Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

anomalias e soluções (mini)

Tópico em 'Ajuda no Restauro e Manutenção' iniciado por B.Oliveira, 11 Mar 2010.

Tópico em 'Ajuda no Restauro e Manutenção' iniciado por B.Oliveira, 11 Mar 2010.

  1. Boas,

    Informo que o seguinte texto nao é da minha autoria,tirei de um outro forum para futuramente nos poder ajudar (peoprietarios de minis):

    mapa de detecção e resolução de anomalias


    Pesquisa de avarias no sistema de alimentação

    Como todos sabemos, antes de efectuar qualquer tipo de reparação no sistema de alimentação deve-se procurar saber qual o defeito, onde está localizado e a que é devido. Só depois estaremos em condições de poder efectuar uma reparação adequada.
    Sendo assim foi com essa intenção que criei um mapa de possíveis deficiências apresentadas e possíveis causas para as mesmas.

    As avarias do carburador podem ser identificadas a partir das seguintes situações gerais:

    1) O motor não arranca ou arranca com dificuldade.
    2) O motor arranca mas pára de seguida.
    3) Ralenti demasiado rápido.
    4) Ralenti demasiado lento.
    5) Ralenti irregular.
    6) O motor faz poço.
    7) O motor gagueja ou hesita nas acelerações.
    8 ) O motor engasga-se nas acelerações.
    9) O motor grila.
    10) Falta de potência e ou sobreaquecimento do motor nos regimes de cruzeiro.
    11) O motor falha ou sacoleja em regime de cruzeiro.
    12) Consumo excessivo do motor.
    13) Falta de potência nos regimes mais elevados.
    14) Motor tende a parar nas desacelerações.
    15) O motor dá ratéres.

    1) O MOTOR NÃO ARRANCA OU ARRANCA COM DIFICULDADE
    . Falta de Combustível no depósito.
    . O combustível não chega ao carburador ( ver 16)
    . Nível de combustível na cuba inadequado (ver 18)
    . Circuito de arranque mal comandado ou a funcionar mal (ver 19)
    . Aceleração inadequada
    . Circuito de ralenti desregulado ou a funcionar mal ( ver 20)
    . Falta de depressão no colector (ver 21)
    . Motor afogado (ver 28)
    . Velocidade demasiado baixa do motor, para arranque
    . Bateria descarregada
    . Deficiências eléctricas
    . Circuito de ignição desregulado ou a funcionar mal
    . Óleo demasiado viscoso
    . Motor preso
    . Motor descomandado

    2) O MOTOR ARRANCA MAS PÁRA DE SEGUIDA
    . Circuito ou dispositivo de arranque mal comandado ou avariado (ver 19)
    . Aceleração inadequada
    . Falta de depressão ou depressão inadequada no colector de admissão (ver 21)
    . Ralenti desregulado ou a funcionar mal (ver 20)
    . Nível de combustível na cuba inadequado (ver 18)
    . Circuito de recirculação de gases a funcionar inadequadamente
    . Circuito de ignição desregulado ou a funcionar mal.
    . Avaria na distribuição do motor
    . Colector de escape entupido


    3) RALENTI DEMASIADO RÁPIDO
    . Ralenti desregulado ou a funcionar mal (ver 20)
    . Circuito ou dispositivo de arranque mal comandado ou a funcionar mal (ver 19)
    . Borboleta de aceleração presa
    . Regulador de velocidade de ralenti desregulado ou avariado
    . Acelerador preso ou mola de recuperação fraca
    . Nivel de combustível na cuba inadequado (ver 18)


    4) RALENTI DEMASIADO LENTO
    . Ralenti desregulado ou a funcionar mal (ver 20)
    . Circuito ou dispositivo de arranque mal comandado ou avariado (ver 19)
    . Ar ou mistura demasiado fria (ver 27)
    . Ignição desregulada ou a funcionar mal
    . Deficiências na distribuição do motor
    . Óleo demasiado viscoso
    . Motor preso
    . Motor em carga


