Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Peugeot 205 Gti

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por HUGO NORTON, 3 Dez 2013.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por HUGO NORTON, 3 Dez 2013.

  1. -----------------
     
    Rafael S Marques gostou disto.
  2. Não sei se será "O" ícone dos hot hatch, mas que marcou a sua geração sem dúvida. Linhas minimalistas, pormenores "racing", imagem desportiva, duas motorizações disponíveis (3 em termos de cavalos), enfim predicados que fizeram muita gente sonhar. Está no meu top 3 de hot hatch´s, apesar de preferir a imagem do gt turbo. Venham umas fotos do teutongue.png

    Cumprimentos,
     
  3. Em termos de "pocket-rocket" é o ícone, a meu ver, claro!
    Em pioneirismo continua a ser o Golf GTI...mas como carro, em termos gerais prefiro o 205 GTI 1.9. Já lá vamos...;)

    Apesar de ter escrito 205 GTI...o 205 Rallye também pode ser comentado...(esse gostava eu de encontrar também..)assim como os T16.

    Em termos de motorizações e potências, em vez de 3 diferentes são cerca de 5.... Dentro das duas cilindradas. 3 1600 e 2 1900 (um de 130 L-jetronic outro de 122 catalizado e com motronic).

    Abraço
     
  4. Já aprendi mais qualquer coisa hoje ... sempre pensei que fossem 3, duas cavalagens diferentes no 1600 e os portentosos 130 no 1900.

    Confesso que vi á pouco tempo no youtube um comparativo entre o GTTurbo e 0 205 GTI (1600 cc). O comparativo era feito em pista por dois franceses e o 205 "limpou" o GTTurbo. Ainda assim, gosto imenso da imagem do GTT, tem aquele aspecto racing, no fundo tuning de época, carroçaria alargada pelos abaulados ... gosto imenso. Quanto ao rallye, 205 não conheço nenhum aqui perto, mas conheço um 106 de uns senhores de Caminha desde novo. Ainda no outro dia tive a ver o carro.

    Cumprimentos,
     
    HUGO NORTON gostou disto.
  5. A ultima AutoRetro traz um comparativo entre os 2 carros!

    No plano racional e dos numeros o 205 ganha por uma margem muito pequena mas... o GTT era o que ele levaria para casa.

    Eu prefiro o 205, mas mantenho que nas mãos certas o GTT faz estragos. O palmarés de um e de outro mostra isso.
     
    HUGO NORTON gostou disto.
  6. Irei scanear os comparativos. São renhidos...entre o GTT e o GTI.

    Entretanto deduzi-te em erro..,falta o motor 1.9 de apenas 105cv que saiu apenas em alguns mercados e nos CTI 1.9 e Gentry 1.9. Cá não foram vendidos...apenas o CTI 1.6 de 115cv.

    Deixo aqui o catálogo e referencia de cores...

    Ver anexo 327046

    Tabela de prestações muito interessante (reparem na comparação T16 de estrada vs GTI 1.9 em termos de aceleração)Ver anexo 327045

    MotoresVer anexo 327044

    Ver anexo 327042
     

    Ficheiros Anexados:

  7. Carlos,

    O 205 era o 1600 ?

    Cumpts,
     
  8. Dei recentemente uma curta volta num 205 GTi 1600 dos primeiros.

    Fiquei com as seguintes imprepressões.

    Anda tanto ou mais que um Golf GTi Mk1 1600, tem um chassi melhor, sobretudo no capitulo direção/trem da frente, mas a qualidade de construção é muito inferior e a caixa tem um feeling "agricola".

    Também li o muito interessante "match" da AutoRetro, pessoalmente acho que na categoria o icon será o Golf Mki sendo o 205 o seu único challenger à altura, mas na história e universo dos clássicos, tal como no caso do t16 relativamente ao Audi quattro nunca passará do 2º posto.

    posso estar errado, mas creio que para para os anos vindouros será essa a realidade

    nuno granja
     
    Moises Trovisqueira gostou disto.
  9. Em termos de palmarés, penso que o 205 é vencedor (em grandeza de títulos) devido ao monstro grupo B T16. O GTT ganhou com o Oreille um campeonato do Mundo de rallyes grupo N. Mas o Paris-Dakar e o WRC fazem do 205 mais representativo no palmarés.
    Na velocidade, o GTT é inquestionávelmente mais ganhador...que me lembre não existiu trofeus 205 GTI. Só mesmo rallyes.
    Em geral o renault tinha o embalo das corridas já do 5 turbo e dos Alpine e Gordini...o Peugeot tinha acabado de se Nascer nos anos 80.. Portanto, nesse prisma os renault têm mais títulos.

