Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Fiat 124 - Clássico do Mês de Maio de 2009

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por João Luís Soares, 11 Mai 2009.

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por João Luís Soares, 11 Mai 2009.

  1. Durante o próximo mês, o carro em destaque aqui no Portal será o Fiat 124, em todas as suas variantes.

    São muitas, por isso espera-se que os proprietários, e não só, coloquem cá muita informação!

    Como primeira foto fica uma das versões mais raras deste carro. Um cabriolet de 2 portas e 4 lugares desenhado pela Carrozeria Touring.
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Um 124 impecavél visto em Vila do Conde na altura da Super Especial da Póvoa 2008..
     

    Ficheiros Anexados:

  3. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Fiat 124S para venda..
     

    Ficheiros Anexados:

  4. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Pessoal, há 20 Fiat 124 nas garagens do Portal: berlinas, carrinhas, spiders e coupés.

    Toca a pôr aqui informação!

    Eduardo Relvas, Pedro Matos, Ricardo Teixeira (sei que conheces bem o modelo), etc...
    Cheguem-se à frente!!
     
  5. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Já mandei uma MP ao Eduardo Relvas, vamos ver quando é que ele pode vir cá, é um verdadeiro entendido em Fiat´s 124..
     
  6. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Olá Zé,

    Lá descobri o tópico, andava meio á nora a ver dele... ultimamente tenho andado pouco atento ao Portal, o trabalho a isso obriga.

    A ver se amanhã consigo um bocado à noite para falar mais sobre este Fiat ainda tão pouco apreciado que é o 124.

    O 124 da foto de cima não é um 124 S, mas um 124 normal, o tipo que o anunciou enganou-se.

    Para começar digo já que foi um modelo de bastante impacto (Carro do Ano em 1966) graças à sua inovação tecnológica (suspensões de desenho sofisticado, motores bem concebidos, travões de disco às 4 rodas, boa performance...) e aos seus preços muito concorrenciais.

    Foi um best-seller da sua categoria, e com performances acima mesmo de alguns modelos de cilindrada superior. Como ponto negativo era sempre apontado um consumo elevado em face da cilindrada. Hoje é considerado feio e "quadrado", o que no meu ponto de vista é injusto, pois até é uma linha muito elegante.

    Recentemente o Jeremy Clarkson, apresentador do famoso "Top Gear", considerou-o um dos melhores "sport saloon" de sempre.

    Teve ao todo 6 modelos distintos em produção, com várias séries, a saber:

    - 124 Berlina (1197 cc, 60-65 cv)
    - 124 Familiare (idem)
    - 124 Special (1438 cc com came no bloco, 70 cv)
    - 124 Special T (1438 ou 1592 cc twin-cam, 80-95 cv)
    - 124 Sport Coupé (1438, 1608, 1592, 1756 cc twin-cam, 90-118 cv)
    - 124 Sport Spider (1438, 1608, 1592, 1756, 1995 cc twin-cam, 90-135 cv)

    Bem, agora tenho de voltar ao trabalho... amanhã aprofundo mais o tema.

    Um abraço a todos e parabéns pelo modelo escolhido... é certamente o meu favorito!
     
  7. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Já agora, um dos meus clips de vídeo favoritos de sempre:

    YouTube - Lada Sideways

    Eu sei que é um Lada, mas é baseado no 124, e aqui vemos celebrada em grande estilo a sua excelente condução e maneiras de carro de tracção traseira... :p

    Um abraço!
     
  8. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Eu avisei...

    Agora este tópico nunca mais vai ser o mesmo!

    Amanhã ponho cá fotos dos meus Fiat 124 à escala 1:43.

    Se tiver oportunidade também vou vasculhar as caixas à procura de fotos dos 3 que o meu avô teve: um 124 berlina (1197cc), um 124 Sport Coupé AC (1438cc) e um 124 Sport Coupé BC (1608cc)...
     
  9. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Vídeo espectacular e música espectacular também!

    O gajo que conduz tem unhas e tem estilo a dominar o Lada...
     
