Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Lancia Fulvia Hf Coupé

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Guilherme Coutinho, 28 Abr 2008.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Guilherme Coutinho, 28 Abr 2008.

  1. LANCIA FULVIA HF COUPÉ


    O Lancia Fulvia HF Coupé foi um dos carros do período forte da marca, já depois da recuperação do pós-Guerra.

    Lançado em 1965, com base no Fulvia, um pequeno coupé surpreendeu por ser atraente e muito rápido.

    Depois, com as séries HF, mais desportivas, o carro fez mesmo história, celebrizando-se nos ralis, pilotado, nomeadamente, por Sandro Munari.



    O LANCIA FULVIA HF COUPÉ nasceu em 1966, tendo por base o Fulvia, que surgira dois anos antes, para substituir o Appia, e o Fulvia Coupé, apresentado no ano anterior.

    O Fulvia surpreendeu, em 1963, com o seu pequeno motor de quatro cilindros em V e 1,1 litros de cilindrada.

    Tinha uma carroçaria com design prático, muito quadrado e montava o propulsor num sub-chassis dianteiro, solução que já tinha sido utilizada com sucesso pelso técnicos da Lancia.

    O Fulvia era um carro que interpretava bem as necessidades do mercado nos anos 60 e constituiu uma boa operação comercial para a marca.

    Mas, a Lancia não ficou de braços cruzados e, dois anos depois do seu lançamento, apresentou uma versão coupé, com a mesma base mecânica, mas com 80 cavalos de potência.

    O carro não só era rápido, como representava uma noa base para progredir, o que aconteceu um ano mais tarde, com a sérir HF, mais desportiva.

    Esta série caracterizava-se por ter mais oito cavalos de potência e por ter sido alvo de uma "cura de emagrecimento", à custa da utilização do alumínio e de um interior mais espartano no que toca ao equipamento.

    O Fulvia HF começou desde logo a ser utilizado por muitos pilotos amadores nos ralis italianos, onde se revelou muito competitivo.

    De tal forma que o director desportivo da equipa, Cesare Fiorio, convenceu os dirigentes da Lancia a competir nos ralis internacionais, pelo que o pequeno motor de 1,3 litos foi ainda mais refinado, passando a debitar 101 cavalos de potência.

    Foi o início de uma carreira internacional brilhante na competição, que manteve o Fulvia HF em produção até 1976.



    CLUBE RESTRITO:

    A designação HF, aplicada ao Fulvia coupé em 1966, correspondeu a uma política de cativar clientes totalmente virada para a competição.

    O HF representava um carro menos confortável e equipado, mas com um desempenho muito superior - um automóvel destinado a um grupo restrito de utilizadores, leais à Lancia e ao espírito das corridas.

    Daí a opção do logótipo HF - iniciais de High Fidelity, formando-se um clube dos clientes fieis à marca - depois utilizado nos seus sucessores nos ralis, o Stratos e o Delta.
     
  2. Imagens
     

    Ficheiros Anexados:

  3. lá bonito ele é 8)
     
  4. :feliz::feliz::feliz:
     

    Ficheiros Anexados:

  5. "Rampa dos Barreiros " em 26 Novembro 2006- Clube de Automóveis Clássicos da Madeira - CACM

    Lancia Fulvia HF 1600 muito bonito que participou pelas ruas da cidade do Funchal...

    Mais fotos Do FULVIA HF e outros clássicos no site:


    http://www.bmwmadeira.org/galeria/v/RampaBarreiros24NOV06

    Abraço
     

    Ficheiros Anexados:

  6. ;)
     

    Ficheiros Anexados:

  7. Tambem deixo aqui algumas
     

    Ficheiros Anexados:

  8. Que grande máquina!!! :huh:

    Tenho tanta pena de não ter €€.... tenho um debaixo de olho, vamos ver se com jeitinho ainda vem morar para minha casa ;)
     
  9. Acompanho o restauro de dois, um dia destes trago umas fotos.:huh:

    Um fulvia zagato e um fulvia HF fanalone:huh:
     
  10. venero a parte da frente deste carro!! é lindaaa!! já a parte de trás nao gosto tanto!:D:gear_wink2:
     
  11. o nosso primeiro ministro teve um que sabe-se la porque...deixou queimar a junta da cabeça por se desleixar com o nivel da agua...
     


  12. :D:D:D
     
  13. E lindo nao e xico!!!!
    Tb adoro este carro !!!!!!
     
  14. Alguma informação sobre os Lancias Fulvias (no geral, não a série HF)

    Está em inglês!!!


    The Lancia Fulvia is an Italian car introduced at the Geneva Motor Show in 1963 by Lancia. It was produced by that company, and later by FIAT, through 1976. Fulvias are notable for their role in automobile racing history, including winning the International Rally Championship in 1972. On testing it in 1967, Road & Track summed up the Fulvia as "a precision motorcar, an engineering tour de force".

