Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Chaparral

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Guilherme Coutinho, 10 Abr 2008.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Guilherme Coutinho, 10 Abr 2008.

  1. Chaparral Cars foi uma companhia de automóveis dos Estados Unidos que construiu um protótipo de carros de corrida de 1960 até o início dos anos 1980.


    Chaparral foi fundada por Jim Hall, um magnata texano do petróleo que tinha um impressionante conjunto de competências ao nível da engenharia e da condução de veículos de corrida.


    Ao longo da década de 1960 e 1970, a Chaparral teve um enorme sucesso nas corridas de carros, tanto nos circuitos americanos como nos europeus.

    O primeiro chaparral foi construído por Dick Troutman e por Tom Barnes em 1961.


    Apesar de vencer a Indy 500 (piloto: Al Unser) em 1978, a Chaparrals deixou o desporto automóvel em 1982.


    Também se destacou no SCCA / CASC CanAm série e no Europeu FIA Grupo 7.


    É dito na cultura popular que os Chaparral foram impedidos de competir em eventos, porque eles eram muito eficazes e rápidos, especialmente o 2J.


    A Chaparral foi a primeira a introduzir entradas de ar eficazmente concebidas e spoilers.

    O 2J (1970), foi o carro que viria a ser conhecido como o "aspirador". Foi um carro que gerou muita controvérsia, pois tinha um sistema independente com duas turbinas na traseira que aspiravam o ar e criavam uma força sucção no chão. O carro foi banido das corridas depois de o seu piloto se sentar no pódio em três das suas quatro corridas.


    A utilização por Jim Hall de uma transmissão semi-automática nos Chaparral permitiu criar a flexibilidade necessária ao ajuste nos dispositivos aerodinâmicos.



    (se tiverem mais informação ou fotos e até miniaturas deste automóvel coloquem-na neste tópico, sff)
     
  2. Imagens do 2d e do 2j
     

    Ficheiros Anexados:

    • 2d.jpg
      2d.jpg
      Tamanho:
      47.6 KB
      Visitas:
      5
    • 2j.jpg
      2j.jpg
      Tamanho:
      22.3 KB
      Visitas:
      4
  3. Uma fantástica marca de carros de competição que acho que toda a gente já ouviu falar... Este tópico merece desenvolvimento... Gostaria de saber mais...

    cumprimentos.
     
  4. Chaparral nº7, correu em Le Mans 1967 e não terminou a corrida, mesmo assim ficou em 19º.
    Era pilotado por Phil Hill e Mike Spence.
    Tenho este modelo da IXO

    LMC091.jpg

    Esta é a imagem da altura do Chaparral 2F

    [​IMG]
     

    Ficheiros Anexados:

  5. Quando era novo tive um carro Chaparral 2J. Uma miniatura eléctrica da marca Cox.

    Corria com ele na casa de jogos META na Costa de Caparica, onde tinha uma fantástica pista de Slots.

    Corriam os anos 70...e ainda se chamava mini-pista....

    PM
     
  6. O logótipo da Chaparral;)
     

    Ficheiros Anexados:

  7. Chaparral 2D

    O modelo 2D foi desenhado para corridas de resistência em 1966.

    Ganhou a Nürburgring em 1966 com os pilotos Phil Hill e Joakin Bonnier.

    Participou também nas 24 horas de Le Mans retirando-se ao fim de 111 voltas.
     

    Ficheiros Anexados:

  8. hehe, o carro parece um avião com aquele ailerom (n sei se escrevi correctamente:huh:)
     
  9. Haja algum motivo de orgulho deste País... pelo menos nos carros que produziu...


    Fabuloso...

    É lindo... esse carro foi só para corridas ou podia circular nas estradas [pouco provável]:huh::huh:o_O


    Cumprimentos
    FF
     


  10. Não é português!!! É americano.

    E que eu saiba só circulou em corridas.

    Mas em muitas delas foi proíbido por ser potente demais.
     
  11. Upsss... pois...

    retiro o que disse... o que não quer dizer que os carros Americanos não sejam bons...

    Isso das corridas acredito que sim só o aspecto que ele apresenta... rebaixado e etc... confere-lhe uma enorme aerodinâmica... talvez este carro seja daqueles que utilizam "pára-quedas" para travar devido às enormes velocidades que atinge, os travÔes ficam inutilizados...

    Abraços
    FF
     
  12. Chaparral é um nome que já não me lembrava de ouvir há muitos anos

    A primeira imagem que tenho deste carro estava numa carteira de fósforos em 1970-71. Penso que era o modelo 2D mas já não tenho a certeza.

    A minha lembrança não tem nada a ver com carros antigos pois na altura teria uns 7-8 anos: a parte de cima duma carteira de fósforos tinha a fotografia deste carro e era com ela que conseguia ganhar no "abafa", um jogo de crianças em que se tentava virar estas partes das carteiras de fósforos batendo com a palma da mão.

    Lembro-me que o meu Chaparrar era um vencedor como os verdadeiros na competição - provavelmente ainda andará perdido numa qualquer gaveta em casa dos meus pais ... ou já terá sido perdido para sempre numa das limpezas
     


  13. Não necessitavam de pára-quedas.......:feliz:.........o modelo 2J tinha duas turbinas que faziam sucção no chão e penso que deveriam também servir como travões.
     
  14. :D:D ser proibido por ser potente demais:D:D devia ser lindo assistir a uma race desse carroB)B)
     


  15. Isso já não é do nosso tempo. É uma pena.B)

    (Se tiveres o grand turismo 4 compra um chaparral e vais ver que ganhas quase tudo)
     
  16. Grande machine.
     
  17. Epá, se me perguntassem assim de repente, diria que era uma marca Alentejana xD
     

  18. :D:D:feliz:
     
  19. Chaparral 2J

    O mais incomum Chaparral foi o 2J.

    Além de um poderoso motor de 700 cv, e uma transmissão de três velocidades semi automática, a parte posterior do 2J tinha alojados duas turbinas de 17 polegadas.

    O objectivo das turbinas era "sugar" o ar da parte debaixo do carro e impulsioná-lo para a traseira do carro.

    Isto deu ao carro um tremendo poder, que não podia ser alcançado pela simples aerodinâmica ou por dispositivos como diffusers e asas.

    Foram estas turbinas que fizeram com que o 2J fosse banidos das corridas.

    Os seus adversários, nomeadamente a McLaren alegavam que as turbinas podiam projectar pedras e ferir os outros participantes.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página