Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Porsche 911 - os míticos!!!Carrera 2.7 vs Turbo 3.3

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por HUGO NORTON, 15 Jun 2010.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por HUGO NORTON, 15 Jun 2010.

  1. Bem, a pedido de várias famílias apresento um tópico em que dois míticos Porsche 911 se confrontam...

    PORSCHE 911 CARRERA RS Lightweight & PORSCHE 911 TURBO 3.3 (930)

    O Porsche 911 Carrera rs 2.7 foi apresentado em 1973 e rapidamente se tornou um culto, tanto no mercado dos automóveis desportivos como na família 911.
    É um carro que se apresenta simples, leve, muito rápido e é possuído por um carácter que suplantou tudo e todos. Guiar um Carrera é algo como voar num Spitfire da 2ª GM e guiar um TURBO é como pilotar um F16..
    O TURBO é uma tremenda e furiosa cápsula volante...sereno no ruído, muito potente (300Cv) e com limites de aderência fora do comum na época. Estava excelentemente calçado para a época com uns Pirelli P7 225/50R16 atrás e 205/55R16 à frente...eram como carris!
    Mas que carro escolheriamos para a nossa garagem se a decisão fosse ter apenas um...?

    Para mim...ficava o Carrera...e já explico as razões..

    O CARRERA RS com os seus vidros em plástico, semi-racing baquets da Recaro, redução de peso que afectou inclusivamente a omissão do relógio...cintas nas portas, pára-choques, spoilers tudo em fibra, capot em fibra...etc...atinge sensivelmente 980kg, para cerca de 220Cv atingidos à rotação máxima de 6300rpm, com o binário máximo a aparecer por volta das 5100rpm...era a verdadeira bomba nos anos 70 e o carro sensação de qualquer piloto de competição!
    A injecção mecânica ficava a cargo da Bosch obviamente e fazia com que os verdadeiros picos de potência se pronunciassem a partir da 2ª metade do conta-rotações, como qualquer Porsche atmosférico da época. Os 220Cv poderiam parecer pouco (hoje em dia um turbo-diesel atinge essa potência) mas eram suficientes para + de 240km/h e cerca de 5,6segundos nos triviais 0-100Km/h! Fantástico para 1973...fantástico para 2010!

    Foram produzidos cerca de 1036 exemplares e o preço mantêm-se para cima de 150.000euros...consoante o historial...poderá disparar para o triplo!


    O Porsche 911 TURBO, segunda evolução já com motor 3.3 (a primeira com motor 3.0 e 260Cv com 4 velocidades) era o produto do envolvimento da Porsche na competição, da experiência que se retirava das pistas com a adição do turbocompressor para atingir performances estonteantes...era o carro sensação, o Bugatti Veyron desses dias, com preocupações evidentes em normas anti-poluição e de segurança de modo a poder ser comercializado em mercados exigentes como o norte-americano.
    O problema do Turbo face ao Carrera é a extraordinária potência que demonstrava mais evidente com a descompensação de pesos que o carro possuía! 57% na traseira, 43% na frente. E aqui está a grande diferença pois, dentro do compartimento nada mais cabia...o intercooler situado em cima do motor, alojado no seu enorme aileron...proporcionando 300Cv às 5500rpm!!! Massivo!
    A importância da sua apresentação musculada com alargamentos em todos os guarda-lamas e pára-choques e muito mais pesado, além da sua enorme "tea-tray" significava que a 260Km/h no turbo era efectivamente mais estável do que o Carrera RS a 240km/h..mas, a velocidade será tudo? Não creio...

