Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Cornetas

Tópico em 'Mecânica' iniciado por PedroSantos, 22 Fev 2008.

Tópico em 'Mecânica' iniciado por PedroSantos, 22 Fev 2008.

  1. Tenho umas duvidas que gostaria de esclarecer, e penso que por aqui havera as pessoas indicadas para isso.

    Que diferença faz os diferentes tamanhos de cornetas nos carbs? Porque?

    E porque todos os colectores de admissao sao quase sempre em aluminio, ou numa liga muito identica? Porque nao o inox ou o ferro a semelhança dos de escape?... julgo que sera devido as diferentas temperaturas que atingem...

    Trata-se apenas de simples curiosidade e 'cultura geral'...
     
  2. Secalhar porque sao mais pesados... Digo eu nao sei...

    cumprimentos.
     
  3. A 1er função de uma corneta de admissão, e como um escape, accelerar a veia gazosa.
    Corneta curta (a comprimento de admissão igual), melhor enchimento em alta rotaçoes=> motor mais brincalhão, mas mais instavel em baixas, a veia esta pertubada
    Corneta longa: Fluxo de gazes mais estavel=> melhora mistura, melhora combusção a baixas e medias rpm, mas umas hesitaçoes em alta ~
    Acho que e devido a inerçia termica do aluminio
     
  4. Boas,

    Quanto ao comprimento das cornetas, como já foi dito, trata-se de optimizar o fluxo dos gases para o regime de rotações a que o motor vai mais frequentemente ser utilizado. É como o comprimento do escape.

    Com cornetas curtas e escape curto, o motor fará menos esforço para admitir e expulsar os gases pois o percurso por eles percorrido é menor, desde o inicio da corneta até ao final do escape. Por isso em pista se utilizavam os escapes por baixo das portas nos Mini e nos Escort, para poderem debitar elevadas potencias a alta rotação.

    Com cornetas longas e escapes compridos, o fluxo é mais constante e ordenado, criando menos turbilhoes pelas condutas, aumentando assim a qualidade da combustão e consequentemente o binário a médias e baixas rotações.

    O tipo de material (Aluminio) é por várias razões:
    1-Peso, claro!
    2-Dissipassão do calor gerado na cabeça do motor e que passa por contacto, mas que não deve chegar aos carburadores pois vaporizaria a gasolina nas cubas.
    3-Facilidade de fundição e obtenção de formas complexas.

    Mas nada disto é lei.... :D ;)

    Abraço,
    R
     
  5. o tamanho das cornetas e´ algo que nao supunha capaz de fazer tanta diferença na potencia/binario de um motor, uma vez que estamos a falar de uma diferença de meia duzia de cm por onde o ar passa... quanto aos escapes tinha noçao que fazem diferença...
    ...sendo eu possuidor de um GTT, o escape 'curto' e´ algo de que se fala muito entre a comunidade GTT, uma vez que tambem eles o usavam por debaixo da porta em trofeu... e sao imensas as opinioes tamanho/panelas/potencia/binario/regime!

    tal como o diz nada e´ lei ;)
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página