Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Mais do que um hobby.. um emprego?

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por André Cardoso, 6 Jan 2009.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por André Cardoso, 6 Jan 2009.

  1. Depois de trabalhar em algumas empresas pequenas e multi-nacionais ligadas ao ramo automovel e de muito pensar decidi pedir a vossa ajuda/opinião sobre um assunto que me diz muito.
    Provavelmente nenhum de vocês me conhece e por essa mesma razão vou começar por fazer uma apresentação rápida.
    O meu nome é André, tenho 22 anos, sou dono de 2 classicos, e 2 "pré-classicos" sendo eles um Opel Kadett City de 1977, um Toyota Corolla KE20 de 1973, um Opel Kadett E 1600 de 1986 e um Mazda Mx5 Miata de 1993. Devido aos genes e à educação que tive os carros sempre fizeram parte do meu presente e sempre os quis no meu futuro.
    Há alguns anos, depois de ter pago por uma pintura que achei de fraca qualidade e passado algum tempo ter um motor partido devido a excesso de rotação enquanto conduzido por um mecânico decidi começar a educar-me no que dizia respeito aos carros. Comecei por me inscrever num curso profissional de mecânica automovel que não terminei por razões de saúde e mais tarde comecei a comprar ferramentas e a montar uma pequena oficina na garagem lá de casa. Depois de ter tentado oferecer-me para trabalhar (sem qualquer vencimento) em algumas casas para aprender chaparia, pintura entre outros e de me terem dito que não procurei encontrar outra maneira de obter os conhecimentos que queria. Foi então que comecei a comprar livros e mais livros sobre vários tópicos ligados ao ramo automovel. Com estes livros, o tempo que tinha livre e vontade eduquei-me a mim mesmo nas áreas de mecânica, chaparia, pintura, estofagem e até na criação de peças em aluminio e borracha/plastico. Como é obvio não sou optimo mas também não sou mau. Sou capaz de desmontar um motor completo e voltar a monta-lo, de tirar amolgadelas na chapa, de soldar, de pintar, de desenhar e criar interiores completos, de trabalhar metais leves e borrachas para fazer uma peça que já não se encontra à venda. Devido ao gosto que tenho por tudo isto esforcei-me por aprender e por ser bom naquilo que fazia. Tal como disse antes, ainda tenho muito que aprender, muito que vem apenas com a experiência.
    Agora o meu problema é o seguinte: depois de ter chegado à conclusão que dificilmente iria arranjar um trabalho em que pudesse pôr tudo isto em uso, decidi que trabalhar por conta própria poderia ser a melhor opção que tinha. Mas há certas coisas que me estão a fazer pensar duas vezes como por exemplo o facto de ser um risco investir em algo que poderá não dar retorno, o facto de as pessoas não confiarem num jovem de 22 anos apesar de eu poder mostrar e provar o meu trabalho entre outras.
    Tendo em conta que tudo isto é algo de que tenho algum receio vinha aqui perguntar-vos a vossa opinião sobre isto, talvez algum de vocês já tenha estado numa situação parecida e possa dar uma palavrinha de ajuda.
    Desde já agradeço as vossas respostas e peço desculpa caso o tópico não seja adequado ao forum. Obrigado.

    Cumprimentos,

    André Cardoso
     
  2. andre,desde ja muito boa sorte para este teu projecto!!
    admiro todo esse teu entusiasmo e interesse e ainda mais os resultados que dizes conseguir,é muito bom isso!
    mede bem todos os pros e contras e aposta naquilo que acreditas!!!
    força
     
  3. De louvar toda essa vontade e entusiasmo.
    Infelizmente não sei como o ajudar, certamente o coração diz que sim e a cabeça diz que não.
    Boa Sorte e espero que consiga concretizar essa sua vontade.
     
  4. Boas,

    A minha opiniao é a seguinte...
    Como disse o amigo é ainda jovem e com muito pela frente ainda!
    Eu actualmente tenho 18 anos e a 2 anos que sou ajudante de mecanico e aos poucos e que vou aprendendo ou mesmo fazendo aquilo que posso ou confiam a mim fazer... Aos poucos é que se vai ganhando a confiança e a experiencia necessaria.
    Se fosse o meu caso e apesar de ser ainda um jovem apostava SIM num negocio por minha conta mas verdade também é que hoje em dia nada está facil... mas nada como nao tentar!
    Por isso desejo-lhe muita sorte e força com esse "projecto".

