Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Fiat 850 - 50 Anos De História (1964-2014)

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por João Luís Soares, 27 Mai 2014.

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por João Luís Soares, 27 Mai 2014.

  1. Foi em Maio de 1964 que a Fiat apresentou um dos modelos mais conhecidos e vendidos da marca - o Fiat 850.

    Fica aberto o tópico para comemorarmos o cinquentenário deste carro.

    Para já, fica um vídeo de época:

    https://www.youtube.com/watch?v=TECWRZkPbM0
     
  2. Vamos despejar um pouco de História deste modelo da FIAT, um carro excelente .
     
    Helio Fernando gostou disto.
  3. Efetivamente, o Fiat é um GRANDE pequeno CARRO.

    Desde o dia 8 de Agosto de 1969, que existe na minha familia, uma viatura igual.

    Na altura, o carro foi comprado no Stand Clemente, Rua de Serpa Pinto no Porto.
    Lembro-me bem do dia, Tinha 7 anos de idade na altura. Quando meu Pai o foi buscar, novo, chegou a casa e o conta-kms indicava 8Kms.
    Foi com este carro que eu, e minha familia conhecemos este Pais. Percorremos varias centenas de kms em pleno verão, carregado, sem nunca nos deixar apeado. Mecanica simples, carroçaria monobloco era e é, um carro que ja tinha alguns avanços tecnologicos. A versao berlina que possuo ja tem afinação automatica de travoes. Supensao independente às quatro rodas.
    O carro tem neste momento 45 anos. A sua vida, util, nao foi facil. Ficou ate 1990 na garagem estrela. depois, foi para debaixo de um coberto ate, 2003. A partir daí, fui capaz de , aos poucos, devolver-lhe a sua beleza. Demorou 3 anos a ficar como hoje se encontra. É o meu brinquedo.
    Para alem de ser o meu brinquedo, é nos dias de hoje uma recordação de meu Pai.
    Sempre que o tenho na garagem, vejo-o sempre sentado no carro.................. enfim..........
    Espero sinceramente, ser capaz de manter o carro sempre como deve ser.

    Feliz ANIVERSARIO ehehehe
     
  4. Ficheiros Anexados:

  5. Que espectáculo, será mesmo? A história desse brinquedo deve ser interessante, alguém o conhece?

    Obrigado pela partilha! Um abraço!
     
  6. Afinal quantos é que cabem dentro de um Fiat 850?laugh.png

    o 1º offtopiclaugh.png
    O meu pai e o meu tio (tinha um Fiat 600) afirmam a pés juntos que cabem 5 pessoas no carro, quase parece mentira quando vejo carros deste tamanho como o Fiat 850 ou então o 500biggrin.png

    Gosto deste modelo graças ao Maurolaugh.png
     
    joao ruivo quelhas e Hugo_Fiat 242 gostaram disto.
  7. João, eu andei com mais 5 dentro de um 850. Já era adolescente e o meu irmão do meio também...

    A minha avó teve um Coupé e chegaram a andar os pais e 5 filhos lá dentro.
     
  8. Das duas uma ou eram "magritos" ou ficavam todos "apertados"laugh.png
     
  9. O 850 é um carro pequeno mas bastante espaçoso por dentro.
    Cabem 5 pessoas dentro de um carro destes.
    Mas por vezes levavam mais que 5p, pois não havia melhor (dentro do preço) e os tempos eram outros.
     
    João Duque e Hugo_Fiat 242 gostaram disto.
  10. O meu avó contava-nos de duas viagens que fez a França, uma de 600 (ainda de portas malcriadas) e outra de 850; em ambas recordo-me de o ouvir dizer que iam cinco pessoas no carro; a minha mãe confirma isso no caso do 850.
    Sobre o 850 não me lembro de grandes elogios, mas sobre o 600 (não sei se o primeiro, se o segundo) recordo-me de ele dizer que tinha uma 3ª velocidade que era excepcional e nem o 127, nem no Uno igualaram a versatilidade daquela caixa. Nota: o meu avó percebia o básico de mecânica e o seu interesse por carros limitava-se, de vez em quando, à lavagem dos mesmos; portanto, tudo isto deve ser encarado como mera opinião 'na óptica do utilizador'.
     
    Claudio Vilas e João Duque gostaram disto.
  11. Não tenho especial experiência familiar com automóveis pequenos, a família é grande e as 'banheiras' predominavam. Do 850 posso dizer que foi o primeiro carro de uns amigos, já no início dos anos 80, que sendo professores em início de carreira estavam colocados em Celorico de Basto e partilhavam o 850 num total de 4 adultos fazendo diariamente Porto-Celorico-Porto. Não me lembro de ver o 850 avariado, e sempre que se juntam falam com saudade dessas viagens.


