Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Banho de tinta, como funciona?

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por Hugo Albuquerque, 26 Ago 2015.

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por Hugo Albuquerque, 26 Ago 2015.

  1. Boa noite a todos,

    Andei à procura desta informação pelo fórum mas não encontrei nada correspondente, portanto caso exista algum tópico abordar o mesmo assunto peço desculpa desde já.

    O que me levou a criar este tópico é a minha dúvida no que consiste ao certo os designados, banhos de tinta.
    Já várias pessoas me falaram deste tipo de trabalho e hoje na conversa, com um senhor que tem um Ford Escort de 1987, esse assunto voltou à baila. Estava a observar o carro por se encontrar com a chapa e pintura num estado maravilhoso e comentei com ele: "Estou a ver que pintou o seu Ford, está impecável" e eis que ele me diz "Isto não foi bem uma pintura, foi um banho de tinta". Fiquei novamente interrogado do que seria isso, portanto cá estou a criar este tópico para entender.

    O meu carro tem a sua pintura, ainda de origem, com 21 anos e já apresenta muitos riscos,swirls, raspões, etc e tal! Podres não tem qualquer um, mas custa-me ter imensos cuidados com ele e não estar satisfeito sempre que o observo. Essa insatisfação deve-se precisamente à pintura.

    As minhas perguntas são então bastantes:

    Será que isso dos banhos de tinta seria uma boa opção?
    E que custos tem esse tipo de trabalho? Uma pintura feita como deve ser, anda na casa dos 1000-1200€, esses banhos deduzo que não sejam tão dispendiosos.
    Qual a diferença de uma pintura e do tal banho de tinta?

    Ando curioso, pois se for um trabalho de fiar era pessoa para dar banho ao carro :)D) e ainda meter num chapeiro arranjar as amolgadelas.

    Obrigado e mais uma vez desculpem se estou a repetir o assunto.


    Cumps.
     
  2. Alguém, dentro do assunto que consiga ajudar?

    Aproveito para deixar uma fotografia do Ford que levou o dito banho de tinta.
    O sol não ajuda muito mas dá para entender.

    20150826_192212_zpsz7ly8tyn.jpg
     
    Abílio Teixeira Gomes gostou disto.
  3. Para mim um banho de tinta é pintar um carro sem desmontar nada. Colocam fita cola a proteger em torno de algumas peças e pintam.

    Eu prefiro ter um carro com riscos, pequenas mossas, swirls e outros defeitos do que com uma pintura dessas. :)
     
    Hugo Albuquerque gostou disto.
  4. Sim é o que o João acabou de dizer.
    Se estiver em bom estado e o orçamento for curto, é uma opção desde que feita com brio e profissionalismo.
     
    Hugo Albuquerque gostou disto.
  5. Nem mais. Já vi carros que levaram só um banho e que ficaram muito bons. Vi também alguns que metiam dó, com borrachas pintadas e "fumos" de tinta onde não deviam.
    Depende muito do profissionalismo e brio de quem fizer o serviço.
     
    Hugo Albuquerque gostou disto.
  6. Obrigado aos três! :)
    E já agora têm uma ideia dos custos deste tipo de trabalho? Uma média, só para ter ideia.
     
  7. Quem tem brio não dá banhos!

    A minha sugestão é o proprietário ir para oficina e desmontar ele tudo. O parabrisas ainda perdoo que não tirem. :)
     
  8. Mais vale juntar mais uns cobres e pintar em condições.Dar banhos na minha opinião não é serviço.
     
  9. Oh João,

    Nem toda a gente pode fazer como tu, que ao poupar nos cigarros que não fumas e no álcool que não bebes, junta milhares e milhares de euros para investir em projectos, com restauros a sério e pinturas a sério.

    És um felizardo, mas a maioria dos que por aqui andam não dispõem dessas verbas avultadas, logo, e com conhecimento de causa, de quem anda em oficinas desde que não sabia sequer andar, um banho é uma opção tão válida como uma pintura integral, desde que se parta de uma boa base, sem grande volta a dar de chapa.

    E quanto a ir para a Oficina desmontar coisas, depois a conta acerta-se no final.
    E como se diz na gíria, quem desmonta, monta!

    Agora imagina que algo corre tremendamente mal, e um elevador cai em cima de um curioso; um macaco mal apoiado esmaga alguém; uma rebarbadeira corta um membro.... ou se vem uma inspeção do act, da asae, etc etc..

    Não facilitar, não vale a pena o risco.

    Além disso tudo, o próprio profissional irá garantir se é necessário uma boa pintura integral ou se basta um banho, avaliando a situação em concreto, e fazendo o respetivo orçamento.
    Com um carro todo escaqueirado ninguém faz orçamento para um banhito de tinta. ..