    O luxo no interior do 911 Turbo é incomparável e muito superior ao do Carrera RS (espartano em todos os poros) e o ar condicionado de série acarretava mais um precioso extra que prejudicava o peso do conjunto ainda mais..
    O Turbo é naturalmente mais potente, mais rotativo e a sua potência faz-se notar (com algum efeito LAG do turbocompressor) ainda mais cedo, com o binário máximo em torno das 4000rpm (menos 1000rotações)..mas no início vinha com caixa de 4 velocidades, naturalmente mais longas que faziam com uma segunda atingisse por exemplo 115Km/h e uma 3ª atingisse mais de 180Km/h...notável! ....e mesmo assim é apenas e, apesar de tudo, umas centésimas mais rápido na prática do que o Carrera RS até velocidades de 160km/h..ou seja, velocidades de quem ande com a cabecinha no sítio e já muito proibitivas para qualquer estrada nacional que se preze..
    O Carrera apresenta uma caixa de 5velocidades 915 mais curta, aliado ao baixo peso do conjunto e ao excelente poder de fogo do 2.7 faz com que se aproxime dos valores supersónicos do turbo a acelerar! ....e com maior interacção com a pilotagem, maior sensação do comportamento do carro, melhor controlo do carro para além dos limites...

    Logicamente que numa recta...o TURBO desaparece! Mas e no resto...?
    Quantas oportunidades há numa estrada para revelar toda a energia dos 300CV a alta rotação? E o tipo de caixa longa...será mais apropriada para curvas?

    O CARRERA RS 2.7 é muito mais recompensador nestes aspectos de sensação e de condução na prática! O pedal do acelerador e a aceleração são imediatas (comum aos 911 aspirados e de injecção K). Quando se ultrapassa, a sua carroçaria mais estreita deixa que nos transmita mais controle, mais sensação da situação e deixa que possamos aproveitar melhor a caixa de velocidades para andarmos em picos de velocidade em estrada aberta, com ponta-tacão, com duplas embraiagens nas reduções e todo o esplendor da condução desportiva num clássico com mais de 200Cv. É o êxtase!

    Os benefícios do TURBO dificilmente se verificam em estrada aberta e sinuosa face à exploração de sensações que temos num RS, sobretudo se a estrada for
    de montanha ou se o piso estiver molhado ou escorregadio...(um verdadeiro ballet-russo) pois o seu potencial só poderá ser verificado já em velocidades proibitivas..explorando toda a sua potência e velocidade de ponta.
    Claro que no TURBO tudo se passa de forma mais segura, mais confortável...mas será que é disso que precisamos quando andamos de 911? Os gadgets que não encontramos no RS...

    O aspecto mais evidente entre os dois é naturalmente a resposta da aceleração onde o CARRERA RS se mostra mais solícito, mais rápido a responder e onde a rotação só acaba nas 7200rpm..fantástico! Não é obviamente carro para autoestradas onde se torna barulhento e desconfortável face ao TURBO mais sensível a ventos laterais, mais instável devido às Vias, aos pneumáticos... Aliás, as auto-estradas são o terreno ideal para explorar o verdadeiro arsenal que o TURBO possui..enquanto que as estradas sinuosas e as pistas exigentes são apanágio do CARRERA RS. É esta a grande diferença!

    O CARRERA mostra-se mais sensível mas mais preciso quando as curvas abundam, sobretudo com mais tacto de direcção, de acelerador e de transferências de massas (em apoio ou não)

    O TURBO mantem-se mais remoto nestes aspectos, menos intuitivo, menos interactivo...mas mais perfeito, mais seguro, mais confortável, mais evoluído...MENOS ANIMAL das pistas!

    O TURBO foi feito também para parecer bem quem o guia...(yuppies?), mostra força bruta, potencial, luxo, um verdadeiro dominador, supra-sumo...

    O CARRERA RS foi feito para pilotar, para cronometar, para se sentir o carro em toda a sua plenitude, não foi feito para ir ao casino...nem tão pouco para levar bagagem de fim-de-semana. foi feito para que qualquer mortal saiba o que é a sensação que os pilotos tinham quando triunfavam nas pistas...
    É relativamente mais económico do que o TURBO, pode ser dócil, é simples(não tem luxos), com ventilação deficiente mas é o derradeiro PORSCHE 911 no seu estado mais puro..um animal que exige técnica mas que recompensa em todos os segundos!

    Eu...escolhia um CARRERA RS...mas não me importava de ter um TURBO a fazer-lhe companhia...são o melhor de dois mundos!

    Qual a vossa opinião?
     