    Na altura o numero de pessoas dentro de um automóvel não era limitado pelo numero de cintos de segurança como hoje é.

    Terá sido o ultimo FIAT RR? E através da 900T o ultimo RR arrefecido a água europeu ocidental?
     
    João P Silva e Hugo_Fiat 242 gostaram disto.
  12. Eduardo, também fiquei curioso, certamente que terá uma história interessante mas não terá nada a ver com o Monte-Carlo!

    Hoje durante a hora de almoço estive a pesquisar por esse carro e encontrei o seguinte:

    - Miniatura à escala 1:43Ver anexo 339091Ver anexo 339092

    - E http://rallyemontecarlo1965.unblog.fr/ com informação sobre o Monte-Carlo de 1965.

    Realmente nesse ano participou um 850 com o numero 243, mas não foi o único, também participou outro com o numero 259 mas não chegaram ao fimph34r.png

    Ver anexo 339093Ver anexo 339094Ver anexo 339095Ver anexo 339096

    Como se pode ver na lista de inscritos, só duas equipas portuguesas participaram, grandes nomes do automobilismo nacional com duas grandes máquinas, mas que também não chegaram ao fim.

    Ver anexo 339097Ver anexo 339098Ver anexo 339099Ver anexo 339100Ver anexo 339101

    Resultado final do rali em questão:

    Ver anexo 339102Ver anexo 339103

    Por tudo isto concluo que o 850 que encontrei em Braga, é uma réplica, legítima e nada ultrajante, do numero 243 que esse sim terá aquelas histórias que gostaríamos de conhecer.

    Grande abraço!
     

    Ficheiros Anexados:

    • 1.jpg
      1.jpg
      Tamanho:
      73.1 KB
      Visitas:
      0
    • 2.jpg
      2.jpg
      Tamanho:
      189.1 KB
      Visitas:
      0
    • 3.jpg
      3.jpg
      Tamanho:
      20.2 KB
      Visitas:
      0
    • 4.jpg
      4.jpg
      Tamanho:
      157.1 KB
      Visitas:
      0
    • 5.jpg
      5.jpg
      Tamanho:
      32.4 KB
      Visitas:
      0
    • 6.jpg
      6.jpg
      Tamanho:
      174.8 KB
      Visitas:
      0
    • a.jpg
      a.jpg
      Tamanho:
      400.1 KB
      Visitas:
      0
    • b.jpg
      b.jpg
      Tamanho:
      481.4 KB
      Visitas:
      0
    • c.jpg
      c.jpg
      Tamanho:
      473.3 KB
      Visitas:
      0
    • d.jpg
      d.jpg
      Tamanho:
      328.7 KB
      Visitas:
      0
    • e.jpg
      e.jpg
      Tamanho:
      372.4 KB
      Visitas:
      0
    • f.jpg
      f.jpg
      Tamanho:
      64.3 KB
      Visitas:
      0
    • g.jpg
      g.jpg
      Tamanho:
      194.9 KB
      Visitas:
      0
  13. Excelente trabalho! Obrigado por partilhares esta pesquisa toda. Sim, deve ser uma evocação de um desses participantes, não deixa de ter a sua piada e evoca um momento que faz parte da história deste modelo.

    Eu fiquei desconfiado porque o modelo em questão já tem adições que não são de um 850 original, especificamente a grelha dianteira, mas nunca se sabe...

    Um abraço!
     
  14. O último Fiat RR foi o 126, que era refrigerado a ar. O 126 Bis, no final dos anos 80, passou a ser refrigerado a água.
     
  15. Ficheiros Anexados:

  16. João Duque gostou disto.
  17. Memórias dos meus Fiats 850 Coupé, o EC-99-98 e o GL-40-68, algures entre o final dos anos 80 e o início dos anos 90.

    Sempre que gostei de um carro repeti a dose e estes foram dos que mais prazer me deram a conduzir.

    Ficaram-me para sempre na memória as sucessivas viagens entre a praia do Guincho e Colares pela estrada do Cabo da Roca sempre em contra brecagem numa sucessão de curvas e contra curvas aproveitando o piso liso e escorregadio que a estrada então apresentava.

    Travagem forte guinada no volante para fazer descolar a trazeira e pata fundo até à próxima curva e aí repetir outra vez. Inebriante.

    Saudade das estradas sem carros e....... do Fiat 850 Coupé.

    Parabéns pequeno grande carro.
     

    Ficheiros Anexados:

  18. Uau que maravilha! Esta gama do F850 é fenomenal Vítor Patrício, obrigada pela Partilha.cool.png
     
  19. Ambos brancos e ambos lindos!

    Há por aí mais umas fotos?
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página