Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Documentos Sachs Minor

Tópico em 'Motos e Motorizadas' iniciado por João Pereira Bento, 31 Jul 2015.

Tópico em 'Motos e Motorizadas' iniciado por João Pereira Bento, 31 Jul 2015.

  1. Preciso de ajuda,

    Tenho uma Sachs Minor de 1965 do meu bisavô. Tem livrete e tenho o documento da Câmara Municipal onde consta o registo.

    O problema é que o IMT não me aceita os documentos para atribuir nova matricula e transferir de propriedade.

    Tem uma matricula destas. Segunda a pessoal responsável do IMT em Leiria não dá porque o sistema só aceita matriculas com letras e números. Em Lisboa no IMT mandaram-me esquecer mota. :(

    img_203879402_1324493950_abig.jpg

    Alguém passou pela mesmo situação?
     
  2. HI
    O teu bisavô devia ter mudado a matricula por volta de 197?; salvo erro. Para a primeira série das matriculas amarelas ... depois em 198? e ainda sob a alçada das CM devia ter mudado para outra serie de matricula (também amarelas) mas com as "chapas" maiores ...
    É com esta "última" matricula e com o livrete das Câmaras Municipais que o IMT "trabalha" ...

    Mas o problema é que a "sachs" devia fazer parte da relação de bens (deduzo que o homem já morreu há muito tempo) para poder entrar em partilhas ... e depois ..... os "registos baterem certos" ...

    O meu sogro "ofereceu-me" a dele (de 1964) e assinou os papeis de venda. Depois fui a um comerciante de motorizadas aqui da zona, com o livrete (depois de muitas peripécias na CMFF), e ele tratou do resto.

    Como leigo na matéria não posso adiantar mais ... talvez um advogado consiga fazer isso mas ... vais ter de pagar ..... :D::D:

    Post scriptum - A matricula mais antiga da minha é em forma de "coração"..........
     
  3. Obrigado,

    A situação está completamente legal. A câmara municipal foi aos arquivos e emitiu o documento em nome do meu avô onde constam os dados todos (levamos a habilitação de herdeiros na altura, filho único). Iniciei o processo de pedido de nova matricula,inclusive foi emitida uma (3?-PM-??) em nome do meu avô.

    Nunca informatizaram os dados para com a declaração de venda efectuar transferência de propriedade para meu nome. Está na minha posse e infelizmente no decorrer do processo o meu avô faleceu.

    Só recentemente recebi uma carta a dizer que não aceitam esse tipo de matricula. Estúpido porque foi atribuída uma nova matricula de imediato assim que se iniciou o processo.


    Há uma solução simples que é comprar uma com matricula amarela toda podre. Não o quero fazer :(
     
    Guilherme Bugalho gostou disto.
  4. Hi
    Se eventualmente não constar da relação de bens do teu avô penso que "podes" (ou quem de direito) pedir na AT para ser "acrescentada" .. (Motivo: "esquecimento")
    O melhor mesmo é um advogado ...

    A matricula "redonda" do inicio guarda para memória. Mas a matricula que substituiu essa devia ser uma tipo 1(2 ou 3)-ALC/??-?? e não esta 3?-PM-?? que me parece ser já das recentes (portanto actualizada) e como tal agora será apenas uma questão de direito sucessório ....

    Post scriptum
    http://www.imtt.pt/sites/IMTT/Portu...ocadematriculasatribuidaspelosMunicipios.aspx

    Agora só uma pergunta ... a "tua" sachs minor tem pedais ??? é que se tiver penso que não necessita de matricula ....

    Cumps
     
    #4 Guilherme Bugalho, 20 Ago 2015
    Última edição: 20 Ago 2015
  5. Muito obrigado pela ajuda.

    Não é preciso estar em relação de bens!

    Tenho o livrete em nome do meu avô através de uma certidão emitida pela câmara e foi ele que deu inicio ao processo. E tenho a declaração de venda assinada por ele.

    Só há aqui um problema é o sistema só aceitar matriculas do tipo 2ACB-69-69. Eu deixei a documentação toda correcta na altura e atribuíram de imediato matricula a tal actual (30-PM-??). Só um ano depois é que recebo uma carta a dizer que não podiam concluir o processo porque o software só aceita matriculas com letras e números, caso contrário dá erro.

