Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Clássicos Modernos

Tópico em 'Clássicos Modernos' iniciado por João Dias Caldas, 24 Mar 2008.

Tópico em 'Clássicos Modernos' iniciado por João Dias Caldas, 24 Mar 2008.

  1. Olá a todos.
    Gostava de pôr aqui à vossa consideração uma reflecção interessante que surgiu após a minha recente compra do Lancia HF turbo. Nem é questão de "puxar a brasa" à sardinha e só agora pensei no que vos vou expôr e também gostava de saber as vossas opiniões.
    Muito já se discutiu noutros tópicos quanto ao um carro ser ou não um clássico, ou vir a ser, ou um simples "carro velho". Não vale a pena batalhar muito mais nisso porque as opiniões vão ser sempre diferentes e sempre interessantes.
    No entanto existem alguns modelos que de facto neste momento se podem considerar como tendo um estatuto ou uma designação um bocado dubia e isto porquê?
    Vou debruçar-me sobre o Delta mas até gostava que, se virem mais exemplos semelhantes, aqui os colocassem.
    O Lancia Delta foi apresentado em 1979 e foi carro do ano em 80. Começou por ter motores que iam dos 1300cc aos 1500cc, de origem FIAT, mas vitaminados. Portanto estamos a falar de 28 anos atrás.
    Depois surgiram os 1600cc e com origem neste, em 83 (25 anos) surgiu o HF turbo. Inicialmente com 130cv passou ao fim de uns anos a ter 140cv e foi alvo de alguns melhoramentos. Em 87 deu origem à evolução 4WD para responder às solucitações da competição com a abolição dos famosos grupo B. A base do Delta ainda evoluiu para as versões Integrale e Integrale Evo II, o famoso Deltona!!!
    Ninguém desconhece que a carreira destes veículos foi excepcional e deu origem a 6 vitórias no campeonato do mundo de ralyes (87 até 92, inc).
    Mas voltando ao HF turbo e talvez ainda ao Delta em geral, o que é de facto notável é que a sua carroçaria pouco evoluiu ao longo dos anos tendo tido uma carreira, no caso das originais, sem alargamentos, de cerca de 14 anos.
    As modificações foram estéticas e mecânicas mas nunca radicais de modo a não se vêr num dos ultimos Deltas, os primeiros.
    E isto é normal em todas as marcas (as pequenas evoluções).
    Em 1993 surgiu uma carroçaria totalmente diferente e o Delta nunca mais foi o mesmo, ainda que a magnifica mecânica lá estivesse.
    O "velho" Delta era inesquécivel!!!
    E é aqui que quero chegar: parte dos modelos que actualmente rolam nas nossas estradas ainda têm os nomes que vêm do antigamente, mas já nada têm a vêr com os antigos. No entanto alguns os que foram produzidos durante os anos 80, e que preduraram para além dos 90, possuem as caracteristicas, o formato, a base mecânica, dos originais e não se podem considerar clássicos... pelo menos no sentido mais "legal", digamos, em termos de seguros ou de classificação como de interesse histórico, porque não têm ainda 25 anos!!!
    (se bem que para alguns seguros já se possa considerar os pré-classicos que vão dos 15 aos 23 anos)
    Temos outros exemplos flagrantes como os casos do Mini, na sua versão inicial produzido também até aos anos 90, e até os Morgan ou os Lotus Seven, que ainda são produzidos no seu formato quase original. Alguém tem dúvidas que são absolutamente Clássicos?
    No caso do meu Delta, de 92, uma das últimas versões, com, claro, todos os melhoramentos inerentes, em que se vêm nitidamente os primeiros de 79/80, não será relativamente injusto ele ter de esperar mais cerca de 9 anos para ser considerado um clássico quando os seus "irmãos" mais velhos já o são?
    O mesmo não se passará com mais alguns carros neste, digamos, "limbo"?
    No caso deste Delta, que está rigorosamente de origem, o meu interesse é tentar mantê-lo neste estado, sem qualquer alteração, para que no futuro ele possa ter de facto interesse histórico. Na minha opinião ele até já tem devido à raridade dos exemplares em estado original.
    Gostava de saber a vossa opinião sobre este assunto, ou seja, não seria interessante pensar numa espécie de estatuto para casos destes (estou a falar meramente em termos deste Portal, claro) e pensar em poder passar a poder expor mais algumas destas máquinas interessantes nas garagens?
    Sei que foram removidos alguns carros com menos de 25 anos, com interesse de que ninguém pode ter duvidas, e alguns ficaram...
    Não vou discutir isso até porque gosto muito do "ambiente" deste Portal e da sua permiabilidade às opiniões dos utilizadores sem haja necessidade de normas quase Nazis como noutros lados...:D, mas fico à espera de opiniões.
    Entretanto vou pôr umas fotos melhores do referido veículo no tópico que tinha aberto.
    O endereço:
    http://www.portalclassicos.com/forum/showthread.php?p=96722#post96722
    Abraços
     
