Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Fiat 2100 Familiare... o famigerado 6 cilindros!

Tópico em 'Fiat' iniciado por Eduardo Relvas, 3 Jun 2008.

Tópico em 'Fiat' iniciado por Eduardo Relvas, 3 Jun 2008.

  1. Olá a todos!

    Vamos lá então revelar finalmente qual o novo ingresso na minha garagem!

    Aqui ficam as pistas, agora vamos ver quem lá chega primeiro... :D

    - Tem um motor de 6 cilindros;
    - É de 1960;
    - É um modelo raro, mesmo no seu país de origem.

    Começa o concurso... :D

    P.S.: O João Luís Soares e o João Bento não podem participar... :D

    Um abraço a todos!
     
  2. Para quem é fanatico por Fiat, talvez este...
     

    Ficheiros Anexados:

  3. Austin Healey? o_O
     
  4. Tem 5 portas... ;)
     
  5. Era bom era... :D

    Mas se fosse um A-H, de certeza que não escolhia os de 6, porque acho os de 4 cilindros (100/4) infinitamente mais bonitos!

    Abraço!
     
  6. Mas suspeito que o motor seja este...
     
  7. Numa carroçaria de 4 portas só pode ser este.
     

    Ficheiros Anexados:

  8. Exactamente! Agora falta é atinar na carroçaria... :D
     
  9. Disparate faltava a 5ª porta!!!
     

    Ficheiros Anexados:

  10. Tendo em conta que tem 5 portas penso que seja algo como isto

    fs_1960_fiat.jpg
     

    Ficheiros Anexados:

  11. Espero que esteja num estado mais parecido com o da minha foto...
     
  12. Yep... acho que podemos declarar um empate! :D

    É de facto uma Fiat 2100 Familiare!

    Este projecto, no entanto, vai ser algo que ainda irá demorar muito tempo a concretizar, por vários motivos:

    - Falta de espaço actual na garagem;
    - Ainda nem vi a carrinha ao vivo... :D
    - Antes de vir a carrinha ainda vai vir uma berlina que vou canibalizar para peças;
    - E ainda a eterna falta de liquidez que atrasa tudo e mais alguma coisa... o_O

    Ainda assim, agora que fechei o negócio e tenho os documentos na minha posse, achei que era altura de revelar qual era o objecto deste restauro.

    Aqui fica uma foto de uma similar:

    18p7_10.jpg

    Para mim estes modelos são de uma elegância soberba, e na altura eram o topo de gama da Fiat, um carro de luxo sem paralelo actual. Para terem ideia do nível de exclusividade destes modelos, as 2100/2300 Familiares eram vendidas em Inglaterra pelo stand de Jack Barclay em Londres, concessionário Rolls-Royce e Bentley, como segundos veículos ou para as suas esposas... B)

    Uma das coisas que mais adoro é o tablier estilo "space age" tão anos 50...

    1800_5_6.jpg

    Um pormenor delicioso das Familiares é o compartimento traseiro com acabamentos bastante cuidados, e a tampa da mala que abre em separado, o vidro para cima e a chapa para baixo...

    1800af_b3.JPG

    Um abraço a todos!
     

    Ficheiros Anexados:

  13. Depois da parte desportiva, temos agora a vertente familiar...

    Parabéns Eduardo, é um belo carro, ou antes uma carrinha.
     
  14. Infelizmente não, mas também não está muito má (um amigo meu já a esteve a inspeccionar mas esqueceu-se de levar a máquina dele...). Quando cá chegar eu logo digo em mais pormenor, mas por agora só tenho fotos do dador de peças, esse sim está bem maduro... o_O

    2100.jpg

    Um abraço!
     

    Ficheiros Anexados:

  15. Caro Paulo,

    Obrigado! Sempre gostei imenso de carrinhas, e acho que muitas vezes não lhes dão o devido valor e apreciação. Eu comprei estes dois por preços ridículos, e são raríssimos, já para não falar que eram estupidamente caros quando eram novos. Não sei ao certo quantos terão vindo para Portugal, mas devem ser muito poucos mesmo, seja de que série forem.

