Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Os hot rod e os custom car

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Rafael S Marques, 30 Abr 2016.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Rafael S Marques, 30 Abr 2016.

  1. Amados por uns, censurados por outros, o que usar, um clássico, ou um chassis novo com injeção e a melhor tecnologia?

    É legal? Podemos ou não fazer, o que diz a nossa legislação?

    O tema foi lançado no último episódio das "Conversas de garagem" e a agora fica aqui em "cima da mesa", opinem e discutam.

    sydney_hot_rod_and_custom_car_show_19_by_nitrofires_revenge-d90tvcz.jpg11956a8061b473e5ca01ec5dd2385933.jpg
     
    #1 Rafael S Marques, 30 Abr 2016
    Última edição: 30 Abr 2016
  2. @Rafael S Marques, não dá para responder no novo tópico :(
    Contudo a minha ideia era um pouco mais abrangente, não só os Hot Rods mas todos os clássicos.
    Debater questões como a importação, alterações e IPO, etc.
    No campo das alterações deixo o simples exemplo dos faróis.
    Porque não podemos usar tecnologia actual num clássico quando isso aumenta a nossa segurança e a dos outros?
    A ideia passa por aqui e creio que é também a linha de pensamento geral. Estarei certo @Eduardo Relvas?

    Como ideia para o título deixo a seguinte:
    A TODAS AS COMUNIDADES DE CLÁSSICOS: Alterações à actual legislação.

    As MAIÚSCULAS são propositadas, é um apelo e chamada de atenção a todos!

    Depois cabe a cada um de nós o papel de divulgar esta acção, e não vale assobiar para o lado na esperança que outros o façam!
     
  3. Já dá.

    Isso são outros "quinhentos", temas que deverão ter tópico próprio, se bem que acabam por se "misturar" todos um pouco...
     
    Rafael Isento gostou disto.
  4. goodguys-14customoftheyear.jpg

    Adoro este, se bem que gosto mais de os ver sem capô, o dono batizou-o de "Pérola Negra", projeto de James Hetfield e construído por Rick Dore.
    Os painéis são em alumínio e a mecânica é toda atual.
    Até que ponto conseguimos fazer algo parecido em portugal?
     
  5. Experimentem aparecer num centro de inspeções com isto, vem logo reencaminhado para casa com uma vermelhinha... "corrosão em diversos pontos da carroçaria", um crime, para um carro que foi modificado de chassis e suspensão tornando-o num carro tão ou mais seguro que os atuais...

    Capturarhotroad.PNG
     
  6. É claramente um tema polémico, sou da perspectiva que mais vale alterado mesmo com mau gosto do que na prensa ou na siderurgia.
    Dos modelos que apresentaste no primeiro 'post', o ultimo será o que mais me agrada, o do meio, acho que tive um Dinky Toys como aquele.
     
    Bruno Pais Rodrigues gostou disto.
  7. O @Rafael Isento tem razão, o que se pretende aqui não é debater os Rods e Customs, mas sim batermo-nos pela causa dos clássicos em geral.

    Há que tempos que digo que precisamos de algo como a FBHVC (Federation of British Historic Vehicle Clubs), para passarmos a ter uma voz própria junto das autoridades, já que quer o ACP quer o CPAA não o fazem.

    As causas em questão são variadas, desde o regime de importação até ao estatuto de clássico, que a FIVA quer restringir, passando pelos direitos associados a esse estatuto, como o acesso ao direito de circulação em ZER's e coisas do género.

    Eu tenho estado a discutir este assunto com o Vladimir (presidente da APCHR), pois a ideia de base da associação passa por estes mesmos debates. Em breve abro aqui um tópico para se discutir este assunto, deixem ver o que daqui sai.
     
  8. Um tema polémico porque somos um povo que consegue colocar defeitos em tudo e não aproveitamos secalhar mais uma oportunidade de ficar a ganhar (neste caso falo do estado)....
    Com as leis existentes neste pais até a mudança de um rádio pode ser considerado uma alteração, pois altera a originalidade do automóvel....
    Claro que não concordo com nada destas leis.... podia-se fazer uma inspeção anual aos carros um pouco mais pormenorizada e com as alterações todas alteradas em livrete... certamente a malta não se importava de pagar um pouco mais, e andávamos muito mais descansados (sim porque quase todos nós temos alguma peça/acessório que não pertence ao carro)

    Por isso acho que estes tipos de carro em Portugal são bonitos para fazerem de jarras em exposições, pois os seus donos iriam andar sempre com aquele medo de ser mandado parar, e ficar sem o seu investimento, que por vezes supera a maioria dos carros em circulação. Mas sou a favor deste tipo de gosto automóvel, e até têm a sua graça... Em Portugal é que são considerados a desgraça!!!
     
