Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

GPL, nosso amigo ou inimigo?

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Ricardo M C Martins, 4 Set 2010.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Ricardo M C Martins, 4 Set 2010.

  1. Ora viva a todos!
    Apeteceu-me lançar mais um debate aqui neste tópico.
    Gostaria de saber o que acham do GPL (Gás Petróleo Liquefeito) nos clássicos, se o carro perde muita potência, se os custos de investimento se justificam, se os incómodos são aceitáveis, se é perigoso, enfim, prós e contras basicamente.

    Na minha opinião o preço/Lt é bastante aliciante para quem quer dar uma utilização mais frequente a um carro, só acho de lamentar o "preconceito" que existe e que obriga a andar com uma tabuleta foleira a dizer e o facto de não se poder estacionar dentro de um parque fechado público. Quanto aos custos de investimento e aos números em termos de potência ou até mesmo a nível de emissões nem faço ideia do que rondam.
     
  2. Ricardo, GPL quer dizer Gás de Petróleo Liquefeito...

    Pra mim apenas se justificam em clássicos com consumos desmesurados na ordem dos 20 litros...
     
  3. Ups, uma gafe do tamanho da sé! já irei corrigir;)
     
  4. Só um aviso;

    O GPL não tem chumbo. logo é mau para carros com gasolina sem chumbo.

    Se forem carros com muitos km, o lead memory evita que se note logo, mas acabará por dar cabo das sedes das valvulas.


    nuno g
     
  5. O meu Pai teve um E30 316 a GPL durate mais de 7 anos, entretanto vendeu o carro e ainda circula com o mesmo sistema! Não temos nada a apontar...
     
  6. Não tenho conhecimento de todas as vantagens e desvantagens nem do funcionamento do sistema em concreto. O que posso dizer, numa opinião pessoal, é que não punha em nenhum clássico meu. Sou demasiado "minucioso" no que toca à originalidade dos clássicos. Talvez exagere, mas para mim, um parafuso que seja diferente do de origem, no meu carro, é algo a substituir. Assim sendo, GPL entristecia-me imenso :D

    Em carros com consumos elevados salva a carteira do proprietário. Mas é um assunto muito relativo, variando para cada caso. Poderíamos, por exemplo, pensar que, à partida, um clássico, para mais de consumos elevados, não será carro do dia-a-dia. E assim sendo talvez não haja tanta necessidade de fazer essa alteração. Mas como digo é muito relativo.

    Ah, e para quem quer pôr, única e exclusivamente para não extinguir o petróleo - como disseram o Ricardo e o David, o GPL é feito de petróleo. À semelhança do que se passa com os eléctricos...

    Resumindo:

    Punha num carro moderno e de dia-a-dia;
    Não punha num clássico por não gostar de alterações nenhumas e também porque andamos todos a tirar as matriculas modernas dos clássicos e teria de passar a andar com um letreiro azul e feio a dizer "GPL". :))
     
  7. Num clássico parece-me que o GPL o desvirtua; por muito imeeeenso que seja o consumo, não me estou a ver a guiar um clássico com GPL

    Lembro-me de, no final da década de setenta do séc XX, haver quem utilizasse o Gás Butano, nas banais garafas de 13 Kg, como alternativa barata à gasolina; era perfeitamente ilegal mas tinha a vantagem de serem necessárias poucas alterações no carro (?), com o risco acrescido de se andar com uma botija na mala do carro. Esta sim, poderia ser considerada uma alteração da época, mas mesmo assim não serei candidato a tal alteração
     
  8. Muito bem, mas nem so por isso, qual a qualificaçao de ter o autoculante GPL, para mim acho esteticamente reprovavel.
     
  9. Se o GPL fosse a única maneira que me iria permimtir andar com uma boa máquina, com os bolsos mais a larga (portanto, dia-a-dia)? Claro que sim. Alias, os Alpina agora vêm a GPL.

    Agora nos clássicos, acho que não se justifica, pois quando andamos com uma coisa assim especial (tipo um Corvette) é melhor andar poucas vezes, para não deixar de o ser. Logo, ocm o preço da gasolina, ainda mais especial se torna.
     
  10. Se eu tivesse um Camaro, Mustang, Corvette ou qualquer grande maquina dessas até punha o gpl, para poder ter o prazer de andar todos os dias com o carro......agora com o Escort não vale o gasto. Tem que ser mesmo um grande motor para compensar a perdida de potencia ( não que seja muita mas num velhinho vai notar-se de certeza).
     
