Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Consultas troca de nome carro para exportaçao

Tópico em 'Legislação' iniciado por José Cantero, 1 Mai 2016.

Tópico em 'Legislação' iniciado por José Cantero, 1 Mai 2016.

  1. Boa tarde,

    Son un entusiasta espanhol dos classicos, actualmente posuo dous máis ando en tratos para mercar um carro en portugal coa intençao de o legalizar na Espanha (matrícula espanhola) e precisaría da vosa ajuda, xa que aínda que andiven a pesquisar a información na internet e mesmo no foro, tenho dúvidas sobre a maneira de proceder xa que o carro não está ó día en Portugal.

    A situación é a seguinte:

    O carro é do ano 1973 e foi matriculado en portugal nessa data polo seu primeiro proprietario. No ano 2004 foi vendido por ese primeiro proprietario a umha segunda persoa que é quen o vende para min, máis o segundo proprietario non trocou o nome para ele e o carro segue constando a nome do primeiro dono no IMTT.

    O segundo proprietario tem un contrato de compra-venda correctamente firmado co primeiro en data 2004, o livrete do carro e o rexistro de propiedade a nome do primeiro dono, e tambén a fotocopia do bilhete de identidade deste primeiro dono, que estava vixente na data da venda (2004) máis agora não está válido. O primeiro dono está vivo, máis vive na América polo que não vai ser possivel conseguir a copia do bilhete de identidade en vigor (se fosse asim mesmo podería arranxar facer un contrato directamente do primeiro proprietario para min e presentar o mesmo coa copia do bilhete e da documentación portuguesa do carro e xa arranxaría o problema).

    O carro estivo parado desde 2004 (aínda que funciona e móvese) e não ten IPO nin seguro desde esas datas. A matricula está de alta e não paga imposto por ser issento por antiguo.

    Agora apreséntase o problema, xa que para legalizar o carro en Espanha debo acreditar que o carro é meu. Para isto normalmente é necessario contrato de compra-venda do carro para min redactado en Espanhol, e copia do bilhete de identidade do vendedor e da documentación portuguesa do carro a nome do vendedor (livrete + rexistro da propriedade a nome del).

    Eu falei co vendedor e quedamos en que, para eu levar o carro ele ía arranjar e trocar de nome para seu en Portugal cos documentos que él tiña e logo vender para min xa co carro o seu nome, máis agora ele liga para min e di que é melhor e muito máis barato não trocar para seu no rexistro, máis facer umha venda de el para min en notário ou cartório (não sei ben como se di en portugues) sem trocar no IMTT.

    Gostariame de pedirlhes ajuda para saber o seguinte:

    ¿Cal é o custo total de trocar de nome un carro do 1973 para rexistralo a nome do segundo proprietario en portugal?
    ¿É um custo fixo ou depende da marca e modelo de carro, ano, etc? (aquí na Espanha para trocar de nome págase um importe fixo máis um imposto que varía segundo o valor en tábelas do carro)
    ¿Ten algumha coima ou custo extra por não teren feito a troca desde o ano que él o mercou (2004) en caso de querer facela agora?
    ¿É preciso que o carro dispoña de IPO ou seguro ou as dúas para facer a troca de nome do primeiro para o segundo proprietario en portugal?
    ¿No caso de facer a venda en notário ou cartório de ele para min, teño eu que pagar algún imposto en portugal pola compra, tendo en conta que eu não son residente portugués nin vou matricular o carro en portugal?

    A coisa é que a opción do notário ou cartório não é de miña preferencia pois supón que o rexistro de propriedade do carro continúe a nome do primeiro proprietario ainda que tenha a escritura notarial para acreditar que o carro é meu, máis os organismos aquí acho que som como os de alí e cando se apresenta umha situaçao "anormal" tudo som problemas.

    As minhas excusas pelo extenso do post e pelas complicadas consultas e muito agradecido pola ajuda que poida recibir, e disculpas polo meu galego-portugues.

    J. Cantero
     
  2. Olá José.

    Aqui vai:

    ¿Cal é o custo total de trocar de nome un carro do 1973 para rexistralo a nome do segundo proprietario en portugal?
    65€.

    ¿É um custo fixo ou depende da marca e modelo de carro, ano, etc? (aquí na Espanha para trocar de nome págase um importe fixo máis um imposto que varía segundo o valor en tábelas do carro)
    É fixo.

    ¿Ten algumha coima ou custo extra por não teren feito a troca desde o ano que él o mercou (2004) en caso de querer facela agora?
    Sim, 65€.

    ¿É preciso que o carro dispoña de IPO ou seguro ou as dúas para facer a troca de nome do primeiro para o segundo proprietario en portugal?
    Não.

