Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

O Mini Nunca Restaurado Mais Antigo Do Mundo

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por David Silva, 14 Abr 2012.

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por David Silva, 14 Abr 2012.

  1. Vai a leilão na Bonhams no próximo dia 30 de Abril, um Austin Mini Se7en de 1959 em condição fraca mas original. Tratar-se-ia de mais um exemplar a necessitar de restauro não fosse este um Mini especial. Acredita-se que seja o Mini mais antigo no seu estado original. Foi o 8º Mini a ser produzido em Maio de 1959 na fábrica de Longbridge, 3 meses antes do seu lançamento oficial. São conhecidos 2 dos antigos proprietários do carro e as evidencias mostram que está completo e original exceptuando a porta do lado do condutor e alguns pequenos pormenores. Até a pintura na cor Farina Grey e os interiores são originais.

    Tem 30.041 milhas (48.346 Kms) marcados no odómetro e crê-se que será a kilometragem real.

    O valor de leilão estimado estará no intervalo 15.000€-18.000€.

    1959-austin-mini-se7en.jpg

    1959-austin-mini-se7en-side.jpg

    1959-austin-mini-se7en-interior.jpg

    1959-austin-mini-se7en-engine.jpg

    1959-austin-mini-se7en-front.jpg


    E agora, dêem a vossa opinião. Restauravam ou não?

    Este post foi promovido a noticia
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Absolutamente NÃO!!! É um crime restaurar, pelo menos exteriormente esse carro!

    Eu punha-o em todas as condições de funcionamento, tratava-o (interiormente) para evitar a continuação da corrosão, e ficava assim.

    Fantástica noticia.
     
  3. Eu não restaurava !
     
    David Silva gostou disto.
  4. Eu restaurava, nesse estado só iria deteriorar-se mais. E como eu os gosto de usar bastante.. :x felizmente não me caberá a mim essa decisão!! :)
     
  5. Se fosse meu restaurava, caso contrário era incapaz de o comprar por esse valor.
     
  6. Não concordo! Só se ia deteriorar-se se o comprasses e o pusesses no fundo de uma garagem sem lhe fazeres nada!
     
  7. Como é que evitávamos que aquela ferrugem continuasse a alastrar? :S
     
  8. Mergulhavas o mini num frasco de neutralizador de ferrugem, só precisavas era de encartar os retrovisores para não bater na entrada do frasco. :D :D :D ;)
     
  9. Mauro, com cera no exterior...

    No interior, cera, massa consistente, óleo, parafina, o que quiseres... :D
     
    Francisco Lemos Ferreira gostou disto.
  10. Belo Mini. Eu não o restaurava a fundo, mas punha-o mais apresentável... Pena mesmo é ele estar assim nesse estado, mas os anos não perdoam.
     
    Francisco Lemos Ferreira gostou disto.
  11. Concordo com o Nuno e com o Francisco. É uma verdadeira máquina do tempo que concerteza iria merecer a visita e estudo de muitos apaixonados do modelo. Quantos de nós tiveram oportunidade de ver um mini de 59 em estado original?

    Apetecia-me organizar uma vaquinha para o trazer para o Caramulo...
     
  12. Impressionante. Carros construidos noutras eras, com outros interesses.

    Restaurar ou não? Boa pergunta, mas eu restaurava. O carro assim, apesar de ser raro, só serve para mostrar que é feito de ferro e que tem ferrugem, ou então os sucateiros são todos uns visionários... :D

    Compreendo também a outra parte do não restauro, mas prefiro vê-los a andar do que em museus.
     
  13. Esta ferrugento mas bonito. Mas a ferrugem já está avançada, precisava de tratamento
     
  14. É um "pau de dois bicos" mas eu restaurava somente a chaparia, de motor e interiores mantinha :D
     
  15. Dada a história do carro penso que nesta altura já deixou de ter interesse automobilístico e tem mais interesse artístico.
    Eu deixava-o como está e ponha-o na minha sala. Até por que é um mini e não ocupa muito espaço :D
     
  16. Eu deixava-o assim!

    Apenas limpava os vidros para ver a estrada e tratava de travar a ferrugem sem a tirar.

    David, eu entro na vaquinha. A sério...
     
  17. Não lhe mexer é condena-lo á morte
    O cancro está lá eu teria a tentação de não o restaurar mas neste estado .... tinha mesmo de reparar
    Já vi por aí carros bastante antigos sem restauro mas não neste triste estado
    Pode valer o dinheiro que pedem por ser dos primeiros mesmo mas eu não dava nem que tivesse
     
  18. Então se voçês não o restauravam, como iriam encontrá-lo daqui a 10/20 anos ?? Já talvez sem retorno ! Restaurava-o pela certa claro, mas mantinha-o 100 % original !!
     
    tiago salsa gostou disto.
  19. Eu restaurava, como original. A oxidação já vai bem avançada.
    Mais uns anos e não restará nada.
    O restauro não é um crime. ;)
     
    Jose Manuel S Lopes gostou disto.
  20. Eu também restaurava, embora o aspecto dele actualmente até seja interessante, mas, penso que não há maneira de retirar a ferrugem sem ser através de restauro. Podia-se retardar o apodrecimento dele com cera ou com outros produtos, mas a ferrugem estaria lá por baixa a corroer até ser tarde demais.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página