Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Jovens adquirem carros classicos

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por carlos fradinho, 6 Jun 2009.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por carlos fradinho, 6 Jun 2009.

  1. boas :huh: encontrei este texto pela Internet, e achei interessante aqui postar...:feliz:



    INVESTIGAÇÃO ACL


    Jovens adquirem clássicos recentes como 1º carro.



    É cada vez mais frequente ver nas estradas nacionais carros clássicos recentes, conduzidos por Jovens entre os 20 e os 30 anos. É um fenómeno que pode ser explicado por vários factores.

    Importante é salientar que os stands de carros usados já identificaram este ainda nicho de mercado mas com grande potencial de crescimento. Assim vemos em stands que antes se dedicavam á venda de carros de media, e alta gama, a oferecer carros antigos que rondam a média dos 30 anos de idade.

    Constituem alternativas aos restantes carros e talvez por serem mais baratos, únicos ou raros actualmente e traduzem um novo estilo que começa a cativar cada vez mais compradores. Na área da Grande Lisboa podemos vê-los a venda com mais incidência em Stands do Estoril, Alcabideche e Sintra. Nesta ultima surgiu, há poucos anos um stand só direccionado para a venda carros antigo, o Interclássico.



    Por outro lado, alguns jovens têm outras opções. Na hora da decisão de compra de um carro novo por necessidade põe em consideração a recuperação ou pequeno restauro que precisa, aquele carro que ficou durante anos esquecido nos fundos da garagem e que pertenceu ao pai ou avô. Mais uma vez o estilo fala mais alto e por vezes pôr estes carros a andar, como deve de ser, fica mais barato que comprar um novo. A isto acresce-se o benefício de o investimento, empregue num carro clássico, por vezes com fiabilidade, resistência e mecânica superiores a qualquer um dos carros novos. Ainda mais importante é o factor da motorização! Na fase do investimento no 1º carro, em que o orçamento é diminuto e limitado, pesa o facto do carro clássico, guardado na garagem dos ascendentes, estar dotado de um motor mais potente, contrastando com o facto de que o mesmo orçamento apenas chega para comprar um carro novo, com cilindrada entre 1000cc e 1300cc. Ora todos sabemos da importância da potência para os homens (para as mulheres nem por isso) na hora de optar por um carro em relação a outro. Os clássicos são efectivamente mais resistentes, muitas das vezes mais fiáveis e concedem um status incomparável que é diferente consoante a marca e o modelo do clássico.



    O ACL fez exactamente o mesmo



    “O meu avô teve um destes, e quando vi um igual na Internet, á venda por um preço justo e comprei-o. Eu sabia onde estava o verdadeiro carro do meu avô, mas estava num avançado estado de degradação, lá no Stand do Sr. Mota em Cascais, vejam o escândalo na notícia do ACL intitulada »UM VAUXHALL EM CASCAIS DESDE 1997«. O carro que acabei por comprar esteve 25 anos escondido em Lisboa. Veio de Inglaterra quando nasceu, passou a sua juventude em Africa e brevemente renascerá em Sintra”. (Nuno Cabeleira – Fundador do ACL).

    A história recente do Vauxhall começa por se identificar com os relatos descritos na primeira parte desta notícia, tal e qual.



    Saudações Clássicas
     
  2. É uma saudável moda que está a surgir, mas na decada de 80/90 chamava~se de "charutos" aos carros de 60/70, isto, porque foi quando começaram a surgir os "plásticos", eram novos, menos quadrados etc, eu cheguei a ver carros de 70 à venda na altura em 1985 por 20 contos (100€), anglias, minis entre outros, mas actualmente a aquisição de um clássico já fica caro, isto porque os donos de muitos stands descobriram que têm ali uma escapatória para a crise é que a malta nova só quer classicos, da década de 70 preferencialmente.
    Mas ainda bem que temos a juventude inclinada para a recuperação dos amados clássicos e a preservá-los.
     
  3. Ahh pois, eu ainda tenho os meus 15 anos, mas já estou a preparar o meu primeiro carro ( a minha IMA)!
    Acho que os carros novos têm demasiadas mariquices, e essas podem levar à falta de fiabilidade. Está certo, podem-nos salvar a vida... Mas nada disso compensa o gozo, o estilo, a sensação de andar num clássico... B)

    É diferente de qualquer outra experiência de condução que se tem com os carros dos dias de hoje.

    Mas claro está, a IMA foi posta, não na garagem, mas mesmo no exterior pela minha tia. E eu não resisti ao charme da carrinha :D
     
