Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Problema com o nr de chassis. Se puderem ajudar, agradeço!

Tópico em 'Legislação' iniciado por Rui Felizardo, 1 Ago 2008.

Tópico em 'Legislação' iniciado por Rui Felizardo, 1 Ago 2008.

  1. Boas!
    Penso que este é o sítio certo para colocar este tópico, mas caso não o seja peço aos moderadores que tenham a amabilidade de o transeferir.

    O que se passa é que, não sei se se recordam de ter comentado nos restauros, o meu 1204S não tem o número de chassis gravado.
    Como tal, informei-me junto da Opel para saber com quem deveria falar do meu problema, e indicaram-me os concessionários da marca.
    Dirijo-me então à Auto-Industrial em Alcobaça onde sou bem atendido, e onde a senhora que tratou do assunto ficou com umas fotos do sítio do número e enviou um mail à Opel Portugal, para se informar sobre quais seriam os procedimentos neste caso.
    Sucede que decorridas três semanas não obtenho resposta. Como não são precisas três semanas para mandar um mail com instruções, falo eu directamente com a Opel e exponho a minha situação.
    É me sugerido que envie um mail para info.opel@gmp.pt a relatar o meu caso. Agora transcrevo a continuação desta história.

    E recebo a seguinte resposta

    Ora, descontente com a redundante resposta, insisto

    E recebo esta resposta fantástica três dias depois

    Ora, para saber como devo proceder legalmente para regravar um número de chassis mandam um mail para a Alemanha? Pode ser só impressão, mas tudo isto me parece um pouco estranho!

    Se alguém tiver paciência para ler esta seca, será que me pode dar umas luzes sobre como prosseguir? É que ter um carro em casa, pronto a dar gás e preso por isto é deveras frustrante! Obrigado desde já!
     
  2. Eis um caso que desconhecia ou melhor que poderia acontecer,
    mas como tudo na vida estamos sempre a aprender,
    não te sirvo de ajuda pois não sei o que fazer ou dizer neste caso,
    mas ficarei atento a novos desenvolvimentos do caso.
    Boa sorte na resolução do problema.
     
  3. É possível pedir na DGV, agora IMTT, uma autorização para regravação de número de chassis. Basta ver noutro carro onde esta deve ser colocado e mandar fazê-la, ficando com essa autorização caso algum dia haja suspeitas de contrafacção.
     
  4. Boa noite
    Pode fazer a inspeção quando quiser.
    Tem que ir ao IMTT e pedir autorização par regravar o nº. Penso que tem de levar o carro a uma inspeção feita pelo IMTT.
    Com essa autorização penso que tem de levar o carro à marca para ser remarcado o nº chassi.
    Não é necessário ir antes á marca porque não podem marcar o nº sem autorização do IMTT
     
  5. Por fim vai ser imitido novo documento único mencionando que o nº foi remarcado.
     
  6. Obrigado a todos! Bem, creio que se não era à Opel que me devia dirigir, podiam ter dito logo na mail de resposta.

    Vou levar o carro à inspecção, logo se verá o que surge. Obrigado pela ajuda e tempo dispendido!
     
  7. Já tive esse problema há uns anos atrás com um Fiat Uno, e ninguém se mexeu com medo do carro ter sido roubado ou importado ilegalmente e eu estivesse a remediar a situação e a pedir a cumplicidade às oficinas dos vários concessionários Fiat por onde passei.

    Só resolvi quando um amigo fez prova da minha boa fé junto dum concessionário Fiat pois conhecia bem o chefe da oficina, e assim foi.

    O processo foi semelhante ao já descrito, e na altura custou cerca de 11.000$00.
     
  8. Os opel dos anos 60 e 70 Tinham o nº chassis gravado a caneta electrica, daí o mesmo desaparecer em quase todos. Contudo os opel tÊm uma chapinha com o nº de chassis que nas inspecções serve perfeitamente, pois ha muitos carros que so têm a chapa e não tem o nº chassis gravdo sequer. O seu provavelmente não tera a chapa..
     
    Renato Matos gostou disto.
  9. este pais ta mesmo podre mais um bocadinho dizem-te para levares o carro a alemanha para gravar o numero de chassi ninguem sabe nada neste pais sera que somos todos uma cambada de totos ? eu comprei um camiao na suissa e quando fui a inspeçao disseram-me que o numero de chassi estava ilegivel dito isto fui ao representante em portugal (auto sueco ) paguei (claro )150€ remarcaram o numero e prontinho ja esta moral da historia o representante ca e a opel portugal eles e que sabem o que fazer neste caso mai nada ta dito
     
  10. Se te deslocares a IPO , o que vai acontecer é que vais receber uma dificiencia em como o nº de chassis está ilegivel, nestas situações o centro de IPO é obrigado a comunicar pelas vias disponiveis o IMTT, depois creio que serás contactado pela IMTT para regularizar a situação, no caso dos BMW's e mediante um pedido pela IMTT , terás de te deslocar ao Porto para te gravar novo nº de chassis, a IMTT poderá indicar o mesmo nº de chassis para gravar como pode atribuir-te um novo nº, como por exemplo a matricula, já vi um mercedes, salvo erro um 240d, em o nº de chassis era a matricula do carro e que tinha sido gravado pela antiga DGV, e no livrete constava essas notas todas.
     
