Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Carros da nossa vida...

Tópico em 'Os Entusiastas do Portal' iniciado por Fernando Pamplona, 25 Jan 2011.

Tópico em 'Os Entusiastas do Portal' iniciado por Fernando Pamplona, 25 Jan 2011.

  1. Lancia fulvia rallye HF com 177cv medidos em banco de potência, que comprei à Forportil de Portimão através do meu amigo João Girão . Hoje está no museu da Lancia. Foi um carro que era da equipa da Lancia no qual correu o Sandro Munari, veio para Portugal para correr o Adolfo Sampaio e depois comprado pelo Engº Fortunato Santos. Esteve fechado numa garagem de Lagoa perto de 10 anos, quando o comprei. Vinha com mais um motor uma caixa de velocidades e mais 4 pneus jante 17 com pneus de terra.
    As 4 cornetas de entradas de ar, com filtro adaptado dos esfregões de arame de aço de cozinha, davam aos carburadores duplos solex um ronco especial, misturado com o matraquear de ferros característico dos Lancias. O "Santo António percorria todo o carro e tecto. O depósito de 120 litros com torneira de segurança e de abertura da divisão do tanque colocada entre bancos, servia também de anti-roubo. O deposito ocupava parte da mala, e era retirado depois de soltas duas correias.9 faróis dos quais 3 eram cybies, controlados por uma central de reles sev-marchal davam uma ajuda nas noites de rallyes entre Lagos e Sagres pelas estradas de terra à beira mar. Uma segunda bateria ligada em paralelo com a principal garantia luz durante muitos klms.

    Um dia como todos os dias da Vida, entrou um Italiano pelo escritório dentro da Empresa que dirigia na Praia da Luz, e fez uma daquelas ofertas que se olha duas vezes: É seu o carro que está lá fora?Compro.
    E levou o carro.
    Meses depois, o João Girão contactou-me-já eu estava em Elvas- para ir a Portimão por causa do Lancia. Acabei por ir. Ao entrar no Stand, estava o João, uma cara estranha que depois identifiquei como o Italiano e mais dois estranhos(representantes da Fábrica da Lancia).
    Vinham buscar o historial do carro, uma vez que já o tinham dado como perdido.
    E, acabei por saber que ao a Fábrica ficar com o carro, tinham feito um acordo com o Italiano, dando-lhe em troca um Integrale novo, com manutenção e troca de carro sempre que quisesse, fosse por que modelo fosse, durante 10 anos...
    Dizia-me o João: Grande desastre se arranjou...
    Dizia-lhe eu:
    -João, quando o Italiano me fez a oferta não te telefonei a dar-te a preferência como combinado?
    A mim, não me deixou mágoa. Os anos que o tive, foram bons anos de divertimento. Naquele tempo ainda os controlos de Policia eram brandos, deixando fazer alguns "disparates" saudáveis.
    Quando faziam o Rallye do Algarve, havia tantos "mirones" à volta dos carros do parque fechado como do Lancia. Belos tempos...
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Austin CooperS 1300 - 1972
    Gincana na FANA(Feira do Negage).
    Comprei-o (1972)Carmona durante o meu serviço militar em Angola. Custou 89 contos.
    Usei-o para tudo. Passeio, caçar por picadas, correr em Rallyes urbanos, gincanas. etc...
    Quando estava para voltar para Portugal, fiz-lhe uma reparação completa. Depois de tudo tratado, tive que voltar ao Negage, deixando-o na garagem do Hotel Trópico, para dali sair para o embarque por mão do Despachante.
    Sou ainda no Negage, que tinha sido roubado da garagem, e "estampado" junto ao Aeroporto.
    Não o voltei a ver.
     

    Ficheiros Anexados:

  3. Esse Lancia é fabuloso :feliz:
     
  4. Estes estão cá em casa

    Ford Escort 1100 - 1970.

    Fiat Punto Gt - Março de 1994
     

    Ficheiros Anexados:

  5. O GT já o conhecia do Clube.
     
  6. Boa noite!!
    Eu ja li varias vezes o primeiro post, para ver se tinha confundido alguma coisa ou se estão lá mesmo 377 cavalos!?!:oo :oo :oo
    Como é possivel?
    Partilhe por favor mais informação e especificações do seu ex-Lancia, acho que todos gostávamos de ver!

    Cumprimentos e bem vindo!:D
     
  7. 177 faria mais sentido.lindo automovel com um historial invejavel.
     
  8. Obrigada pela partilha;)
     
  9. Boas tardes
    As minhas desculpas, fiz um copypast de um já anterior erro e continuo a existir: correcção:177cv.
    Cumprimentos Pintode Almeida.
    Cumprimentos aos restantes.

    Um dia em Lagos numa época de férias encontrei um Lancia com a mesma cor, e caracteristicas exteriores e uma particularidade. A matricula de ambos era igual sendo diferente somente no último algarismo dos últimos dois números. Ainda deixei um bilhete no pára.brisas mas não houve contacto e também desapareceu.

    Mais uma vez as minhas desculpas pelo erro atrás referido.
     
  10. Não deixa de ser uma maquina linda ..
     
  11. 177cv naquele carro é um míssil autêntico.
    Devora rotação!
     
  12. Há que considerar que estes carros, o referido aqui, tinha capô, portas, tampa da bagageira em alumínio, o que lhe retirava algum peso. Os vidros excepto o pára-brisas e os das portas eram em acrílico.
     
  13. realmente essa historia do Lancia é incrivel
     
  14. É sempre bom ouvir falar do amigo João Girão, e quem o conhece sabe com quem conta: alguém que está sempre pronto para largar o que tá a fazer e ajudar o próximo, muitas vezes com prejuízo para a sua vida pessoal. Um senhor cinco estrelas!
     
  15. Máquina infernal!!
    Bela história.
    Abraço.;)
     
  16. Um bom amigo e sempre presente. Das noites de King na Racal Clube de Silves passando pelo Bote em Carvoeiro, ou das noites loucas conduzindo um kart venenoso pelas ruas de Silves com o "Land Rover" a tentar "interceptar"...

    Na altura em que ele me propôs o Lancia e que acabei por aceitar tinha ele um Ford Rs200, mas que não estava "virado" para o vender, por mais que me mostrasse interessado. Mais tarde num Rallye do Algarve, acabou por o estragar um pouco na Barragem da Bravura- onde estava presente todos os anos representando a Ford-.
    Um bom Amigo.
     
  17. Boas
    Sendo eu propietario de um fulvia 1.3s de 72, importado de italia com mala e capô em aluminio, o qual conduzo regularmente com muito entusiasmo, pois é um carro que só quem o experimenta é que percebe (o muito entusiasmo) não consegui ficar indìferente á sua historia. Obrigado por a partilhar conosco.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página