Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Hotrod: Heresia, Respeito, ou o que?

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Mike Silva, 9 Mar 2008.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Mike Silva, 9 Mar 2008.

  1. OS Hotrods são muitas das vezes erradamente encarados como "assassinatos" de veículos clássicos, e criações de gosto duvidoso. Nada mais errado.

    Se por exemplo, falarem do "crime" que se fazia nos anos oitenta de cortar tejadilhos de carochas, e depois colocar-lhes uma espécie de "tenda" do exército por cima, então aí serei dos primeiros a pegar numa marreta!

    O Hotrod, não é nada disso...

    O movimento Hotrod começou nos anos 20, com a lei seca, onde foi necessário "envenenar" uns carritos para conseguirem fugir mais depressa á polícia, transportando bebidas alcoolicas no seu interior. A perícia dos seus condutores, permitiu mais tarde criar uma prova desportiva, que todos conhecemos por NASCAR.

    MAis tarde, no pós guerra, a abundancia de veiculos deixados ao abandono e destruidos para alem da recuperacao, e o aparecimento de um novo tipo de desenho destinado a celebrar a vitória dos aliados, onde presidiam os rabos de peixe e os cromados, levaram a que muitos veículos fossem encarados como " desperdício".

    Nos dias que correm, é muito difícil para quem vive num pais como Portugal, onde qualquer carrito mais velhote vale um balurdio, encarar o movimento Hotrod como válido. Como é possivel "estragarem" um clássico?

    Um Hotrod, não é um carro "estragado". Das duas uma: Ou foi utilizada uma carroçaria bastante degradada e incompleta, ou então todas as alterações são reversíveis. O entusiasta de Hotrods, é um entusiasta de clássicos, e mmuitos tem inclusive um espírito de salvaguarda de clássicos mais apurada do que "nós". Eu explico:

    "Nós", nem sequer pegamos numa carroçaria para "restaurar", se não tiver motor nem documentos. O "Hotrodista", decapa a carroçaria, repara-a, e "espeta-lhe " com um v8. Que mal há nisso? Uns anos mais tarde, eis mais uma carroçaria para aproveitar, em caso de se encontrar os outros items que faltam.

    Por exemplo, conheço um tipo que tem um Jaguar de 1932, que comprou num SUCATEIRO. Tinha pertencido a um Major da RAF, que teve um acidente em 1940, e o estacionou num farol. Nos anos sessenta, o carro foi para outro barração, onde foi totalmente espoliado dos componentes, e nos anos oitenta a carroçaria foi para o ferro-velho.

    Este proprietário, meteu-lhe um motor Range Rover, e os respectivos documentos e mecànica. Hoje, descobriu-se que esse modelo é um dos apenas TRES existentes no Mundo, e foi comprado por um coleccionador americano, para restaurar.

    Que mal há nisto? Se não fosse este amigo a "estragar" este carro, estaria no Ferro velho, ou já prensado.


    Eu sei que é dificil para nós compreender estas criações, pois os veículos clássicos são raros e dispendiosos em Portugal. Mas esta actividade gera milhões , e tem outros tantos adeptos espalhados pelo mundo fora.

    Eu por exemplo, não hesitaria em por umas suspensões mais eficazes, e um sistema de ignição mais evoluido , ou uns bancos mais envolventes num clássico, desde que isso o tornasse num veiculo mais capaz de enfrentar as condicoes de transito do dia-a-dia. Mas isto sou eu, é a minha opinião, e todos terão a vossa.


    Temos de começar a compreender o movimento Hotrod, como um importante aliado no mundo dos clássicos, frequentado por gente tecnicamente desenvolvida e com um espírito de convívio e interajuda muito evoluido. Já vi centenas e centenas de Hotrods, já acelerei em alguns , e em nenhuma situação, posso garantir, senti que se tivesse feito algum " crime" contra o veículo clássico.

    Se defendo os Hotrods? Claro que sim. Só pessoas mal informadas e fundamentalistas o não fariam...

    Um abraço.
     
  2. Concordo com o teu ponto de vista :D
     
  3. Ainda hoje comentámos acerca do meu Mini 1275GT, NÃO TEM nenhuma alteração irreversivel, apenas tem um par de bancos desportivos, ok são diferentes mas tenho esperança de arranjar um par, umas jantes, e mecanicamente, nada que não se possa desmontar e repôr a originalidade.
     
  4. O Hot-Rod é um automóvel reconstruído ou modificado, para aceleração em alta velocidade, ou seja um carro antigo personalizado. Muito utilizado nos Estados Unidos e também em Inglaterra, faz parte do meu imaginário e das poucas revistas existentes na altura.
    Penso que são automóveis clássicos, fazem parte da historia e de uma cultura muito própria.
     
