Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Peugeot Peugeot 106 Xsi

Tópico em 'Diários de Bordo' iniciado por Carlos Vaz, 2 Dez 2012.

Tópico em 'Diários de Bordo' iniciado por Carlos Vaz, 2 Dez 2012.

  1. Ora então, depois de aberto o respectivo tópico em "Classicos Modernos" cá vamos a um diario de bordo do pequeno leãozinho!

    Comprado há pouco mais de 1 ano como solução de recurso por não ter encontrado um Rallye que coubesse no orçamento, acabou por se revelar uma optima surpresa.

    O carro chegou com 196 (ou 198) kms e começou desde o 1º dia a fazer vida diária, nas mãos da "maria" que se queixava ostensivamente da falta de DA...

    Passado pouco tempo participou em 3 sessões de um "track day" no kartódromo de Stº André:

    201341_140145722720674_8118579_o.jpg

    209680_140145782720668_6500877_o.jpg
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Aos 205mil levou uma muda de óleo com o respectivo filtro e seguiu para Santarém, onde participou no passeio de verão do Ferodo Queimado e passou o teste com distinção, sendo que ao longo de todo o passeio houve diversão de sobra:

    106xsi4.jpg106xsi3.jpg106xsi2.jpg106xsi1.jpg106xsi.jpg
     

    Ficheiros Anexados:

    Hugo Albuquerque e João Carvalho gostaram disto.
  3. Depois deste passeio ainda participou numa brincadeira nocturna em Sintra com o meu amigo Camacho Cercas que foi uma coisa antológica, já que meia hora antes da nossa hora de partida ainda estavamos no Colombo a ver se compravamos um cronómetro... siga para bingo e nessa noite lá aterrorizámos tudo e todos nas estradas ao redor de Sintra, mais uma vêz com diversão sempre em alta.

    Depois dessa brincadeira, o carro lá foi sendo usado indiscriminadamente por mim e pela "maria" sendo que da minha parte não havia vêz nenhuma que não fosse ao red line, nem que para isso escolhesse uma volta maior só para aquecer o motor por forma a que depois já pudesse dar "calor"!

    Tem-se revelado um brinquedo mesmo muito interessante, uma frente razoavelmente agarrada (acho que não é mais porque os pneus estão no fim), uma trazeira brincalhona e uma direção que não sendo muito directa tem feed back com fartura. O motor é o pequeno 1294 com 100cv (a esta altura certamente já perdeu alguns) e uma cx muito curta. É um carro relativamente dificil de "levar" depressa porque até ás 4000 quase não há motor e este só dá muita conta de si a partir das 5000 até ao red line ás 7200... ainda assim, é um pequeno motor com alma de guerreiro e este carácter pontudo é para mim verdadeiramente encantador.

    O carro está agora com 212mil e exibe alguns problemas desde o inicio, a saber:
    - Conta rotações nem sempre trabalha como deve ser, estando por vezes ao ralenti a marcar cerca de 3000 e quando ultrapassa o que imagino serem as 5000 começa a descer até encostar no 0... é uma avaria intermitente!

    - O ponteiro que serve simultâneamente para medir o nivel e a temperatura do óleo também dá leituras erróneas, sendo que a maior parte do tempo não trabalha bem... é uma avaria intermitente!

    - Por vezes, a circular á noite, quando se passa de médios para máximos, há um falhanço do motor que em alguns casos é acompanhado do acender da luz laranja de avaria... é uma avaria intermitente!

    E... ainda me diziam que os Alfas tinham problemas electricos... este sozinho tem mais que todos os Alfas que tive (e já foram alguns).

    - Tecto de abrir faz "milhões" de barulhos;

    - Rádio só funciona quando lhe apetece... nem me preocupo, quando o conduzo é para ouvir o motor;

    - Alcantara do assento do condutor rasgada... não sei se corrijo ou se lhe compre uma backet.

    O carro está neste momento em cima de preguiças pois estou (sou eu que o faço) a tratar da suspensão da frente.

    Material já comprado: rotulas dos triangulos, casquilhos para os triangulos, terminais de direção, borrachas da barra estabilizadora, "drop links" que ligam o amortecedor á barra estabilizadora, pastilhas para a frente e uma junta da tampa das valvulas. Custo total do material: 190,00€
    4 pneus novos (medida de origem) Falken ZIEX ze912. Custo: 224,00€

    Faltam foles interiores das transmissões, um par de farois de longo alcance (os dele já estavam em mau estado e um deles apareceu partido), pisca da frente do lado direito, filtro de ar (está nojento), 4 velas e uma panela de escape.