    5) RALENTI IRREGULAR
    . Ralenti desregulado ou a funcionar mal (ver 20)
    . Nivel de combustível na cuba inadequado (ver 18)
    . Circuito ou dispositivo de arranque mal comandado ou a funcionar mal (ver 19)
    . Comando da borboleta de aceleração solto ou mal montado
    . Falta de depressão ou depressão inadequada no colector de admissão (ver 21)
    . Ar ou mistura demasiado fria (ver 27)
    . Ignição desregulada ou a funcionar mal
    . Deficiências na distribuição do motor


    6) O MOTOR FAZ POÇO (gagueja ou hesita ao passar de ralenti para regime de baixo cruzeiro)
    . Circuito de recirculação de gases a funcionar mal
    . Ralenti desregulado ou a funcionar mal (ver 20)
    . Embolo do carburador sem óleo ou com óleo demasiado fluido
    . Mola do embolo demasiado fraca
    . Agulha do embolo inadequada ou com desgaste
    . Ignição desregulada ou a funcionar mal


    7) O MOTOR GAGUEJA OU HESITA NAS ACELERAÇÕES (custa a desenvolver)
    . Filtro de ar entupido
    . Embolo do carburador sem óleo ou com óleo demasiado fluido
    . Circuito ou dispositivo de arranque mal comandado ou a funcionar mal (ver 19)
    . Agulha do embolo inadequada
    . Mistura de ralenti demasiado pobre
    . Ignição desregulada ou a funcionar mal


    8 ) O MOTOR ENGASGA-SE NAS ACELERAÇÕES (fumo negro no escape)
    . Filtro de ar entupido
    . Óleo demasiado grosso no embolo do carburador
    . Prisão no êmbolo
    . Dispositivo de arranque mal comandado ou avariado (ver 19)
    . Mistura de ralenti demasiado rica


    9) MOTOR GRILA
    . Combustível com índice de octanas demasiado baixo (gasolina velha)
    . Ignição demasiado avançada
    . Taxa de compressão demasiado elevada
    . Câmaras de compressão sujas.


    10) FALTA DE POTÊNCIA E/OU SOBREAQUECIMENTO DO MOTOR NOS REGIMES DE CRUZEIRO
    . Filtro de ar entupido
    . Nível de combustível da cuba de carburador inadequado (ver 18)
    . Aquecimento excessivo do ar ou da mistura (ver 26)
    . Mola do embolo demasiado fraca
    . Mistura de ralenti demasiado pobre (ver 24)
    . Ignição desregulada ou a funcionar mal
    . Falta de compressão no motor
    . Escape entupido ou demasiado estreito
    . Distribuição descomandada
    . Lubrificação ou arrefecimento inadequados
    . Prisões no motor


    11) O MOTOR FALHA OU SACOLEJA EM REGIME DE CRUZEIRO
    . Nível de combustível da cuba de carburador inadequado (ver 18)
    . Falta de ventilação na cuba
    . Prisão no embolo do carburador
    . Falhas de ignição


    12) CONSUMO EXCESSIVO DO MOTOR
    . Filtro de ar entupido
    . Nível de combustível da cuba de carburador inadequado (ver 18)
    . Dispositivo de arranque mal comandado ou avariado (ver 19)
    . Ralenti desregulado ou a funcionar mal (ver 20)
    . Prisão no embolo do carburador
    . Agulha carburador inadequada
    . Mola do embolo demasiado forte
    . Ignição desregulada ou a funcionar mal
    . Deficiências na distribuição do motor
    . Motor demasiado gasto
    . Óleo demasiado viscoso


    13) FALTA DE POTENCIA NOS REGIMES MAIS ELEVADOS
    . Filtro de ar entupido
    . Nível de combustível da cuba de carburador inadequado (ver 18)
    . Ar ou mistura excessivamente aquecidos (ver 26)
    . Prisão no embolo do carburador
    . Mola do embolo inadequada
    . Agulha do embolo do carburador inadequada
    . Mistura ralenti demasiado pobre
    . Escape entupido ou demasiado estreito
    . Ignição desregulada ou a funcionar mal
    . Falta de compressão
    . Deficiência na distribuição do motor


