Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

O Citroën DS.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Antonio Mendes Silva, 12 Jul 2008.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Antonio Mendes Silva, 12 Jul 2008.

  1. Para começar, um pouco de História do Citroën DS:

    Quando foi apresentado no Salão de Paris, em Outubro de 1955, era aquilo que hoje se chama "uma verdadeia montra tecnológica":

    Mantinha a tracção dianteira do anterior Traction Avant (Arrastadeira).
    Apresentava linhas aerodinâmicas e funcionais.
    A suspensão era hidro-pneumática, de altura regulável e constante ao solo.
    Tinha a primeira direcção assistida do Mundo. Os travões eram também assistidos, sendo os da frente de disco.
    No 1º modelo, o DS 19, apresentava a primeira caixa semi-automática do Mundo, sem pedal de embraiagem, sistema mais tarde utilizado no Renault Twingo e no Mercedes Classe A.
    Para mudar um pneu, não era necessário o "macaco". Levantava-se a suspensão e metia-se um suporte do lado em que se queria mudar o pneu. Depois baixava-se a suspensão e as rodas desse lado ficavam no ar. No fim, baixava-se novamente a suspensão para as 4 rodas assentarem no chão e retirar o suporte.

    No restyling de 1967, apresentou as primeiras ópticas múltiplas e os primeiros farois direccionais do Mundo (uma novidade da Mercedes para 2005).

    O meu exemplar é um DSuper 5, DS 21 Série M, de 1974, versão Pallas, com motor de 2175cc de cilindrada e caixa manual de 5 velocidades.
    Aqui ficam algumas fotos da máquina:

    Ver anexo 61407

    Ver anexo 61408

    Ver anexo 61409

    Ver anexo 61410

    Ver anexo 61411

    Ver anexo 61412

    Ver anexo 61413

    Ver anexo 61414

    Ver anexo 61415

    Cumprimentos,

    A.Mendes Silva
     

    Ficheiros Anexados:

  2. belo exemplar o teu ;)
     

  3. Desculpa a intromissão, António, mas a primeira direcção assistida do mundo foi patenteada em 1932 e usou-se pela primeira vez em automóveis no Chrysler Imperial de 1951.
    No entanto, julgo que o DS foi o primeiro carro a massificar o seu uso. Isto associado à fabulosa suspensão, resultou num carro extremamente confortável e fácil de guiar, apesar das elevadas dimensões.
     
  4. Quanto ao estado do carro, a bomba de alta pressão foi reconstruída nos anos 90 e levou as 5 esferas da suspensão novas (ainda se fabricam em França para o DS) no ano de 2000.

    Levou uma pintura geral e foi estofado em 2001. O motor foi rectificado em 2003, tendo levado pistões, camisas dos pistões e segmentos novos.

    Este ano de 2008, nos meses de Maio e Junho, foi reparado o tejadilho de alumínio, tendo sido substituída a respectiva junta de borracha, porque quando chovia torrencialmente, ou ia à lavagem automática, entrava água à frente, nos cantos direito e esquerdo. Também foi reparada a caixa de 5 velocidades, pois o sincronizador da 2.ª acusava já algum desgaste, quando se puxava mais pelo carro em primeira. Foram ainda pintadas as jantes, pois já tinham alguma ferrugem nos rebordos, por encostar aos passeios.

    Peço desculpa, por estar aqui a repetir alguma informação já dada no tópico da apresentação, mas pareceu-me pertinente posta-la neste tópico.

    Cumprimentos,
     
  5. Já dei uma volta com o "bólide" e está espectacular! De facto, o desgaste do sincronizador da 2.ª, limitava bastante a utilização do carro, apesar de numa condução mais contida, isso nem se notar.

    Quanto ao que é exteriormente visível, notei que as jantes que eram bejes claras, agora estão pintadas de cinzento claro, condizendo melhor com os tampões integrais cromados das rodas. A borracha do pára-brisas, que era preta, foi substituída por outra cinzenta clara, que também combina melhor com o cinzento-metalizado da carroçaria.
     