    Depois disto, volta á estrada e começarei a tentar resolver as avarias intermitentes que eu julgo estarem relacionadas com o mesmo problema que o dono exibe: falta de massa!
     
  4. Leãozinho com garra!


    Continua que o pessoal agradece.
     
  5. É isso! Vai continuando a postar novidades :). Um abraço!
     
  6. Penso que antes do Natal haverá novidades, pois vou meter as mãos na massa (ou será na ferrugem?) a partir de 2ª feira dia 10!

    A ideia é mesmo que a devolução á estrada seja uma espécie de prendinha de Natal!

    Já agora, deixo aqui uma curiosidade; estes 106 XSI que foram comercializados em Portugal durante 1995 e 1996 são "filhos unicos" tendo existido apenas no nosso mercado, nem os franceses os tiveram por lá!
    O XSI foi lançado em 1992 com motorização 1360 cc e 100cv, tendo ganho um catalizador no ano seguinte com redução da potencia para 95cv (que se nota bem). Em 94 o motor 1360 é descontinuado e substituído por um 1.6 (não sei a cilindrada certa) com 105cv que nunca chegou a ter comercialização "normal" no nosso país (tenho conhecimento de 2 ou 3 unidades) pois o famigerado IA matou-o em termos de mercado!
    Assim, em 94 a representação de 106 de cariz desportvo era assegurada pelo Rallye com um 1294cc de 100cv e uma cx de relações mais curtas num pacote quase sem compromisso... era um autentico carro de rali, pois até o material de insonorização era menos do que nos outros 106.
    Ainda assim, por ser completamente cru e despido de equipamento não era um carro para todos os gostos e... a Peugeot Portugal convenceu os franceses a montar os grupos motopropulsores do Rallye no XSI que retomou então a sua posição no mercado em 95 e 96! Estes XSI 1294 são assim exclusivos do mercado nacional, tendo ainda alguns "goodies" especiais que os guindavam para uma certa exclusividade, bancos em pele e alcantara, teto de abrir (que eu dispensava bem), vidros e espelhos electricos e volante em pele!
    Em finais de 96, inicios de 97 inicia-se a comercialização dos 106 mk2 e esta esclusividade termina!

    Assim, mesmo não tendo o rallye, tenho um carro que pesará cerca de 30kg a mais (coisa que eu como condutor não tenho sensibilidade suficiente para sentir a diferença) e isto apesar dos livretes de rallye e XSI 1.3 declararem o mesmo peso, tem o mesmo conjunto motor/cx e as mesmas suspensões, estando a diferença técnica situada ao nivel do peso e de barras estabilizadoras mais grossas... sendo que eu acredito que em estradas de piso pior até acredito que esse facto possa beneficiar o XSI. Falta-me experimentar um Rallye, pois se sentir que há diferenças visiveis é um up-grade fácil de fazer.
     
  7. Estou a ver que também és adepto de ir a Sintra com o Eduardo. Se ele foi com o 33 1.7 ficaste de certeza com vontade de comprar um.

    Um abraço Carlos e boas curvas no Peugeot.
     
  8. ADORO!!! Parabéns.
     
  9. Pah... nesse dia ele até tinha aparecido de 75 TS... e foi de meu navegador no 106! Segundo ele quando chegamos ás Azenhas do Mar, estava no limite... se não fosse a neutralização o gajo pedia-me para parar para chamar pelo "gregório"! ehehehehe

    Ao passeio de verão de 2011 do Ferodo Queimado é que fomos os 2, eu de 106 e ele de 33 16v... agora o gajo precisa de arranjar a suspensão daquilo (arranjar, não modificar, ehehehe) para que o carro fique giro!

    Quanto aos 33, mesmo os de espécie "inferior" não sendo grandes carros, agarram-se como se fossem uma 2ª pele!
    Antes do 155, tive um 33 1.5 ie (quiçá o menos interessante de todos) e o que é certo é que 2 anos de 155 1.8 TS não apagaram as memórias do 33, nem as minhas nem as da "maria"!
    Assim, o 155 já rumou a outras paragens e ainda não se sabe quando, mas voltará certamente um 33!
     
