Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Berlina 1750

Tópico em 'Alfa Romeo' iniciado por Hugo G Monteiro, 11 Dez 2009.

Tópico em 'Alfa Romeo' iniciado por Hugo G Monteiro, 11 Dez 2009.

  1. Como sou novo nestas coisas parece que só agora encontrei o local certo para deixar as minhas dúvidas! o texto que segue foi colocado no espaço Chapa e Pintura deste fórum mas agora reproduzo-o aqui:

    "...Como iniciado no mundo dos clássicos venho procurar alguns conselhos para um restauro "leve" no meu Alfa 1750 Berlina de 71!
    Adquiri-o recentemente e apesar de o motor aparentar estar em boas condições a chapa tem alguns pontos que me preocupam. São três ou quatro ponto de ferrugem, ainda por baixo da pintura - que não é original -. Nomeadamente, junto aos pilares A, tampa da mala e numa das travessas laterais debaixo das portas. A questão que coloco em busca de ajuda, visto que o meu interesse é simplesmente ir à inspecção e começar a desfrutar do "dito" é: Será possível eliminar aqueles pontos de ferrugem sem ter de reparar a chapa por completo?..."

    Desta vez vai já com as fotos.
    O ponto onde me encontro agora é saber se devo partir para o restauro total da chapa ou isto até não é muito mau e restauro a chapa quando tiver mais dinheiro:feliz: trato só dos pontos críticos!!! qual é a vossa opinião? e já agora se forem da opinião que devo arranjar já tudo em condições, onde devo ir?


    Muito obrigado
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Aos mais atentos e experientes gostava de perguntar se têm alguma ideia da história das jantes da BWA como aquelas que vieram com o meu carro!
    Eram opcionais da altura (71) ou são mais recentes? confesso que a pesquisa que efectuei na net não foi muito esclarecedora e remete-me sempre para os slotcars:D

    obrigado!
     

    Ficheiros Anexados:

  3. Boa noite

    Esse carro esteve parado a porta de minha casa uns meses a coisa de um ano.Se fosse meu ou deixava andar assim tentava n andar muito a chuva com ele so sair quando esta sol e quando estivesses mentalizado para gastar algum dinheiro entao restaura lo e leva lo a chapa que e um carro muito bonito.
    Cumprimentos
    Alberto Rola
     
  4. Olá Hugo, muitos parabéns pela belle. A berlina é um modelo que ficou um pouco na sombra da Giulia, bastante mais barata e popular, mas é uma máquina fantástica.

    Essa 1750 série 2, sendo do última ano de produção, é uma das poucas a injecção ou ainda a carburadores?

    Essa chapa está um caos, quando se começar a descascar vais ter muitas e desagradáveis surpresas. Nota-se que já esta fibrada em alguns locais e esses podres nas dobras e cantos vão exigir mãos de mestre e muitas horas de trabalho. Na minha opinião o restauro total é essencial, mas antes deves garantir duas coisas: um artesão de confiança que te faça o trabalho sem aldrabices e um budget generoso. Infelizmente não te posso ajudar com nenhum dos dois :rolleyes

    Boa sorte e vai dando notícias!
     
  5. É meu caro, tal como ja foi dito, tens aí algumas coisas com te preocupar.

    O carro merece.

    Tens vontade?

    Enche o peito de ar e começa, mas antes procura, procura bem quem te faça um bom trabalho e seja honesto.
    Pede ajuda, houve opinioes, vai as oficinas.
    Creio que existe um site, creio que "os alfistas", pode ser que te ajudem.
    Abraço e muito sucesso

    Cump

    Claudio
     
  6. Restaurar ao de leve não é o meu forte, já não sei bem quantos Alfa Romeo já restaurei (mas foram seguramente algumas dezenas) e já sofri muito por causa desse tipo de trabalhos. A verdade é que não acredito que se façam trabalhos sérios dessa forma.

    Um restauro não é o que pretende fazer, o que pretende é um disfarçar de podres em zonas estruturais da carroçaria.

    Infelizmente os tratamentos estéticos ou arranjos estéticos ou o que lhe queiram chamar proliferam e pouco ou nada se pode fazer quanto a isso, alguém menos prevenido no futuro irá arcar com despesas e desgostos desnecessários.

    Olhando as fotos e se não levar a cabo um intervenção minimamente séria, ainda que por motivos económicos, ou outros, localizada só nos pontos mais críticos desse carro nunca o poderá desfrutar como pretende pois não terá a rigidez estrutural necessária bem como no inverno quase de certeza terá humidades e infiltrações diversas.

    Comentário ou conselho à parte como o queira entender passo a responder concretamente à sua pergunta:

    - Quer por o carro bonito por fora sem mexer em chapa, claro que pode, o poliéster resolve tudo.

