Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Ignição Electrónica Ke30

Tópico em 'Mecânica' iniciado por wolf, 2 Jul 2013.

Tópico em 'Mecânica' iniciado por wolf, 2 Jul 2013.

  1. Ando à procura de uma ignição electrónica para montar num Ke30.
    Queria saber qual a opção mais barata e fiável. E onde posso encontrar esse tipo de material à venda.
    Fico a aguardar os vossos post.
    Obrigado e um abraço.
     
  2. André, passe 1º na secção entusiastas e apresente-se à comunidade sff.

    No ebay encontram-se uns kits para substituir o platinado.

    Abraço.
     
  3. Rafael obrigado pela dica. Vou ser se encontro algo no ebay
    Abraço
     
  4. Obrigado pela ajuda Carlos
    Abraço ;-)
     
  5. Eu não tenho ignição eletrónica, tenho antes um platinado eletrónico, exatamente igual ao da venda que o Carlos publicou, imagina só que é do mesmo vendedor e tudo!laugh.pnglaugh.png
    Não notei grande diferença, mas eu também não sou muito sensível a pequenas mudanças, e aquilo também não é "a melhor bolacha do pacote" em termos de potência ao carro, mas acrdito que deve ajudar, por isso é que o adquiri.

    Adquiri também uns cabos de velas de 8mm em silicone com núcleo de carbono.

    São aquelas pequenas coisinhas que no fim, todas juntas, fazem a sua diferença. :)
     
  6. Não notaste , Nuno ?mellow.png
     
  7. Pff, não.
    É assim tão notório?blush.png

    Eu tenho de tirar um tempinho para vos mostrar as pequenas coisas que fiz no carro atualmente, mas ainda queria aplicar as ventoinhas elétricas que adquiri, antes de vos mostrar... lollaugh.png
     
  8. boas
    nuno onde conseguiste esses cabos de velas em carbono?
     
  9. Nuno que centralina tens montada? Eu tenho uma bobina de um talbot montada no carro. Essa bobina estava montada numa ignição electrotécnica. Notei uma diferença significativa em trocar a bobine só que os cabos e os platinados não ajudam.
    Qual é o melhor conjunto que me aconselham a montar?
     
  10. Boas Nuno, desculpa discordar de ti num aspeto, podes utilizar uma outra bobine, desde que a resistência interna da bobine seja superior a um determinado valor.
    Para as bobines dos Ke's, esse valor tem de ser superior a 1,6 Ohm, logo, se tiveres uma bobine das boas, mas com um valor de resistência interna inferior a este, podes aplicar uma resistência em série com o platinado. Aliás, a resistência que tens montada na bobine serve para isso mesmo.

    Na página do vendedor, diz "para bobines com resistência superior a 1.6 Ohm" e não refere que tem de ser a original.

    Dá para entender o que escrevi?

    Aquele abraço!wink.png
     
  11. Segundo o vendedor , não é preciso o balastro , entende-se resistencia (?) Ora bem o meu não tem , logo não seria preciso mais alterações ! Agora estou indeciso em mandar buscar, o Nuno diz que notou e bastante , o Nuno Costa, não notouwacko.png , estou indeciso , pois ainda assim ia me custar quase 50 mocas se fosse pra mandar buscar .
    non ballast system recommended
     
  12. Nos de competição eles montão com centralina que é o que dá mais potencia à faisca juntamente com a bobine. Não haverá um kit de distribuidor, centralina e cabos?
    Tenho um amigo que comprou um na Inglaterra usado e sai-lho 300 euros mas queria procurar uma solução mais em conta.
    P.S. kit dele vinha também com a bobine
    Alguém me pode ajudar
    Obrigado e um abraço
     
  13. Vamos por partes Carlos. O Que faz a bobine? A bobine é um transformador que te aumenta a tensão, ao nível suficiente para provocar um arco elétrico nos polo da vela, originando a faisca. Um balastro, nos automóveis, a única peça que me lembro é no Xenon, que também é um transformador para a lâmpada acender. Na iluminação residêncial, um balastro também é um transformador (actualmente são balastros elétronicos e funcionam de outra forma).

    Portanto, o vendedor só diz para não aplicar em soluções com balastro, não tem nada a ver com a tal resistência na bobine. Uma resistência é uma resistência e não um balastro.

    Eu apliquei o meu platinado eletronico na bobine original sem resistência e está a funcionar impecávelmente.

    Quanto ao notar diferença ou não, o melhor que tenho a dizer é para não irem no que eu digo a esse aspeto, isto porque diariamente ando num veículo com maior cilindrada e com mais potência, pelo que, quando pego no Corolla, é normal que o desempenho dele não me deixe propriamente fascinado, se é que me entendem como é obvio, e pode ser por ai que nem sent grande diferença, isto porque toda a gente que conheço que meteu platinado eletronico, diz às mil maravilhas daquilo!

    Isso é diferente, isso é uma distribuição eletrónica, e não apenas platinado. Essa é sem dúvia a melhor opção no que se fala de faísca na vela, porque num distribuidor convencional, a distribuição é feita através de um arco elétrico que vai deste o rotor até ao polo do cabo da vela, e isso cria uma queda de tensão que irá produzir menos faísca na vela. Com a distribuição eletronica, esse arco elétrico não se verifica no distribuidor, sendo a faísca aplicada toda à vela.

    De salientar que, ao contrário da generalidade dos mecânicos dizem, não é corrente que chega à vela mas sim tensão, em valores muito muito elevados, o que cria um arco elétrico no polo da vela (faísca). Por sinal, ao se verificar a faísca, verifica-se também a passagem de uma corrente, mas esta em valores muito muito reduzidos! A corrente é provocada pela diferença de potêncial (tensão) aos polos da vela.

    Ruben, é como disse ao Carlos nete mesmo comentário, eu não notei grande coisa. Isto pode dever-se ao facto de circular diáriamente num veículo mais potente que o KE, e quando pego no KE, como ele não anda mais do que o outro, acabo por não ter percepção se está melhor ou pior... penso que a explicação para eu não sentir nada pode vir daqui...

    Mas agora aproveito e saliento que, nos cabos de velas, o núcleo (condutor) é pouco importante. O que importa verdadeiramente é o isolamento do cabo, devido aos grandes valores de tensão.

    Por isso convém que seja bem largo e de material resistente. 8mm de silicone parece-me optimo!

    Quanto ao condutor, se for bom tanto melhor. Estes cabos têm condutor em carbono, que é um mineral, e são optimos condutores.
    Não é preciso que seja muito largo, porque as correntes são baixas, e o que determina a secção de um cabo é primordialmente a correntre.


    Desculpem o post longo...tongue.png
     
  14. Post apagado Nunolaugh.pnglaugh.png percebido , vou mandar buscar ! Mas pelo sim, pelo não ,vou andar com o platinado e condensador na caixa , como alias ja ando , sempre com um de reservabiggrin.png .
     
  15. Fiz exatamente o mesmo. Aliás, ando com uma mala de ferramentaspresa na mala do KE com ferramentas básicas para qualquer desenrasque, onde está um platinado e um condensador para substituir caso este eletronico dê o pifo. Inclusive, emendei os cabos do platinado eletronico de forma a poder substituir o platinado a qualquer momento, sendo só plug&play.
    ainda tenho nessa mala, uma lanterna, 1 vela, 1 cabo de vela,escovas para limpar velas, chaves de velas, lampadas diversas, multimetro, manga térmo-retrátil, chaves de luneta, luvas (claro), etc...
    Não vá o diabo tecê-las.laugh.pnglaugh.pnglaugh.png
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página