    Cumprimentos

    André Ferreira
     
  5. Olá André,

    Na minha opinião acho que, com o Know how que tens, e com a idade que tens, é uma boa oportunidade para veres se vai dar certo abrires o teu negócio ou não. Não que diz respeito às pessoas confiarem em ti para realizar o trabalho, não te procupes... o teu trabalho falará por ti...e se fazes isso por gosto acredito que não terás problemas nesse sentido. Agora uma coisa é certa... o retorno que esperas €€€ não vai ser de um ano para outro. São muitas horas que tens de investir e muito trabalho a fazer para que as coisas dêem certo.
    Agora ... se estás preocupado com prazos de entrega e trabalhos mais especificos, em que achas que não tens tempo para explorar, tenta subcontratar a pessoas que conheças e que sabes que fazem um bom trabalho e principalmente a pessoas que estão na tu região!

    Como se costuma dizer..."quem não arrisca não petisca"
    Força nesse teu projecto!!

    1 Abraço
     
  6. Porra que esta deita um gajo abaixo.
    Mas vou tentar ser racional na resposta.
    Jovem as primeiras pessoas a que tens de pedir auxilio (ajuda) é aos familiares (pai e mãe) de preferência. Eles podem ajudar, eventualmente não contribuindo monetáriamente, mas no dia a dia (o que eu chamo com apoio psicologico).
    Trabalhando individualmente espera por muitas dificuldades, não do tipo da reparação da chapa ou mecanica mas na gestão dos recebimentos/pagamentos. Essa ainda não enfrentas-te e possivelmente vai ser a mais dificil.
    Se possivel contacta o IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional) esses podem dar uma grande ajuda.
    Antes de te lançares nesta aventura "arranja" uma folha de papel traça um risco ao meio de um lado coloca as vantagens que esperas do outro as dificuldades. Vais ver que o lado das dificuldades vai ser maior, mas isso nao deve desmoralizar mas servir para prever as dificuldades e enfrenta-las.
    Pelo que vi da tua "prosa" ela tem principio meio e fim (e não tem erros ortograficos) pelo que indica seres uma pessoa que sabe o que esta a fazer.
    Só posso dizer e desejar "boa sorte"
     
  7. Se acredita que é um projecto que pode iniciar e desenvolver ... não pense muito. Vá em frente!
    Como já foi dito atrás, como em qualquer actividade, o início nunca é fácil.
    Havendo objectivos traçados, trabalho e muita convicção naquilo que somos bons, não há razão para hesitações.

    Muita boa sorte
     
  8. Só posso dizer
    Boa sorte e vai em frente
    Pelo que contas deves de ser um tipo decidido e com vontade de vencer
    Atenção ás cobranças pois á muitos que gostam de trabalho bem feito e pagar nada
    Boa sorte
    Miguel
     
  9. boas Andre

    antes de tudo quero te dizer parabens pela tua atitude de pedir a opiniao sobre o teu caso, so demonstra coragem e caracter, nao vale a pena frisar que o momento nao é o melhor e que o pais bla bla bla, tu é que sabes se podes começar algo sem ter que ficar a pagar essa aventura o resto da vida.
    Um ponto podes colocar nos pròs, a minha ajuda, porque tal como tu tenho o desejo de aprender e tenho uma paixao por classicos e restauros, no que for preciso é so falar que podes ter sempre umas surpresas

    cumps e muita sorte para o projeto
     
  10. Viva André, notei no teu discurso uma auto-confiança enorme. Isso é fundamental e importante desde que não seja em excesso. Deveremos ter sempre a humildade de admitr que há áreas que dominamos melhor que outras e isso não tem que ser vergonha para ninguém.
    Baseado naquilo que li de ti acredito que tens capacidade para manteres um negócio teu. Acredito mesmo. No entanto creio que o timming para materializares este teu sonho não será o melhor. Como tu sabes 2009 será um ano de recessão económica. Receio que alguem como tu, que acredito que tem capacidades, seja mais uma vítima do actual estado de coisas. Não impede que não continues a sonhar e lutar por este teu objectivo. Servirá também para ponderares e amadureceres bem as ideias. Quando o momento chegar (noutra conjuntura), creio que o futuro poderá ser auspicioso pra ti.
    Espero ter sido útil.
    Grande abraço e boa sorte...
     