  5. respeito pelos hotrod originais e pelos que sao feitos agora para ficar como os originais. heresia aqueles que nao passam de tunings so que o resultado final e muito bonito.
     
  6. Sou então mal informado e fundamentalista! :D
     
  7. João não estás sozinho!!!

    Mike, são histórias dessas como a do Jaguar que sustentão essa teoria de que os hot roads não são um atentado ao património dos classicos?
    No entanto essas histórias são uma gota de água no panorama dos classicos.

    Actualmente, e em paralelo com a generalização do movimento hot-road, vão certamente existir mais pessoas a pegar em carros perfeitamente recuperáveis para os transformar.
    E provavelmente muitos desses projectos começam com base em automóveis exoticos, relativamente raros e que eram restauráveis.
    Por isso, e no meu ponto de vista, nestes casos fazer um hot-road não será correcto ... mas como evitar?

    Eu por exemplo sou Sportinguista, aplaudo o Benfica nas competições Europeias...
    mas não me venham dizer que sou "mal informado" ou "fundamentalista" por não os apoiar em todas as competições!
    o_O
     
  8. ... eu pessoalmente sou apreciador dos hot rods.
    São carros muito bonitos e os seus proprietarios devem usa los da maneira que mais gostam.
    Não gosto do tuning moderno mas gosto das alterações a antiga.
    Antes prefiro hot rods com algumas alterações do que a apodrecer seja la onde for.
    Cada cabeça sua sentença
     
  9. Eu concordo com o teu ponto de vista, na parte em que há gostos para tudo, e tudo tem a sua beleza e utilidade. Já vi hotrods subtis e espectaculares como também já vi outros horríveis, é como em tudo na vida! Concordo que não devemos ser tão radicais nestes assuntos. " Nem tanto ao mar nem tanto á terra. " :p

    Abraço.
     
  10. É um assunto que ramifica...nos hotrods encontramos os puristas, que seguem as alterações comprando peças utilizadas na época e os tuners que lhes enfiam material moderno. Claro que dentro disto à boas e más transformações.
    Depende de pessoa para pessoa. É como o tuning dos dias modernos...para mim são um atentado. Claro que estão no seu direito de modificar os seus bólides, mas por exemplo, no outro dia ia morrendo quando vi um 205 rally cheio de aelerons, saias etc:wacko:
    Eu sou adepto das duas modalidades referente aos hotrods, tanto gosto das alterações de epoca como as mais modernas, desde que bem feitas:feliz:

    Em relação aos minis, adoro o que tenho visto, minis parecidos com os de origem, mas que seguem uma versão mais dinâmica e desportiva (com certos limites). Ficam bem com umas minilight, umas abas e uns farois auxiliares. Exteriormente chega. Interiormente, sou de acordo com as backets (tanto old school como das modernas), roll bars, mais uns manómetros essenciais e chega. Mecânica defendo que seja a mais eficaz possível:D


    Sou estudante de um curso de restauro, todas as intervenções devem ser o mais possível reversiveis. Estou de acordo com o António.

    Cada um faça o que quiser de acordo com os seus gostos. Mas guardem as peças originais para um dia poderem repor a originalidade e façam intervenções reversiveis.

    Abraços
     
  11. Como vêm, eis um assunto que me lembrei de trazer aqui ao forum e que suscita um saudável e construtivo debate, sem cair em "proibições" e "fundamentalismos".

    Aprecio bastante as diversas opiniões, o que mostra que só temos a ganhar com a pluralidade de idéias, quando debatidas transigentemente. O que considero clássico, provavelmente não o será para algum de voces e vice-versa.

    O mais importante disto tudo, é que continuemos a apreciar incondicionalmente os objectos dos nossos sonhos e memórias, e a passar bons momentos com eles. O que importa, é que cada um de nós forme a sua opinião sobre os veículos que considera interessantes, sem ter de estar sujeito á "aprovação " de outrém.

    O mundo dos clássicos, tal como o Futebol , é motivado por paixões e algum fundamentalismo. Mas se todos fôssemos do mesmo clube, seria um tédio do caraças...

    www.saladasmaquinas.blogspot.com

    Um abraço.
     
  12. Faço minhas as palavras do Hugo,acrescentando que em tudo é necessário equilíbrio, lembrando o "corcunda de Notre Dame" é feio ou é bonito? depende dos olhos de cada um.
    Muitos de nós que hoje defendemos os clássicos forramos as paredes do quarto e as paredes da garagem do velhote com os posters da «NITRO Magasine»,que belas maquinas,que belos hots.Fui buscar dois ,fotografei e aqui está como lembrança com um abraço a.c.
     