    A forma é simples encontre alguém de uma dessas oficinas que fazem trabalhos rápidos e baratos para seguros e vendedores sem escrúpulos e certifique-se que lhe explica bem que é para tapar tudo a poliéster e dar um ar bonito ao carro, até lhes pode dizer que é para revender o carro não gosta dele e não quer ficar com ele mas que sem disfarçar os podres não se consegue livrar dele. Vai ver que eles até fazem melhores preços.

    Se for pedir orçamentos para esse trabalho vai ver que entre os 600 e os 1000 euros vai ter muitas e diversas propostas.

    Agora se quiser andar em segurança com o carro por muitos e bons anos fuja disso e pense em fazer um restauro como deve ser e o carro merece.

    Se não lhe for oportuno fazer um restauro (antes de fazer qualquer disfarce ao carro) faça o reforço dos pontos estruturais da carroçaria, fotografe os podres antes de os disfarçar (não use poliéster, do mal o menos use remendos de chapa) e guarde as fotos para memória futura.
     
  7. Como não sou um fundamentalista do restauro, o que me preocupa mais nestas coisas é se o elemento extra que pretendemos colocar no carro é da época. O ano exacto de fabrico não é para mim o mais importante desde que se situe na época em que o carro foi comercializado e nesse aspecto eu considero que essas jantes são de época.

    Quanto a serem opcionais Se se refere a serem opcionais da marca digo-lhe que não creio que o tenham sido, a Alfa não se dedicava muito à revenda de produtos extra, era mais o contrário os diversos produtores é que fabricavam produtos que colavam à marca.

    O uso desse modelo específico da BWA também não foi muito comum em Alfa Romeo, embora fosse usado, penso que esse modelo foi mais usado pela Fiat. Mas isso também não é muito importante, o que é importante é que goste de as ver no carro.
     
  8. Boas,

    Peço desculpa ao fórum por não ter comentado qualquer das últimas opiniões, mas estive ausente e mais importante a Berlina também:feliz:
    Voltou há uma semana do bate-chapa onde ficou nestes últimos meses. Isto depois de ter passado por um mecânico com oficina para os lados da charneca da caparica...
    Conclusão, a chapa como já é habitual estava pior do que se julgava, nomeadamente, nalguns pontos em concreto. Porém, no geral estava boa.
    Prometo colocar algumas fotos actualizadas...

    Fico contente por saber que esta Berlina já era conhecida. A quem a comprei contou-me uma história semelhante.

    Futuro: tratar do interior...substituir algumas peças partidas e renovar outras. O trabalho não é muito porque se encontra bem preservado. Não esquecendo de estofar o chão e limpar o forro do tejadilho....e para o tornar num verdadeiro utilitário, um sistema de isofix para andar com os miúdos...mas isso vai ter de esperar porque entre chapa e mecânica já vão muitos €:(-

    Por último, gostava que me dessem a vossa opinião sobre o que se pode estar a passar...desde que veio do bate chapa o cheiro a gasolina ou gases de escape no interior do habitáculo é muito intenso. Já olhei para as ligações no motor mais óbvias mas não encontrei nada que se assemelhe a uma fuga. Sabem por acaso qual possa ser o problema?

    cumprimentos
     
  9. Parabéns pelo Alfa!
    Pela zona da Charneca? Se for o que penso até lá vou só ver, devem achar que sou maluco mas é quase um museu em movimento! Grandes Alfas!
    Fiquei sem perceber se o cheiro é a escape ou gasolina por queimar...
     
    António Libório gostou disto.
  10. É verdade, tem uma grande garagem e até um projecto de uma berlina 1750 a decorrer!

    Quanto ao cheiro, também não o identifico a 100%. Parece-me, contudo, gases de escape.
     
  11. São carros muito bonitos
    Tambem tenho um de 1969 em fase de restauro, (fase I) mas rápidamente me desmotivei. Força nesse restauro
     
  12. Amigos,


    Prometo colocar as fotografias da Berlina no seu estado actual. Contudo, só para Fevereiro uma vez que até lá estou afastado da mesma. E por isso o cheiro também não me incomodará :feliz:

    Cumprimentos
     
  13. Cheiro a gasolina dentro do habitáculo? Comum nos Alfas quando os carburadores têm fugas, ou as falanges de admissão têm fugas ou o escape, ou o depósito de gasolina. Serão piores se as borrachas do fole da manete das mudanças, ou as borrachas do chão ou do pára-fogo dianteiro e traseiro não estiverem em condições. Piores ainda serão se o carro tiver podres e deixar entrar ar contaminado das fugas que mencionei acima. Espero ter ajudado e boas voltas na Berlina. É um excelente Alfa.

    P.S. Lembro-me de ver este carro num largo perto da calçada de Carriche. Se quiser fotos tenho todo gosto em enviar-lhe.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página