    Chassis

    The Fulvia was designed by Antonio Fessia to replace the Lancia Appia, with which it shared some components. The Appia was a rear wheel drive car, however, while the Fulvia moved to front wheel drive like the Flavia; the general engineering design of the Fulvia was identical to that of the Flavia with the major exception of the engine, the Flavia having a four cylinder horizontally opposed engine and the Fulvia a 'Narrow Angle' vee configuration as featured on Lancias from the Lambda. The Fulvia used a longitudinal engine mounted in front of its transaxle. An independent suspension in front used wishbones and a single leaf spring, while a solid axle with a panhard rod and more leaf springs was used in back. Four wheel Dunlop disc brakes were a welcome novelty, though Road & Track still noted some significant brake fade.

    Engine

    One element that was new was the narrow-angle V4 engine. Designed by Zaccone Mina, it used a narrow angle (12°53'28") and was mounted well forward at a 45° angle. The engine is a DOHC design with a one camshaft operating all intake valves and another operating all exhaust valves. It is unique in that though a vee configuration, the very narrow angle of the cylinders allowed for use of a single cylinder head.

    Displacement began at just 1091 cc with 59 hp (44 kW) with a 72 mm bore and 67 mm stroke. A higher (9.0:1) compression ratio raised power to 71 hp (53 kW) soon after.

    The engine was bored to 6 mm to enlarge displacement to 1216 cc for the HF model. This, and some tuning, raised output to 80 to 88 hp (60 to 66 kW).

    The engine was reengineered with a slightly narrower bank angle (12°45'28") and longer (69.7 mm) stroke for 1967. Three displacements were produced: 1199 cc (74 mm bore), 1231 cc (75 mm bore), and 1298 cc (77 mm bore). The latter engine is most common, with the former only sold in Greece. The American-spec 1.3 L produced 87 hp (65 kW) and was described as "highly tuned" by Road & Track at the time.

    The engine was redone again for a new HF with an even-narrower angle (11°20' now) and longer 75 mm stroke for its final incarnation. A bore of 82 mm gave it a displacement of 1584 cc, and power shot up to 114 to 132 hp (85 to 98 kW) depending on tune.

    Body styles

    The Fulvia was available with a number of bodies:

    Berlina - A compact four-door introduced in 1963.
    Berlina 2C - An updated Berlina for 1963 with 71 HP engine.
    Berlina GT - An updated Berlina for 1967 with the 1216 cc or 1231 cc engine.
    Berlina GTE - Another Berlina update for 1968 with the 1298 cc engine.
    Berlina '69 - Another Berlina update for 1969 with the 1298 cc engine and different body.
    Berlina '5m - Last Berlina update for 1970 with the 1298 cc engine and 5 speed gearbox.
    Coupe - A compact two-door introduced in 1965, the coupe uses a 150 mm shorter wheelbase along with the larger (1216 cc) or 1231 cc engine.
    Coupe HF - A rally car version of the coupe introduced later in 1965
    Rallye 1.3 HF - An updated HF with the new 1298 cc engine with 101 HP.
    Rallye 1.3 - An updated coupe with the new 1298 cc engine with 87 HP.
    Rallye 1.3s - An updated Rallye 1,3 with the 1298 cc engine producing 93,2 HP.
    Rallye 1.6 HF - The evoution of Rallye 1,3 HF with a 1584 cc engine producing 115 HP.
    Rallye 1.6 HF Variante 1016 - The most-powerful Fulvia with a 1584 cc engine producing 132 HP.
    Coupe 1,3s - Face-lifted body and new 5 speed gearbox with 1298 cc producing 90 HP.
    Coupe 1600 HF - Face-lifted body with 1584 cc engine producing 114 HP.
    Coupe 1,3s Montecarlo - Replica of 1972 Montecarlo Rally works car livery with 1298 cc producing 90 HP.
    Sport - a 2-seat Zagato rebody of Coupe with aluminium panels and 1216 cc engine.
    Sport 1,3 - An updated Sport with 1298 cc producing 87 HP, first 700 cars still have aluminium body.
    Sport 1,3s - An updated Sport 1,3 with 1298 cc producing 93,2 HP.
    Sport 1,3s 2nd series - An updated Sport 1,3 with 5 speed gearbox.
    Sport 1600 - An updated Sport with 1584 cc engine producing 114 HP.
    The Fulvia saloon was updated for 1969 with a 20 mm longer wheelbase, new styling, and an updated interior. The Fulvia Coupe and Sport were updated in mechanics and styling in 1970
     
  15. Rallye 1.6 HF Variante 1016 - The most-powerful Fulvia with a 1584 cc engine producing 132 HP.

    Este carro consegue-se distinguir por ter os farois de dentro maiores.;)
     
  16. um dos meus preferidos!
     
  17. Se houvesse €€€€..... ja tinha apanhado alguns carros que me apareceram. :(-
     
  18. Chico ja tens um mini, um toyota e um 2002. vamos com calma que ainda es novo!lol
     
  19. É uma bela máquina Guilherme... ;)
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página