  6. Ouvi dizer que, quando foi apresentado, em 1955, o modelo em exposição não tinha rodas!!! É verdade isto????
     
  7. Não, não é verdade. Tenho fotos de revistas da exposição do DS 19, no Salão de Paris de 1955, que provam que isso é falso. Aqui está uma dessas fotos:

    Ver anexo 61582
     

    Ficheiros Anexados:

  8. Ficheiros Anexados:

  9. Vitórias desportivas alcançadas nos Ralis pelo Citroën DS.

    As vitórias desportivas alcançadas nos Ralis pelo Citroën DS, durante os 20 anos da sua produção (de 1955 a 1975):

    1959 - 1º no Rali de Monte Carlo, 1º no Rali do Adriático, 2º no Critério "Neige et Glace".
    1960 - 1º no Critério "Neige et Glace", 1º no Rali das Tulipas, 5º na Volta à França, 1º no Critério de Cévennes, 2º no Rali da Alemanha, 1º na Volta à Bélgica.
    1961 - 2º no Rali de Mont Blanc, 3º no Rali do Senegal, 1º na Maratona Siège-Sófia-Liège, 1º na volta à Córsega.
    1962 - 2º no Rali da Noruega, 3º no Rali da Acrópole, 1º no Rali de Mil Lagos, 1º na Taça dos Alpes, 2º na Maratona Siège-Sófia-Liège.
    1963 - 2º no Rali de Monte Carlo, 1º Rali Hanki, 1º no Rali da Noroega, 1º no Rali de Lyon-Stugartt, 1º na volta à Córsega, 1º no Rali de Madagáscar, 3º na Maratona Siège-Sófia-Liège.
    1964 - 2º no Rali da Acrópole, 3º na Taça dos Alpes, 5º na Maratona Siège-Sófia-Liège.
    1965 - 3º no Critério "Neige et Glace", 4º no Rali Safari, 6º no Rali da Acrópole.
    1966 - 1º no Rali de Monte Carlo, 1º da Classe 5 no na Mobil Economy Run.
    1967 - 1º no Critério "Neige et Glace", 5º no Rali Lyon-Stugartt.
    1968 - 9º na Maratona Londres - Sydney.
    1969 - 1º no Rali de Marrocos, 1º no Rali TAP, 1º na Volta a Portugal.
    1970 - 1º na Ronda de Chamonix, 1º no Rali de Marrocos, 1º no Rali da Austrália.
    1972 - 2º no Rali de Marrocos, 1º na Volta a Portugal.
    1973 - 3º no Rali TAP, 2º no Rali de Marrocos, 4º no Rali do Bandama.
    1974 - 1º na Taça do Mundo Wembley-México, 1º na Volta ao Senegal.

    Na Taça de Construtores, venceu as seguintes provas:

    Rali de Monte Carlo (1963), Maratona Siège-Sófia-Liège (1962, 1963 e 1964), Rali Lyon-Stugartt (1963), Rali de Marrocos (1969, 1970, 1971 e 1973).

    O DS do Ralis Portugal-Tap e de Marrocos de 1973:

    Ver anexo 61622

    Aqui fica uma foto do Citroën DS 21 do Francisco Romãozinho, vencedor do Rallye TAP-Portugal de 1969. Tinha um motor com 190 CV às 6.000 rpm. De referir, que dos 120 carros inscritos à partida, apenas 6 chegaram ao fim.

    Ver anexo 61670
     

    Ficheiros Anexados:

  10. Ficheiros Anexados:

  11. Parabens pelo belo exemplar :D é um dos meus carros preferidos :D
     
  12. bela máquina, parabéns ;)
    o DS é sem dúvida um clássico de eleição
     
  13. Obrigado pelos elogios!


    Cumprimentos,
     
  14. O Citroen DS mais conhecido por "boca de sapo" é um carro fantástico...e este exemplar está 5***** ;) parabéns e boa sorte com esse lindo automovel!
     
  15. Ficheiros Anexados:

  16. esse exemplar esta exelente parabens
     
  17. O meu tambem é de 1974 e ainda não o conduzi:D
    Aguardo o restauro á 3 anos faltam os estofos...
    Este é dos poucos classicos que a minha esposa gosta...
    Parabens pelo seu:feliz:
     
  18. Obrigado pelos vossos elogios!


    Cumprimentos,
     
  19. Ficheiros Anexados:

  20. Re: O Citroën DS. Capa do volante.

    Como o revestimento do volante, apresentava pequenas fissuras devidas à exposição ao sol, coloquei-lhe uma capa, que podem ver nas fotos do post anterior. Não será a mais indicada, mas não encontrei nenhuma toda preta...

    Gostava que me dessem uma opinião sincera sobre a capa que pus no volante.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página