Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Hecatombe no V Rallye TAP

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por Francisco Lemos Ferreira, 6 Mai 2016.

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por Francisco Lemos Ferreira, 6 Mai 2016.

  1. 5º Rallye Internacional TAP
    1971-5-Rallye-TAP_thumb5.jpg
    7 de Outubro a 10 de Outubro de 1971
    15ª prova do Campeonato Europeu de Ralis
    11ª prova do Campeonato de Portugal de Ralis
    20 PEC 304 km
    images.jpg
    Contada pelo meu amigo Armando de Lacerda a história de um "famigerado" controle de passagem que foi fatal para 24 concorrentes ao V Rali TAP.
    tapi.png
    O César Torres tinha preparado uma pequena armadilha e pensava que um ou outro concorrente, mais desatento, iria cair nela.
    Nunca pensou que se verificasse a hecatombe que na realidade sucedeu.
    O V Rali TAP foi o último que meteu uma prova de regularidade.
    A localização desta prova não estava indicada no regulamento, o qual dizia que ela seria indicada no controle horário anterior à mesma.
    Assim, foi instalado um controle horário em frente do Convento de Mafra e, ali, era entregue aos concorrentes uma carta indicando a localização da regularidade que teria lugar no Gradil.
    Entretanto, no trajecto entre esse controle e o início da regularidade, foi instalado, conforme permitia o regulamento, um controle de passagem..."o famigerado"!
    Sucede que 24 dos concorrentes ao receberem a carta com a indicação da regularidade já não ligaram ao itinerário do regulamento e enfiaram logo directos ao Gradil, por uma estrada logo a seguir ao Convento, falhando, portanto, o controle de passagem e sendo, por isso, desclassificados.
    Na Ota, onde terminou o Rali, foi um autêntico pandemónio pois os desclassificados queriam, por força, serem repescados.
    O César foi intransigente dizendo que, se tivesse pensado que a maioria falhava o controle de passagem, não o teria lá posto, mas não podia fazer nada pois agora tinha 24 a reclamar sem razão e se os repescasse teria 6 a reclamar com razão.
     
    #1 Francisco Lemos Ferreira, 6 Mai 2016
    Última edição: 7 Mai 2016
  2. Dos 'grandes' quem ficou de fora?
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página