Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Geremias : Fiat 600 De 1959

Tópico em 'Fiat' iniciado por brsimoes, 25 Out 2013.

Tópico em 'Fiat' iniciado por brsimoes, 25 Out 2013.

  1. Caros entusiastas,


    Inicio este tópico para relatar a minha aventura no restauro de um Fiat 600 de Agosto de 1959.


    A escolha do modelo deve-se em parte a um sonho de menino, que por nenhum episódio particular ou, talvez porque não me lembro do que me fez gostar dele, foi um carro que disse para mim "quando for grande vou ter um destes", por outro lado, gosto de clássicos e este é um ao nível da minha carteirawink.png


    Como em todas as relações, há que dar e receberwink.png , aquilo a que me proponho é ir relatando o restauro do meu Jeremias. O que eu quero de vocês é o vosso conhecimento de causalaugh.png . Pretendo efectuar um restauro "by the book", de acordo com o original, e, embora já tenha comprado alguma literatura, uma imagem vale mais que mil palavras ( ainda que apenas mental).


    Sou um jovem de 30 aninhos, e quando achei piada a este carro, já ele era velhinho, portanto, para conseguir atingir o meu objectivo, vou concerteza precisar de muita ajuda vossa.


    Pretendo apenas deixar para profissionais a parte de chapa e pintura pelo que o restante, tinha imenso gosto que fosse feita pelas minhas mãos.


    O restauro vai agora iniciar a fase de chapeiro, mas entretanto adiciono o relato desde o início.



    Saudações,
    Bruno Das
     
  2. Pelo que percebi, já compraste a máquina! Se já percebeste, aqui no Portal o que gostamos é de fotos, esteja o restauro na fase que estiver.

    Coragem, esse FIAT 600 de 59 não será o modelo mais comum do FIAT 600 que vamos vendo por aí, se a originalidade fôr de facto um gosto, irá ser um desafio e tanto! Muito boa sorte para o restauro.
     
    Helio Fernando gostou disto.
  3. Boa! :) Nao te esqueças de ir pondo fotos do trabalho! ;D
     
    Helio Fernando gostou disto.
  4. Meus caros vamos então começar pelo início. A máquina no estado em que me veio parar às mãos.

    portalClassicos001.jpg

    portalClassicos002.jpg

    portalClassicos003.jpg

    portalClassicos004.jpg

    portalClassicos005.jpg

    portalClassicos006.jpg

    portalClassicos007.jpg


    Estava um pouco sujo, mas de chapa até nem parecia estar muito mau...


    Dizia eu...
     
    M Bento Amaral gostou disto.
  5. Parabéns pelo bom gosto,sabes se alguma vez ele foi restaurado?
    Porque pelo que vejo,tens ai uma óptima base de restauro.
     
  6. Foi-lhe parar ás mãos nesse estado, mas....tem as peças todas, certo?
    Parece não estar mau de chapa e eu até gosto da cor dele.

    Felicidade nessa aventuralaugh.png
     
  7. Tudo o que te posso desejar é um bom início de restauro, pois tens aí, aparentemente uma boa base de restauro ;)

    Abraço, força.
     
  8. Verde escuro? Azul petroleo? Pareceu-me que faltava o motor, pormenor sem importancia...
     
    Claudio Vilas e brsimoes gostaram disto.
  9. Restaurado nunca foi, agora mexido já foi e muito, está cheio de chapa remendada...



    Entre o Jeremias e um dador que trouxe com ele, julgo ter quase tudo num estado até razoável. A cor é um azul escuro, embora por baixo dessa pareça estar um azul petróleo. A minha intenção é manter o azul escuro.



    Pois, quando o analisei com a minha pouca experiência, parecia-me até estar bom de chapa, com alguns podres nas partes comuns, do tipo embaladeiras, pisos as zonas abaixo dos guarda lamas... Depois de o mandar para o jacto de areia e o mostrar ao chapeiro... Parece que ainda o vejo com as mãos na cabeça :)


    O motor é do dador, já foi rectificado e está agora também pronto para ser montado, por enquanto vai ficar de lado até o carro ir para o pintor.


    Por fim, obrigado a todos pelo apoio.

