Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Ignição electrónica

Tópico em 'Sistemas Eléctricos' iniciado por António Barbosa, 16 Jul 2009.

Tópico em 'Sistemas Eléctricos' iniciado por António Barbosa, 16 Jul 2009.

  1. Aqui está uma ignição electrónica "home brew" - feita em casa - com componentes o mais da época possivel, o Mini 1275GT fabricou-se até 1980.

    Junto fotos da centralina, e dos sinais que atacam a bobine de ignição, sendo o mais perfeitinho com a ignição electrónica e o outro com os platinados convencionais, vejam a diferença...
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Pelo que vi no seu Mini e pelo que me disseram o António é um expert em instalaçoes electricas de clássicos ingleses..;)

    Parabéns pela dedicaçao!
     
  3. Ó António, eu ainda vou ver aquele Mini vermelho com uma máquina de finos na mala...

    Grande instalação!
     
  4. Será mais de cimbalinos, o mais normal são temperaturas mais proximas da ebulição do que do gêlo...
     
  5. Boa, qual é a característica do transístor?
     
  6. Depois de ter colocado a centralina e de ter posto o motor a trabalhar, utilizei uma pistola estroboscópica para verificar o "timing" do distribuidor, no manual Haynes e para o Mini 1275GT da época (72-76) o avanço estático, com o motor parado, é de 8º BTDC (antes do ponto morto superior), guiei-me por esse valor, mas o avanço estava em perto de 20º!!! não admira que o motor aquecesse, e que às vezes custasse a pegar...

    Depois da pistola se ter recusado a funcionar, fiquei sem saber qual o avanço centrifugo que tenho no distribuidor, já que este distribuidor do Cooper "S" (LUCAS 23D4) não tem avanço por vácuo.

    Junto vão fotos do led que liguei em paralelo com a bobine de ignição e que permitiu ver os cerca de 8º BTDC do avanço estático verificavel na abertura da tampa da embraeagem.
     

    Ficheiros Anexados:

  7. Então era por isso que ele tava sempre a aquecer?
     

  8. Muito provavelmente!!!
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página