    Tenho essa revista e o comparativo é muito bom...muito bem decifrado, com pormenores muito reais!
    O jornalista preferiu marginalmente o GTT mas eu prefiro o atmosférico, o comportamento, a linha e a fiabilidade superior do Leão. Em termos de prestações penso que é taco-a-taco..résvés! Penso que o GTI foi um justo vencedor.
    Mas tenho outra publicação que diz o contrário...marginalmente ganhou o GTT, mas o factor preço também entrou.

    O pior mesmo do 205 GTI é mesmo a altura do banco...que no meu caso que meço 1,84m fico quase com o pelinho a roçar o forro...e tenho a vantagem do meu carro ter tecto de abrir. Portanto, deslizo a tampa solar e fico a escassos milímetros do tecto. Se usar casco vou ter que reclinar as costas obtendo uma posição nada ortodoxa para guiar/pilotar... O casco aumenta a altura..e como gosto de guiar em cima do acontecimento não vai ser fácil. Ou ando com o tecto aberto.. :)
    Já tive a analisar e terei que arranjar uns pequenos tacos (quase do tamanho de uma anilha) para substituir os calcos de plástico de 1,5 cm que ficam nas calhas dos bancos onde apertam na carpete.Parece que foi feito para pessoas abaixo do 1,70mde altura.

    De resto, mais tarde deixarei a minha impressão sobre o carro, uma análise na primeira pessoa.

    Vou tentar scanear para o pessoal ver.

    Abraço
     
    Diogo L. D. Santos gostou disto.
  10. 1900... Tem que ser para se comparar devidamente. Um turbo 1400 contra um atmosférico 1900.
     
    Diogo L. D. Santos gostou disto.
  11. 1900 130cv
     
  12. Oh Hugo!!!!!!!

    Misturar o palmarés do T16 é mesmo "desonestidade intelectual"!

    O carro de 205 só tem mesmo o nome e a silhueta!
     
    Moises Trovisqueira gostou disto.
  13. Sim, concordo contigo. Esse 1600 dos primeiros tem apenas 105cv mas é bastante endiabrado e dizem ainda que em determinadas acelerações chega a ser marginalmente mais rápido que o de 115cv. Talvez a injecção seja o motivo.. Mas penso que as relações de caixa BE1 são mais curtas que as ultimas BE3. Nos 1900 a caixa BE3 já é bastante curta...se metermos a do 1600 então aquilo fica endiabrado mas muito desagradável em AE e em cruzeiro.

    O Golf sem dúvida que tem uma melhor construção mas em termos de eficácia pura..o GTI dá-lhe que fazer, sobretudo na inserção da fantástica suspensão e disponibilidade muito linear de binário que eles têm.
    Só o Golf 2 16v poderá fazer frente a um 1900 em termos puros de cifras.

    A caixa tem realmente feeling agrícola na medida da deslocação da manete mas, posso dizer que é rapidíssima! Explora muito bem ambos os motores, seja o 1600, seja o 1900 (mais longa). A adaptação à caixa é imediata!
    O Golf é mais curta mas não reage tão prontamente, se me lembro. Em termos de travagem penso que o 1900 trava melhor do que o Golf mkI. Marginalmente...claro! Ambos não são um primor..

    Mas em pioneirismo as opinões são unanimes em afirmar que o hatch-back desportivo de referencia é o Golf. Foi o primeiro (os ingleses dizem que foi o talbot/sunbeam Lotus..)

    Mas o brilhantismo da Peugeot e Renault não se ficam atrás...pois vieram completar o capítulo da condução , piorando o aspecto de robustez e fiabilidade que é apanágio da VW. O grande segredo estava na suspensão e nos motores mais enraivecidos...

