Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

BMW 2002 - Valerá a pena restaurar?..

Tópico em 'BMW' iniciado por Diogo Barroso Piedade, 19 Mar 2016.

Tópico em 'BMW' iniciado por Diogo Barroso Piedade, 19 Mar 2016.

  1. Boas a todos!

    Este é o meu primeiro post por aqui. Consegui recentemente um BMW 2002 que embora tenha quase tudo em termos de material (interior, motor, etc.) não trabalha há alguns anos, não tendo ainda eu montado o que é necessário para o voltar a ligar, não sei se irá trabalhar (sei no entanto que a ultima vez que andou estava bom).

    Para além disso, ele apresenta alguns podres e o que gostava que me tentassem ajudar a perceber é se são demasiados podres para justificar o restauro e assim por alto, quanto acham que ficaria reparar os mesmos.

    Devo dizer que embora adore este carro, não tenho um orçamento por daí além para o restaurar, pois se tivesse nem pensava duas vezes. Neste momento o que estou a pensar é que se custar à volta de 3 mil euros a reparar podres + pintar + por o bicho a funcionar, é bom negócio, caso contrário, talvez o tenha de vender.

    Ficam então aqui as fotos do meu menino:

    img_1293.jpg

    img_1294.jpg

    img_1297.jpg

    img_1300.jpg

    img_1303.jpg

    img_1305.jpg

    img_1306.jpg

    img_1307.jpg

    img_1308.jpg

    img_1309.jpg

    img_1310.jpg

    img_1312.jpg

    img_1317.jpg

    img_1318.jpg

    img_1319.jpg

    img_1295.jpg

    Muito obrigado desde já!
     

    Ficheiros Anexados:

    joao ruivo quelhas gostou disto.
  2. Boas,

    Desde já parabéns pela máquina. Parece ter um bocado de trabalho pela frente, mas um 2002 vele sempre a pena.

    Abraço
     
  3. É, um 2002 em bom estado ou acabadinho de restaurar deve ser qualquer coisa mas pelas fotos a chapa vai ter algum trabalho pela frente e isso é só o que está à vista pelo que sem descascar será muito complicado avaliar o estado real.

    Com €3000 dificilmente se restaura, no verdadeiro sentido da palavra, seja que carro for, a maior parte dos carros "restaurados" que aparecem no mercado abaixo dos €20.000 provavelmente foi-lhes feita uma lavagem de cara e pouco mais, um banho de tinta, estofagem de interiores e um detailing final por dentro e por fora para terem bom aspeto.

    O bom deste negócio que fez é que se o tiver feito por valores interessantes provavelmente será fácil de recuperar o investimento nem que seja a vender às peças.
     
  4. Eu pegava nos 3000€ e comprava algo bom (estado)! Esse carro nem com o dobro ficará alguma coisa de jeito. :(
     
  5. Antes de mais muito obrigado pelas respostas!

    Em boa verdade ele custou-me 50 euros :) foi só mesmo um valor simbólico.

    Acham mesmo que por 3000 euros ele não fica com a chapa e pintura em bom estado?
    Isso torna a conversa um pouco mais complicada. Eu adoro-o mas realmente tenho medo do que vai aparecer quando o começarem a descascar.. Se for coisa para 8 ou 10 mil euros não sei se realmente justifica
     
    Filipe M. Simões gostou disto.
  6. Boas! Em primeiro lugar parabens pela compra. Este BMW é um dos meus modelos de sonho.
    Assim pelas fotos há sem duvida algum trabalho de chapa, e como ja foi dito, isto apenas é o que está à vista. Contudo se os podres se limitarem aos painéis, não será um trabalhao que te faça chegar a valores astronómicos, se existirem podres estruturais é que é preciso fazer uma boa avaliação e pedir alguns orçamentos. Dito isto, depois de teres uma ideia dos valores a gastar tenta procurar outro exemplar que esteja em melhor estado e compara os pros e contras. Se acabares por fazer o restauro a esse também ficas sempre com a certeza do que tens e sempre que lá andares o sentimento de segurança é outro.
    Se a nivel mecânico o carro estiver bom, se tiver todas as peças e o sistema eléctrico se encontrar de saúde, podes conseguir um restauro ja muito aceitável por esse preço, sem entrar nas "pintelhices" todas. ( existem sempre coisas que se podem ir fazendo aos poucos).
    Força nisso! Cumpts
     
  7. Boa noite

    Antes de mais, peço-lhe que se apresente criando um tópico aqui: Os Entusiastas do Portal

    Depois disso, altere o seu nome porque cá no Portal usamos os nossos nomes próprios. Pode alterar o nome aqui: http://portalclassicos.com/foruns/index.php?account/UserNameChange
     

    Ficheiros Anexados:

  8. Actualmente, faltar, falta-lhe a linha de escape e o veio de transmissão. Eventualmente posso ter que comprar um servofreio novo porque o que tenho está bastante ferrugento.