    Ficheiros Anexados:

  2. já agora como título de curiosidade o 911 TURBO possuía:
    Vidros eléctricos, espelhos eléctricos, tecto de abrir eléctrico, ferramentas Porsche, interior em pele, jantes especiais Fuchs em 16" (em 15" o 1º turbo3.0 de 260CV), ar condicionado, faróis de nevoeiro, lava-faróis dianteiro, pintura metalizada, suspensão bilstein desportiva, pneus Pirelli P7, bancos desportivos, relógio analógico da VDO, isqueiro, porta luvas com chave, volante de 3 braços desportivo, vidros coloridos, desembaciador traseiro, limpa vidros traseiro, dupla saída de escape, rádio K7 blaukpunkt ou Becker, sistema de travagem do Porsche 917 e muitos mais extras em opção...

    Era sem dúvida um super desportivo completo, luxuoso e muito exclusivo que se destacava na super aceleração, na sua velocidade e no seu enorme poder de travagem (o melhor do mundo!)
     
  3. é como escolher entre 2 filhos, não é fácil.

    eu escolheria o RS, por vários motivos, destaco o facto de o seu desenvolvimento ser em virtude da proibição de o 917 participar em provas na Europa o que lhe dá um carácter especial pois ficou encarregue de liderar a Porsche na competição. tem soluções que para a altura eu considero inovador como a procura sistemática pela redução de peso que foi ao ponto de inclusive usar cintas como puxadores nas portas. a sua agilidade que envergonha muitos desportivos modernos, a sua relação peso potência é de 4.64 kg/cv, isto em 1973. acaba por ser um carro ideal para track days ou para se usar em estradas sinuosas e fazer o tipico bailado de curva para curva, o mais belo bailado de curva para curva compreendido por quem conhece os 911 (neste caso apenas o hugo explicará melhor). pelo aspecto e pelo inconfundível rabo de pato. o turbo escolheria sempre que não estivesse o RS.
     
  4. Da gama RS destaco o 964 Carrera RS América com 250cv às 4800rpm e com um binário de 310nm. Velocidade máxima de 260km/h e dos 0-100km/h em 5.7 segundos com um peso total do conjunto de 1310kg. bem mais pesado que o original mas soberbo.



    Ver anexo 175026
     

    Ficheiros Anexados:

  5. Penso que os 964 RS da Porsche europeus da época da Supercup tinham um pouco mais de power do que esse RS America...mas sem dúvida que também é daqueles de babar e chorar por mais!
     
  6. sim é verdade tinha mais 10cv... e da gama turbo escolhia a versão que destinge quem é conhecedor da marca e apreciador de um simples leigo.

    o que o mais bonito Turbo de sempre, matava para ter este carro e não vou morrer sem um dia ter um... o 993, o das fotos é o Turbo S. um senhor que tem um e é fã da marca, um tal de Seindfield.


    Ver anexo 175029
     

    Ficheiros Anexados:

  7. Nem mais...é mesmo um carro mítico e uma referência em todos os automóveis desportivos que sairam para o grande público (apesar de ser para muito poucos...)

    É o carro que mais admiro por todos os aspectos, pelas suas características, pelo seu pedigree...mais até que qualquer coisa nova...

    PS: o bailado 911 é único, pendular, curioso, atrevido...e seguramente não é para todos e muito menos é apreciado por quem nunca compreendeu o que é...
    Mas que são extremamente eficazes são...e sobre isso os mais cépticos terão que se curvar com as evidências práticas do conceito e do carro, mesmo não tendo atributos teóricos mais consensuais...mas está mais que visto do que são capazes!
    Quem explora bem um 911 no limite ( e posso dizer que raramente me aventurei a explorar essa fronteira da emoção/perigosidade) pode guiar qualquer coisa que tenha 4 rodas...mas já alguém de muita idade e muita experiência em Porsche 911 me dizia um dia:
    Para te aventurares num 911 estuda-o...compreende-o, sente-o e faz com que ele te aprove! Só assim saberás se tens "ovinhos" debaixo dos braços e não os partes!

    Nunca mais me esqueci disto...(e ainda não tinha um 911)

    é fabuloso sentir um 911 nas mãos...e sentir o motor atrás a puxar, o ronco, sentir a direcção ultra precisa, os travões poderosos, a aceleração fantástica e ao mesmo tempo a sua docilidade perante qualquer estrada ou situação..quase indescritível.