  4. Txiiii

    identificaram-me

    tenho 25 anos, comprei o meu primeiro carro (até agora andava no que o meu pai me deu quando tinha 18 anos)

    agora Triumph gt6 de 1969
     
  5. eu também identifico me muito com o texto ;) Era jovem e ainda sou :D e quando tirei a carta, foi a única hipótese, devido aos euros não abundarem, e para poder logo conduzir em vez de ficar parado e desaprender algumas técnicas ensinadas da escola de condução , tive que me "agarrar" ao opel kadett city de 1978 do meu avô, que se encontrava praticamente parado na garagem ! eu na altura fiquei um pouco nervoso, visto ser inexperiente e ir pegar num carro sem a segurança e totalmente diferente do que conduzi na escola de condução! na altura não gostei muito da ideia e ainda tentei por algumas vezes pedir o carro "novo" ao meu pai (emprestado) mas ele negou se dizendo que eu era maluco e ainda lhe partia o carro todo por ser "newbie" :D:D admito que cheguei a ter vergonha de conduzir o meu clássico o_O:rolleyes, porque na altura quando andava com ele parava quase tudo para olhar, pensei que olhassem com ar critico:)) mas ao longo do tempo e nos dias de hoje apercebo me que é um olhar de pura admiração e satisfação por verem tal beleza !:huh:o que é também verdade é que hoje em dia não troco o meu clássico por nada :D:gear_wink2: (sim nem por uma gaja toda boa)!!:rolleyes :D:D
     
  6. Pois... lá está!!!
    O primeiro carro que comprei foi um Fiat 127 de 1972!
    Só tinha o banco do condutor e custou-me a módica quantia de 3500$00
     
  7. Mais um aqui!
    Descobri o meu ke20 numa quinta da minha avo abandonado, serviu para fazer rally por um bocado infelizmente mas quando estava quase a ter a carta pensei e que tal ficar com um carro para mim de borla? fazendo contas o carro não foi de borla so da despesa mas quem corre por gosto não cansa não é verdade?
     
  8. Amigo, és cá dos meus :D

    Eu nunca tive essa ideia doa carros antigos, e das pessoas olharem de lado, porque sempre vivi com eles! só durante uns 4-5 anos é que não andei num diariamente.

    O meu irmão também é exemplo disso, anda todos os dias na sua Mini Van... Mesmo apresentando os sinais do passar da idade, as pessoas ficam vidradas nela. É um espectáculo ;)
     
  9. Eu sou mais um desses jovens. Tenho 15 e ja tenho um carro , mas nao é um carro qualquer, é mini , é um carro CLÁSSICO.Muitos dos meus amigos da minha idade e mais velhos , veem um classico com um charuto , uma lata velha , monte de ferrugem , enfim nomes que nao me desmotivam,Os carros hoje em dia é tudo a mesma coisa , é tudo igual , sao uns plastificados de todo o tamanho. Escolhi para primeiro carro um classico , nao por uma questão de estilo , mas por gosto e orgulho em andar num carro com história e divertido de conduzir.E fico feliz por saber que nao sou o unico que gosta de classicos.:D:D:feliz:

    CLASSICOS PARA SEMPREB)
     
  10. eu ca como 1º carro tenho um delta hf turbo, daki a uns 2 meses acabo de tirar a carta, ajeito o lancia e la vou eu em alto luxo
     
  11. Pois vejam o meu caso; fiz 50 anos e apaixonei-me pelos clássicos... despoletei uma crise de ciúmes na minha Mulher...
     
  12. Faz todo o sentido a incidencia de clássicos nos jovens, falo por mim, com 20 anos tive o meu primeiro clássico, na altura fui um dos pioneiros jovens a ter carro "velho" como diziam os meus amigos.
    Agora dão o valor ao carro mas no inicio nao, dizendo me que com o dinheiro que gastei ao comprar ao restaurar etc etc dava para comprar um audi...
    Bem o que e certo é que os classicos actualmente estão na moda.
    Abraço.
     
  13. as gajas boas é que me trocavam pelo carro :D
    mas sim, e verdade, mesmo com alguma ferrugem ainda causa sensação, e não troco por nada!se me dessem a escolher entre um carro novo a gasóleo ou mesmo a gasolina(mesmo que fosse a nova A4 que esta linda) não trocava, não ha nada como conduzir um clássico!
     
  14. Tu tens muito que se lhe diga, tinhas vergonha de andares na cidade com a Datsun 1400 pick-up do avô :huh:
     
  15. Apesar de eu andar no Panda, ele não é meu.

    O primeiro carro comprado por mim foi mesmo o Fiat 1500 C de 1965!!
     
  16. Amigos, só há um problema com a aquisição de classicos por jovens, muitos deles são alterados para tunings, não é que tenha algo contra os tunings, mas num classico fica-lhe bem o essencial do antigo, por outro lado sei que muitos jovens tentam até recuperar máquinas antigas, e por vezes sem dinheiro.
    Temos muitos desses exemplos aqui no portal.
    Será a falta de dinheiro, que irá salvar muitos carros antigos? Se assim for vivam os clássicos!!!!!!!!!!!!!!!
     
  17. Pois... eu tirei a carta e o KE20 fase II dos meus pais, passou para mim, com o passar dos anos, rendi-me eo encanto do novo Mitsubishi Colt de 94... vendi o KE e passei a andar "a armar" com o Mitsu.
    ERRO gravissimo!!!
    Faz agora um mês, adquiri um KE20... ando "a armar" com ele todos os dias:D:D:D
     
  18. E também sou um jovem de 39 anos:D
     
  19. Isso é que é eu sempre tive motas dps quando arranjei dinheiro po carro aos 19 anos fui ver nos anuncios minis. É uma PAIXÃO desde pequenino, a curvar como ele não há muitos.
     
  20. não sei ate que ponto isso será a realidade... pelo menos aqui na zona vejo os putos com carros de gama "media", é dificil ver um puto de classicoo_O
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página