  2. Não faz sentido um automóvel ser classico só pela idade. É ridiculo pensar em esperar pelo dia 1 de janeiro de um determinado ano para chamar clássico a um automóvel, embora para seguros e instituições burocratizadas, possa ser condição "sine qua non".

    Se ninguém preservar um Lancia Delta hoje, quando este tiver 25 anos estará concerteza podre.

    Daqui dá para concluir que qualquer incentivo à preservação de qualquer veículo será bem vinda pelo dono, para obtenção do tão necessário ânimo para levar a bom porto o restauro ou a simples(nunca é simples mas...) manutenção do veículo em questão até à classificação de clássico, e de nós amigos dos clássicos porque uma concentração com meia dúzia de gatos-pingados não tem piada nenhuma, portanto, por mim pode ficar descansado, sempre que vir um Delta numa concentração irei admirar-lo, mesmo que não seja um automóvel histórico, é naturalmente um modelo com muita e boa história!!
     
  3. Já havia um tópico assim. Chama-se Clássicos do Futuro
     
  4. Há carros que eu considero clássicos logo à nascença.
    Ocorre-me o caso do BMW Z3 que quando saiu eu era miudo, e quando o vi pela primeira vez fiquei deslumbrado com o seu charme. Tive um sentimento muito especial quando o vi.
     



  5. Caro João Caldas.

    Penso que tenha entendido a sua questão, e na minha modesta opinião acho que independentemente de certos carros já terem "nascido clássicos", devem de qualquer maneira aguardar a sua vez para serem vistos como automóveis clássicos.

    É um pouco como ter um filho, ninguém duvida que ele não seja um "rapaz", mas de qualquer maneira terá de aguardar até aos 18 para poder ser considerado um "adulto".

    Eu tenho um Mazda MX-5 de 1990, que padece do mesmo mal que o seu Delta( já agora, carro que eu gosto muito ), já nasceu com o "peso" de vir a ser considerado um clássico, mas esse não é o meu interesse nestes carros, senão comprava( se pudesse ) a última versão do MX-5 que supostamente também nasceu clássico, mas que para mim não é o mesmo que o meu mais velhinho.

    Mas também lhe digo uma coisa, para mim, o seu apesar de só ter 16 anitos, é mais clássico que muitos carros com mais de 25 anos que por aí andam. Minha opinião!

    Vamos supor hipoteticamente que por esta altura, os Chineses que compraram a marca MG, reeditam uma versão exteriormente igual ao seu MG B GT( o Diabo seja cego, surdo e mudo ), e por dentro até pudesse vir parecido, mas que muito provavelmente já viesse com direcção assistida, ar condicionado, vidros elétricos, etc., acha realmente que a "magia" do seu seria igual à da "chinesice"?

