Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Choufagem Do Fiat 127 Mkl

Tópico em 'Mecânica' iniciado por fernandes_luis, 26 Dez 2013.

Tópico em 'Mecânica' iniciado por fernandes_luis, 26 Dez 2013.

  1. Bom dia,
    A choufagem do meu fiat 127 o botão do ar quente está completamente preso não o consigo deslocar para um lado nem para o outro, já tentei forçar! mas o resultado ia sendo mau, quase que dobrei a patilha... onde é que sera que estará preso? e o que tenho de fazer?

    Cump.
     
  2. Fazer força na torneira do radiador da chaufagem. É mais eficaz que fazer força na patilha.
     
  3. Pode dizer me onde se encontra essa torneira?
    Está a vista?
    Gosto muito do carro, mas apanhei uma desilusão...
    Já gastei imenso dinheiro nele e a vida agora já não esta boa para isso e está sempre com problemas :(
    gastei 1000€ a pintar, passou meio ano e já começa a aparecer a ferrugem,
    gastei mais 500€ a estufar, mas o tablier está uma porcaria mas o estofador não têm culpa!
    mecânica 300€, agora também precisa de tubos novos!
    mais peças que tive de comprar... se eu o quiser vender não me dão metade!

    obrigado e desculpem o desabafo
     
  4. Não tenho a certeza mas no 127 a torneira fica entre a bateria e a ''Caixa'' de entrada de ar da chauffage, no 128 é assim:
     

    Ficheiros Anexados:

  5. É exactamente como indicou o amigo Fernando, o problema está na torneira que deve estar calcinada. Encontra-se na lateral da caixa da ventilação, junto à bateria. Se retirar a bateria do sítio, deve conseguir ver bem a zona.

    Cuidado com o forçar da torneira, porque geralmente o circuito está bastante sujo e cheio de depósitos de óxido de alumínio. Se a torneira não se mover com pouco esforço, é melhor ter cuidado porque arrisca-se a partir ou fracturar alguma parte e provocar uma fuga.

    Infelizmente os maus tratos num carro são difíceis de sacudir simplesmente atirando dinheiro para cima dele... há muitos maus profissionais a fazer "restauros" que são apenas um engana-mundos, mas muitas vezes também somos culpados se acreditamos mesmo que um restauro a sério se faz por tuta e meia. 1000€ dão para pintura, sim, mas como estava a chapa por baixo? Se a chapa estiver doente, não há pintura que a safe... passado pouco tempo, há ferrugem activa novamente.

    Tratar e recuperar devidamente um carro é uma despesa grande, que raramente é económicamente viável, e muito menos num carro popular. Há que entender o investimento como simples passatempo, e retirar o prazer do facto de se estar a ressuscitar um carro negligenciado. Também poderá depois disfrutar dos resultados de um investimento (bem feito) quando estiver pronto, utilizando-o com regularidade, quando estiver na plenitude das suas funções.

    Se um restauro for bem feito, tem um carro como deve ser, e capaz de tudo. Se for mal feito, tem um carro velho... a fingir que é novo.

    Um abraço!
     
  6. Meu caro:

    A resposta que o Eduardo Relvas deu, esta certinha.
    Nem mais nem menos.

    Sei que ouvir isto, é a pior coisa que alguém gosta de ouvir.
    Não sei como fez as coisas, mas se tem papeis(recibos) sobre os trabalhos efetuados, exerça o seu direito. Exigir junto daqueles que lhe fizeram o trabalho é um direito que tem.
    Habitualmente, estes trabalhos são feitos sem emissão dos comprovativos.
    Se for o caso é mais difícil de reclamar.

    Como resolver este assunto:
    Bem, é quase voltar ao principio.
    Se de mecânica, so precisa dos tubos, enfim a coisa não é mt grave, não é muito caro.
    Mais complicado, é a situação da pintura e ferrugem. Se a ferrugem esta a aparecer, o dinheiro que gastou foi para o Lixo.
    Tenha calma, não deite o carro fora.
    Tente encher o peito de € e logo que puder, mande fazer isso a quem de direito.
    Eu ia ter com o gajo que fez a obra e ia ser bonita a conversa.

    Abraço

    Alguma coisa que precise, se eu puder ajudar disponha.

    Claudio
     
  7. Pode haver algo que prenda o cabo, mas o mais provavel é a torneira da chaufage que fica calcinada.
    Na minha opinião é trocar torneira e verificar cabos (não esteja ele já preso propositadamente por algum motivo).
    Ao desmontar a torneira do radiador da chaufage, verifique o seu estado, pode este tambem estar danificado.

    A melhor solução de longe é: radiador do 127 mk3 (super), que é em alumínio, e uma torneira nova.
    Praticamente todos os 127s têm o mesmo problema na chaufage. No meu substituí mas consegui 2 radiadores praticamente novos.
     
    Pedro Sousa Filipe gostou disto.
  8. Bom dia, ontem desmontei "aquela entrar de ar uma caixa" e percebi que tem duas entradas uma em cima e outra em baixo, a debaixo tava completamente enferrujada e calcinada, enchi aquilo com spray anti ferrugem, ao tentar tirar a caixa têm um parafuso no fundo que a prende a um suporte no carroçaria esse parafuso partiu e esse apoio ta podre todo ferrugento!sad.png
    Agora o meu objetivo era soltar o parafuso partido, a porca no fundo moeu e tentei com um berbequim mas ainda não o tirei, quero lixar bem aquela zona e pintar... mas outro pormenor é que não consigo soltar o cabo da choufagem do ar frio que é a entrada de cima, para poder trabalhar a vontade...
    Tenho uma outra duvida, porque alguns 127 tem um reservatório para o óleo dos travões ao pé do pneu suplente e outros não?