  9. Não fazem nem nunca o vão fazer, Portugal é um país pequeno de mais e com interesses grandes de mais! Infelizmente, os clássicos em Portugal não tem peso considerado e significativo em termos económicos, e nunca vai ter, e enquanto assim for, nunca vai haver interesses em criar ou alterar leis a seu favor. Eu compreendo que sem lutar nada se consegue, e custa-me dizer isto, mas neste país somos muito poucos para que nos consigamos fazer ouvir, por isso nunca vamos conseguir nada...

    Basta vermos o peso económico dos clássicos em Inglaterra e os custom cars nos EUA para compreender isso.
     
  10. @Eduardo Relvas e @Rafael Isento não vale a pena continuar com o "off topic" no outro tópico das conversas de garagem, ou continuam aqui ou se preferirem abram outro tópico, ou se acham que o titulo não se enquadra dêem uma sugestão e altera-se, é-me indiferente e não me importo.
    Abraço.
     
    Rafael Isento gostou disto.
  11. Obrigado @Rafael S Marques, o @Eduardo Relvas diz que tem algo na calha, vamos aguardar :) Até lá usamos este tópico e vamos dando ideias. Quanto ao título, de futuro vemos isso, para já está bom!
    Agora é preciso é "espalhar" o tema poe todaa as comunidades, associações, clubes, etc.

    @Rafael S Marques, compreendo o teu ponto de vista mas não podemos ser pessimistas. O caminho é longo mas temos que acreditar que conseguimos lutar por algo justo, que dinamize este nicho de mercado!
     
  12. Daquilo que já estive a falar com o Vladimir, parece que criar um órgão novo dedicado a isto será bastante complicado se não mesmo impossível, pelo que possivelmente teremos mesmo de dar força à APCHR e tentar congregar esforços com todos os clubes existentes para mudar o cenário.

    Ainda estou a investigar, mas em breve darei mais umas achegas. Para já, podemos ir discutindo aqui ideias.
     
  13. Não é pessimista, é realista! Criem, inventem, façam, alterem, construam e metam-nos na estrada, depois se forem muitos, aí talvez se possa fazer ou mudar algo, até lá não acredito...
    Uma grande parte dos proprietários de clássicos ainda os vê como um "fetiche" ou um objeto de coleção que serve para estar na garagem e mostrar ou exibir aos outros de vez em quando, e de preferência quando der sol, não se pode usar com frequência, e enquanto estas mentalidades persistirem, só complica a vida de quem realmente gosta de clássicos e os quer usar sem restrições, como nós.
     
    Pedro Ferraz 85 gostou disto.
  14. Estás a ver porque é que eu ando há anos a tentar mudar essas mentalidades? Há quanto tempo eu refilo...? Sabes bem a resposta...

    Felizmente, há toda uma nova geração que vê os clássicos de outra forma, e os velhos acumuladores estão a reduzir de número. Infelizmente, ainda são uma presença significativa (ou não, porque raramente aparecem) na cena clássica, e temos de lidar com eles. Mas com um interesse crescente dos adeptos mais recentes em usar o seu carro livre de restrições, começamos a ter massa crítica para isto tomar embalagem.
     
  15. Eu quando vejo os carros novos.......
    Ui ui, mais vontade tenho de comprar um antigo!
     
    antonioconceicao gostou disto.
  16. Não poderia estar mais de acordo!
    É uma pena que quando alguém faz algo do género as vozes que surgem são logo as de deitar abaixo...
    Infelizmente o que quer que alteres tem de ser bem feito e muito subjectivo para não sobressair demais...

    7872387824_d7c78d24f1_c.jpg
     

    Ficheiros Anexados:

    #16 Bruno Pais Rodrigues, 3 Mai 2016
    Última edição: 3 Mai 2016
  17. Customizing (personalização) tem tudo haver com a liberdade de expressão.

    Não podemos culpar as normas europeias por tudo, em paises como Inglaterra, Alemanha e Suecia os customs e hotrods são uma cultura enorme e não andam ilegais.

    O problema está nos politicos portugueses e por azar ainda não tivemos nenhum "car guy" no governo...
     
    Gonçalo Vasconcelos gostou disto.
  18. Houve um ano em que o mais ridículo aconteceu numa IPO...tive de mudar a originalidade do carro para estar "legal". :blink:
    Para juntar ao absurdo, em 10 anos que tenho o carro, foi sempre inspeccionado no mesmo sitio!
     
  19. Também eu... tenho de aparafusar umas palas nos guarda-lamas traseiros sempre que vou à IPO com o Spider, e tive de lhe montar uma buzina normal (que ele nunca teve) porque a original (de ar) não servia se fosse equipamento único.... enfim, parvoíces.
     
    Hugo Viana da Silva gostou disto.
  20. Neste momento (quase) tudo é possível legalizar no DUA. Desde suspensões desportivas, roll-bar e baquets. É um processo demorado e um pouco caro. Mas é preferível pagar esse preço do que ver o carro apreendido.

    Outra das soluções que foi criada pela FPAK conjuntamente com o IMT é as matrículas de competição. O carro pode circular antes e depois das provas em que se encontra inscrito e para efectuar reparações.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página