    Mas é só a minha opinião. :)
     
    Bruno Pais Rodrigues gostou disto.
  10. Tenho um Fiat 128 Rally para pintar há dois anos.
    Tenho um Fiat 128 Coupé para pintar há três anos.
    Tenho um Renault Mégane Coupé da minha Mãe para dar um banho! :)
    Tenho um reboque agrícola para pintar
    Tenho uma mota para pintar...

    Por alguma razão não tenho tudo pintado. :(

    Sou um felizardo? Tento fazer as minhas omeletes com os poucos ovos que tenho, como quase toda a gente aqui no fórum. O comentário quase nem merecia a minha resposta.

    Como referi, provavelmente é melhor ter o carro com umas mazelas do que com um banho manhoso. Estamos aqui para ajudar o pessoal, não para nos enganarmos uns aos outros. E pessoalmente gosto de ver os carros usados, cada vez mais.

    Isso da segurança nas oficinas compreendo e eu próprio sou obsessivo, cai uma vez na fossa do meu mecânico e não estava lá a trabalhar. :) Agora temos que aceitar que isto dos carros velhos foge em tudo ás regras e se todos deixássemos os carros em oficina para arranjar e fossemos buscar no fim de prontos ninguém os tinha. Aqui no fórum quase tudo o que é princípios (regras, segurança, ambiente, etc) de trabalho estão errados.

    Eu não mudo o óleo a carro nenhum em casa, excepto o Fiat. Tenho os meus princípios e gosto de dar a ganhar...

    Ontem tirei esta foto num desses cafés que está na moda (também não bebo café, ou seja 365 x 0.50€ = 182€).
    É o que se chama de um banho, alias uma banhada. :)

    11887865_10153690394987369_6633763545549862452_n.jpg

    Isto é como o Facebook, ninguém vem para aqui mostrar tristezas... :) Desfiz-me de dezenas coisas este ano que coleccionei relacionadas com os carros para comprar os últimos Fiat 128 Rally por exemplo.
     
    #10 João Pereira Bento, 27 Ago 2015
    Última edição: 27 Ago 2015
    André Paixão e Helio Fernando gostaram disto.
  11. Hugo, vou-te dar o meu exemplo do AX.

    Quando troquei o 114 GTi (que estava num estado como já há poucos) pelo AX, a ideia era ter um mini-foguete para umas brincadeiras. A verdade é uma, é muito fácil nos afeiçoarmos aos brinquedos e, mesmo sendo para umas brincadeiras, a febre subiu alto e fez-me pensar no "pobre coitado".
    Depois de muito pensar, cheguei à conclusão que quero algo que eu goste de olhar e usar.

    Esta pequena introdução para quê?
    Bem, também andei a pesquisar esses banhos mas a verdade é que optei por levar o carro ao "osso".
    O banho não é mais do que despolir a superfície (retirar o verniz) para criar uma certa rugosidade afim da nova tinta aderir. Depois de despolido, reparam-se as zonas com mossas e amolgadelas. Alisa-se a chapa e aplica-se a massa/betume, passando depois uma lixa antes da pintura.
    Depois deste trabalho/preparação, dá-se o dito banho (ou fumo, como alguns dizem), que não é mais do que uma demão de tinta final, já com o brilho final, curando depois em estufa, sendo o resultado final uma pintura reluzente, conforme o Escort que viste.
    Tem atenção que este tipo de pintura é do estilo "por onde passa a procissão", por norma aplica-se só aos painéis na face exterior, aquilo que a vista alcança.
    Este tipo de trabalho pode rondar entre 300 a 500 €, dependendo do local onde se faz.

    Voltando ao AX.
    Visitei um pintor que me recomendaram, levei o carro e disse-lhe o que pretendia fazer com ele!
    Acontece que o rapaz, além de pintor, é piloto de Rallyes nas horas vagas! Para minha satisfação, o carro dele é um Citroen C2 S1600, ou seja, por experiência própria conhece bem a marca e todas as referências de tintas e primários.
    Conselho dele: "olhe, se fosse para o meu C2, que é carro para andar a abrir no troços, era desmontar tudo e fazer um trabalho como deve ser.
    Assim sendo, por valores na ordem dos 900-1000€, eu vou-lhe entregar o carro todo desmontado, apenas com rodas e direção para o movimentar, e vai ser todo descascado, reparar um podre num pilar e alguma ferrugem nos painéis, e ainda substituir o painel do tecto por um novo afim de eliminar o tecto de abrir. O painel de tecto é um extra não incluído no preço. Depois de devidamente preparado/tratado, aplica-se o primário, vai à estufa e fica 2-3 dias em repouso a estabilizar. Findo esse tempo leva a tinta final e o verniz. A cura é feita em estufa. E pronto, segundo apurei este é o melhor método para quem quer um trabalho de qualidade e durável. O banho, para quem gosta de apreciar o carro, nunca é a melhor solução. Mas para um carro de dia-a-dia pode ser uma solução económica para dar um melhor aspeto ao mesmo, digamos que é o nível seguinte à aplicação de polish :)
     
    José de Sá e Hugo Albuquerque gostaram disto.
  12. Tá a faltar as peças que tens que comprar no ebay porque vêm na embalagem original...