    Um aparte o meu carro quando foi pintado não retiraram o motor e ai é que começa aparecer a ferrugem e a tinta a empular, na parte da grelha e nas caleiras! o carro foi pintado a meio ano!
    E a mulher lixa me a cabeça com alguma razão gastei uns € valentes, e a vida não ta para isso....

    Cump.
     
    Claudio Vilas gostou disto.
  9. Se a entrada estava calcinada, como eu dizia algum cabo pode tar preso, verifique se o botão já desliza. Assim não mexa na torneira.
    O parafuso do fundo à carroçaria, convem agora tirar tudo e reparar isso para ficar preso.

    Soltar o cabo do frio é possivel. Agora já nao sei como funciona bem, mas entre a parte de plastico que fica junto do corta foto, e a "caixa" de plastico, dá para desapertar a união (é custoso, e necessita uma chave de roquete com extensor, nº8 penso eu).

    Reservatorio do oleo, a partir de uma certa carroçaria que nao tenho aqui agora (algures pos 76), deixou de estar na carroçaria.
     
    fernandes_luis gostou disto.
  10. Meu caro:
    Tentar desapertar o parafuso e partir o mesmo, quer dizer que o local onde o mesmo aperta, nao esta podre. Se estivesse podre, tinha partido o apoio.
    Quando os parafusos estao mt perros, deve utilizar, se puder calor.Geralmente, resolve.
     
  11. A vantagem dos carros antigos, é que desafiam a paciência a um gajo.

    Por acaso, quando tiver o 127 comigo, vou verificar a chofagem.
    Aquilo ate trabalha bem, mas não sei como estão as portinholas.
     
  12. Sem dúvida, mas com paciência também se põe tudo a ronronar como deve ser... e até dá gosto!

    A chauffage do meu 127 também deu alguma guerra, recordo-me de ter tido muito trabalho para retirar um dos cabos de dentro do tubo, mas depois foi tudo bem limpinho e oleado, até hoje funciona na perfeição. Entretanto agarrou foi a torneira por falta de uso e estar cheia do óxido de alumínio, mas depois de trocar a torneira, circuito limpo e atestado com Paraflu, até hoje está impecável.

    O meu 127 é de 78, foi um dos últimos primeira série montados, e tem os depósitos do óleo de travões directamente montados na bomba central, embora ainda tenha o suporte do depósito na carroçaria junto à roda sobressalente.

    A parte da frente da caixa da chauffage, se bem me recordo, solta-se desaparafusando um parafuso que tem no fundo (às vezes não se vê por causa do lixo que acumula dentro da caixa), e as 4 molas que agarram a frente à parte de dentro, e que basta soltar. Depois pode é precisar de soltar algum dos cabos, mas tirando isso a parte da frente está solta.

    Um abraço a todos!
     
  13. Boas, ja retirei os cabos, acabei foi por partir um peça de plastico preta pequena que estava na ponta de um cabo da entrada de ar do frio!
    Outro assunto, estive a arranjar as entradas de ar das portas, vidros triangulares, e por baixo dessa borracha tambem triangular esta uma calha em metal e ta completamente podre e não sei como subestituila!
    que sorte :(

    Abraço, e bom ano a todos...
     
    Claudio Vilas gostou disto.
  14. Mostre fotos do que precisa, que sou capaz de lhe desenrascar.
    As calhas podem apodrecer, mas nao é comum...
     
    fernandes_luis gostou disto.
  15. Boa noite:

    Pois a coisa esta a complicar-se:

    Esses aros triangulares são MUITO DIFICEIS de ARRANJAR, bem como AS BORRACHAS.

    Esses vidros triangulares chamam-se defletores.

    Para arranjar as armações, tem que procurar bem.
    Pode ser que consiga arranjar isso junto de uma pessoa que tenha um 127 em peças, ou tentar arranjar isso no ebay.
    Mais, para substituir isso, tem que tirar os vidros das portas fora e desmontar os frisos cromados.
    É um trabalho algo difícil, mas faz-se.

    Vá dando noticias
     
  16. O melhor é mesmo é ir colocando fotos, ajuda a que o possam ajudar.

    Uma das coisas que eu fiz no meu 128 desde que chegou a casa até hoje é ir sempre deitando WD40 em tudo que seja peça metalica com ou sem ferrugem.
    Um carro depois de restaurado continua a precisar de mimos, e manutenção pois continua a ser um carro com idade e quando se trata de carros com uma mecânica fragil a atenção é redobrada. Tem de se cuidar do investimento. Não podemos só abrir o capo quando o carro decide parar por vontade própria.
    Se é que me fasso entender.
     
    Claudio Vilas e Hugo_Fiat 242 gostaram disto.
  17. O melhor é mesmo é ir colocando fotos, ajuda a que o possam ajudar.

    Uma das coisas que eu fiz no meu 128 desde que chegou a casa até hoje é ir sempre deitando WD40 em tudo que seja peça metalica com ou sem ferrugem.
    Um carro depois de restaurado continua a precisar de mimos, e manutenção pois continua a ser um carro com idade e quando se trata de carros com uma mecânica fragil a atenção é redobrada. Tem de se cuidar do investimento. Não podemos só abrir o capo quando o carro decide parar por vontade própria.
    Se é que me fasso entender.
     
  18. Bom dia e bom ano.
    Não consigo colocar as imagens, e pior nem encontrar essas peças...
    cump.
     
  19. Se calhar, partiu umas pecinhas pequeninas em plastico, certo?
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página