    Realmente, como o João sabe, este tema é um pouco "pantanoso", porque cada um tem o seu ponto de vista, que deve ser respeitado e partilhado como disse e muito bem neste ambiente onde conseguimos abordar assuntos sem que surjam logo as vozes dos "Velhos do Restelo".


    Foi uma opinião, a minha.;)

    Um abraço

    Paulo Baião


    P.S.- Neste encontro não pude estar, estive no anterior, e tive oportunidade de ver o seu MG ao vivo e confesso que tive "uma pontinha de inveja". Está fantástico. Parabéns.:feliz:
     
  6. Olá a todos.
    Abri este tópico só mesmo para tentar saber o que mais gente pensa do assunto. A conversa surgiu com o Jorge F. (JAAFA), com quem falo praticamente todos os dias, e achei que seria interessante saber mais opiniões. Parece é que o tema não tem grande interesse.
    Eu não quero mudar nada, a não ser a potética possibilidade de arranjar maneira de que quem já tivesse carros com mais de 25 anos na garagem pudesse, porventura, pôr mais algum pré-classico.
    O exemplo do MX-5 é outro!!! Nem me tinha lembrado!!!
    Também não me parece que um dos novos (MX-5) pudesse já ser posto numa garagem aqui do Portal, mas um de 90... já acho discutivel!!!
    Também partilho da opinião de que nem todos os carros antigos serão clássicos, mas isso é outra conversa, algo discutivel de facto.
    Abraços!!!
     

  7. O tema até tem muito interesse, eu só acho que se formos tocar em alguns assuntos como por exemplo "nem todos os carros antigos serão clássicos", frase com a qual eu concordo, muito provavelmente a Moderação não nos diz nada, mas vai haver de certeza um grande número pessoas que vão ficar "chateadas".

    Eu acho que tem de ser as próprias pessoas com as suas próprias experiências e o conhecimento que vão adquirindo com o passar do tempo, irão chegar naturalmente a um ponto que se apercebem ou não, do que é um clássico, ou do que não passa de um "simpático velhinho".

    Com isto não quero dizer que as pessoas não desfrutem do carro da mesma maneira que alguém possa gozar um Ferrari XPTO com um palmarés histórico invejável...
    Aliás, é até bem provável que aconteça o contrário, como por exemplo é o meu caso, quanto menos se tem mais se tenta aproveitar e conhecer...

    Também não me consigo imaginar a "cascar" nas pessoas que chegam todas orgulhosas dos seus carros, onde gastaram tempo e dinheiro e de repente chega um "marmanjo" qualquer a dizer que aquilo não é, nem nunca virá a ser um clássico. Se calhar houve alguém que pensou o mesmo de mim quando cheguei aqui e disse que tinha um Renault 5 TX a cair de maduro e mais um Mazda importado ( este não está a cair de maduro:feliz:).


    Mas realmente o João tem razão ao dizer que parece que este tema não cativa muito interesse no resto do Portal, o que é de estranhar, pois é um tema que toca numa "ferida aberta" para muita gente.

    Como já disse anteriormente, "isto é uma opinião, a minha"!!

    A ideia é mesmo a partilha de opiniões.

    Um abraço a todos
     
  8. Este é um assunto que dá sempre muita "porrada", e nunca haverá maneira de o contornar.

    Eu posso dizer o que penso, e esta é apenas a minha opinião ,impossível de ser mudada, adquirida ao longo dos anos.

    Há quem concorde, há quem não concorde:

    Veiculos clássicos são todos os veículos que já passaram o seu tempo de vida útil, que despertem interesse pelas suas performances ou linhas, ou em que o seu dono esteja disposto a gastar nele mais do que aquilo que ele vale.

    Veículos antigos, é uma classificação redutora,errada,e pretensiosa , feita por parte de pessoas pouco conhecedoras e experientes. Um termo para " a malta do café".Ou para o azeiteiro endinheirado que quer ser do jet set comprando "antiguidades".