    Ficheiros Anexados:

  13. Pegando na história dos Mini´s, quase que me doi cada vez que vou a Belem e os vejo por lá cada um mais alterado que o outro! Já nem me lembro da última vez que vi um mini 100% original! Excepção feita claro aos Cooper, pelo menos à vista desarmada...

    Sou original all way! B)
     
  14. Havendo um numero suficiente de Minis em estado 100% original, e há muitos de todos os modelos, do 850 aos Cooper etc. optei por dar ao meu 1275GT o ar desportivo com que eram utilizados na época. Insisto, toda e qualquer alteração que fiz é facilmente reversivel!!!
     
  15. Mike, eu concordo com aquilo que tu disseste, excepto com esta afirmação :" Só pessoas mal informadas e fundamentalistas o não fariam..."
    Ora, ninguém se acha fundamentalista só porque agora não abraça ou apoia determinado ponto de vista. Não querendo armar-me em "puritano" e detentor da sabedoria, mas já disse algumas vezes; e direi as que entender e sempre que aplicável; que quando se tratam de questões de gostos, cada um tem o direito á sua opinião sem que seja criticado por causa disso.

    Pessoalmente gosto bastante de "hotrod", especialmente os americanos;)

    aqui vai um excelente link (Foose) B) http://www.chipfoose.com/gallery.aspx?LinkID=tn7
     
  16. eu tambem admiro bastante, esta forma de arte e concordo plenamente contigo Jorge, cada um e como cada qual, se gosta de uma coisa não são os outros que vão por tras e dizem mal....
    Eu adoro os projectos foose, ele faz coisas LINDAS!

    Vosses vêm programas do discovery channel como o rides e o OuverHoling? Eles fazem criações de deuses.
     
  17. Concordo que essa ultima frase terá sido um pouco " forte" para muitas das pessoas.Emendo a mão, e direi apenas que quem acha que este tipo de criações é escusada, que procure saber um pouco mais sobre estes excepcionais veículos.


    Apenas quis demonstrar que existem pessoas que desprezam o Veículo Hotrod sem minimamente conhecerem o meio e os entusiastas. Claro que existe um ou outro que comete um "pecado" de destruir um veículo passível de restauro, mas a generalidade dos entusiástas Hotrod jamais o conseguiria fazer.

    Não se esqueçam, que a minha opinião é formada por viver num país onde existe muita abundancia e fartura, e é comum encontrar Minors,Midgets,MG A e Muitos outros no ferro velho para prensar, porque simplesmente não encontram interessados.

    Eu concordo 300% que é preferível "estragar" um carro destes que se encontra condenado, do que ele ser prensado. Mal por mal...
     
  18. Este assunto é uma faca de dois gumes. Pode-se dizer que as pessoas que fazem isto, fazem de carros que á partida estariam condenados á prensa, mas no final de tudo devem gastar o mesmo em todas aquelas pinturas fabulosas, e aqueles motores cromados, do que levarem o carro á origem. É puramente uma questao de gosto, e das quais se deve manter um relaçao de compreensao e respeito entre ambos os lados da faca...

    Eu pessoalmente gosto dos hot-rods, e low-riders e etc, mas tambem já vi alguns que nao me agradaram...

    cumprimentos.
     
  19. De qualquer das maneiras, se as bases destas viaturas estavam destinadas a morrer, acho muito bem que se salvem, seja da maneira que for, neste caso em hot-rods...

    cumprimentos.
     
  20. Boas noites
    Sendo este o meu primeiro post no Portal aproveitei para o fazer onde me sinto bem que é no meio dos rods . sejam eles hot ou rat . .
    um dos meus projectos é um volksrod, um carocha que rebaixei tecto, cortei o suficiente, tem o necessario para funcionar, só o motor 1600 duplo carburador é que é pouco .
    A filosofia de quem tem e mantém carros transformados assim é completamente diferente da de muitos proprietarios de classicos, o Amor pelas máquinas esse é o mesmo, e a vontade que élas não morram e que transmitam aquela energia que faz muitos querem adquirir um carro antigo.
    Foi-me doado pelo meu avô recentemente um kadett ls super que enquanto o fizer passar na inspeção e até há hora de o restaurar originalmente e devido ao seu estado PODRE será um ratrod, o meu "hoodride" veiculo diário porque eu ando de classicos todos os dias e não só ao fim-de semana.
    Acredito que se a legislação das transformações em Portugal fosse um pouco mais flexivel teriamos alguns hotrods a circular, e muitas figuras publicas, musicos, desportistas, etc. . iriam querer e pagar para ter carros ao estilo por exemplo do ja falado Chip Foose, já não os imagino com um kadett ls super. :D
    Cada cabeça a sua sentença, ou neste caso piston.

    Cumprimentos
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página