Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Todos os registos com zero comentários e sem visitas ao Portal nos últimos 12 meses serão removidos definitivamente da base de dados.
    Fechar Aviso
  3. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Compra/venda + Fiscalidade.

Tópico em 'Legislação' iniciado por Miguel Prata, 11 Dez 2013.

Tópico em 'Legislação' iniciado por Miguel Prata, 11 Dez 2013.

  1. Miguel Prata

    Miguel Prata YoungTimer

    Registo:
    3 Dez 2013
    Local:
    Castelo Branco
    Boa Noite,

    Que obrigações fiscais temos que cumprir no acto da compra de um clássico e na sua posterior venda?

    Obrigado.
     
  2. Antonio F Carvalho

    Registo:
    16 Jul 2007
    Local:
    Porto
    Salvo melhor opinião porque não sou fiscalista, fora o pagamento do IUC não vejo que obrigações fiscais possam existir na compra/venda de um clássico.
    Como veículo usado estará isento de IVA. E sendo o contribuinte um particular( o mais comum nestes casos), a mais valia obtida pelo diferencial da compra e da venda não é taxada. Se fosse uma empresa a comprar e depois a vender, aí acho que teria que pagar IVA se houvesse lucro (diferença entre valores de compra e venda).
     
  3. Correctíssimo ... Daí muitos empresas do ramo, funcionarem como "intermediárias", ou seja é assinado um documento como a partir daquele dia o veiculo deixa de ser do legitimo proprietário, mas muitas vezes mantém-se no seu nome até ser vendido, encarregando-se a entidade colectiva das despesas inerentes ao mesmo (iuc).

    Essa diferença que muitas empresas verificam, para efeitos de iva, é a chamada mais valia.

    Cumpts,
     
  4. Miguel Prata

    Miguel Prata YoungTimer

    Registo:
    3 Dez 2013
    Local:
    Castelo Branco
    Obrigado aos dois pela ajuda.

    Cumprimentos.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página