  10. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    ui... se fosse um Panda.... é que era :)
     
  11. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Essa carroceria é linda JoãoB)
     
  12. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Tive um 124 que comprei a um tio em 1985, o carro era de 1969 (Maio) a sua cor original era branco e tinta o tejadilho em vinil preto, esse meu tio mais tarde mudou a cor ao carro pintou de vermelho, mantendo o tejadilho em vinil (antigamente havia pessoal que arrancava o vinil e pintava tudo de uma só cor), tive esse carro até 1991, deu-me algumas dores de cabeça, como queimar juntas de cabeça, não pegar enfim, vendi o carro a um sujeito que o levou para o Alentejo para fazer picadas pelos montes e depois regressou à Amadora e lá ficou à porta do dito durante uns 2 anos, até que a Camara o levou para o depósito, o proprietário nunca o reclamou e a esta hora já era 124...:(-
    Consumos, este fazia aí uns 7,5/8 litros 100Km, agora que era espaçoso e tinha um autêntico malão, fartou-se de trazer sacos de batata da santa terrinha para a capital.:D

    Deixo aqui uma foto dele em 1990 ao lado de um BMW, a menina da foto é a minha esposa:feliz:
     

    Ficheiros Anexados:

  13. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Bem, vamos lá então pôr a história do 124 de pé.

    O modelo foi o primeiro de muitos que na época, à falta de melhor ideia, ficaram com a denominação do código de projecto interno da Fiat. Esta numeração tinha sido reiniciada no pós-guerra, com os números iniciados em 1 para os ligeiros e o 2 para os pesados. O primeiro projecto novo foi o 100, mais conhecido como Fiat 600. O 101 foi o 1400, o 102 foi um projecto abortado de veículo topo de gama, e o 103 foi o 1100... e por aí fora.

    [​IMG]

    O 124 surge como substituto do 1100 (acima), carro de segmento médio bastante bem sucedido (foi o primeiro Fiat a ser produzido em mais de um milhão de unidades, proeza que o 600 só viria a conseguir mais tarde). No entanto, já nesta altura surge a ideia de, com uma plataforma de motores polivalente, conseguir produzir modelos ligeiramente acima deste segmento e assim resolver parcialmente também a sucessão dos 1300/1500, bem como as carrinhas e versões desportivas destes modelos.

    A carroçaria representa o primeiro grande avanço ao ser mais larga, mais comprida, mais espaçosa, com maior visibilidade em todo o perímetro e mais baixa que o 1100, mas ainda assim resultar significativamente mais leve.

    Aurelio_Lampredi_e_Gioachino_Colombo.jpg

    Os motores serão da autoria do Ingegniere Aurelio Lampredi (acima à esquerda, juntamente ao seu colega e rival Gioachino Colombo), desde 1955 instalado na Fiat após a infame "debandada" nesse mesmo ano quando vários projectistas se insurgiram contra Enzo Ferrari e foram despedidos da sua empresa.

    O motor por ele concebido de raiz para o 124 é uma unidade excelente, e que na altura era bastante avançado. Como sinal de um cuidado desenho, a cambota tem 5 apoios, ao contrário dos 3 que era comum ver-se nos motores de 4 cilindros da época. É também muito mais robusto que o motor do 1100, embora consiga ser bastante mais leve.

    A versatilidade é um traço de raiz, pois foram desde o início projectadas 3 variantes:

    - o "1200", que equiparia o 124 normal e a carrinha
    - o "1400" da versão "luxo"
    - o "1400 bialbero" para as versões desportivas que já faziam parte do elenco.

    Os 1200 e 1400 são arquitecturas mais simples e conservadoras, com árvore de cames no bloco, mas é um motor muito bem conseguido. Na primeira versão, o 1200 produz 60 cv, que mais tarde com ligeiras revisões passariam a 65.

    O 1400 e o 1400 bialbero são baseados nas mesmas dimensões de base, que permite que os blocos de ambos sejam rectificados nas mesmas máquinas. Aliás, a cilindrada é perfeitamente idêntica, mas os motores são completamente diferentes da cambota para cima.

