Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Duvida Em Pintura

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por bruno m fontinha, 14 Nov 2013.

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por bruno m fontinha, 14 Nov 2013.

  1. Tenho a seguinte duvida:Estou a recuperar um futuro classico,em bom estado de carroçaria mas como todos tem uns pontos de ferrugem.Tem ferrugem no tejadilho e na zona interior do carro,o resto esta em bom estado.Neste caso estou a ponderar uma decapagem manual,produto decapante em gel.A questao é,depois destas zonas levadas á chapa,para dar um acabamento semelhante á metalizaçao,o que acham de utilizar spray de zinco nessas areas?
     
  2. Boas Bruno,
    Eu não aconselho que depois da decapagem de um carro faça qualquer acabamento tipo zincagem porque isso só fará com que o primário que colocar em cima da chapa não vá aderir correctamente à chapa e a surpresa no fim de um tempo não vá ser agradável.
    Na prática, uma chapa decapada não pode levar mais nada senão primário e/ou ainda produtos apropriados anti ferrugem e os que previnam a ferrugem. A chamada zincagem que nós fazemos só é aplicada a nível da estrutura da carroçaria ou seja nas tubulações e quadros metálicos que seguram a carcaça e nunca sobre as partes a pintar (chapa).
    Pode no entanto colocar esse produtos nas partes internas das portas e no habitáculo mas sempre em lados que não leve pintura por cima. É que há muitos produtos que contêm um nível de compostos químicos que isolam a boa aderência da tinta e dos primários à chapa e foram feitos para se apresentarem no seu estado natural e não para pintar por cima.
    Após a decapagem tem já pouco tempo, pois, para começar a trabalhar antes que apareça a ferrugem novamente uma vez que o próprio decapante vai originar o aparecimento de ferrugem e porque a chapa ficou em contacto com o ar que contêm naturais níveis de humidade. A metalização feita em estruturas de viaturas é preparada para isso e não é feita com spray comercial.
    Cumprimentos
     
    Hugo_Fiat 242 gostou disto.
  3. Entao,o que se pode fazer para dar uma protecçao extra á chapa depois de decapada?Aplicar um removedor de ferrugem?Efectivamente eu ja tinha lido opinioes iguais a sua,utilizar os sprays em zonas pequenas e que nao levassem tinta,no futuro.Quis foi obter uma opiniao mais fundamentada.
     
    Hugo_Fiat 242 gostou disto.
  4. Caro Amigo,

    O que nós usamos para a prevenção de ferrugem só é utilizada em casos extremos em que a chapa requeira tal tratamento e mesmo assim só usada se acaso se verifique que a viatura está acima dos seus 10 a mais anos de uso. Não adianta colocar prevenção de e para a ferrugem se a carroçaria e/ou painéis não tiver sido devidamente tratada em ambas as faces uma vez que há partes em que a ferrugem é do lado exterior e facilmente desaparece com a decapagem e outras vezes descobrimos que a ferrugem é tanto do lado interior como do exterior e o tratamento tem que ser eficaz. Depende agora do estado da chapa em ambas as suas faces tal como sucede com uma moeda que tem dois lados.

    Se após a decapagem não verificar maiores presenças de ferrugem profunda pode começar a limpar a carroçaria com diluente mas nunca caia no erro de colocar as mãos sobre a chapa (a humidade do corpo humano afecta e adere às zonas) e certifique-se de que vai nas próximas horas e mais rapidamente possível cobrir essa chapa com primário, porque mal a chapa entre em contacto com o ar esta começa logo a ganhar humidade e, pois, ferrugem que vai ficar oculta e deixar a chapa de um dia para o outro ao ar é o pior que se pode fazer.

    Nas fábricas dos carros o ambiente geral de trabalho é bem controlado em termos de humidade e de pressão barométrica, pelo que pode estar exposta dias a fio antes de entrar nos tanques. Já em oficinas após a decapagem há o cuidado de trabalhar depressa porque a maioria não possui as torres de ar necessárias para controle de temperatura e humidade (o investimento é muito elevado).
    Pode após a decapagem cobrir a superfície com um bom antiferrugem que pode ser dado mesmo a pincel e após a secagem deste em 30 minutos pode cobrir com primário cataforese antes do primário aparelho que é o que fazemos, mas o primário cataforese não precisa nem pode ser lixado e vem já preparado para aplicar em cima da chapa.

    O funcionamento é a seguinte sequência: 1 - Decapar; 2 - Limpar a superfície com diluente; 3 - Uma demão de antiferrugem mesmo a pincel; 4 - Uma demão de Primário Cataforese bem aplicada na totalidade e à pistola; 5 - Duas demãos cruzadas de Primário Aparelho com espaço de tempo de secagem entre cada demão; 6 - Lixar Primário Aparelho (lixas de água 600, 1200 e 2000 e nesta ordem exacta) 7 - Limpeza total após lixar a água e secar superfícies com água limpa e panos livres de gordura e papel absorvente; 8 - Passagem de tela de limpeza antes de pintar; 9 - Primeira demão de tinta e Segunda demão após secagem da primeira demão com espaço de 15 minutos mínimos onde pode verificar erros e escorridos e rectificar se necessário; 10 - Duas demãos de Verniz também cruzadas (Caso seja necessário e consoante as tintas aplicadas).

    Logicamente que, aqui neste Post, eu só descrevo os passos iniciais e numa metodologia compreensível para todos os leigos e de fases, mas a lista obedece a uma sequência que tem a ver com os métodos de trabalho, química de qualidade, produtos de alto rendimento e um tratamento final antes de a viatura ser entregue imaculada ao cliente. Se eu fosse a revelar uma totalidade teria que colocar aqui qualquer coisa como mais de 400 fichas sendo cada uma delas só para cada passo dado porque isto é como um "tango doble" onde o pintor não pode andar a fazer experiências dançantes se é que sabe mesmo o que é pintura.

    Por "Demãos Cruzadas" entende-se dar uma demão numa só direcção e a seguinte demão em direcção contrária à primeira. (Primários, Tintas e Vernizes podem e devem ser dados cruzados e garantem melhor cobertura e adesão à chapa para além de maior resistência e elevada durabilidade).

    Note, ainda, que a ferrugem tem que ser verificada dos 2 lados da chapa e totalmente eliminada de imediato quer por substituição da chapa (quando esta se encontra com buracos e estado degradado) e não adianta nada gastar produtos de combate à ferrugem sem que se elimine e trate eficazmente a chapa porque isso será o mesmo que lavar a cara ao carro e dar-lhe um aspecto novo porque isso é o mesmo que termos rugas e cabelos brancos e tentarmos disfarçar as mesmas com cremes e pinturas que só disfarçam o que é inevitável.sad.png

    Cumprimentos
     
  5. Com uma explicaçao tao bem elaborada e detalhada,pouco mais resta a fazer senao meter maos á obra e agradecer a ajuda.Obrigado Luis.
     
    Luis C Matos e Hugo_Fiat 242 gostaram disto.
  6. Fenomenal esta explicação!

    Abraços
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página