    A única coisa que acho que a contrução do 205 supera um golf MKI é na galvanização (apesar da casquinha de papel que é aquela chapa) e acho que resiste melhor à corrosão. Não há grandes problemas nesse aspecto. Não se vêem muitos podres nos 205! É incrível...apesar de se partirem todos por dentro...
    Mas havia um problema de quebra junto do pilar B ao lado dos vidros traseiros quando eles eram submetidos a alterações de stress grandes... E a fracas suspensões traseiras (o famoso eixo) que faziam vibrar a carroçaria. Enfim, nesse aspecto a qualidade dos franceses é medíocre face aos alemães!
    Notoriamente...
     
    Moises Trovisqueira gostou disto.
  14. Como um Renault 5 turboII...comparado com o 5 normal...:)

    Mas era 205... Portanto entra na família! Todos os carros grupo B eram assim...veja-se o que é que tem S ver um Quattro S1 com um Quattro de série...ok a disposição no 205 é totalmente diferente mas não deixa de ser um 205.
     
  15. Exactamente por isso é que não os comparo!

    Quando refiro o palmarés desportivo entre o 5 e o 205 estou a referir-me a trofeus, grupo N e A com carros com a configuração de origem, oiu seja: FWD.
     
  16. Aí, sem contar com os rallyes, o GTT teve muito mais palmares e entrou em muito mais provas. O 205 nasceu para destronar o Golf..nas configurações "stradale"..

    A renault tinha muito mais palmares que a Peugeot. Mas o envolvimento da Peugeot em competição (Rallyes) foi incrível, desde o 205. Antes...que me lembre andava com os 504 v6 a lavrar as estradas em África... Ou pouco mais que isso.
    A Renault com os Alpine e 5 turbo já dava cartas há muitos anos...
    Em termos de trofeus o 5 GTT era um carro muito difundido em todos os circuitos do Mundo (excepto EUA e Austrália) portanto, muito mais ganhador e representativo.

    Penso que nunca existiu 205 GTI versão velocidade...mas posso estar enganado.
     
    Carlos Vaz gostou disto.
  17. Mesmo que metas os rallyes na equação (onde o 205 foi carro de iniciação para muitos pilotos) o GTT continua a cilindrar o 205 em termos de palmarés.
    Ainda assim a minha preferencia vai para este ultimo, só refiro o GTT porque me parece que está a ser injustamente ignorado (com exepção dos "fanaticos" pela marca ou modelo).

    Ainda assim, se eu fosse comprador de um 205, ia preferir (contra a corrente) o 1600, pois o motor está mais em linha com as minhas preferencias que o 1900.

    Já agora, referir que durante a 1ª fase do 1600 (105cv) foi comercializado um kit PTS que lhe elevava a potencia para os 125cv. Ao que parece parte deste kit foi o que se "aproveitou" para a alteração que o elevou para os 115cv na 2ª fase.
     
  18. Sim, tal como os turbinados 205 TT da gutmann...
    O kit PTS - muito bom! As alterações eram a nível da Cames e das câmara hemisféricas, escape e centralina.

    Porque dizes que preferes o 1600?
    A cabeça dos 1600 de 115 já é igual aos 1900. As válvulas são ligeiramente maiores em relação aos de 105cv.
    Nenhum deles têm motores de grandes ponta finais (tipo VtEcs..) mas sim são motores robustos que aliam um bom escalonamento ao binário muito linear (a entrega é constante). São muito bem utilizáveis em todas as situações. Mas, de facto, a ultima escala até às 6500rpm não é deslumbrante...nada de espectacular! Faltava uma cabeça multiválvulas com outra Cames a acompanhar a orquestra (tipo MI 16v)

    Aqui há muita contrariedade...e várias opinões! Entre os 2 venha o diabo...

    Em termos de motor, são semelhantes à excepção do curso que se vê aumentado para 88mm originando mais cilindrada, logo o motor é praticamente o mesmo salvo a ligeira vantagem em potência e binário do 1900. A linearidade do binário no 205 faz-se sentir mais (desde cedo logo às 2000rpm) face aos 1600 que as publicações dizem que sao mais revvier... Mas penso que a subida de rotação é a mesma...a caixa é que desempata o desenvolvimento. Apesar de que, a fundo, o 1900 é, em todas as situações, sempre mais rápido. Naturalmente!