    O motor bialbero ou twin-cam é um dos clássicos intemporais da engenharia automóvel, e será a primeira versão de uma longa e extremamente bem sucedida família de motores de cariz desportivo, e apresenta um desenho extremamente cuidado. Desde as câmaras de combustão hemisféricas, o tipo mais eficaz, passando pelo desenho da cabeça em crossflow, as duas cames à cabeça movidas por uma correia de distribuição (o primeiro motor produzido em grande escala a fazer uso desta solução) e outras soluções de primeira, este motor estava desde o primeiro instante destinado a ser um vencedor. Será o motor mais bem sucedido de toda a história do Mundial de Ralis, já que no total levou à conquista de 10 títulos mundiais!

    1862_12.jpg

    A primeira versão produz uns excelentes 90 cv a partir dos mesmos 1438 cc que no motor 1438 de came no bloco apenas liberta 70.

    Falando do chassis, a suspensão dianteira segue o que de melhor se faz em desenhos deste tipo, com dois triângulos sobrepostos e o conjunto mola/amortecedor alojado no interior, algo que só surgia nos melhores desportivos. Na traseira, surge ainda um eixo rígido (economia a quanto obrigas), mas muito bem localizado, podendo mesmo dizer-se que seria o avôzinho dos modernos "multilink". Na primeira versão, equipa ainda ambos os eixos com barras estabilizadoras.

    124section_350.jpg

    Mas a grande novidade, que era totalmente inédita, aparece no campo da segurança activa ao ser o primeiríssimo carro deste segmento a ser equipado, em todas as versões, com travões de disco às 4 rodas, o que conferia uma segurança e potência de travagem muito além de qualquer concorrente. Entre todos estes elementos, tem-se os ingredientes que compõem um excelente chassis, que confere total confiança ao condutor e um comportamento dinâmico excelente.

    A segurança continua a ser um tema explorado activamente pelos engenheiros da Fiat, que nele introduzem inovações como colunas de direcção articuladas, servo-freios, entre outros. Inclusivamente já se executam alguns crash-tests, com vista à melhor adequação da protecção dos passageiros contra o impacto.

    (continua)
     

    Ficheiros Anexados:

  14. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    O projecto base do 124 não começa de raiz neste formato.

    O chefe do Ufficio Tecnico, Dante Giacosa, quer à viva força propôr um modelo de tracção dianteira, que após muitas revisões culmina no projecto 123E4, com um motor transversal (colhendo a experiência do Autobianchi Primula).

    Alternativamente, o chefe da área de Produção, Gaudenzio Bono, cria uma equipa própria com vista a seguir uma arquitectura mais convencional, logo mais económica de produzir mas também mais antiquada.

    Quando as duas propostas são finalmente apresentadas ao presidente da Fiat, este decide que a solução ideal é pegar na proposta de Bono e juntar-lhe alguns pormenores mais inovadores da proposta de Giacosa. Este último fica então encarregue de "casar" as ideias, e surge então o projecto 124.

    olio_1110572021_fiat_124_101.jpg

    Apresentado em Genebra em princípios de 1966, é imediatamente coroado com o galardão de Carro do Ano.

    Nos meses seguintes, prosseguem os testes e desenvolvimento das outras versões. Em Novembro são apresentados formalmente no Salão de Turim o 124 Sport Spider e a 124 Familiare.

    124-3.jpg

    FHA180_124StationWagon1972-1974_1024.jpe

    Em Genebra no ano seguinte, aparecem as versões 124 Sport Coupé e o 125, uma berlina de luxo que é uma mistura da carroçaria do 124 com a plataforma do velho 1500 e uma evolução do bialbero para 1600 cc, destinado a "tapar o buraco" entre o modelo anterior e o projecto 132 que ainda estava demorado.

    800px-Fiat_124-Sport-Coupé_Mk1_Front-view.JPG

    fiat_125.jpg

    Mais tarde, aparecem então as versões "intermédias" do 124, que serão o 124 Special (ou abreviadamente 124 S), que é uma versão de acabamentos mais luxuosos do 124 berlina, e que viria equipado com o motor 1400 de came no bloco, e o 124 Special T (onde o T significa twin-cam), que tem uma versão "soft" do motor dos 124 Sport, com apenas 80 cv, mas de índole marcadamente mais desportiva que o Special. Visualmente existem muito poucos pormenores que distinguem as duas versões, pois usam a mesma carroçaria.