    Estou com algum medo da parte eléctrica porque o carro teve ratos lá dentro :( mas pelo que vi até agora não me parece que tenham atacado os fios.

    Ele basicamente acima de tudo precisa de ser pintado e arranjados os podres, mas estava à espera que isso não me custasse mais que 2000/2500 euros. Um 2002 em bom estado custa pelo que vi anunciado à volta dos 12 mil euros portanto ainda tenho alguma margem até chegar ao preço de um arranjado.

    Tenho algum receio que o carro acabe por ter problemas como referiu, estruturais, que o tornem impossível (ou demasiado dispendioso) de reparar..
     
  9. Bom dia Diogo e muito bem vindo!

    Começo já pelo seguinte, com 3000€ isso não se restaura. Agora, se vale a pena restaurar? Sim, vale.

    Há que elaborar um plano a longo prazo.
    Essa chapa está visto que será o ponto de partida. É desde já para esquecer mecânica e interiores.
    1° reunir orçamentos, e atenção que irão sempre existir surpresas, para reparar chapa e pintar.
    2° depois de ter a carcaça tratada, será a vez de tratar eixos, suspensão e travões.
    Aqui já o 2002 pode ficar assente no chão pelos seus próprios meios, e facilmente se mover conforme necessidade.
    3° tratar da direção e transmissão.
    4° tratar do motor. Para mim este é sempre o ponto mais fácil, independentemente do estado dele neste momento. Com o que irá ser feito até esta fase dá para reunir todo o material em falta. Regra geral, para o motor, é onde existe maior disponibilidade de peças.
    5° tratar da parte eléctrica.
    6° tratar dos interiores.

    Daqui para a frente fica ao gosto de cada um, pois um restauro "imaculado" é sempre um trabalho inacabado. Temos sempre a tendência de querer mudar alguma coisa, é o bichinho dos clássico a morder :)

    Quanto a orçamento, e levando isto assim muito por baixo, eu diria que:
    Os 3000€ são para a 1ª fase (talvez sobre algum para pagar o jantar ao chapeiro e ao pintor)
    Para a 2ª se o material estiver em bom estado, ótimo. Mas uma boa limpeza e tratamento, mais amortecedores, calços, maxilas, bombitos, etc. sempre levam algum dinheiro. É melhor meter já uns 1000€ para ficar como merece.
    A 3ª vai depender do que está em falta mas tendo tudo não será muito dispendioso de tratar.
    A 4ª depende mas um motor parado há muito tempo vai precisar de ser aberto.
    Pernos, bronzes, segmentos, facejar cabeça e/ou bloco, juntas, correias, bomba de água, bomba de óleo... Aqui há muita coisa a substituir ou recondicionar como deve ser. E ainda não referi os carburadores. Este ponto será talvez o 2° maior investimento do restauro, a seguir da chapa e pintura.
    No 5º ponto vamos incluir todas as cablagens (motor, acessórios e interiores), alternador, motor de arranque, iluminação, bateria, lâmpadas, fusíveis, etc.
    Tudo irá depender do estado actual e do que está em falta. Novo seria mesmo a bateria, as lâmpadas e os fusíveis. O resto é restaurável.
    E chegamos ao 6º ponto. Estofar os interiores não é barato e é trabalho para um especialista. Convém reunir o máximo de orçamentos pois a variação de preços é enorme. Mas vai doer.
    Outro aspecto é o tablier e alguns plásticos. É material que não é fácil de recuperar (principalmente quando falta plástico) nem há novo. Aqui o eBay, OLX e derivados podem ser úteis para encontrar algumas peças que não obriguem restauro.

