Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Jeremy Clarkson : Só os Alfistas entendem o(s) porquê(s)...

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Marco Pestana, 10 Fev 2015.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Marco Pestana, 10 Fev 2015.

  1. Jeremy Clarkson do Top Gear, vejam o que responde quando lhe colocam a seguinte questão :
    " Qual foi o carro que mais se arrependeu de vender ? "

    Só os Alfistas entendem o(s) porquê(s)...

     
  2. O Clarkson é um tipo extremamente inteligente (embora ele próprio o tente disfarçar bastante), e já várias vezes professou o amor às máquinas italianas. Acho que em tempos pus aqui um tópico sobre uma das colunas dele, em que explicava o fascinante que são os automóveis italianos, e porque é que dizer que algum carro dá a sensação de ser italiano é o maior elogio que se pode fazer-lhe.
     
    Marco Pestana gostou disto.
  3. O único Buss(ç)o que excita os homens...10428430_694362457345604_7090268718590323438_n.jpg
     
  4. O Jeremy Clarkson é desde sempre um fervoroso Alfista...
    O que diz muito dada a enorme quantidade de automóveis que ele já testou na sua vida profissional - apesar de todas as vozes críticas à sua volta, dada a sua enorme notoriedade à escala planetária ! E, que são naturalmente sujeitos às criticas muitas vezes maldosas, de gente a mal com a vida e frustados, descarregam, em algo que desejavam ser ou ter ! Normal dentro da anormalidade ! ;) .
     
  5. Um V6 louro...lol
     
  6. Sr. Pestana,
    Alfa é Alfa, infelizmente procurei adquirir um Alfa Romeo Sprint (Quadrifoglio), há cerca de 20 anos (oportunidade desperdiçada,e ainda hoje me arrependo). Infelizmente, desde essa data procurei adquirir um modelo semelhante na minha residência (Funchal) mas dada o reduzido lote existente no mercado regional ou poucos exemplares ou são "ferrugem ambulante" ou possuem um valor de mercado quase proibitivo!
    Há cerca de três anos adquiri um Alfa Romeo 147 Selespeed (para suprir a falta do Sprint ;)) ), no entanto tinha alguns problemas na "caixa", e vendi o mesmo!!
    Os Alfa parece que "nada querem comigo"
    Em alternativa procuro adquirir um primo italiano (FIAT ou LANCIA), da década de 80, mas ainda não encontrei nada que a minha "carteira" consiga adquirir, pretendo um automóvel até €1500, mas que esteja inspeccionado e em circulação o que se afigura quase digno de um enredo de um filme "Missão Impossível" XXI :(
     
  7. Caro amigo,

    Permita-me esclarecer aqui uma coisa desde já... com 1500€ não pode certamente ficar bem servido. Temos de começar a desmistificar esta parvoíce de que os italianos são carros que se compram com trocos.

    Houve tempos em que se compravam clássicos (e pré-clássicos) italianos muito baratos porque a ignorância fazia deles bode expiatório, e só quem tinha cabeça para pensar por si próprio lá ia e descobria o quão bons realmente são.

    Os carros italianos baratos são baratos porque são basicamente a "p.... da aldeia"... já foram abusados por todos e mais algum. De vez em quando aparece um a bom preço que ainda não está desfeito, mas normalmente são carros que andaram muito pouco e precisam de ser recondicionados para lhes devolver a forma devida. Não são carros que se possa pegar e pôr a uso regular sem mais nem menos, pelo menos se quisermos sentir a verdadeira magia do carro italiano de raça. E não é preciso um Alfa, basta ter algo anterior aos anos 80.

    Eu sei o que digo porque tenho carros italianos desde que me conheço por gente (e meus desde os primeiros anos da adolescência), e embora normalmente os compre a preços muito razoáveis, faço-o porque consigo distinguir uma boa base de trabalho e confio nas minhas aptidões para os pôr como deve ser. Mas o preço de compra é sempre apenas o começo dos gastos... e muitas vezes os gastos ultrapassam significativamente o preço de compra inicial.

    Posto isto, tem três opções:

    - Desiste da ideia e compra um chanato qualquer tristonho de outras origens;

    - Compra um barato e mentaliza-se que um dia (e daqui a muitos euros) vai ser um carro decente;

    - Continua a poupar e compra um decente daqui a uns anos quando o orçamento for mais generoso.

    Um abraço!
     
  8. Caro Sr., Relvas,

    Agradeço e concordo (em parte) com as suas palavras, acrescento que dado o valor que pretendo despender na aquisição do tal "carrinho de sonho", das opções que o Sr., acima explanou optarei pela 2ª opção ;)
    Que é aliás a minha pretensão.
    Desejo adquirir um 2º automóvel para as voltas de "fim-de-semana e feriados", e é óbvio que já possuo umas "mãos" apalavradas para o restauro do "bicho", a longo prazo "devagar e bem" é o que pretendo, o que está sendo mais complicado é encontrar o "tal automóvel".
    Cumprimentos
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página