    Quanto à história da vertente desportiva, eu não sei se entretanto não me deixarei render ao "hot-rodder" que vive algures dentro de mim, porque sei onde ir buscar um motor do 2300S Coupé que era preparado pela Abarth com dois Weber duplos, e que debitava 136 cv... :p

    Uma coisa sei, não vou ser escravo da originalidade, como sempre tenho pregado. Os meus carros são construídos para conduzir e dar prazer sem receios de qualquer espécie. Por isso estou a planear algumas modificações para melhorar o uso regular. As primeiras são as mais óbvias que faço em todos, ignição electrónica, faróis de halogéneo, bomba de gasolina eléctrica.

    Depois virão as mais profundas. O motor do 2300S é uma hipótese, ainda vou namorar a ideia de uma instalação de AC da VintageAir, e o resto logo se vê.

    Mas de visual, aí sim vou ser obsessivamente guiado pelo visual correcto. Estas carrinhas são lindas (pelo menos eu acho... :D), não quero nem vou aldrabar nada visível.

    Um abraço!

    P.S.: Não esperem em pé por notícias de avanço deste restauro, que a margem temporal para a realização do projecto foi fixada em 10 anos... :D
     
  16. parabéns pela quase certa aquisição B)
    é uma bela máquina e um projecto interessante :blink:
     
  17. As carrinhas sempre foram um pouco as "mal-amadas" por parte dos apreciadores de viaturas clássicas, salvo as excepções feitas às "shooting breaks".

    Eu próprio tenho andado a "namorar" uma Volvo de 76 porque quero ver se começo a convencer a minha mulher que para os passeios de fim-de-semana com os nossos dois filhos é a melhor opção, isto logicamente para não termos de ir de Picasso.

    Acho que foi uma belíssima escolha Eduardo, já agora, qual é a cor ou cores?
     
  18. As cores averbadas no livrete são cinzento e preto, mas o esquema de cores é exactamente o mesmo do dador de peças, logo o "cinzento" é um azul claro, isto advém da limitada escolha de cores que antigamente se podia empregar nos livretes nacionais...

    Eu adoro a ideia de uma carrinha clássica em vez de uma moderna. Este modelo é muito espaçoso, com amplas superfícies vidradas que dão uma excelente visibilidade e tornam o interior muito agradável. Além disso, os bancos são verdadeiras poltronas, muito confortáveis. E tinham de ser, porque este era um verdadeiro granturismo à moda da Fiat...

    Um abraço!
     
  19. Mais algumas informações interessantes:

    O motor desta série é um 6 cilindros em linha projectado pelo mesmo senhor responsável pelo motor do meu Spider, o famoso ingegniere Aurelio Lampredi, também conhecido por ter desenhado uns quantos motorzitos para a Ferrari... :D

    18p9_3.jpg

    Se alguém que conhece os Fiat 1300/1500 tiver a impressão de ver algo familiar neste motor, não é ilusão... esta é uma das primeiras vezes na história em que se aplicou a ideia de motores modulares, uma vez que os 4 cilindros e os 6 partilham imensos componentes básicos, para simplificar a produção e a acessibilidade das peças.

    O motor em si também é bastante inovador, contendo um desenho de câmaras de combustão patenteado pela Fiat e denominadas de "poliesféricas", um desenho cujo objectivo era combinar da melhor forma possível as vantagens de uma câmara hemisférica com a distribuição tradicional com válvulas à cabeça mas árvore de cames lateral.

    Cilindrada: 2053 cc (77 mm diâmetro, 73,5 mm curso)
    Potência máxima: 95 CV
    Caixa: de 4 velocidades totalmente sincronizadas
    Tracção: traseira (claro!)
    Velocidade máxima: 150 km/h (aprox.)

    1800af_f1.jpg

    A gama originalmente lançada em 59, era constituída pelos modelos 1800 e 2100, com carroçarias berlina e familiare. Havia ainda uma versão com carroçaria especial cuja denominação inicial era 1800 Speciale 2100, passando posteriormente a 2100 Speciale.

    Foi revista de forma profunda em 1961, dando origem ao 1800B e o 2100 evoluiu para o 2300. A versão Coupé teve origem numa proposta da Ghia, que usou uma plataforma de 2100, mas que foi produzido em série na plataforma do 2300. A performance modesta levou a Fiat a recorrer aos préstimos da Abarth, que resultaram então no 2300 S Coupé com 136 cv.

    No 2300 já eram incluídos 4 travões de disco (Girling) com servo-freio, alternador, e as opções de ar condicionado e caixa automática.
     

    Ficheiros Anexados:

Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página