    Veículos Históricos,, são aqueles que , evidentemente, já passaram a barreira dos 25 anos ( Em Portugal). Em Inglaterra, o ano de 1973 é a fronteira.Portanto, um Sierra Cosworth de 1988 é um clássico muito desejado, mas lamento, não é um veículo histórico.E por muito que esperneiem, um Chrisler PT Cruiser novínho em folha É um clássico, sim senhor. Ou um Viper.

    Por isso, temos clássicos a sair do stand,de 2008 com zero KM, e temos clássicos com 100 anos. Veículos Históricos, bem, não é qualquer um que pode ser. Tem realmente de ter mais de 25 anos.

    "Automóveis antigos", é um termo para o burgesso de bigode que quer à viva força adquirir estatuto comprando um carro Histórico. " Eu tenho um carro antigo!" Ninguém usa este termo no estrangeiro. ( Experimentem dizer "old car")...Não soa bem...Os franceses utilizam sim, o termo " voiture ancienne", mas também são franceses, temos de lhes dar o desconto...

    Como é que eu posso aparecer com um Golf GTI de 1982 num encontro de "carros antigos?"...

    Isto , é a opinião de toda a Industria mundial, e por onde quer que eu passe. É o que eu penso, e é o que acho que está correcto. Se pensam de outra forma, respeito muito, mas lavram em erro...

    Se quiserem ler a minha crónica " clássicos modernos", visitem o meu site

    www.saladasmaquinas.blogspot.com
     
  9. Respeitando todas as opiniões,

    Para mim não basta que um carro tenha x anos para ser um clássico.

    Só considero clássico aqueles carros que tiveram uma história. Que por este ou aquele motivo revolucionaram o mundo automóvel, que venceram esta ou aquela corrida. Para ser clássico tem de ter um motivo e não apenas idade.

    Porque senão qualquer carro é um clássico daqui a x anos.
     
  10. e que dizer por exemplo, de um citroen ax? não que seja um carro fora de série, nem raro ou nada que se pareça, mas no fundo, quantos de nós não tem alguem na familia que teve um? ou já nos passou pelas mãos? quantos AX fase 1 ainda não circulam ai nas estradas todos os dias? eu (talvez por ter um na garagem, bem guardadinho :p) acho que é um carro que pode atingir o estatuto de clássico, assim ao estilo de um fiat 127, por exemplo... opiniões?
     
  11. O Austin Seven e o Ford T devem ter passado pelas mesmas agruras!

    Imagino uns condutores , de boina à Al Capone, a conversarem na rua:

    " Epá, estes Fords, veem-se por toda a parte! Agora já apareceram para aí uns carritos ingleses jeitosos, que não é preciso dar á manivela,isto agora vai tudo para a sucata. Quem é que quer isto. Isto são carros banais, desactualizados e corriqueiros! "

    Um Citroen AX, daqui a cem anos vai gerar porrada quando se tiverem a ler heranças! É claro que não vamos estar lá para "saborear" ( Ou não ) o momento. Mas cabe a todos aqueles que acham um AX digno de atenção, garantirem que daqui a cinquenta anos , um jovem descubra no VOSSO barracão um carro do final do séc.XX.

    Se um AX vos faz felizes, se vos trás memórias, e se acham que devem dedicar o vosso tempo a esse modelo, não vejo porque não. É como dedicar tempo a um Marina, ou a um Panhard. Há quem goste, e há quem vomite. Mas isto é que interessa, é a pluralidade de gostos e de opiniões.Não podemos todos gostar de MGs e Jaguares.Senão isto era chato à brava!

    Os clássicos " não acabaram num ano" nem se cingem " aos especiais". Se assim fosse ninguem tinha Fiats 600,500, ou MInis. Ou Sevens. Estes carros foram apenas banais e baratuchos carros para motorização de massas.