    Carlos, nem todos os dias podemos dar azo às suas capacidades pois há dias que sabemos que não estamos preparados para ele...ou porque não estamos em sintonia para estar atentos, porque a exigência física é alta, porque não temos o cérebro em sintonia para o que estamos a fazer, porque sentimos que não estamos preparados para o explorar nquele momento..
    ..mas também há dias que MEU DEUS...que sorriso nos faz com aquelas acelerações estonteantes...e passagens de curva fantásticas!
     
  8. Bem dois GRANDES conhecedores de porsches sim senhor...
    A mim baralha-me um pouco todos esses númeroso_O

    Cumprimentos a todos
     
  9. FANTÁSTICO, sinto-me tentado a pagar-te um café domingo só para explorar mos todos os pontos desse carro, ultrapassas-te a fronteiro do quero para o tenho, por enquanto o a minha fase é a do sonhar, a paixão é tanta que a imagem de fundo do pc e a home page é Porsche.


    Ver anexo 175031
     

    Ficheiros Anexados:

  10. Posso dizer-te que noutro dia andei a "namorar" um 993 targa já com VARIORAM de 286CV...pretinho...mas,...a Mulher e a razão (€€€) falou mais alto desta vez! Ganharam elas..mas ando com o bichinho...e de que maneira!

    Mas ambos partilhamos um objectivo comum...qualquer dia vou atirar-me a um 993!!!

    O melhor em termos globais...é lindo e vai ter concerteza um estatuto de majestade quando chegar à altura da reforma...! o último dos PUROS..!!!

    Mas eu sonho com o 2S...igual por fora com o TURBO mas 2WD...um pouco mais perigoso à chuva mas...que importa isso???
    :))
     
  11. mas voltando ao tema, até hoje ainda não tive o prazer de andar num 911 mas posso me congratular por já ter apreciado 2 Carrera RS 2.7. um deles foi no museu do caramulo (o da foto) o outro era um RS 2.7 branco que já vi mais do que uma vez ao domingo de manha no seu passeio à beira mar em vila do conde.


    Ver anexo 175034
     

    Ficheiros Anexados:

  12. e na gama 993 encontramos outra raridade, o ultimo Carrera RS refrigerado a ar, motor M64/20, 300cv às 6500rpm um binário de 355nm às 5400rpm, caixa de 6 velocidades tipo G50/31, discos ventilados de 322mm (!!!!!!), foram produzidas 1014 unidades das quais 40 eram RS Clubsport um modelo aligeirado com jantes 18 e o característico aleiron traseiro de grandes proporções regulável entre os 0 e os 12 graus.


    Ver anexo 175035 - Carrera RS Clubsport (993)
     

    Ficheiros Anexados:

  13. Quem paga o café sou eu pois eu que ando sempre a correr, atrasado e ainda não consegui estabelecer muito contacto por falta de oportunidade. Em Famalicão estava com a Mulher e cheguei muito tarde...além da confusão de gente. Mas marcamos um dia sim, de preferência quando estiver bom tempo pois o 911 só sai em dias secos..
    Antes de encontrar o meu andava exactamente como tu...desde os meus 3 anos que sonho com este carro...e andei 23 anos a sonhar até o comprar (com 26 anos!). Tenho 34 feitos e a paixão nunca desapareceu...além do amor que tenho por ele que é cada vez maior. O problema é que ficamos mais preocupados, mais zelosos, mais cuidadosos e claramente que tenho muito mais respeito por ele. Ou seja,quanto mais o conheço mais o respeito, mais cuido dele..
    O conselho que te posso dar é que nunca pares de sonhar...e sei que quando sonhamos tanto assim vai haver um dia...que vamos concretizar o que desejamos.
    Tenho a certeza disso...pois não estamos a falar de "CARRERA RS lightweight" neste momento...pois esse sabemos à partida que fica mesmo no sonho ou entregue à sorte de ficarmos ricos de tal forma que o que ele custa são tostões.

    Creio que com preserverância e alguma sort€ possas concretizar o teu sonho...tens é que procurar muito...e às vezes encontramos algo que nos proporciona esse desafio!