  11. Bom, vou ter exactamente o mesmo problema com o meu 1604S.
    Já descobri o número de chassis gravado mas está parcialmente ilegível...

    Acho que quando o tiver pronto vou à inspecção primeiro e depois logo vejo o que me dizem...


    PH
     
  12. boas!

    opá não compliquem o que não é complicado... nos Opel o numero do chassi desaparece facilmente e não há nada melhor que um bom chapeiro com uns punções numerários parecidos com os originais de modo a regravar o numero... caso o chapeiro não tenha um numerário parecido tentem um ourives da vossa confiança!!!

    não falem com o imtt pois só vos vai dar trabalho e chatices, alem de se arriscarem a ficar sem o carro.
    esta é a minha opinião...

    cumprimentos,
    Pedro
     
  13. Boas! Eu tinha esse mesmo problema e apenas tive uma deficiência de nível 1 por ter o nº parcialmente ilegível.
     

  14. Pois e eu que ate sou policia mando-o parar, vou ver o nº chassis, vejo que esta gravado em relevo (eu ate sei que nos opel desse ano ´não e em relevo) e pimba, apreende-se o carro e com um bocao de sorte o proprietario e detido...
    É melhor fazer legalmente
     
  15. Do mal o menos, tens até à próxima IPO para resolver isso, atenção.
     

  16. como policia que és acho muito bem que assim procedas, e porque até sabes como são gravados os numeros e onde estão

    agora pergunto, será que todos os policias o sabem, e mais, e saberão onde estão, não me parece, e mais, não me lembro de uma unica vez ter sido mandado parar e terem ido verificar o numero de chassis, e muito menos num carro com 20 ou 30 anos
    mas claro pode acontecer

    ja tive uma situação semelhante, de numeros parcialmente ilegiveis, na altura fui à DGV e depois fui mandado para o consessionario onde me meteram uma chapa rebitada ao lado dos numeros antigos gravados no chassis, ficando registado, não sei se ficou alguma anotação no livrete

    mas pela confusão que me parece que existe por causa de uma coisa tão simples acho que nem me dava ao trabalho, ia mesmo de martelo
     
  17. :D :D :D :D
     
  18. Por aquilo que ouvi a um inspector do Centro de Inspecções Automoveis é frequente nos Opel e Bedford desaparecer os numeros por isso desde que na chapinha esteja o nº eles não ligam mais para isso, este é o procedimento em Coimbra nem sei se é em todo o pais, porque aqui são esquisitos por exemplo com os espelhos terem homologação e por exemplo na zona de Santarem nem olham para isso.

    Quanto a martelar numeros tenho só a dizer, que se der para o torto dá uma grande chatice, e mais para quem não sabe, pode retirar um numero de um bloco ou de uma cave de roda com uma rebarbadora faze-lo desaparecer completamente e a seguir gravar outro numero, só que para esses espertinhos a Judiciaria descobre o numero antigo no máximo em 2 Horas, e a seguir responde em tribunal. Os metais tem uma coisa que recentemente chamaram de memoria, tem a haver com a compressão das moleculas no sitio onde é gravado o numero. Á coisas mesmo que não seja com o objectivo de prejudicar ninguém, não convém fazer, mais vale seguir a via legal.
     
  19. Tenho o mesmo problema na minha Bedford, o numero gravado no chassis foi "comido" pela ferrugem.. Agora tenho que levar a carrinha a inspeção e espero não ter problemas visto que tem uma chapa com o numero dentro da cabine.
     
  20. Para variar o meu Opel 1204 (que já não é meu) tem o mesmo problema. Consegue-se ler mas com muita dificuldade e não foi a ferrugem que o "limpou"...
    Arrisquei a a ida à inspecção e quando chegou a altura do inspector ver o numero eu indiquei-lhe o sitio dizendo que aquilo se via mal, que era um defeito da Opel, até que fui interrompido no discurso "...e onde está a chapa? neste caso basta ter o numero gravado na chapa..." a tal que é cravada com uns rebites.
    Estranhei a atitude do "quero lá saber disso" e perguntei-lhe concretamente como era.
    Então ele afirmou com segurança que em carros anteriores a 77 ou 78, não me lembro ao certo, apenas tinham de ter o numero gravado na chapa rebitada sendo o gravado na carroçaria dispensável.
    Mandou-me por massa consistente no numero para manter o que ainda havia, e que não me preocupasse com o assunto. Eu assim fiz B)
    No final da inspecção recomendou que eu não fizesse nada pois sem o processo legal qualquer alteração podia notar-se e aí era uma carga de trabalhos.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página