Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Atrelados de Automoveis

Tópico em 'Legislação' iniciado por Filipe Trindade, 2 Abr 2007.

Tópico em 'Legislação' iniciado por Filipe Trindade, 2 Abr 2007.

  1. Caros Amigos:

    tenho uma pequena duvida que gostava de esclarecer:

    Posso circular na via pública com um atrelado (feito por mim.....:D ) para transportar o meu clássico ???? ou tenho de ter alguma licença, algum livrete do atrelado, etc...

    A atrelado seria para ligar a um veiculo ligeiro comercial e pelas minhas contas....:D deve pesar + ou - 200 kg e seria para transportar veiculos até + ou - 1200 kg.

    ficando a aguardar a vossa ajuda.

    Abraço
    Filipe Trindade
     
  2. Já agora, se alguem tiver algum e quiser postar aqui uma fotos, dava jeito.....:D era só para tirar ideias..........

    abraço
     
  3. Penso que sera preciso carta B+E e seguro no atrelado se o peso do atrelado for superior aos 600 kg acho que nao sera assim tao facil
     
  4. Uma vez indaguei sobre este assunto, e parece-me que o atrelado tem que ter um livrete, e o condutor tem que ter averbado na carta uma alinea para poder conduzir com atrelado, no entanto atrelados que transportem carga até 500kgs já podem conduzir, tipo caravanas, atrelados dos caçadores micro cars...etc...

    Alfredo

     
  5. dantes os atrelados ate um certo peso axo que 300kg nao tinham de ter livrete bastava por a matricula do carro , quanto a carta o conjunto carro e reboque nao podem pesar mais que 3500kg .
     
  6. Obrigado a todos:

    Moral da história: então vou ter de para a construcção do reboque....:wacko:

    mas não percebi uma questão quando falam em 300kg é o peso só do reboque vazio ou é o peso máximo dele carregado????:D

    Por ultimo só mais uma questão: relativamente às dimensões, estava a pensar fazer 4.00m x 1.80 m, mas tambem não sei se se enquadra dentro das medidas máximas permitidas, será que alguem pode ajudar???

    cumprimentos
     
  7. Filipe
    Penso que o atrelado teria de ser inspeccionado_O melhor será deslocar-se à DGV e expôr o problema.
    Abraço
    Luis
     
  8. Todos os reboques / atrelados têm de ser homologados , este proxcesso passa pelo fabricante dos reboques que tem esse poder, e em todos os reboques figura uma placa onde indica essa mesma homologação. Se o peso bruto do reboque (peso a carregar) não exceder os 400Kgs , o reboque tem a mesma matricula do carro rebocador e não carece de carta de reboques B+E. Se o peso bruto do reboque exceder os 400kgs, o reboque tem matricula propria e livrete, e carece de carta propria para conduzir , B+E ou C+E ou D+E e neste caso tem tambem tem de ter seguro proprio ou uma extenção do seguro do carro rebocador para o reboque, no primeiro caso não sei mas acho que tb é preciso seguro para o reboque, visto que muitas seguradoras não se responsabilizam por acidentes causados quando o veiculo serve de rebocador ou é rebocado é sempre recomendado o seguro para o reboque.

    O mesmo se passa pelas bolas de reboque tb têm de ter homologação, tem de aparecer o placa com a homologação lá. Neste caso se fizerem uma bola de reboque em casa, têm de encontrar uma placa destas numa outra bola de reboque (ex. na sucata) rebita-la lá e tá feito uma bola de reboque legal.Nos reboque é mais complicado, obedece a medidas/dimensões/pesos/rodados/travões/ é mais complicado arranjar uma placa para lá e o respectivo livrete
     
  9. Este é o conhecimento que eu tenho da lei ao qual se acrescenta, que só pode rebocar outro veiculo em atrelado quando o veiculo rebocado mais o atrelado em conjunto não pesem mais que o rebocador.
    há uns atrelados pequenitos que só fixam as rodas da frente do carro a rebocar e são muito praticos mas nunca descobri onde se vendem
     
  10. Muito usado no estrangeiro, mas penso que cá em Portugal não são legalmente permitidos :(- .

    Abraço
     
    José Sabino gostou disto.
  11. Boas. Ao que sei só os atrelados "desportivos" - tais como caça, motas, (atrelado + carga = 300 Kg (máx.)), podem circular com a matricula igual á do carro (sendo apenas necessário apensar na carta verde o reboque). A partir desse Peso Bruto o atrelado necessita de matrícula e seguro próprio. Cumps.
     
  12. Pelo pouco que ouvi sobre atrelados (dado o meu fascinio por TT), não é assim tão simples.

    Há questões legais e homologação sobre esse assunto.

    E posso informar que as coimas são elevadas!!!

    Pedi a um amigo com carta especial para reboques (transportava cavalos) e ele informou-me que apesar de ter quem lhe emprestasse um reboque para transporte de carros, a legislação alterou, era necessário declaração de venda do reboque, fazer seguro.....

    Bem por 50€ chamei um reboque e o A50 já está na garagem!
     
  13. Caros amigos:

    Tenho uma dúvida que gostavam que me tirassem acerca das bolas de reboque.

    Ontem estava a conduzir quando um jipe, que se encontrava à minha frente decidiu imobilizar o veículo, eu como não tive tempo para imobilizar o meu carro então bati contra a traseira do jipe. O embate não foi muito grande, mas acontece que o outro condutor tinha no jipe uma bola de reboque, sem protecção, na traseira e que atravessava as dimensões do jipe. Bem, os prejuizos são imensos desde radiador, filtros...enfim...

    Gostava que me dissessem onde posso encontrar legislação sobre este assunto para me informar e também porque vou entrar numa dura batalha de seguros...Como se resolve uma situação destas? Eu acarreto com os prejuizos provocados pela bola de reboque?:wacko:

    Obrigada!
     
  14. Normalmente, a culpa é de quem bate atrás. No entanto, as bolas de reboque, quando em desuso, devem estar protegidas e não podem exceder as dimensões do carro.
    Numa pesquisa rápida na net, li que a seguradora de um carro que possui bola de reboque, se esta for causadora de danos, tem de assumir 30% dos encargos, mesmo que esse condutor não seja culpado.

    Apesar de tudo, sugiro que faça uma pesquisa sobre essa legislação.


    P.S. Sugiro também que faça a sua apresentação aqui no Portal. Verá que é um espaço útil e descontraído.
     
  15. Antigamente havia muitos desses pequenos atrelados, eram uma ferramenta muito importamte para as oficinas há muitos anos, mas a proibição de rebocar os veículos nesses moldes acabou por serem encostados a um canto.
    Em oficinas mais antigas ainda os consegues encontrar, nesta zona chamam os "burritos".
    Cumprimentos.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página