Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

O que siginifica ser um Alfista ? Um vídeo com uma definição possível. Espectacular.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Marco Pestana, 1 Fev 2015.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Marco Pestana, 1 Fev 2015.

  1. O que siginifica ser um Alfista ? Um vídeo com uma definição possível.

    Vale a pena ver...
    Uma possível definição do que significa " SER UM ALFISTA " ?
    Sigam o link, e vejam o fantástico VIDEO !
    Ficam com uma ideia...
    Uma das melhores " possíveis definições " do que é ser um ALFISTA !!
    http://www.motorsportretro.com/2014/10/alfa-romeo-sprint-speciale/


     
    #1 Marco Pestana, 1 Fev 2015
    Última edição: 1 Fev 2015
  2. Ser alfista é um entusiasta da marca Alfa Romeo.

    Agora o que muda é a interpretação que cada um faz de o que é a Alfa Romeo.

    Para uns é tudo o que tem o biscione na frente, tenha um motor diesel, GM ou Fiat.
    Para uns são só os clássicos.
    Para outros são só os que são rwd.
    Para uns são só os "pré Fiat".
    Para uns são todos os que são a benzina.
    E etc., etc.
     
  3. Este (soberbo) vídeo já tinha sido publicado no tópico dos vídeos da Petrolicious.

    Quanto a ser Alfista ou não, há muitas definições possíveis. Eu acho que é um sentimento que de certa forma se assemelha ao que chamamos ser um tiffosi. É algo que nos liga às máquinas de quatro rodas com um equilíbrio de estilo, exuberância na execução técnica, e o prazer de condução. Embora não tenha um Alfa há muitos anos, encontro este mesmo equilíbrio nos meus Fiat, e continuo a ter o mesmo prazer de antes.
     
    Marco Pestana gostou disto.
  4. Muito havia para dizer, sobre este assunto. ;)

    Mas, só aos alfisti caberá tentar definir, pois só eles entendem o(s) porquê(s) da Alfa Romeo ser uma marca tão idolatrada...

    Respeito a sua opinião.

    Acrescento, que na minha opinião, mais do que isso tudo, cada Alfista " ganha uma visão diferente " pelo Alfa Romeo que possui, de que época, e um dos seus inúmeros modelos, produzidos, ao longo de mais de 100 anos...

    Todos são Alfa Romeo desde o 24hp ao 4C, e serão na exacta medida, ao novo Giulia, que tudo indica, será apresentado ao mundo no próximo dia 24 de Junho de 2015...

    Mas têm todos eles diferenças - e esse é um dos aspectos , dos muitos, que demonstram a riqueza e o interesse desta marca, e razão basilar no despertar de tantas paixões assolapadas...

    Quem possui - a enorme sorte - um Alfa Romeo 1750 GS Zagato dos anos 30, por exemplo terá uma ideia do que é a " Alfa Romeo e do que é ser alfista " diferente, dos alfisti que possuem uma Giulietta Sprint, dos anos 50, ou um Giulia dos anos 60. E muito mais terá se possui um Alfasud - que podemos apelidar à luz dos nossos dias como uma " submarca "FWD e de baixo custo " - com um que possua um contemporâneo RWD 75 ou um Alfetta da Alfa Romeo, produzidos sob outros padrões de qualidade ( de Arese ) , ou muito mais um alfista com um 145, um 147, um 164, um 166 ou um 156, etc etc ...Ou um Giulietta ou MiTo...

    Actualmente, todos nós sabemos que a Dacia é uma submarca da Renault, para ser mais barata, acessível, mas de antemão, quem a compra sabe bem das diferenças - a título de exemplo !

    Mas, será justo " cruxificar todos os modelos da renault " pelos modelos da ...Dacia ?!

    É, um exemplo análogo, no meu entender, ao que se passa quando se fala e julgam mais de 100 anos de modelos Alfa Romeo, pela sua " submarca " Alfasud criada nos anos 70, e com objectivos bem definidos e diferentes da outra gama Alfa Romeo, continuamente produzida em Arese.

    Eu já tive um Alfasud Sprint Veloce, e adorei. Excelente e fiabilissimo motor, design apurado e sedutor.suspensao fabulosa...

    Mas comparar com um, por exemplo, Giulia GT dos anos 60, com o seu o fabuloso bialbero, suspensão fantástica, design à frente do seu tempo e timeless...Admitamos que é um mundo completamente diferente.

    Como sserá diferente a minha opinião no comparativo ao Alfa Romeo 156 que possuo, em relação aos outros dois...natural, que assim seja. Diferentes épocas, diferentes visões do que é um Alfa Romeo dentro do contexto, no qual foi produzido...
    E, isso não significa ser depreciativo, nessa comparação. São coisas diferentes. Ponto.