    Mas isto sou eu a pensar, não liguem...


    www.saladasmaquinas.blogspot.com
     
  12. O Delta passou prá garagem...B):D
     


  13. Com todo o mérito, pois ele está em excelente estado!

    Um futuro clássico que não deixa qualquer margem para dúvidas.
     
  14. para mim classicos sao todos os carros... assim raritos que se vem na nossa zona e que temos muito amor por eles... eu tenho um fiat 127 so ha mais um aqui na zona a circular eu sinto-me bue contente so de saber que é quase unico aqui!!! :feliz::feliz::feliz:para mim e como que aquele carro tivesse mais de 100 anitos. eu tambem ja tive um audi td de 88 para mim era um "classico" tinha paixao por aquele carro.. um motor 5*... classicos nao e so a idade, e o amor, paixao, o tempo que se gasta com ele, e dedicarmos muito dinheiro nele mesmo sabendo que nao vale mais do que aquilo que tamos a investir-como disseram atras-, sao as aventuras que temos com ele, historias, e quase como um membro da familia!!!! eu perdi o meu audi tive que o mandar para a sucata depois de um grande acidente... :(:(mas aquele carro nunca o vou esquecer... É E SERÁ O MEU ADORARVE CLASSICO;):feliz:
     
  15. Além do MX-5, que claro tem já o estigma de ser o sucessor do Elan e dos MGB, tenho o Peugeot 205 Rallye 1.3...

    Para mim, independentemente do que disserem é um clássico, moderno ou não.

    Foi o último dos "Homologation Specials", alimentado com 2 Weber DCOE, sem equipamento nenhum e com condução que se alimenta da adrenalina... O 1300 8 válvulas de série, mais potente que conheço e superior a muitos "betinhos" de injecção e 16 válvulas..

    Filho dos Simca Rally 2 e 3.... neto dos Cooper S... corre-lhe gasolina azul nas veias!!

    Pena tantos terem tido finais tão tristes....

    Abraço,
    R
     
  16. Por qué um carro diventa clássico?
    Eu penso, que una carro diventa um clásico quando ele ha uma trascendenza. Esa trascendenza posso per essere um carro exclusivo, per uma trascendenza histórica e uma trascendeza deportiva.
    O CLÁSSICOS EXCLUSIVOS son por exemplo, o Rolls Royce, Aston Martin, Ferrari, Lamborghini son carros exclusivos muito costosos e que expresan la prosapia o linaxe de um pais. Muitos autos exclusivos e costosos han la fama por participar en filmes de cine, como James Bond, etc...Estos autos exclusivos sono casi carros de pequnhas series..."fuori di serie"...., no necesitan muitos anos per essere carros clásicos, eles diventan clássicos desde o mesmo dia de la sua fabricação.

    La trascendenza histórica, son carros HISTÓRICOS, son quelhos carros que diventan clássicos por un evento importante o da sua propietario é uma persona famosa, ej. cadillac de Elvis Presley, o Mercedes Benz de Hitler, carros da CORSA o Carreras que trionfaron en competiçao, ej. Mercedes Benz em F-1, muitos de esos carros son en Museum.

    Pelo, para me, o mais importante son os carros de grandes series que diventan clássicos. Generalemente diventan clássicos por sus triunfos sport, Lancia Stratos, Delta Integrale, Alfa Giulia Bertone, Alfetta GTV...e las fábricas quando tem triunfos fazen serie limitadas de estos modelos. Por exemplo, el Lancia Delta Integrale é um Clássico, pelo o Lancia Dedra não é um clássico, Delta é Dedra integrales tem a mesma mecánica, um Delta Integrale vale em Europa 15000euros e um Dedra 1.500 Euro, sim embargo o Dedra é tem mais luxo que o Delta pelo costa muito menos.
    Eu tenho Alfa 33Q4, ele não é um clássico, é um RARA AVIS, simplemente pela poucas unidades fabricadas. Pelo o 155Q4, hoje não é um clássico, pelo ha uma interessante historia sportiva e triunfos em BTCC e DTM, e possível que em futuro diventa um clásico, o tempo dirá.