    ¿No caso de facer a venda en notário ou cartório de ele para min, teño eu que pagar algún imposto en portugal pola compra, tendo en conta que eu não son residente portugués nin vou matricular o carro en portugal?
    Não.
     
  3. mU
    Obrigadissimo Bruno pela sua pronta resposta.

    Entendo então que ficaría tudo arranjado por 65€ de taxa de troca de nome + 65€ de coima = 130 € e assim podería estar xa o carro a nome do segundo proprietario e ele venderme a min, sen ter que pasar IPO nin ter seguro o carro.

    Logo faríamos contrato de compraventa de ele para min, ele solicitaría baixa da matrícula por exportaçao e eu tería o contrato o bilhete de identidade en vigor e a baixa por exportaçao para matricular o carro na Espanha. Muito bon saber que non ha demasiado custo!

    Saudos.
    J. Cantero
     
  4. José, o facto do documento de identificação do primeiro proprietário estar fora do prazo de validade pode revelar-se um problema. Fora isso parece-me tudo em conformidade.
     

  5. Exatamente.
    Assim conforme está é impossível ele transferir o carro para nome do actual proprietário.
    Nos carros antigos facilita-se sempre o registo no nome do actual proprietário. Se o carro não fosse isento de imposto de circulação o 1º dono já estava com execução fiscal nesta altura por parte das finanças.
    Aconselho sempre a quem vende deslocar-se à conservatória e fazer o registo do actual proprietário no dia do negocio para evitar problemas posteriores.

    Esse senhor tem o carro, mas não tem o titulo de registo de propriedade. Pouco irá servir assim..
     
  6. Boa Noite,

    O sr. que me vende o carro quedou na pasada sexta feira em fazer umhas consultas para arranxar a papelada e logo ligar para min coa possível soluçao. Eu penso que nesta semana ele ligará.

    Eu seguin a pesquisar na Espanha e no IMTT espanhol din que para eu obter a matrícula espanhola preciso acreditar que o carro e meu e, aínda que o método habitual é contrato de compra-venda máis Bilhete valido e papéis do carro a nome do vendedor, podería servir un documento que acreditase que o carro e meu sen que os papéis estivesen a nome de vendedor, máis habería que saber qué tipo de documento sería este.

    O maior problema é que tenho que fazer primeiro a catalogación de historico en Espanha (e isto demora meses e e custoso) e pagar tambem por a ficha técnica española feita por inxeñeiro, e pasar logo umha IPO especial en Espanha e algunhas outras dispensas, sendo que polo IMTT espanhol non podo pasar até o final do proceso, cando xa tudo o anterior esté feito, e se não estou seguro de que não vou ter problemas no IMTT não podo me arriscar a fazer as dispensas tudas.

    Seguirei a informar.

    Cumprimentos
    J. Cantero
     
    João P Silva gostou disto.
  7. Bom dia,

    Actualizo a situaçao. Hoje ligou para min o vendedor e di que está a trocar o carro para seu nome e que demorará oito ou dez días.

    Eu não perguntei se houbo problema co bilhete não válido, mais acho que não, pois entendo que se fose así o terían dito xa, pois xa foi a conservatória para ver o que tinha que fazer por dois veces e acho que levou os papeis tudos que ele tinha.

    Se fica tudo ben a próxima semana vou traer o carro cos documentos em orde.

    Cumprimentos
    J. Cantero
     
  8. Meu caro, tenha em atenção se realmente o carro ficou com os documentos em dia.
     
  9. Hola João,

    Obrigado pela advertencia, ficarei atento, o principal para min é que o nome da persoa que vende o carro para min figure nos papeis do carro.

    Eu acho que cando troque de nome para ele, se é que o consigue fazer, agora o livrete e o rexistro da propriedade antigos desaparecen e substituense por un novo documento unico automovel co nome deste segundo proprietario (não sei se isto e certo ou ando trabucado).

    Se houbera problemas de execução fiscal ou mesmo calquer carga sobre o carro, ficarían sobre o primeiro proprietario e não podería trocarse para o segundo sen arranjar primeiro, assim que atopo que se o segundo proprietario obten o documento único automovel co seu nome e o nº de quadro coincide co estampado no carro, e tendo en conta mesmo que eu não necesito IPO nin vou rexistrar o carro no meu nome en Portugal podo estar tranquilo.

    Estou certo?

    Cumprimentos
    J. Cantero
     
    #11 José Cantero, 5 Mai 2016
    Última edição: 5 Mai 2016

  10. Sim, está no bom caminho.
    Depois queremos o desfecho final da história e a apresentação da aquisição depois de o comprares .
     
  11. Hola João, Haberá apresentação con fotos e tudo

    Cumprimento
    J. Cantero
     
    João P Silva gostou disto.
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página