    A Soraia Chaves é diferente da Mónica Belucci. Ponto. ;)

    Essa é a riqueza da Alfa Romeo.
    Todos, sem excepção, sao alfisti. E orgulhosamente alfisti.

    Tornando a Alfa Romeo, como uma das poucas marcas pioneiras e centenárias, que após 2 grandes guerras, que acabaram com tantas marcas automóveis, outras tantes crises, por várias razões, sobreviveu, e está viva ! É obra !

    E só entendem os alfisti, estas coisas...É-lhes intrínseco ao facto de a determinado momento das suas vidas - e por vários e diferentes factores - " infectados " pelo " vírus alfa " ! ;)

    E, para esse, caros petrolheads , não existe - nem desejamos que exista - paliativo sequer, muito menos cura !

    Uno alfista. ;)
     
    #4 Marco Pestana, 2 Fev 2015
    Última edição: 2 Fev 2015
    Dib Netto e Camacho Cêrcas gostaram disto.
  5. São italianos, claro.

    Mas com filosofias diferentes, ao longo da sua rica história.

    De Lingotto a empresa automóvel italiana de dimensão planetária, mas com uma visão
    dos automoveis diferente, e necessária para diferentes objectivos a que se propunha.

    De Portello desde logo , qualidade , inovação mecânica e competição. E, sempre associada
    aos melhores designers italianos, que sempre ditaram a moda...

    São primos, mas não irmãos ! ;)
     
    Francisco Lemos Ferreira gostou disto.
  6. Claro que sim... são duas companhias com filosofias bastante distintas, mas que mesmo assim conseguiram cruzar-se nas suas trajectórias em múltiplas ocasiões. E a grande Fiat conseguiu em várias ocasiões estar à altura da nobre Alfa... apesar de não ser essa a sua missão principal.
     
    Marco Pestana gostou disto.
  7. E basta dizer, que a Alfa Romeo nunca baixou a cilindrada dos 1300cc, em carros de producao. ( à excepção dos early alfasuds ) .

    ;)
     


  8. Não reparei, sorry.
    Mas desde sempre sou fã do site, e na alrura no facebook publiquei este belíssimo vídeo.
     
  9. Importa referir, e em complemento ao post anterior, onde falo sobre os Alfasud...

    O projecto Alfasud, foi desde a sua génese e como principal razão, o de permitir a todos aqueles que desejavam adquirir um Alfa Romeo, uma OPORTUNIDADE acessível à esmagadora maioria das bolsas.

    Mantendo a genética essencial, embora tendo sido o 1o FWD ( um tudo a frente ) da Alfa Romeo.
    E foi um sucesso de vendas, além de apresentar de série, soluções inovadoras...e para um Alfa Romeo que se queria " acessível " a todos quantos sonhavam possuir um Alfa Romeo, e até então não tinham possibilidade.

    MAS, temos que ver os fabulosos Alfasud, sempre nessa perspectiva, em relação a todos os rsstantes Alfa Romeo. Foi algo específico, e com determinado " target " de clientes...

    NUNCA foi uma solução de maior custo, e de luxo como os Alfa Romeo RWD que continuavam em produção, em Arese no norte de Itália.

    A única coisa que correu menos bem, e muitas vezes empolada mais do que realmente foi. Teve a ver com o aço de qualidade duvidosa de origem russa, por ser o de mais baixo custo no mercado, e somente para uso nos Alfasud ! Mas, que os modelos a partir de 1978-79, deixaram de usar.

    Portanto, o aço utilizado a partir daí é apesar de tudo de melhor qualidade nos Alfasud, e somente nestes.

    Os Alfasud, além de terem sido um enorme sucesso de vendas, um modelo de baixo custo, o que colto a referir, podemo-los ver como uma espécie de " submarca " da Alfa Romeo, para uma clientela menos abonada...Mas, que tinham um motor fabuloso, em que um 1300cc apresentava performances ao nível de outros carros de 1600cc, por exemplo de outras marcas...( como já ocorria com os Giulietta e os Giulia 1300cc ) , uma suspensão muito boa, design do Giugiaro ( já na Italdesign ) e que no inicio dos anos 70, marcou a década.

    E, permitiam uma condução fantástica.

    Mas um modelo construído de raiz, numa fábrica construída somente para o modelo Alfasud, e para uma clientela que a Alfa Romeo " tradicional " e luxo, potência e outra qualidade base não conseguia atingir, pelo seu elevado preço.

    alfa_romeo_alfasud_sprint_veloce_1_5_coupe_large_8561.jpeg
     
    #9 Marco Pestana, 3 Fev 2015
    Última edição: 3 Fev 2015
    Dib Netto gostou disto.
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página