Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

C`etait un rendezvous - 1978

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Ivo do Val Gil, 28 Jun 2011.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Ivo do Val Gil, 28 Jun 2011.

  1. (sem as actuais ajudas electrónicas à condução e com tão diversos tipos de piso, como era bem difícil era nesses tempos)

    Em Agosto de 1978, portanto há 33 anos, o cineasta francês Claude Lelouch adaptou uma câmara giroscopicamente estabilizada na frente de um Ferrari 275 GTB e convidou um amigo piloto profissional de Fórmula 1, para fazer um trajeto no coração de Paris ... na maior velocidade que ele pudesse.

    A hora seria logo que o dia clareasse.

    O filme só dava para 10 minutos e o trajeto seria de Porte Dauphine, através do Louvre até a basílica de Sacré Coeur.

    Lelouch não conseguiu permissão para interditar nenhuma rua no perigoso trajeto a ser percorrido.

    O piloto completou o circuito em 9 minutos, chegando a 324 km por hora em certos momentos.

    O filme mostra-o furando sinais vermelhos, quase atropelando peões, espantando pombos e entrando em ruas de sentido único.

    O sol nem tinha nascido.

    Quando mostrou o filme em público pela primeira vez, Claude Lelouch foi preso. Nunca revelou o nome do piloto de fórmula 1 (AP) que pilotou a máquina e o filme foi proibido, passando a circular só no underground.

    Se ainda não viu o clássico, prenda a respiração e clique no link.

    Se já viu, veja de novo.

    Vale a pena curtir a emoção de passear em Paris como se estivesse a bordo de um Ferrari 275 GTB.

    Versão Integral...

    YouTube - ‪C'était un rendez vous‬‏
     
  2. isso ja foi desmistificado...

    na verdade o carro usado foi um Mercedes 450 SEL 6,9

    e o som é montagem... notoriamente
     
  3. certo é que este mito durou 30 anos e so foi desfeito há.... dois ou três anos...

    este topico já esta pelo menos triplicado no portal
     
  4. Ivo obrigado pela partilha mas o Ricardo tem razão.

    As imagens são reais mas o som foi acrescentado. A razão da escolha do Mercedes SEL foi andar tanto como um Ferrari mas ter uma suspenção a ar que proporcionava a estabilidade necessária à camara...

    A explicaçãopelo próprio Lelouch
    YouTube - ‪Interview Claude Lelouche sur "C'était un rendez vous"‬‏


    Isto não tira nada ao valor filme pois a filmagem foi real e provavelmente irrepetivel.


    Lelouch é um petrol head e entre outros, assinou um filme fabuloso em que 2 Mustangs, um civil e outro racing, desempenham um papel de relevo..

    Uma das cenas mais memoráveis em Deauville, num local agora chamado Boulevard Claude Lelouch...
    YouTube - ‪Un homme et une femme‬‏

    Outra cena que teve apoio da Ford France...
    YouTube - ‪Un homme Et Une Femme 1966‬‏


    nuno g


    Como diz Lelouch nesta peça, naquele dia os deuses do cinema estava com ele...
     
  5. evidentemente ninguem retira o mérito ao realizador!

    mas ja agora, seria possivel dar 324km/h num mercedão daqueles?
     
  6. Só se for a descer um penhasco! :D:D
     
  7. Foi aquele gajo? Grande maluco :D


    O primeiro video é real?
    O segundo é passado algum tempo certo?

    Em que ano foi +- aquilo?
     
  8. Nem no tal Ferrari, quanto mais no Mercedes... :D

    Nuno, o Mercedes andava tanto como Ferrari? Menos um bocadinho...:oo:huh:

    A escolha do MB foi por ter uma suspensão muito evoluida e confortável, de modo a que a filmagem ficasse o menos tremida possível.
     
  9. O Merc 6.9 é um avião que envergonhava os Porsches da altura... já o 6.3 que o antecedeu era a berlina mais rápida do mundo.

    Ainda assim, o filme foi acelerado... a ideia de conduzir de madrugada foi simplesmente de conseguir fazer tudo sem paragens para ser fluido.

    O mito já foi desfeito há muitos anos, mas pouca gente sabia porque foi antes da Internet.

    Já lá vão uns quantos tópicos disto, e ainda assim continua... :D

    Um abraço a todos!
     
  10.  
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página