    Num cenário realista por 6000-7000€ deve ser possível restaurar esse 2002. Claro que isto são meras estimativas e as fotos do post estão longe de ser conclusivas quanto ao estado real do carro.
    No meu entender, pelos 50€ da compra, será uma ótima base para restauro. Tudo vai depender da real saúde da carcaça, aqui é onde o restauro pode atingir valores estratosféricos.
    Por fim, há sempre a hipótese de arranjar uma base melhor e esse ficar como dador de material. Por ex., comprar um 2002 sem mecânica mas com uma chapa sã.
     
    #10 Rafael Isento, 20 Mar 2016
    Última edição: 20 Mar 2016
  10. Nao diria melhor que o Rafael Isento!
    No meu restauro foi extamente o que fiz, rive de comprar um segundo carro pois a mecanica do meu parecia o fim do mundo.
    Depois há que ter em conta o seu nível de "expertise". Hà sempre muita coisa que podemos fazer, e que reduz em muito os custos de mao de obra de um restauro, mesmo que as habilidades sejam aoenas diatinguir uma chave de fenda de uma chave de estrela.... desmontar tudo o que sao acessorios da carroçaria e interior, etiquetar tudo, limpar peças, identificar peças necessárias e compra-las directamente... se se limitar a pegar no carro e entrega-lo assim a um restaurador os valores serão muito superiores.
    Para já eu começava por levantar o carro e percorrer minuciosamente a sua estrutura em busca de ferrugem ou podres, ter em atenção os fundos, as zonas dos pés normalmente sofrem bastante, as zonas onde existem soldas, normalmente tambem são mais sensiveis. Depois verificar os pontos de aperto das portas, quer nos pilares quer nas próprias portas, tb são pontos que estando em mau estado podem dar muito trabalho a um chapeiro. Retirar os vidros, frontal e traseiro para verificar como se encontra o metal por baixo da borracha, tambem costuma ser um ponto critico.

    Agora outra coisa, para servir de inspiração .

    Quando comprei o meu Taunus veriquei o mais que pude para nao correr muitos riscos. O primeiro chapeiro que o foi ver fez um orcamento de 800€ para tratar da chapa a nivel de podres. Depois do carro ir para lá e de uma inspecção mais profunda, o valor afinal passaria dos 2000€ ( e nao havia problema estrutural algum).

    " Alto e pára o baile"

    2000€ só para a chapa...calma lá que agora nao pode ser...

    Como nao tinha pressa no restauro e como gosto de me entreter com estas coisas , comecei a reunir informacao sobre tecnicas de chapear, tipos de solda... ha de tudo na net nos dias que correm...
    Resolvi entao arriscar e matar uma curiosidade que sempre tive," seria eu capaz de chapear um carro?!"
    Comprei uma máquina de soldar tipo Mig, sem gás, encontram-se bem acessiveis na net, e comecei a treinar em casa em chapas que comprei numa sucata. Andei uns meses naquilo, no primeiro mês cada solda cada asneira. .. era cada buraco na chapa que nem é bom lembrar . Depois comecei a apanhar o jeito à coisa e a conhecer a máquina e depois de conseguir a correta regulação de intensidade e velocidade de débito de fio, correu tudo tao bem que eu e o meu pai restauramos o carro a nivel de chapa. Foi visto depois de pronto por outro chapeiro e posso-lhe dizer que hoje quando ele tem trabalho a mais me pede para ir dar uma mãozinha. Relembri que os podres do meu carro eram apenas em painéis e cavas das rodas traseiras, se fossem estruturais estava fora de questão eu arriscar sequer.

    A nivel de mecanica tambem fiz a troca do motor, caixa e suspensão em casa. As partes internas do motor foram vistas numa oficina.

    Demorei quase 3 anos neste processo ( se nao estou em erro faz 3 anos em Julho deste ano) perdia 15 dias para refazer o fundo de uma porta,mas no final o resultado é que me interessava e com uma boa dose de calma e paciência tudo se fez.

    É certo que o orçamento que tinha para o carro teve de ser bastante reduzido, visto que tive de regressar à universidade, e propus-me a todo este trabalho para nao desistir do projeto mas agora que ja passou o pior posso dizer que foi o melhor que podia ter acontecido...tenho um carro e uma história...e alguns calos e queimaduras .

    Com isto apenas quero dizer, que se realmente tem o bichinho dos clássicos, com paciencia e tempo e claro algum dinheiro, tudo se faz.
     
