Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Kawasaki 500 H1 1974

Tópico em 'Motos e Motorizadas' iniciado por sfajardo, 28 Fev 2014.

Tópico em 'Motos e Motorizadas' iniciado por sfajardo, 28 Fev 2014.

  1. Após vários anos a pensar em restaurar a Kawasaki 500 H1 que o meu pai adquiriu nova em 1974, na qual aprendi a andar de moto, hoje foi o dia oficial em que comeceibiggrin.png
    Aproveitei o facto de neste momento possuir bastantes meios técnicos (cabine decapagem, equipamento de lacagem, espaço, ferramentas, etc) e hoje após algumas melhorias na cabine de decapagem decidi experimentar como tinha ficado utilizando um T da direção, foram apenas alguns minutos pelo que na minha opinião ainda não está a 100%, brevemente darei os últimos retoques e será lacada.
    Vai ser um projeto a longo prazo uma vez que o trabalho e a licenciatura que estou a tirar não deixam muito tempo livre.
    Vou procurar todas as fotos que tenho da moto e vou colocar aqui para irem acompanhando e terem uma noção do antes e depois. E também para que possam dar a vossa opinião e assim contribuir para o restaurotongue.png
    As fotos do antes e depois do trabalho realizado hoje:

    DSC_4018.JPG

    DSC_4019.JPG
     
  2. Eu gostava era de ver fotos da mota, antes de desmontada para restauro!wink.pnglaugh.png
     
  3. Pois... são essas fotos que tenho de procurar (telemoveis antigos, computadores, disco externo) é que estão um pouco espalhadas, não são é de grande qualidade porque nunca tinha pensado em documentar o seu restauro.
     
  4. Também eu...
     
  5. Eu gostava era de ter uma 500 H1 na minha garagem. Essa Kawasaki era "a moto"...500cc,3 cilindros,2 tempos.
    Parabéns pela máquina e, claro, venham as fotografiaslaugh.png
     
    Carlos Vaz gostou disto.
  6. É verdade, na altura era "a moto"! Quando passava ninguém ficava indiferente, ainda por cima num meio pequeno...
    Esteve muito tempo praticamente ao abandono numa garagem e por diversas vezes o meu pai quis leva-la para a sucata, mas eu nunca deixei pois tem muito valor sentimental, quando era pequeno adorava andar nela com o meu pai e assim que comecei a ter físico para poder guia-la (mais de 200Kg) foi nela que aprendi a andar de moto, depois começaram a surgir alguns problemas mecânicos, comecei a ter motos novas acabando por ficar encostada e esquecida. Agora que surgiu a oportunidade vai ter o tratamento que merececool.png
    Não sei se o meu pai tem alguma foto dela mas era igual a esta quando era nova:

    Kawasaki-500-H1-Stefan.jpg
     
    JoaoFonseca gostou disto.
  7. mete uma foto do estado actual da mota que é isso que o pessoal quer verwink.png
     
  8. O estado atual é um monte de peças espalhadas por diversas caixas de cartãoph34r.png
    Como já tinha referido irei procurar fotos tiradas antes de desmontar, durante o fim de semana...
     
  9. Uma 500 h1 k4 encostada numa garagem ... bolas para a minha sorte só me deparo com sachs e casais :D

    Fora de brincadeiras, bela moto. Para além do valor sentimental, tem um valor monetário muito alto. Veja-a um bocadinho como um investimento, não se vai arrepender ;)

    Cumpts,
     
  10. Isso é uma moto do catano.

    Mota mais rápida do mundo quando foi lançada, 60Cv, 196Km/h, 13,2s 0/400m. Num teste não oficial numa pista de drag foi registado 12,4s e mais de 160Km/h em meros 400m isto em 1969.

    Em 1974 devia ser já com travão de disco à frente, se por acaso for de travões de tambor em ambos os eixos . Se não tiver travão de disco, verifica se não quererás colocar, o maior problema dela é falta de travagem e se estiveres habituado a motos novas então ainda notas maiswink.png . Os discos na imagem não são originais, não havia discos desses em 74 para motos.

    Continuação de bom trabalho e futuramente boas curvas com esse magnifico pedaço da história motociclista.

    Abraço,
     
  11. Por acaso tinha uma revista onde vinha esse teste da moto mas já não sei dela...
    Sim os discos da foto não são originais ou se forem foram furados.... A minha já possui discos á frente de origem :)
    Na mesma garagem (do meu pai) existia também uma 250cc que foi emprestada e acabou por avariar, na altura ficaram de a arranjar para devolver mas até hoje...
     
  12. A sua 500 deve ser a H1D de 1973, tenho uma, assim como uma H1F que é o modelo de 1975.
    Lindas. Só vale a pena restaurar com peças de origem NOS.
     
  13. Fotos do estado da moto antes de ter sido desmontada, anteriormente já tinha sido pintada de preto mas já se encontrava num estado um pouco mau... A culpa foi de outras como a que está debaixo da capa cinzenta que fizeram com que esta fica-se esquecida...

    IMAG0128.jpg

    IMAG0129.jpg

    IMAG0133.jpg

    IMAG0136.jpg

    IMAG0134.jpg
     
  14. Tenho acompanhado este tópico, pois a moto é simplesmente soberba.
    Uma lenda viva das "superbikes" que estavam a dar os primeiros passos.

    Um grande abraço, esta máquina vale todo o trabalho e esforço aplicados.
    Força !!
     
  15. Os 'Mikunis' da ultima foto! Que saudades... Aqui no Porto havia uma dessa cor, lembro-me que quando o transito na Rotunda da Boavista começou a apertar (meados dos anos 70), essa tal Kava500 tinha dificuldades para aguentar o ralenti depois de quente, provavelmente subia a Avenida toda puxar bem e quando chegava ao arranca-e-pára da Rotunda...
     
  16. Vamos ver como fica o ralenti após o restaurotongue.png
    Hoje aproveitei que ia lacar umas amostras e lacei as mesas de direção, mas como a pressa é inimiga da perfeição não correu muito bem...
    Deveria ter deixado as peças mais tempo no forno antes de lacar, o aluminio é poroso e convem deixar "cozer" um pouco para libertar alguns gazes que se formam no seu interior devido á oxidação e assim evitar que isso aconteça quando se está a "curar" o pó, provocando os chamados "fish eyes" no acabamentoangry.png
    Nada de grave, vão ser novamente decapas e lacadas (fotos em breve).
     
    Luis Cristovao gostou disto.
  17. Está manhã tive um bocadinho e aproveitei para dar seguimento a mais umas peças, suporte do stop e matricula e tampa do filtro de ar.
    O suporte ficou terminado e a tampa decapada (fica um exemplo com um bocado decapado para verem a diferença).
    As peças encontram-se em muito mau estado mas o resultado final penso que é satisfatório :)
     

    Ficheiros Anexados:

    João C Fonseca gostou disto.
  18. Uma foto em condições da peça acima:

    DSC_4354.png
    Tendo em conta que é uma peça com mais de 40 anos e que se encontrava em muito mau estado...
     
    João C Fonseca gostou disto.
  19. Força com o restauro que vai sêr demorado mas que vale sempre a pena porque é uma mota que o merece.
    O ano passado vendi uma 400 de 1974 em muito bom estado a qual cheguei a ir a algumas concentrações.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página