    Eu não preciso de um favor, advogado ou o quer que seja. Tenho tudo devidamente legal e apenas pretendia com a exposição no fórum encontrar alguém que tivesse passado pela experiência.

    Não tem pedais. Podia ter mas não tem.

    É possível passar de matricula em formato de coração para uma actual? Se sim, como? É apenas o que pretendo saber.
     
  6. Olha tens de apertar não com o IMT mas com a "conservatória" ..... "simplerrimo"; já tens a matricula moderna.
    Afinal se eu quiser vender a minha (no meu caso) "motorizada" que está legal, com matricula moderna ... não posso ????!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    O IMT já fez o que lhe competia .... atribuir a matricula .... agora é com a conservatória .... registar em teu nome

    Outro aspecto ... se tem pedais até nem era (segundo ouvi dizer - é) necessário matricula .....

    Havia um prazo para fazer essas "mudanças", e não sei se essas matriculas mais antigas estão "abrangidas" ...
    e/ou o facto de não ter sido feito atempadamente, e dado que as CM hoje já não o deverão poder fazer (penso eu de que ...)
    Directamente da de "coração" para as novas .... não "acredito" que seja possível ....
    Agora se na CM fizerem essa mudança ... da de "coração" para as "amarelas", depois podes pedir uma matricula nova (moderna) ... se entretanto o prazo não passou ... e as "multas/coimas" ...
     
  7. Eles atribuíram a matricula nova mas a que tem é a tal em formato de "coração". Só mais tarde me vieram dizer que não dá e não chegaram a informatizar as características para efectuar a transferência de propriedade.
     
  8. Trata isso por escrito ...
    Nada de "31 de boca" .... e de funcionários
    Expõe (por escrito e acompanhado de fotocopias dos vários documentos - principalmente do da matricula) ao director do IMT e solicita que seja concluída a informatização do processo ..

    Para as "motorizadas" não estão previstas inspecções "B"; senão lá te "rapavam" mais uns 180 aereos ...
    :D::D:
     
  9. Já o fiz, registada e com aviso de recepção!

    Com cópia do livrete do meu vizinho que tem uma igual do mesmo ano para provar as características todas. Só que tem matricula amarela. :)

    Deixei o meu telemóvel e ligaram. A senhora ficou muito indignada quando disse se tinha que ir ao OLX comprar uma mota de noite para tirar os documentos.

    Eu tenho mais problemas no IMT...

    - Dois Fiat 128 que os documentos não me chegaram a casa!
    - Um Fiat 128 com erro no livrete
    - Um tractor que há dois anos mudei de registo e não chegaram os documentos
    - Um tractor de rastos (não é Fiat) com os dados todos de um Fiat 127.
     
  10. Oh João ....
    A "indignação" da senhora entra-lhe por um ouvido e sai pelo outro ...
    Tem de ser .... o "Manual do colaborador do IMTT" assim o manda ... :D::D:
    As "chefias" é que ficam "fo@i@@s" quando o pessoal escreve no livro de reclamações ...
    Se "reparares" o IMT só aceita reclamações presencialmente ... uma "coisa" que antigamente era feita pela net.
    Objectivo ... levar o pessoal a reclamar menos ou a não reclamar.

    Agora também tens que ter em atenção, registos (passar de nome) é com a "conservatória"; depois matriculas e DU tem de ter a "aprovação" do IMT ....

    Só te desejo saúde e paciência para lidar com "esses gajos". A maior parte das vezes a "culpa" não é do funcionário que te atende, mas das chefias que são nomeadas pela cor politica, e não fazem a ponta de um corno. Eu já reclamei com o IMT e é caricato ler a resposta do "Director do IMT" (respondeu a tudo menos ao assunto sobre o qual reclamei; claro respondeu "à politico") ...
     
  11. Vai a um comerciante ou a uma agência de documentação, leva a papelada toda, e mais uns euros (sempre sai mais barato que um advogado) que eles tratam do resto, a minha também foi dessa maneira e o meu avô já tinha falecido á 14 anos. só tinha a matricula antiga e os documentos em nome dele. e passado uns dias já estava tudo legalizado.
     
    JoaoFonseca gostou disto.
  12. E o que eu faço, numa agência e tratam de tudo sem problemas chega a casa.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página