    Cumprimentos,
     
  10. De tão mau que estava?
    PArece mesmo o contrário
     
  11. Espero que tudo corra pelo melhor, e que mais um vá parar às nossas estradas.wink.png
     
  12. Boas amigos,

    Eis que surge a primeira questão. O primeiro registo do carro, foi efectuado em Agosto de 1959, o que leva a concluir que o mesmo terá sido construído um pouco antes.

    Ora, segundo investiguei, foram introduzidas alterações em Março de 1959, nomeadamente ao nível dos piscas (anteriormente montados em cima do guarda lamas).

    Alguém tem o registo da distribuição do número de unidades por cada série? Desse modo, através do numero do chassi, talvez consiga perceber em que série se encontra.

    Sabem se essas alterações acompanharam a mudança do travão de mão que deixou de actuar na caixa de velocidades? Isso também poderá ser uma pista, uma vez que a minha caixa ainda tem o travão...

    Obrigado,
    Bruno Dias
     
  13. olá, eu sei que os primeiros o travão de mão actuava sobre a caixa, e que passou a ser a actuar individualmente através das cintas
    isto em1959...de referir que também houve a transição dos falados piscas no guarda lamas (de cima para baixo).


    Vou citar:
    • 1959
    Um novo bloco juntamente com um novo carburador, permitiu ao 600 atingir os 100 km/h. Novos estofos.
    Em Novembro deste ano, o travão-de-mão passa a actuar nas rodas traseiras em vez da caixa de velocidades. Também alteraram o design do conjunto de luzes “piscas/luz de presença” retirando-os do cimo do guarda-lamas e colocando-os na frente destes, abaixo dos faróis.
     
  14. Força com esse restauro, é um belo carritocool.png
     
  15. Caro João, da investigação que fiz, obtive de facto essa informação, mas também a seguinte (http://it.wikipedia.org/wiki/Fiat_600):

    600 Series III: (março 1959 a setembro 1960) aumento da potência do motor, que, com um carburador Weber 26 IM ea taxa de compressão subiu de 7,5:1 para 07:01 atinge 24,5 cv a 4.900 rpm / min, para uma velocidade máxima de 100 km / h. Consumo inalterada. Dynamo 230 W em vez de 180. As luzes traseiras se tornar como os da 500D (quadrado maior com refletor), as setas nos pára-lamas dianteiros são substituídos por torres redondas no final do moulure metade do lado, e lanternas redondas são aplicadas na frente (luzes laterais / setas) Tipo 500 .

    (Traduzido de italiano pelo Google Translator)


    Entretanto, encontrei um modelo, o qual o proprietário alega ter sido fabricado em Janeiro de 1959, cujo número de chassi é superior em cerca de 30.000 unidades. Portanto, assumindo que eram marcados sequencialmente, o meu terá sido concerteza fabricado ainda em 1958, antes da introdução das referidas alterações.
     
    Hugo_Fiat 242 gostou disto.
  16. E começou a reconstrução...

    Em grande parte, remendar o que foi mal feito, os podres nem são assim tantos... Muitas zonas com chapas sobrepostas, o que vai obrigar a mexer no carro todo.

    O que aparentava estar em bom estado, com a passagem pelo jacto de areia demonstrou ser o início de uma bela aventura.

    Aqui ficam algumas fotos.


    Reconstrução do painel do pneu suplente.

    portalClassicos011.jpg

    portalClassicos012.jpg

    Reparação da cova da roda

    portalClassicos013.jpg

    Vejam lá a quantidade de remendos que já tinha...

    portalClassicos014.jpg

    portalClassicos015.jpg

    E os fundos, pelo menos isto não é surpresalaugh.png

    portalClassicos016.jpg

    portalClassicos017.jpg


    Cumprimentos,
    Bruno Dias
     
  17. força com isso pá
     
  18. Meu caro:

    Os Fiats tem destas coisas eheheh mas depois fica bem.
    Se me permite uma observação, não seria melhor soldar uns ferros, para escorar o carro evitando que não haja empenos.

    Nada de desistir.


    Cump

    Claudio
     
    Helio Fernando gostou disto.
  19. Boa, boa, não sabia essa do travão de mão na caixa! A dos números de registos e das respectivas datas é um mistério a investigar a sério!cool.png
     
  20. Força com esse restauro ;)
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página