  11. Muito obrigado pela completissima resposta.

    Acho que fiquei totalmente esclarecido, e parece-me que se restaurar vou seguir esse plano.

    A parte de afinar o carburador penso que não será muito dificil, o anterior dono dele é o avô da minha namorada que é mecânico e já se disponibilizou para dar uma mão nessa secção.

    Mais uma vez, muito obrigado por ter tirado o tempo para uma resposta tão completa!
     
    Rafael Isento gostou disto.
  12. Bela história, parabéns!
    Realmente não se tratam apenas de carros velhos ou clássicos. Todo o processo em que nos vemos envolvidos ao longo do tempo em que os possuímos, é como se fosse um livro em branco onde escrevemos algumas das melhores histórias da nossa vida.
    A aprendizagem, o desenvolvimento de novas capacidades (algumas delas artísticas), a camaradagem, o convívio, as almoçaradas, as jantaradas, as risadas, os passeios por estradas que, de repente, ganham um brilho diferente...
    No fim o dinheiro foi-se, mas valeu cada cêntimo!
     
  13. A afinação do carburador, não me referi a ela como um item isolado, faz parte do restauro do motor. É um item sensível, em que não bastam rodar um ou dois parafusos. Mas o que importa é que a mensagem passou :)

    Quanto a obrigados não é preciso, somos todos maluquinhos com um gosto em comum, por isso que respondemos. É de livre vontade, aqui ninguém é obrigado a nada.
    Da minha parte estou sempre disponível para ajudar outro "maluquinho"! :D
     

  14. Essa é que é realmente uma experiência que nos liga a um carro..

    Embora haja bastante que eu consigo fazer no carro, já sei que não tenho mesmo jeito para esse trabalho de chapa/pintar. Ainda pensei nisso porque acho que é mesmo algo que deve dar muito gosto conseguir fazer.

    Muito boa história!
     
    Filipe M. Simões gostou disto.
  15. Já agora aproveito para perguntar uma coisa, sabem se existe algum forum português especifico do 2002? Já estive à procura mas não encontrei nada..

    Já agora em espirito de conclusão, vou pedir um orçamento para a chapa e pintura e consoante o mesmo vou ver se sigo ou não em frente, mas estou muito motivado a restaura-lo!
     
  16. Com 3000€, pelo que as fotos apresentam, só se tiveres um grande amigo que to restaure, doutra forma não consegues fazer um restauro em condições.

    Se tens 3000€ para gastar vou dar-te um conselho, vende esse e soma esse dinheiro aos 3000€ e compra um clássico a andar!

    Boa sorte.
     
  17. Eu vou pegar aqui em algo que me parece ainda não ter sido discutido neste tópico, e que me parece importante.

    Esses tais 12000 euros, é o valor que pedem pelos 2002, ou o valor pelo qual são efectivamente vendidos??

    Cuidado com as sondagens na net amigo, todos os vemos a venda, vemos desaparecer os anúncios, mas a menos que se conheça quem compra, pelo menos eu desconheço o real valor da transacção.

    Com isto dizer ainda que esse 2002 está muito bom para peças, e não mais do que isso. O que não é um problema, porque com stock de peças, com calma ia procurando outro 2002, a andar e em bom estado, até um desses que estão listados por 5 ou 6000 euros, e com 3000 euros em notas nos bolsos, vai ver que o trás para casa.

    Boa sorte, não no restauro, mas na procura de outro.:)
     
  18. Nem mais @miguelcristovao, há pouco tempo esteve um 2002, cor creme, aparentemente sem restauro a fazer mas também sem ter sido restaurado e pediam €7500, admitindo que há negociação o valor ainda pode cair mais.

    @Diogo Barroso Piedade , não leves a mal o aparente negativismo, na verdade é uma forma do pessoal que já restaurou ou que já anda nisto há mais tempo te proteger de dissabores complicados que advém de expectativas erradas que costumam custar muito caro.
     
    miguelcristovao gostou disto.
  19. Claro, e foi mesmo para isso que aqui vim perguntar.

    Vou pensar bem nisto, queria mesmo restaura-lo, mas tenho receio.. Por acaso têm ideia quanto valerá um 2002 em peças? Este fora a chapa tem tudo mais ou menos em bom estado..
     
    Rafael Isento gostou disto.
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página