  10. Vou acompanhar este tópico porque preciso de aprender algumas coisas sobre o 106 XSI, o meu está a ficar muito rabugento ainda na semana passada foi necessário substituir um cardan e eu não pesco nada da matéria.
     
  11. Carissimo António o que se passa com o seu XSI?

    Essa questão do cardan certamente deveu-se ao rompimento de um fole que a seu tempo de traduziu numa transmissão nas "couves!
    Qualquer coisa que necessite, conte comigo, embora eu também esteja a aprender a trabalhar no carro. por outro lado sou um bocado do género de não tirar fotos.
    Mas vou tentar manter isto actualizado!
     
  12. Pois o meu XSI está com 138 mil mais uns 25 mil que estavam escondidos na pala do sol do lado do volante, quando o comprei em 1999. Muitos barulhos na suspensão dianteira, principalmente em empedrado, tecto de abrir que seria preferível não existir, o indicador do nível do óleo deixou de marcar só funciona o termómetro, e volta e meia ao ralenti o motor desliga-se. Com t€mpo, paciência e nas mãos de quem sabe há-de ficar bom, porque eu gosto mesmo é de o conduzir ;)

    Quanto ao cardan, realmente o fole estava rasgado e eu não me apercebi a tempo de evitar as "couves" :D , acontece a muito boa gente.

    Muito obrigado pela disponibilidade, acho que este tópico vai-me ser muito útil para aprender algumas coisas e ganhar argumentos. Vou mesmo ficar atento! ;)
     
  13. Pois... os barulhos de suspensão deverão resolver-se com o tratamento que estou a dar ao meu! Substituíção de tudo o que é borrachas, casquilos, afins e derivados!

    Quanto á temperatura do óleo, o meu é pior... nada disso funciona de forma fidedigna!
    O facto de se ir abaixo se for associado a ralenti erratico é questão de substituír o "motor passo a passo"!

    E sim, de facto também gosto muito de o conduzir e já estou cheio de saudades... a ver se antes do Natal o devolvo á estrada!
     
  14. Como eu ando a procura de um carrito para me divertir em circuito, até me deram vontade de procurar um 106 rallye
     
  15. Quem me dera poder! Mas ando a trabalhar para isso... ;)
     
  16. Caro Moisés, é uma escolha aprimoradissima e é um carro que tende a valorizar!

    Agora, depende do que realmente pretende, se a escolha recai num futuro classico que também faça pista, o Rallye serve perfeitamente. No entanto há que perceber que tem algumas limitações nomeadamente em autodromos como Estoril ou o AIA, em Braga a coisa já funciona melhor.

    Agora para uma utilização mais aguerrida em pista e se não houver a questão do "futuro classico", há opçoes muito interessantes dentro do "banco de orgãos" da PSA!
     
  17.  
  18. Amigo Moisés, julgo que o Rallye não será muito diferente do XSI que comparando-o com o Mini acho-o tanto ou mais divertido de conduzir e o Moisés até tem um Mini bem apimentado por isso compreende-me, acho que será uma boa aposta. ;)
     
    Moises Trovisqueira gostou disto.
  19. Nuno, quando quiseres posso emprestar-te o meu ;) com a condição de me deixares dar uma voltinha no teu Escort laranjinha :ph34r: :D
     
    Moises Trovisqueira gostou disto.
  20. Não é!

    Como disse, a diferença está no peso (que eu estimo serem á volta de 30 kg) obtido á custa de menos equipamento e menos insonorização e nas barras estabilizadoras que são de 19mm no XSI e (creio) de 21mm no Rallye.
    Na verdade quer-me parecer que numa estrada com piso menos que bom, o XSI pela maior flexibilidade da suspensão até poderá ser melhor. Em pista a conversa será diferente. Ainda assim é um up-grade relativamente fácil de fazer.

    Quanto ao potencial de coleção, o Rallye será superior, ainda que me pareça que a prazo o XSI poderá tornar-se tão raro quanto o Rallye e isto porque este já começa a ser "guardado" e o XSI ainda não!
    A fase dos "tuners" no XSI já passou, até porque o carro está ultrapassadissimo do ponto de vista de performances e já aparecem 106 Gti e Saxos Cup (exelentes opções se de origem) a prêços muito convidativos!
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página