Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Renault Super 5 GL - Restauro de A a Z

Tópico em 'Renault' iniciado por Pedro E Silva, 6 Abr 2011.

Tópico em 'Renault' iniciado por Pedro E Silva, 6 Abr 2011.

  1. O meu companheiro do dia-a-dia, que me transportou para todo o lado desde que tirei a carta (um Renault 5 GL de 1987), parou de vez no dia 31 de Dezembro de 2010.
    Estava eu a caminho da festa de passagem de ano quando, na auto-estrada, lá se foi a junta da colassa. Foi a baixo, não pegou mais, a àgua estava a ferver e ao dar à chave passou a fazer bolhas no reservatório da àgua. Ficou a passar a compressão para o circuito da àgua. Ao que parece foi por causa do termostato (que já andava meio avariado). E o térmico que aciona a luz da temperatura também não funcionou, talvez até fosse o fio. Se tivesse acendido parava a tempo.

    Este carro é aquele pelo qual tenho maior apego. O meu pai comprou-o há 12 anos para a minha irmã, passou dela para a minha mãe e, depois de comprarem um R11 este ficou parado alguns anos ao sol e à chuva. Pouco depois de tirar a carta, não havia dinheiro para melhor e lá se teve de ressuscitar a máquina. Foi uma ressureição fácil. Com pouco trabalho foi posto a andar e passou na IPO. Os plásticos interiores estavam todos podres por causa do sol e a pintura quimada mas desde o primeiro dia que o conduzi sempre se conportou como uma máquina de qualidade.
    Infelizmente, fruto da estupidez da idade, nos primeiros tempos tratei exageradamente mal o pobre do carro. Experimentei tudo e mais alguma coisa, fiz coisas que se fazem com carros de corridas, com carrinhas de trabalho, com jipes TT(...) e coisas que não se fazem com nenhum carro. Deixei-o em muito mau estado de chaparia e pintura. Mas incrivelmente e após tantas vezes levado ao limite, o pequeno R5 continuou a trabalhar perfeitamente bem e sem dar mais problemas que qualquer carro de uso normal. Perfeito!

    Eu que no início nem gostava do carro fui-me apaixonando. Vivi tantos momentos marcantes, bons e maus, da minha vida acompanhado deste carro... Como com tudo o que amamos, deixei de me preocupar com o facto de ser um carro velho e barato e até feinho (no estado em que estava) e tornámo-nos inseparáveis.
    O meu pai até me quis comprar um carro a diesel e recusei porque, na altura não tinha onde guardar carros e teria de mandar o R5 para a sucata. Andei com ele até o pobre coitado não poder mais.

    Andava já há algum tempo com ideia de o restaurar e, nesse caso, faze-lo "de A a Z". Só andava à procura de um substituto temporário.
    O "Turbo(lento)" como muito é conhecido Não aguentou mais e exigiu ser cuidado.

    Já está quase todo desmontado, tem vários podres, mas muito brevemente vai-se começar a tratar da chapa e depois a pintura.
    Vou começar a postar fotos dos trabalhos e do estado do Turbolento.

    É um carro barato, vale (em bom estado) pouco mais que uns 300€, não é nenhuma edição especial nem tem um motor potente, nem é luxuoso, nem é muito procurado. Aliás, não conheço ninguém que se tenha dado ao trabalho e À despesa de restaurar um.
    No entanto, o mais importante quando restauramos um carro para nós mesmos é gostarmos o suficiente dele. Podia ser um grande carrão, mas se eu não o adorasse não tinha a mesma piada.

    Espero que gostem.

    P.S.: Procuro um R5 beije de 3 portas para servir de dador.
     
  2. Gostei da história do teu carro, boa sorte no restauro e que em breve te traga novas alegrias o teu R5.
     
  3. Quando estiver restaurado vai ficar assim:

    [​IMG]
    [​IMG]

    Como quando saiu de fábrica.
     
  4. Obrigado Paulo. Já tenho saudades de o conduzir.
     
  5. Boas.
    Força com o restauro e põe fotos da máquina.
    Quando gostamos de uma carro e temos um história longa vale a pena. XD
     
  6. Gostei da história do teu Super 5, força com o restauro B)

    Não importa o valor monetário do carro mas sim o valor afectivo ;)
     
  7. so na minha zona tem dois desses encostados .

    Ainda nao lhes dao valor :S
     
  8. Ficheiros Anexados:

  9. Tens aí trabalho pela frente mas como é um carro pelo qualtens carinho vale sempre a pena.Boa continuação.
     
  10. E tenho uma coisa a meu favor - Há muito material e muitos carros "destes" para peças. Este em concreto vejo pouco...
     
  11. Olá Alex. São beije, de 3 portas?
     
  12. um é vermelho e de 5 ... o outro ou é beje ou branco , mas nao me recordo do numero de portas .

    Contudo diga-me que material precisa , que eu ponho os "conectes" a funcionar e ate pode ser que apareca algo .
     
  13. Acho que fazes bem Pedro, adorei a história do teu R5 GL;)

    Também tenho um R11 mas TL ("Turbo lento":D) que adoro bastante, mas como a sua maior parte da vida passou em garagem encontra se bem de chapa;)

    O meu é de 2/88 e tem 1237cc de motor, qual é o teu? é igual?

    Tenho uns documentos de homologação do motor do meu R11 da Renault portuguesa à casa mãe "Régie" de Janeiro de 88, porque os TL deste ano eram todos 1.4, mas como somos espertos em cobrar o mesmo vendíamos TL 1.2:D

    Vou seguir o teu restauro;)
     
  14. Eu procuro um beije de 3 portas porque há imenso material do interior que só existe nos desta cor. Como o tablier, todos os plásticos e a alcatifa que são beije. Os bancos já vi iguais em carros de outra cor mas também se vê pouco. Preferia um carro completo porque ficava muito mais barato e resolvia muitos problemas de uma só vez.

    Obrigado Alex.
     
  15. Então tem um carro especial ;) O meu pai teve dois R11 e eram muito, muito bons.

    O meu R5 é 1108cc e é de 2/87 (é do mesmo ano que eu!)B)
     
  16. Então tem o mesmo motor do meu da anterior geração, boa máquina! ;)
     
  17. Não tem o mesmo motor, Jorge. Apenas tem a mesma cilindrada. Tanto é diferente que a disposição do meu é transversal com a caixa à esquerda e os da primeira série são longitudinais com a caixa à frente. Os da primeira série são idênticos aos das 4L e os Super 5 partilham alguns motores com o R9 e o R11 (como é o caso do 1400cc).
     
  18. As primeiras fotos da desmontagem.


    Ver anexo 220357

    Um dos podres mais comuns nestes carros é abaixo do parabrisas, no meio. Este está muito bom, tendo apenas uma rachadela.

    Ver anexo 220358


    Podres já com buraco.

    Ver anexo 220361


    Ao contrário do que pensava, o fundo está muito bom, não apresenta chapa podre, mantém as originais camadas protectoras e apenas está um pouco deformado.

    Ver anexo 220363
     

    Ficheiros Anexados:

  19. Então sendo assim o motor do teu é igual aos do R11 TC (cx de 4 velocidades) de 86>,
    este modelo do R11 já é muito raro de se ver, ao pé de mim encontra-se um R super 5 Baccara de 88 em mau estado interior, a ver se o caço, até achei piada ao carro porque pelas jantes e interior penso que seja o 1.7cc pois nesta versão existiu também o 1.4cc;)
     
  20. Gosto do teu tablier, castanho e preto, devem ser raros de se ver;)
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página