Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

IUC p/ carros importados após 1 de Julho de 2007

Tópico em 'Legislação' iniciado por Ricardo Faro, 7 Jul 2008.

Tópico em 'Legislação' iniciado por Ricardo Faro, 7 Jul 2008.

  1. Caros amigos amantes de clássicos,

    Antes de mais os meus parabéns a este fórum muito interessante e bastante útil, o qual eu sou um leitor assíduo.

    Não faço comentários relativamente a este imposto IUC quando aplicado a carros mais recentes, pois o que pretendo expor aqui diz apenas respeito aos veículos clássicos.

    Considero esta medida de "taxar" com o novo imposto IUC, veículos clássicos fabricados anteriormente a 1980 (mas matriculados em Portugal após Jul/2007) altamente injusta.

    Isto porque?

    1º - Estamos a falar de automóveis antigos que em media por ano não andarão mais de 1000km's, pois não são carros de uso diário (sendo que o seu proprietário normalmente possui outro veiculo de uso diário). Logo é injusto pagar-mos pela mesma tabela que um carro novo que faça 30000km's (que apesar de ter valores CO2 mais baixos durante um ano acabaram por poluir mais, devido ao facto de circularem muito mais).

    2º - Muitas vezes carros clássicos importados são de interesse para o património automóvel português, devido por exemplo ao seu estado de originalidade, de conservação ou raridade do modelo. Concordo que tais factos devam ser verificados/homologados por entidades tais como CPAA, ACP,...

    3º - Consideremos 2 veículos clássicos iguais. Um com matricula inicial portuguesa, outro matriculado após Jul/2007. Acho injusto que um esteja isento e o outro pague como novo, pois ambos os veículos pagaram IA aquando da entrada em Portugal ou do seu fabrico. Acaba por existir em Portugal perante a comunidade europeia uma forte discriminação a veículos clássicos importados após Jul/2007.

    4º - Se as regras do IUC não forem alteradas, basicamente ficaremos limitados aos clássicos já existentes em Portugal. Notar que devido as características de um veiculo clássico (cm3 e CO2) os valore de IUC que ele pagam são normalmente os escalões superiores...
    Sendo assim, mesmo que se importe agora um clássico, será sempre um veiculo que no futuro pudera ficar sujeito ao abate (mesmo que o veiculo se apresente em bom estado) se o seu proprietário não puder por motivos financeiros continuar a pagar o IUC anualmente ...

    Outros motivos existem que prova a injustiça desta medida... apenas referi os que me lembrei e achei mais importante.

    Penso que nós como uma comunidade (cada vez maior) de amantes de clássicos temos de alguma forma tomar uma posição, e fazer ouvir a nossa opinião perante entidades que nos representam (CPAA, ACP - Clássicos), governo português e comunidade europeia.

    Sou da firme opinião que devíamos iniciar uma petição relativamente ao assunto abordado acima. Penso que poderemos de alguma forma alterar esta situação, no entanto temos que fazer ouvir a nossa opinião, pois se nada fizermos as coisas não se vão resolver por elas mesmas.

    Penso que deviamos tornar interessados neste assunto entidados tais como ACP e CPAA, como possiveis ajudas.

    Por favor digam o que pensam.

    Obrigado por lerem este meu post.
    Cumprimentos,
    Ricardo Faro.
     
  2. Então, ninguem tem uma opinião nem interesse neste este assunto! :huh:
     
  3. Acho bastante mal essa medida :wacko:
    O Governo quer aniquilar os clássicos a todo custo.
    É uma vergonha.
    Imponham-se!
    Será que temos que levar os nossos clássicos para a Rua?
    Para mostrar o quanto belos somos (os carros,motas,etc...)?!:D
     
  4. Eu sou da opinião que devíamos impormo-nos de alguma forma. Eu sozinho será difícil. Acho que nos devíamos organizar! Quem sabe, por exemplo uma manifestação como propõem o João.

    Por favor, deem ideias!
     
  5. estes gajos do goveno deviam de ir po ca*****:wacko::wacko::wacko:(desculpem a linguagem) eu por mim seguia com a manif
     
  6. Caros amigos,

    Eu já tomei a iniciativa neste aspecto, mas as respostas foram poucas.

    A Comunidade Europeia deu algum seguimento mas entendeu que a legislação presente impunha uma situação transitória e que não haveria lugar a acção da parte deles.

    O ACP esteve reunido com o Ministério da Finanças e em relação a este problema foi-lhes respondido que os casos estavam a ser vistos individualmente e que deveria comunicar a minha situação directamente a eles para que fosse feita a apreciação do mesmo... ou seja, eles lavaram as mãos de achar uma resposta definitiva e abrangente, aceitaram a treta das Finanças e pronto.

    Quer-me parecer que anda tudo muito conformadinho e os tipos dos clássicos que se danem.

    Eu entretanto vou de facto expor esta situação às Finanças, mas sabendo que esta é a única instituição neste país que não perdoa nada nem ninguém, duvido um bocado das probabilidades de sucesso...

    Penso que se devia organizar de uma vez um movimento de massa que obrigasse estas instituições a mudar algo que está mal desde o princípio e que andam agora a querer pôr remendos e paninhos quentes a ver se passa.

    Um abraço a todos!
     
  7. Toda a legislação tributária é uma total idiotice neste País. Que sentido faz pagar um imposto de circulação ou de aquisição sobre a cilindrada ou sobre os gases emitidos? Nenhum... Rigorosamente. Um carro pode ser de motor gigante e altamente poluente e fazer apenas 50 kms por ano e outro, diesel moderninho, fazer 50.000 kms e pagar menos impostos! Que absurdo!! Como é que nenhum político tem dois dedos de testa para ver isto? E mais, o imposto municipal, agora com outro nome, vai em boa parte para Lisboa onde os carros nem circulam, mas as empresas com sede na Capital, é lá que entregam este imposto. Isto é um país de idiotices crónicas, consumadas e aceites por (quase) todos. Os combustíveis, já tem impostos de sobra mas são mal distribuídos, como toda a gente sabe. Não era mais simples, usar uma fatia do ISP para substituir estes impostos absurdos, nem que fosse necessário subir o ISP mais 1 ou 2 cêntimos? (Sim, porque não era preciso mais do que isso.) O único imposto que faz sentido em termos de circulação tem de ser necessariamente sobre o combustível. É, a meu ver, o único justo. Quem anda mais, paga mais, quem não anda, não paga. Um camião TIR, de 44 toneladas, não há de pagar muito mais para conservar as estradas do que um 126 que faz 5000 kms por ano? Triste país...
     
  8. ja fiz esta observaçao/pergunta muitas vezes aqui neste forum em varios topicos: para quando a MANIF em frente a Assembleia da Republica?
     
  9. Caros,

    Estou nessa... Tudo o q seja para melhorar e por fim a estas idiotices contem com a minha assinatura.

    Os Automóveis Classicos não são meios de transporte!

    Abraço.
     


  10. explica la isso melhor!! nao entendi??? :huh: ;)
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página