    fiat_124_special.jpg

    No 124 Special T surge em finais de 72 a versão 1600, que usa o motor do entretanto apresentado Fiat 132, sendo que a versão 1400 é então descontinuada. A nova motorização debita 95 cv, o que leva novamente o 124 ST para o vértice da performance na sua categoria, dando mais umas dores de cabeça à Alfa Romeo, que entre este modelo e o 125, tem motivos para fazer revisões à gama dos Giulia.

    fiat_131.jpg

    Os 124 berlina e familiare serão descontinuados em 1974, para serem substituídos pelo moderno 131 Mirafiori, que no entanto representa nalguns pontos um retrocesso, como no caso dos travões, já que nos modelos mais baixos da gama voltam a surgir tambores nas rodas traseiras...

    O 124 Sport Coupé conhece 3 versões, a última das quais sai de produção em 1975 (na Seat em 76). O 124 Spider será produzido pela Fiat até 1982, mas a Pininfarina continua a fabricá-lo sob a sua própria marca até meados de 1985, sendo um caso de sucesso mundial.
     

    Ficheiros Anexados:

  15. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Um carro mundial?

    O 124 é um carro verdadeiramente mundial, já que foi produzido em largos milhões de unidades entre todos os seus derivados e exportado para todos os cantos do globo.

    A própria Fiat vendeu o 124 em mercados um pouco por todo o mundo, e vendeu a licença de construção deste projecto a vários consórcios.

    Foram produzidos derivados do 124 na Rússia (Lada), em Espanha (Seat), na Índia (Premier), no Egipto (Lada-Egypt), na Bulgária (Pirin-Fiat), na Turquia (Murat 124) e na Coreia do Sul (Fiat-KIA 124).

    Ainda hoje é possível comprar um derivado do 124 novo no Egipto ou na Rússia. São frequentemente acusados de ser antiquados, mas continuam a ter sucesso em virtude da sua facilidade de manutenção e robustez.

    Só na Rússia, sob a égide da Lada, já foram produzidos mais de 14 milhões(!!!) de derivados do 124... o que sem dúvida contribuiu para a má imagem do brilhante modelo original.

    Um abraço a todos!
     
  16. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Belíssima história!

    Desconheçia!

    Eduardo, quantos 124 já teve?
     
  17. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Olá Zé,

    Obrigado! Ainda levou um bocado a escrever tudo, não foi copiado de lado nenhum, foi de cabeça... Ainda tenho é de ir corrigir algumas fotos que não estão a abrir, só reparei agora.

    Já tive imensos 124's. Assim de cabeça, tive uma 124 Familiare (que deixou muitas saudades), dois 124 Coupé, e uns 6 ou 7 124 Spider. Curiosamente, ainda nunca tive uma Berlina. Estou agora com um 124 Special debaixo de olho, mas ainda nada definitivo.

    Desde o meu primeiro Spider, fiquei fã do 124. O facto de ser um modelo tido como "patinho feio" ainda me fez gostar mais dele. E não acho que seja feio, a linha é bastante elegante. Depois, ainda por cima, com aquelas mecânicas fabulosas e tracção traseira, selou-se a paixão. Adoro as maneiras do chassis, o cantar dos motores, e as linhas. Além disso, é super confortável, espaçoso, robustíssimo e mais que capaz de ainda hoje servir diariamente (que como todos sabem é o que faço com o meu Spider).

    Para mim é um modelo com um encanto enorme, e penso que jamais voltarei a estar sem pelo menos um 124 na minha frota. O 124 Spider que tenho agora dificilmente o venderia, e ainda quero arranjar outro para compartilhar o serviço diário com ele. Não quero modernos, e não quero nada de tracção dianteira, porque prezo acima de tudo o meu prazer de condução. Se um carro não me der gozo, não me serve de nada.

    Um abraço!
     
  18. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    Eduardo, se puderes põe cá fotos dos 124 que tiveste...

    Sobretudo da Familiare e dos Coupés!
     
  19. Re: Clássico do mês de Maio de 2009 - Fiat 124

    xxxxxxxxiiiiiiiiiiiiii!!!!! Eduardo eras sócio da Fiat!!!!??? bem ganda camada de 124´s... obrigado pela boa descrição dos 124... obrigado...
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página