    :):
     
  13. Adoro peças originais e comentários no fórum também!
     
    Helio Fernando e Nuno Andrade gostaram disto.
  14. Quero agradecer desde já a todos a contribuição para o meu conhecimento e sugestões.

    Perguntei isto pois tenho o Rover como carro de dia a dia e ha-de continuar a ser por, pelo menos, mais uns 5 anos. Não me conformo a ver o carro neste estado e queria então tratar dele a nível de chapa e pintura visto a mecânica já estar toda ok.
    Penso que não valha a pena estar a pintar o carro como manda a lei para dar-lhe o uso diário que dou...seria um desperdício. Talvez daí esta minha ideia do banho de tinta para disfarçar estes 5 anos que se seguem.
    Entretanto, se tudo correr bem,
    já hei-de estar a trabalhar e posso então ter o Rover como carro de fim de semana e mandar pintar como manda a lei.
     
  15. Hugo posso-te dar o meu parecer, porque já pintei das duas maneiras....
    Na carrinha cá de casa pintou-se um painel, e o gasto só de um painel rondou perto os 130€, mas foi uma pintura como deve ser, com camada de verniz boa, uma boa polidela final e com estufa.
    Já no corolla consegui-mos pintar o carro todo por 150€, já com betumes e com tinta de brilho directo, e posso-te dizer que houve pessoas a dizer que estava em melhor estado que se fosse pintado em algumas oficinas. Mas o corolla foi até ao osso, não foi apenas colocar fita a volta e esta andar. Estou muito satisfeito com o resultado e voltava a fazer tudo novamente.
    Quem tiver condições consegue pintar um carro completo, basta treinar um pouco num painel e fazer uma boa preparação.
     
    Hugo Albuquerque gostou disto.
  16. Terei lido bem? 150€?
    Foi pintado em casa?
     
  17. Sim, 150€ e pintado num armazem.
    Esta aqui o sujeito
     

    Ficheiros Anexados:

    Rafael Isento gostou disto.
  18. Impecável, excelente preço!
    A propósito, adoro ver carros dessa época com os faróis adicionais.
     
  19. E tem os autocolantes, mas não e para esconder a má qualidade da pintura. E por ser um projecto low cost onde é preciso patrocinadores ;)
     
  20. Eu até tenho equipamento de pintura, sistemas airless ou compressor, pistolas xpto apesar de algumas coisas não serem as mais adequadas para os carros, dá para safar.Podia molhar a garagem e pintar lá dentro mas isso é estragar dinheiro. Tem que ir à estufa para ficar algo minimamente decente.

    Betume 30
    Primário 100
    Tinta 200
    Lixa 12
    Silicone 30
    Gravitex 50
    30 horas a 4€ = 120€

    Com valores muito por baixo nunca menos de 500€ + iva. O banho abdica de algumas coisas e pressupõe que seja só praticamente despolir e pintar.

    Pintei o primeiro carro onde foi reparado de chapa e até está bom. Não o vou voltar a pintar lá, vou ter que arranjar um compromisso entra as minhas capacidades e sobretudo do meu Pai, chegar acordo com uma oficina que o deixe ir lá fazer a preparação da pintura e a própria pintura.

    Gostava de pintar num membro do fórum (outsider), só que ele quer 4000€ por cada pintura com material e pronto a montar. É caro? Com bons materiais e como ele deixa os carros é justo, eu é que não posso dar nem metade. :(

    Este 124 spider Abarth tem uma pintura de 10mil euros, tem verniz cerâmico por exemplo. Já vi pinturas a metade do preço melhores. :)

    https://www.facebook.com/fausto.nun...59656675215.1073741923.100001335640086&type=3


    O meu Pai tem uma pequena empresa de pintura. Tenho alguma legitimidade para falar de pinturas e questionar o valor das pessoas e dos materiais.Apesar de não ser a minha área de formação, tenho muita "formação" nas pinturas desde pequeno e ainda no sábado passado fui ajudar num daqueles trabalhos especializados que ninguém os come. Exemplos caricatos tenho 158 de "espertos" que arranjam quem faça a metade do preço, não são os pobres que cometem esse erro, os "miseráveis" são outros e normalmente usam gravata, alguns até laço e tentam passar sempre sem factura!
     
    Hugo Albuquerque gostou disto.
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página