    Há muita gente que gasta em clássicos populares o suficiente para comprar um bom 911...e há imensos exemplos. Claro que não tenho nada contra isso, pelo contrário mas quando queres muito uma coisa...não descansas!
     
  14. face a estes dois, o RS e Turbo, um 911 "normal" tem um comportamento mais neutro ou distinto?
     

  15. Da mesma época o "normal" tem um comportamento mais moderado, mais moldável, sobretudo em relação aos Turbo.
    Os primeiros TURBO eram mesmo dificeis de domar...então a partir de determinadas velocidades (acima de 160..)eram terríveis com os erros de condução.
    Tem sempre que se entrar à velocidade certa, travar forte SEMPRE antes da curva...aligeirar e disparar quando sentimos que já podemos dar a patada...e depois saímos que nem foguetes da curva! O Porsche entra lento e sai a matar..é esta a filosofia..e na recta galga tudo pois o incrível grip da traseira com os enormes pneus, o calor que dissipa do motor (aquece bastante os pneus...) e o peso atrás faz com que seja o mais exímio nas acelerações. Se entramos demasiado rápido ele avisa-nos com saídas de frente que se aliviam com o levantar do pé...mas logo a seguir há que lhe dar GAZ moderadamente para não termos o tal efeito PÊNDULO..

    Nos antigos é mais evidente. Nos novos..a electrónica encarregou-se de lhe tirar os defeitos e fazer dele uma coisa de outro mundo. Não têm muito em comum..sobretudo à chuva..

    Nos 993 já não se notará essa diferença pois o Turbo é mesmo avassalador e super eficaz. Nos 964 e anteriores é óbvio que o Turbo exige mais ponderação e tem menos encaixe numa condução empenhada numa estrada empenhada..
    O RS é vinho de outra pipa..carros preparados para a eficácia...muito mais duros, secos onde se sentem os cabelos na estrada...mas muito menos práticos em tudo e muito mais dispendiosos na hora de ir buscar uma peça..ou mudar o que quer que seja.
    O turbo é notoriamente mais caro em tudo...muito mais àvido de gasolina do que o atmosférico. Acho que em traços gerais é isto...



    O meu já exige muita coisa e é um "simples atmosférico de 78"...mas basta para aterrorizar qualquer um menos preparado.

    Abraço
     

  16. quando estava a preparar o encontro em Rates estive à conversa com um senhor de famalicão que era fã da marca e que tinha um 930 turbo e um SC, uma coisa que ele me disse foi o facto de que há medida que a gasolina ia saindo do deposito de gasolina a frente do carro tinha tendência a ficar mais "leve"
     
  17. Para mim ou é um 930 Turbo ou um 993.
     
  18. No 911 convém andar com depósito bem cheio para contrabalançar. Claro que estamos a falar de condução desportiva...porque no dia-a-dia isso é irrevelante.

    Mas esse Sr tem toda a razão.
    Que te disse ele sobre os dois carros, o SC e o Turbo?
     
  19. Hugo . . . eu aqui para nos pensei antes de ler este topico, " nao me vao falar, mais nada que eu ja nao tenha ouvido falar, ou ja tivesse lido, mas os teus conhecimentos misturados com opinioes pessoais e criticas, fez me ver coisas, que so sabia mais na teoria, e tudo o que disseste tem muita logica e esta correcto, eu tinha o turbo como preferencia mas agora... estou a pensar, sabes, lembrei me de um ditado ao ler o topico, ..."nem tudo que reluz, é ouro!!!" ...

    ah, e tambem tem aí um "gajo", acho que é pros lados da Povoa, que ate percebe um bocadito... :huh: B)

    Ja agora a motor classico, aum tempo lançou um artigo sobre o 911 carrera 2.7 e os outros irmaos muito interessante...


    ;)
     
  20. Vejam só o que acontece quando não se tem mãozinhas para o bicho e se conduz desta forma.
    Nota-se bem aquilo que eu dizia quando se entra demasiado solto na curva (entrou em 4ª quando devia entrar em 3ª agarrada..) e controlou muito mal a direcção com o acelerador deixando de transmitir potência às rodas posteriores...

    YouTube - Porsche 911 turbo 78 ITSFUN 3
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página