    O carro velho não é um auto clássico, e simplemente algo curioso si ele ha muito anos e se conserva en perfecto estado original, pelo não tem trascendencia sportiva, historica tampouco exclusiva.

    Solamente alguma verssão de um modelo de carro diventa clássico, pelo não tudos.

    Disculpa a tudos leitores, pelo eu não falo português.

    Obrigado e um abraço a tudos.
     


  17. Os automóveis para serem considerados clássicos, têm de estar sujeitos a uma avaliação/tabela/cotação que foi feita por pessoas que de certeza têm critérios e gostos como todos nós, e que eventualmente poderão ser muito diferentes dos nossos.
    Outro fenómeno que altera toda esta prespectiva sobre uma viatura ser clássica ou não, é a sua procura ou falta dela no mercado de usados.

    Continuo a dizer que para "mim" existem carros com mais de 25 anos que "aos meus olhos" nunca irão ser clássicos, mas que existem alguns, como disse o amigo Ennvis e muito bem, que nascem logo com esse estatuto.

    Neste tema não podemos é esquecer que tudo o que aqui dizemos, são opiniões pessoais, e nem aqueles artigos que aparecem nas supostas revistas da especialidade deixam de ser tendenciosos, pois por detrás das palavras existe sempre uma pessoa com os seus gostos pessoais e os seus ódios de estimação.

    Eu gosto muito deste tema, e já aqui escrevi a "minha" opinião, mas este tema é quase como estarmos a dizer o porquê de termos casado com as nossas mulheres e o porquê de aos "nossos" olhos serem as mais bonitas...

    Acima de tudo, não nos podemos esquecer que o que nos junta a todos, é o gosto por automóveis sejam eles os mais banais ou os mais exclusivos, não podemos é simplesmente por não gostarmos de um determinado modelo ou marca arrasármos logo as pessoas que com todo o gosto e paixão aqui colocam as fotos dos "seus meninos".
     
  18. Se não estimarem agora os AX, os Deltas, os Ibizas, etc., daqui por uns anos não há e depois vêm os especuladores pedir-vos uma fortuna por eles! É o que acontece agora com carros que, na sua altura, eram baratuxos e ao alcançe de todos!
    Por exemplo, o Fiat 600 era um carro baratinho e, dizia-se, não era "grande coisa" pois aquecia muito.
    Há tempos pediram-me 4000 euros por um para restauro e, imagine-se, 18000 euros por um já restaurado! (felizmente, adquiri 2 Fiat 600, um deles descapotável, por 750 euros os dois!!! Eheheheheh!!! Roam-se!!!!)
    Daqui a uns anos vai-se passar a mesma coisa!!! Aguardem para ver.....
     
  19. vejam um belo exemplar do hf turbo, so com 17 anos orgulho-me de dizer k tenho um italiano cheio de raça em casa á espera das minhas maos no volante e dos meus pes no acelarador a puxar pelo turbo, e´o 1.6 turbo com 140cv de 1990 com farois redondos, o mais perto possivem do 2.0 4wd k existe, komentem
    abraço
     
  20. meus amigos para mim qualquer carro tem direito ser um clássico.
    por exemplo.
    os meus pais tem um corsa a 1.2 com vinte anitos, e a muita e boa gente que diz que isso nunca há-de ser um clássico porque a opel pertence a GM etc, etc, etc. para mim aquele carro é um clássico, como por exemplo um vw polo ou ford fiesta. venha la quem vier, dizer que clássicos são aqueles que tem isto assim e fizeram aquilo assado e revolucionaram o cozido etc etc, meus amigos quero lá saber, esses carros até podiam saber voar mas não vai ser por isso que eles são clássicos o corsa a não vai ser...
    é assim esta é a minha opinião, não estou aqui para contrariar muito menos querer ensinar ninguém...:feliz:
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página