Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Circulação em Via Pública

Tópico em 'Legislação' iniciado por Jorge Caldeira, 2 Dez 2011.

Tópico em 'Legislação' iniciado por Jorge Caldeira, 2 Dez 2011.

  1. Caros amigos, agradeço a v/ calorosa recepção. Para vos dar a entender o que eu desejaria, era ter um clássico desportivo com alguma preparação. Não para entrar em provas, mas para poder ter o prazer de conduzi-lo livremente. E aqui começam logo a surgir algumas dúvidas. Até que ponto é permitido circular na via pública, com um carro semi-preparado (ex. s/ motor original mas c/ outro mais pujante, c/ backets, c/ alargamentos, colectores especiais, etc...)? Pergunto isto, porque na zona de Lisboa, para além de não se encontrarem estes automóveis (excepto um ou outro original, mas em mau estado de conservação, infelizmente), também não vejo nenhuma reliquia proveniente dos fantásticos trabalhos de restauro que por cá se fazem. Isto leva-me a pensar que deve haver limitações legais (legalizações, inspecções..), ou será que apenas são utilizados em circuitos e/ou concentrações? Penso que automóveis com roulbars estão interditos de circular, mas há muitos que não têm. Será que não podem ser homologados/legalizados por apresentarem parameteros diferentes dos originais, como o facto de ter outro motor, outro colector ou alargamentos? Se alguém me puder esclarecer este assunto, desde já agradeço.

    Cumprimentos a todos.
     
  2. Boas! Ha por aqui pessoal mais especializado para te explicar melhor, mas dou-te ja umas luzes. Isso do motor anterado, desde nao alteres muito o exterior do motor para nao dar nas vistas nao ha problema, eles nao vao andar a ver o que tens dentro do motor. Quanto ao roll bar e permitido, o que nao e permitido sao as backets, e cintos de competição, tem de ter os bancos e cintos originais (neste caso, penso que nao precise de ser mesmo original mas que cumpra a função, por exemplo se o carro for de 2 portas, tem de permitir que tenhas acesso aos bancos traseiros e os sintos tem de fixar lateralmente, como os normais, podes sempre colocar de outra marca, mas os pontos de fixação tem de ser os mesmos) Quanto aos alargamentos nunca vi ninguem pegar com isso, desde que nao sejam exagerados. Mas para ter classicos alterados, podes sempre fazer inspeção B, e amolgar os componentes, assim podes estar mais a vontade nas alterações, tens e de largar os €.


    Cumprimentos
    Antonio Santos
     
  3. Louuul :rolleyes Um quote para a posteridade Ha muito que eu não lia tantas asneiras
     
  4. Olá Jorge,

    Eu tenho uma réplica de um Opel Kadett GT/E e ando com ele normalmente.
    Até hoje não tive problemas mas sinceramente nunca ando descansado!
    Se a sua ideia não der muito nas vistas em principio as autoridades não implicam, aliás até acham piada!

    Um abraço
     
  5. Parece-me que a postura do Audrey Santos não é a mais correcta.
    Em vez de dizer mal de quem quer ajudar, era dar uma ajuda dizendo quais os erros, e responder a quem colocou a questão.
     
  6. Queres saber o que não é correcto? Não falar do que não se conhece :rolleyes

    Não se deve confundir o que é tolerado tanto pelas GNR/ PSP ou as IPO e que é proibido pela IMT.
    Assim, os roll-bar ou roll cage colocados após fabrico são proibidos, mesmo os homologados. Quanto menos os artesanais feitos em tubos de aquecimento e soldados ao arco.
    Motores alterados... mesmo coisa, todo e qualquer alteração do motor destinada a aumentar a potencia é proibida... fora a mesma historia de ser averbado, coisa que subentende que obtiveste a autorização do fabricante (coisa complicada), e assinalara isto ao teu seguro, que não vai se esquecer de te fazer pagar o acrescimento de potencia etc... Com o meu 1500 de 68 com um kit 111, não consegui a autorização da VW, mas para esta garantida em caso de acidente declarei a alteração ao meu seguro com uma folha de passagem num banco de potencia. Mesmo assim continua fora de leia, susceptível de levar com uma anotação numa IPO.
    E podes continuar...
    Baquet: podes os colocar sem autorização, desde que o equipamento de origem não prevê air-bags
    Cintos: tem de ter a menção E1, por isto qualquer cintos E1 são legais
    Rebaixar o carro: proibido, ou mesmo coisa, tem de ser averbado, com autorização e folha de calculo das "epure Jean Taud" feitas por um eng mecanico
     
  7. By the way, sou uma mulher :rolleyes
     
  8. Peço desculpa pelo lapso. Escrevi sem reparar nesse pormenor.
    O que eu queria dizer, era que um simples post a dizer o que disse, não era correcto. Do meu ponto de vista, é claro.
    Agora a sua resposta está mais certa. Dá as razôes e faz os comentários que entende estarem correctos, sem chamar parvo, ou similar, a quem anteriormente escreveu certo ou errado.
    De acordo?
    Haja paz e amor.
    Feliz natal.
     
  9. Boa tarde a todos. Obrigado pelas vossas explicações. Confesso que ainda estou confuso, pois não é de todo agradável andar com o coração nas mãos (como referiu o amigo João Manso), pelo facto de poder ser interceptado pelas autoridades e para além de ser autoado, ficar com o veículo apreendido. Ex: Imaginemos que compro um Ford Escort MK1, 1100cm3. Coloco-lhe um motor 2000 Pinto com carburadores weber, linha de escape especial, backets rebativeis, volante desportivo, alargamentos, jantes Minilight, enfim, mais algumas coisas com certeza. Agora pergunto... é possivel legalizar o carro com este tipo de alterações, para poder circular livremente? Se sim o que devo fazer?

    Muito obrigado
    Cumprimentos para todos

    JC
     
  10. Boa noite João. Bela máquina que o amigo tem. Gostei imenso do carro e do video. Era algo do genero que gostaria de ter. Aliás acho que já tive o prazer de o ver passar por mim na zona de Carcavelos... Confessso que fiquei delirado pelo carro e arrepiado pelo "ronco" :)
     
  11. Audrey , isso não é um comentário lá muito " construtivo" para o topico ! Em vez de ter posto este post , mais valia ter escrevido de uma vez o que escreveu nuns posts logo a seguir , é que no meio disto tudo não sei quem é que fez realmente a "asneira ":))
     
  12. E o outro, esses que constitua a 1er resposta do topico era construtivo?
     
  13. Nao vala pena dar-se o trabalho da apagar este. Incrivel, responde-se um pouco seco a algum, e até parece que deu-se um muro que o tom foi de um insulto. O Sr teria a honestidade de dizer o porqué de ter apagado a minha resposta?
     
  14. Peço desculpa por mais um post para mais um offtopic, neste caso relativo ao comissário que editou o tópico do Audrey Santos. Achei um pouco exagerado apagar a resposta quase na totalidade, pois uma parte estava correcta e merecia ficar visível.
    Podia ser mais cirurgico.
    È a minha opinião e por aqui me fico.
     
  15. Nesta situação algumas alteraçôes são permitidas mas outras não.
    O caso do motor requer homologação, assim como as jantes se diferirem das medidas originais em mais de 5%. Baquet´s e alargamenos acho que não são permitidas. A linha de escape se não fizer barulho a mais do permitido, penso que não é problema.
    A homologação requer á partida a factura das peças a montar, principalmente do motor. Despesas de papelada no IMTT, inspecção para aferir das especificaçôes do motor e das outras medidas diferentes.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página