Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Que tipo de animal é este?

Tópico em 'Mecânica' iniciado por António Barbosa, 3 Abr 2011.

Tópico em 'Mecânica' iniciado por António Barbosa, 3 Abr 2011.

  1. Depois de uns barulhos estranhos vindos de dentro do motor do meu Mini, resolvi abri-lo.
    Alguma luta depois (mais sobre isso mais tarde) este foi o resultado.

    Parece a boca de um tipo de peixe...
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Motor partido???

    Nunca vi !

    Será??

    Espero que nao,
     
  3. E isso é o quê???
     
  4. É mesmo cambota, só mesmo para quem já viu igual..
     

    Ficheiros Anexados:

  5. Cambota de um pre A+ (Austin 1300GT/1275gt) nao sao la muito fracas.o apoio da cambota do meio do bloco nao deve estar alinhado obrigando a cambota a flexir nessa zona.Antes de montar outra seria aconselhavel alinhar os apoios numa retificadora.Ja sao poucos esses motores.
     
    Francisco Lemos Ferreira gostou disto.
  6. Ainda à umas 3 semanas atrás desmontei um motor com o mesmo problema, cambota partida, e curioso é que parecia ter poucos km desde novo, o bloco não tinha calo.
    Com este já é o terceiro que vejo assim.
    Para mim só pode haver duas causas para isto acontecer: defeito de fundição , ou conjunto: cambota, volante do motor, bielas, etc.., mal calibrado.
     
  7. Ou então o caso já referido pelo Sr Rui Maurício, desalinhamento nos apoios da cambota. Também pode ser uma causa a ter em conta.
    Ou na pior das hipóteses, as três causas em simultâneo.

    Agora pode ser difícil encontrar a causa que levou a isto, mas enquanto o motor funcionou poderia evidenciar algum problema como por exemplo, vibrações excessivas.
     
  8. Ainda tentei colar a cambota, tentei de tudo desde cuspe até à cola que cola os cientistas ao tecto, mas nada resultou...
     

    Ficheiros Anexados:

  9. Agora mais a sério, lembro-me de ter lido creio que num dos livros do David Vizard, que as primeiras cambotas 1300cc não 'S' com a estampagem 12G1505, não eram grande coisa.
    A qualidade do aço não era por aí demais, não tinham qualquer tratamento químico ou térmico para endurecimento e não tinham furação cruzada para lubrificação melhorada a altas rotações, por isso tinham os eixos mais grossos para aguentarem a falta do que já disse. Só quando o 'A+' apareceu, é que começaram a radiar os angulos entre os eixos e as pás da cambota melhorando significativamente a resistencia nesta zona, que foi onde a minha partiu.

    Esta cambota até aguentou bem. Comprei-a usada com cerca de 50.000Km e na minha mão fez cerca 10.000Km quantas vezes no red-line (7000rpm e mais), portanto não me posso queixar.
     
  10. E acha que aguentava com cola...Podia solda-la...:D
     
  11. Tive uma ideia melhor, vou fazer um V4!!:huh:
     

    Ficheiros Anexados:

  12. imagem dramática
     
  13. Se acham aquela imagem dramática, vejam estas. São pormenores da zona de fractura da dita cuja cambota ! !. Cambota sofre...:(
     

    Ficheiros Anexados:

  14. Cambota sofre mesmo.
    Como diz o amigo Rui, é melhor verificar o apoio central, pois deve de estar ovalizado, e é melhor mandar rectificar em linha, todos os apoios. Tenho vários blocos com esse problema, só que nunca parti nenhuma cambota nesse sitio.
    Um abraço
     
  15. Dramático mesmo...

    Pormenor bastante interessante...
     
  16. Já vi que a luta com o volante do motor foi ganha :) quanto à cambota, autchhh!!!
     
  17. Essa fractura foi causada por fadiga (notem o rebordo polido que mostra onde começou a fractura), significa que havia algo que esforçou a cambota de modo a flectir nessa zona. Se a transição de secções não tinha curvatura ou se foi rectificada incorrectamente é uma boa ajuda para gerar uma falha destas também, qualquer uma das causas bate certo com este tipo de danos.

    Um abraço!
     
  18. Sim, Sr. Professor de Materiais! :huh:

    Até é giro (apesar de ser triste, neste caso) ver e analisar a fractura... Muito mais do que estudar a teoria e desatar a fazer contas!!
    (Sim, eu detesto ter de estudar e de aturar a fadiga na disciplina de Órgãos de Máquinas, tendo como única amostra um provete raquítico...)

    Desculpa o desabafo, António...

    Já há projectos e €€ para reparar o Mini?
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página