  11. Seja bem vindo! A minha história nisto dos clássicos é um pouco parecida á sua, apenas com a diferença que eu tive um pouco mais de sorte, se assim lhe podemos chamar!
    Começei muito novo, criança mesmo! Tinha aulas na escola primária apenas da parte da manhã, o que me deixava as tardes todas livres. Como ficava sozinho, começei a ir para uma oficina de bate chapas que havia na rua onde vivia com os meus avós! De início, ía para lá brincar. O mestre Manuel Mira, já de certa idade nessa altura, lá fazia o obséquio de me aturar! Quando começei a ter mais "tacto", começei a ajudar na oficina (passava ferramentas e mais tarde dava calores com o maçarico para o mestre martelar a chapa) Note-se que ainda se soldava com pedras de carbureto! Daí a começar a fazer trabalho de bate chapas foi apenas um passo!
    Hoje faço todo o trabalho que há para fazer em chapa (usando os métodos antigos, pois foi com esses que aprendi), incluíndo moldagem de chapa e roda inglesa!
    Nunca quis abrir uma oficina minha, pois as burocracias e problemas eram mais que suficientes para me fazer perder a cabeça, mas uso uma oficina mais ou menos "emprestada" para fazer os meus trabalhinhos de restauro, que faço normalmente para mim e para amigos! Só tenho pena de não perceber mais de mecânica, mas a minha paixão sempre foi o trabalho em chapa....
    Se precisar de alguma coisa, disponha! Está á vontade...
    Desejo-lhe muito boa sorte para o empreendimento.
    Um abraço!
     
  12. Muitissimo obrigado a todos pela força.
    Realmente se há coisa que a minha ideia não tem é timing. E a parte que mais me assusta serão mesmo as burocracias tanto para criar como para manter e gerir uma empresa. Felizmente tenho familiares que percebem mais do que eu nessa área e estão dispostos a dar uma ajuda.
    Por fim, David Silva, tem toda a razão quando diz que se deve admitir que não se sabe tudo, e eu sou o primeiro a admitir que muita vez tenho que pegar o telefone e ligar para alguem a perguntar como se faz ou mesmo pedir a alguem que sabe mais do que eu que o faça.
    Mais uma vez, obrigado a todos.

    Cumprimentos,

    André Cardoso
     
  13. boas andré :) tem fotos do seu opel kadett city?? pois eu tambem possuo 1 e gostaria muito de ver o seu! :) cumps
     
  14. Apenas uma, tirada quando o carro chegou a minha casa depois de ter estado 5 anos por baixo de uma arvore em cima de 4 tijolos.

    [​IMG]

    Neste momento está apenas com primário de epoxy depois de ter sido todo levado à chapa. Vai ser pintado com GM Electron Blue com racing stripes brancas quando acabar as modificações que estou a fazer à minha garagem.
    E antes que critiquem a escolha que fiz para a pintura deixem-me dizer-vos que a fiz porque este irá ser o carro que irei usar como apresentação do meu trabalho.
    Já o interior irá ser em pele branca com pormenores em azul.
     
  15. André, noto em ti uma determinação praticamente definitiva para avançar. Se realmente for esse o caso, esquece por favor tudo aquilo que te disse. Avança com confiança, determinação e acima de tudo sensatez. Se for possível apresenta aqui algum do teu trabalho. Posso vir a estar interessado!;)
    Grande abraço...
     
  16. andré penso que já tenha falado consigo! pois já vi esse carro heheh acabei agora de por um city abandonado que existe aqui ao pé de mim nos carros abandonados! cumps
     
  17. pele branca com pormenores em azul o_O rsrsrs
     
  18. Segue estes sabios ensinamentos e boa sorte ;)
     
  19. Não há nada como realizar os nossos sonhos...

    Boa sorte para o projecto!!
     
  20. Depois de uma reunião familiar, ter visto o apoio que tive da vossa parte e um pouco de coragem decidi expôr o meu caso à Associação Nacional de Direito ao Crédito e ver como me poderiam ajudar.
    O projecto foi apresentado e está neste momento em triagem, o que quer dizer que na próxima semana saberei se o mesmo é aprovado ou não.

    Para começar, foram escolhidos 4 serviços chave sendo eles a mecânica, decapagem, chaparia e pintura.
    Estão a ser também tratadas parcerias com outras empresas que façam outros tipos de serviço como metalizaçao, rectificação de motores, entre outros.
    A par das parcerias para serviços estou também a procurar empresas na área das peças e acessórios tendo já confirmação da Moss Europe (para quem não conhece é a maior organização britânica ligada aos clássicos e respectivas peças) caso o projecto avance.

    Mais uma vez agradeço pela força que deram, a qual tive em consideração para tomar esta decisão.
    Agora é esperar pelo melhor.

    Com os melhores cumprimentos,

    André Cardoso
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página