenho um problema de canalização que preciso de ajuda para resolver. O meu corpo de termostato antigo tem a seguinte configuração

    Ver anexo 335128

    No entanto agora não tenho tubos por baixo, mas tenho um, mais fino, lateral. Alguém sabe como vou fazer? Desconfio que agora vá um tubo directo da bomba de água à parte inferior do radiador, mas o resto não sei... alguma ajuda será benvinda.

    Cumprimentos a todos
     

    Ficheiros Anexados:

  14. Boas, quanto aos tubos da agua, preciso de todos e não tenho nenhum...Nas borrachas Berna disseram-me para levar o tubo velho ou o carro, ora se não tenho o carro a andar,nem tubos velhos, tá tudo engatado...Enfim, secalhar a melhor opção vai ser vir de fora...
    Adoro o filtro king, fica muito bem nos clássicos e tem a particularidade de controlar a pressão!
    Estou maravilhado com as excelentes compras e pelo bom gosto.A meu ver ainda tens de fazer mais um investimento importantíssimo que bem procurado até nem fica MUITO caro, o meu ficou por 140€...estou a falar de um colector de escape a condizer com os carburadores, o meu é lexmaul e vai aparecendo pelo ebay a preços porreiros.
    Quanto á tampa das válvulas fizeste muito bem, eu poli-a...
    Cumprimentos e boa continuação
     
  15. Os tubos da água em si não são o problema, o problema é como faço a canalização!! Porque no corpo do termostato antigo, como mostram as fotos, tenho dois tubos por baixo que não tenho no corpo do termostato da dbilas...

    Quanto aos colectores de escape, faz parte dos planos adquirir uns!
     
  16. João, antes de mais os meus parabéns pelo carro. Está a ficar uma grande máquina. Quanto ao colector de escape eu nos meus utilizo os colectores de ferro do Sprint que pelo que tenho lido fluem quase o mesmo de uns tubulares e têm a vantagem de serem muito mais robustos (para além de mais baratos).

    Força nisso.
     
  17. Obrigado pelos elogios e pela dica. No ebay realmente encontram-se esses colectores na casa dos 100€. Quais são as vantagens dos colectores tubulares em relação aos que eu tenho (para além do aspecto visual)?
     
  18. Boas, penso que a maior diferença entre os colectores tubulares e os de origem, está no debito e no arrefecimento. O motor fica mais "solto" e sobe melhor a rotação porque o escape fica mais livre, claro que depois o resto do escape tem de acompanhar o colector, ou seja, não vais meter um colector independente e manter o resto do escape com 45mm de diâmetro.
    Nos carros que meti colectores independentes, notei bastante diferença, no meu kadett não posso dizer com certezas, pois nunca andei com ele nem com colector de origem nem com o que tenho montado.
     
    João Gil gostou disto.
  19. Parabéns pela maquina e força com o restauro... o meu próximo investimento vai ser uns colectores de escape 50mm que ando a tentar ganhar alguma licitação no ebay.
    a ligação do termóstato é fácil, a parte de cima liga ao radiador em cima e a bomba de agua liga na parte debaixo do radiador e esse tubo fino que tem atrás do termostato liga ao radiador da sofagem.
     
    João Gil gostou disto.
  20. Ivo, se bem percebi, o problema não está em ligar os tubos, mas sim no corpo do termostato que tem em falta os buracos para a ligação dos tubos, ou seja, tubos há, não há é onde os ligar...
    João Gil, vendo bem as coisas, acho que a melhor maneira será abrir furação no corpo do termostato e soldas uma ponta de tubo para depois ligares os tubos de borracha.
    Penso que podes também optar por ficar sem sofagem temporariamente até aparecer outra solução.
    Abraço
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página