  11. HI
    Possivelmente vou dizer uma coisa que ninguem vai gostar.
    GPL pura e simplesmente eu proibia de andar na estrada. Já em máquinas a trabalhar dentro de recintos de empresas aceitava.
    Imaginam o "arrepio" que me dá quando vejo alguns a passar por mim na AE ????
    Pois andar com uma bomba às costas pode ser agradavel para alguns, para mim não; nem em clássico nem noutro.
    Imaginem uma "confusão" como aqui há dias sucedeu na A25 ou como se chama.
    Uma botija de gaz ali não dá grandes hipoteses de socorro.
    Desculpem mas é a minha opinião.
    GB
     
  12. Guilherme, o gás está no estado liquido, logo é tão perigoso como o gasóleo ou a gasolina:oo
    Este preconceito deve-se sobretudo à falta de informação das pessoas, pelo que li e vi (na TV), o sistema GPL tem mais mecanismos (válvulas) que um sistema convencional a gasolina/gasóleo, estes mecanismos passam não só por válvulas que fecham o circuito em caso de colisão, como também válvulas que controlam a pressão da injecção do combustível, para além disso os depósitos têm que ser resistem ao impacto... isto claro é, num sistema que seja certificado.
     
  13. :):)
    Amigo sabe porque é que o gaz ESTÁ no estado líquido ???
    O Amigo já teve alguma explosão em casa resltante de uma fuga do "simples" gaz de botija ???
    Por isso não diga que é preconceito, posso aceitar que seja "trauma" :p
    Sim os depósitos são bem resistentes mas depende do impacto, não é??
    E as tubagens, como é ???
    Cumprimentos
    GB
     
  14. Não lhe sei dizer com toda a certeza do porquê do gás estar líquido... mas talvez porque se estivesse noutro estado seria mais difícil de se controlar a quantidade de combustível injectado para fazer a "mistura fresca" que entra em cada cilindro antes de se dar a explosão.
    O gás que temos em casa é no estado gasoso, o que é mais perigoso pois só damos pelas fugas através do cheiro, logo não se vê, enquanto que no estado liquido pode-se ver as fugas.
    Quanto às tubagens também terão que ser resistente... hoje em dia não há nada que não tenha que tenha que ter normas, e quando se trata de gás essas normas são sempre apertadas.
    Cumprimentos.
     
  15. Amigo; então o melhor mesmo é estudar a física dos gases, e depois falar.
    Com que então o gaz que temos em casa está no estado gasoso ????!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Quando ????????????
    Já experimentou "chocalhar" a botija quando elas lhe chegam a casa ?
    Outro aspecto (para que saiba) a gasolina não explode. O que explode são os gases da gasolina.
    Sobre as normas o que lhe quero dizer é que elas "contemplam" situações "normais" e não acidentes (ais); e nestas situações nada é previsivel.
    Cumprimentos
     
  16. Frequento um local que é um posto de abastecimento GPL. É assustador a quantidade de carros que vai abastecer sem o autocolante, os carritos tem todos autocolante agora os Audi TT, mercedes SLK, Audi A4 por exemplo já vi vários sem os mesmos.:huh::huh:

    Anda ai muita centena de carro sem o autocolante.;) Podiam ter uma matricula com uma diferença qualquer por exemplo.
     
  17. Já li algures, creio que até foi por aqui no portal que somos dos poucos países em que é obrigatório usar essa tabuleta...
     
  18. "Amen"
    Bento, obrigado pelo exemplo que apresentas. Assim se vê como se anda am PT.
    E depois nos "parques subterraneos" onde esses carros (GPL) não podem estar; como é??
    Vai haver pessoal que vai dizer que os prevaricadores deviam ser castigados; pois .....
    Quanto mais velho mais radical estou. :D:D
    Para mim é relativamente simples, banidos das estradas.
    Então colocasse barreiras ao desenvolvimento do hidrogenio (porque é explosivo) como fonte de energia nos automoveis, e depois ficamos com gaz ??!!!!!!!!!
    Enfim ...........
     
  19. "Amen"? :huh:

    Experimentem passar duas horas sentados perto do posto GPL num meio pequeno como o meu onde os carros são "melhores" que as casas de alguns dos proprietários.

    As pessoas tem "vergonha" de ter um carro de topo a GPL.:D:D

    Tenho um artigo de uma revista Italiana a propósito deste assunto dos carros antigos a GPL. Um dos carros presentes no artigo é um Fiat 128 Sport vermelho, tenho que deixar aqui.
     
  20. Se bem que somos o único país que não deixa estacionar nos parques de subterrâneos ( na Alemanha essas pessoas têm descontos). Além de estar provado que uma botija destas recentes aguenta muito mais que um depósito de gasolina.

    Depois ponho um vídeo das autoridades alemãs a fazerem o teste ( de homolgação) com temperaturas até aos 1000ºC e etc.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página