    Eu acho, depois de ler muito e depois de ter experimentado ambos...que esse revvier deve-se mesmo às relações da caixa mais curta nos 1600. Nos primeiros nota-se ainda mais pois a BE1 (primeira referencia de caixa com a MA ao lado esq da primeira) da primeira série é mais curta, tornando o carro mais acelerativo...
    Em cruzeiro e AE se o 1900 já é mau...(muita rotação, esgota aos 200 e pouco) o 1600 piora bastante... Ok, não foram feitos para serem confortáveis ou estadistas naturais!

    Em termos absolutos os 1900 122(catalisados e com motronic) andam praticamente o mesmo de um bom 1600 115cv. O 1900 130cv (L-jetronic) não catalizado, respira mais...e tem aquela pequena diferença em força bruta que o 1600 já escasseia devido ao menor binário e cilindrada. Já testei...e o 130cv é feroz...muito mesmo!
    Note-se que dos testes de época, são raros os que atingem exactamente os 130 cv reais no caso dos 1900... Ficando muito mais próximos dos 125cv (kit pts). No caso dos 1600 a potência anunciada no volante de motor era mais ou menos conforme as teorias. Portanto também aqui a semelhança é notória. O aumento de cilindrada proporcionou (em termos relativos) mais binário e linearidade ao 1900 do que propriamente a potência bruta.

    Em termos de suspensão, o 1900 goza de um trem dianteiro com barra mais grossa e ligeiramente diferente nos triângulos. Atrás, nota-se o maior poder de travagem com discos de 247mm (vs tambor nos 1600) e ligeira diferença de largura no eixo.
    O 1600 é mais brincalhão, também devido às jantes 14, mais "oversteer" ...mais maneirinho de guiar!
    O 1900 é mais pontudo, mais plantado mas no fundo mais eficaz e rápido, exigindo outra atenção na hora de fazer passagens absolutamente malucas em curva...quando foge avisa mais tarde do que o 1600, exigindo mais dotes de pilotagem.
    Em condições normais, o 1900 é ligeiramente mais seguro...

    No fundo, dizem que as diferenças são mínimas e marginais.
    Um bom condutor num 1600 e um mediano no 1900... Leva sempre vantagem! O contrário é mais notório pois aproveitar o maior sopro e melhor suspensão/travões do 1900 é meio caminho andado.


    Não sei se concordas..? ;)
    Abraço
     
    Diogo L. D. Santos e Carlos Vaz gostaram disto.
  19. Andas lá, andas! lol

    Do que tenho lido e do pouco que andei com eles, a minha opinião é mais ou menos a mesma! E a diferença de comportamento é uma das coisas que me faz preferir o 1600.
    Quanto ao motor 1600 ser uma pouco mais rev happy, a meu ver é mesmo verdade e não se justifica só com a cx, mas também com a relação curso/diametro.

    Seja lá como for, a julgar pelo meu pequeno 106... qualquer um deles me faria bastante feliz!
     
  20. Esqueci-me de dizer que para andar num kartódromo é melhor um 1600...
    Porquê?

    Porque o travão de mão de tambores atrás é muito melhor para bloquear...o 1900 é uma treta e só se tiver algo escorregadio é que possui aquele controle à moda antiga!
    Porque o 1600 solta mais rapidamente a traseira, necessária nas curvas lentas para sair rapidamente com aceleração sem tendências seguintes de fugir de frente.
    Como o 1900 é mais "plantado", tem mais grip...e num trajecto muito sinuoso que é preciso brincar e provocar o carro torna-se mais difícil e menos manejável do que o 1600.

    Num kartódromo escolhia o 1600.... Numa pista ou estrada de montanha onde a potência é necessária para trepar o 1900....

    Na estrada comum do dia-a-dia venha o diabo e escolha!

    Preferencialmente escolhia o 1900. É mais completo, valioso, ligeiramente melhor equipado, mais raro...e tem aquele pequeno "pozinho" para acompanhar, por exemplo, um turbo ie, um G40, um GTT na hora da "pata a fundo"!

    Atenção que são apenas as minhas impressões! Quem tiver um 1600 está muito bem servido...e se estiver bem afinadinho pode muito bem dar nas barbas dos 1900 e GTT...basta querer! :)

    São tudo comparações muito, muito...marginais! A comparação é ténue...
     
    Carlos Vaz gostou disto.
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página