Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

posso mudar motor do mini ?

Tópico em 'Acessórios' iniciado por André filipe pinto, 3 Set 2008.

Tópico em 'Acessórios' iniciado por André filipe pinto, 3 Set 2008.

  1. posso mudar o motor do mini e levalo ipo com outro numero do motor
    sem ter probelema?
     
  2. Boa tarde amigo Pinto, pode sim senhor mudar o motor do seu mini e leva-lo a IPO. Não haverá problema de certeza se o motor for da mesma cilindrada. Alias há quem mude para motor com cilindrada superior e passe nas inspecções, só que como se sabe é ilegal. Actualmente já não ligam ao Nº. de motor que vinha nos motores, até porque actualmente os automóveis novos já não vêm com Nº. de motor. Boa sorte aí na sua máquina.;)
     
  3. Viva!

    Tal como o Sr. Alberto disse, regra geral não verificam isso na IPO. E só um inspector "mais conhecedor" é que distinguirá a diferença entre motores de diferentes cilindradas, pois tirando alguns pormenores são muito semelhantes (os 1000, 1100 e 1300 quero eu dizer). Se meter um VTec, aí é que é capaz de dar um bocadito nas vistas...

    Verifique também os documentos do seu carro, pois regra geral não trazem o nº do motor. Se trouxer, é que pode dar azo a que haja uma inspecção mais cuidadosa nesse aspecto, principalmente se o nº do motor não coincidir com o que está no livrete.

    Cumprimentos! ;)
     
  4. Duvida
    Imaginamos que eu faço a mudança de motor para um de cilindrada e/ou potencia superior ao original sem dizer nada nem ao IMT (alteração não averbada), nem ao meu seguro (contracto para exemplo para Paprika de um modesta 1300 de 40cv e não de 1915 de 120cv). Tenho um acidente responsável, e após peritagem é descoberto a substituição do motor poderá o seguro se descartar alegando que o contracto que foi assinado contemplava um carro com um 1300 e não um 1915?
    Sera possivel fazer um contracto de seguro que contempla este tipo de modificações? Penso que ha muito bimmers, e Mini lovers a estar neste caso de andar out-law
     
  5. eu tenho um colega que meteu 1300 e nao passa na inspeccao e tem que legalizar o motor porque o inspector embirrou.

    eu troquei o meu e até hoje passou sempre.

    depende do inspector.lol

    abraços
     
  6. Há caso muito evidentes e que um inspector mais conhecedor facilmente se apercebe, outros é mais dificil. Todos os carros mesmo os mais recentes têm nº de motor, que corresponte ao nº de serie do mesmo, só que já não vem averbado no livrete. No caso das importações e para atribuição da nova matricula e IPO, os carros têm que ir a marca para certificar que o motor que está montado na viatura é o original, isto atravez do nº de motor. Se o motor foi susbtituido chapeu, no caso de um motor ser substituido em garantia, terá de ser comunicado a fabrica que a viatura X foi trocado motor com o nºY pelo nºZ, deveria ser feito assim, mas nem todas as marcas o fazem.
     
  7. pois é complicado sei de uma amigo que se esta a ver á rasca, corre tudo e nada, e atenção se a policia o apanha fica com o carro apreendido... bem um grande problema... mas se conseguir legalizar diga como fez e eu fasso o mesmo e entratanto o meu amigo resolver o problema dele... boa sorte
     
  8. pod emudar sim, para legalizar é facil (como quem diz)
    1º pedir a homolgaçao do motor à SERTEL (nao sei quanto levam)
    2º Montar o Motor no carro e leva-lo à uma inspecçao do tipo B para medir o CO2 (+-60 euros)
    3º Alfandega para pagar o IA (+-300 euros)
    4º DGV, inspecçao (150 Euros)

    Prepare bem uns 600 euros para tudo, mas assim sempre evite chatices,
    e arranje uma factura de um motor, ou uma declaraçao de venda mesmo que passada por um amigo.

    Ass; Daniel Machado
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página