    14) O MOTOR TEM TENDENCIA PARA PARAR NAS DESACELERAÇÕES
    . Nível de combustível na cuba do carburador inadequado (ver 18)
    . Ralenti desregulado ou a funcionar mal (ver 20)
    . Ignição desregulada ou a funcionar mal
    . Deficiência na distribuição do motor


    15) O MOTOR DÁ RATÉRES
    . Misturas demasiado pobres ou demasiado ricas
    . Falhas de ignição
    . Cabos de velas trocados
    . Deficiências na distribuição do motor


    16) O COMBUSTIVEL NÃO CHEGA AO CARBURADOR
    . Tubagens entupidas, rotas ou desligadas
    . Filtros entupidos
    . Bomba de gasolina não funciona ou funciona mal (ver 17)
    . Bolsas de vapor de combustível devidas a aquecimento excessivo de tubagens ou bomba de gasolina
    . Falta de ventilação no depósito da gasolina
    . Válvula de retorno de combustível (quando exista) avariada


    17) A BOMBA DE GASOLINA NÃO FUNCIONA OU FUNCIONA MAL
    . Diafragma roto ou dilatado
    . Válvulas a vedar mal
    . Mola de compressão partida ou inadequada
    . Came ou órgãos de transmissão danificados
    . Deficiências eléctricas nas bombas de gasolina eléctricas


    18 ) NÍVEL DA CUBA DO CARBURADOR INADEQUADO
    . Bóia rota
    . Prisões na bóia ou na válvula da agulha
    . Má vedação da junta
    . Filtro de combustível (quando exista) à entrada do carburador entupido
    . Sujidade na válvula de agulha
    . Pressão de alimentação (quando exista pressoestato) desregulada
    . Falta de ventilação da cuba


    19) CIRCUITO OU DISPOSITIVO DE ARRANQUE MAL COMANDADO OU AVARIADO
    Borboleta estranguladora de ar de comando manual (mais comum)
    . Manipulo de comando em posição inadequada
    . Borboleta estranguladora de ar presa
    . Comando de borboleta estranguladora avariado ou desregulado
    . Comando de abertura de borboleta de aceleração para ralenti acelerado, desregulado ou avariado
    . Jactos de combustível ou ar entupidos ou inadequados

    20) RALENTI DESREGULADO OU A FUNCIONAR MAL
    . velocidade de ralenti desregulada
    . Riqueza da mistura desregulada
    . Jacto de combustível descentrado ou agulha empenada
    . Embolo carburador preso
    . Má vedação da câmara de depressão do embolo


    21) FALTA DE DEPRESSÃO OU DEPRESSÃO IRREGULAR NO COLECTOR DE ADMISSÃO
    . Colector de admissão ou carburador desapertados
    . Juntas do colector ou carburador danificadas
    . Folga excessiva no veio da borboleta de aceleração
    . Falta de compressão do motor
    . Válvulas desreguladas, presas ou danificadas
    . Molas de válvulas partidas ou fracas
    . Velocidade demasiado baixa do motor
    . Entradas de ar anormais pelas tomadas de depressão para:
    . Servofreio (quando montado)
    . Avanço do distribuidor
    . Tomada para vacuómetro
    . Etc.


    22) CIRCUITO DE ACELERAÇÃO DESREGULADO OU A FUNCIONAR MAL
    . Misturas desreguladas
    . Mola com tensão inadequada
    . Jacto carburador sujo ou mal centrado
    . Bomba de gasolina com débito insuficiente


    23) CIRCUITO ENRIQUECEDOR OU EMPOBRECEDOR A FUNCIONAR MAL
    . Mola com tensão inadequada
    . Nível cuba inadequado
    . Agulha empenada, gasta ou incorrecta
    . Jacto descentrado
    . Prisões no embolo
    . Folga excessiva no veio da borboleta de aceleração


    24) MISTURA DO CIRCUITO PRINCIPAL DEMASIADO POBRE
    . Nível de combustível na cuba carburador inadequado (ver 18)
    . Jacto principal de combustível demasiado estreito ou sujo
    . Jacto de ar de emulsão para o circuito principal demasiado largo
    . Difusor demasiado largo


    25) MISTURA DO CIRCUITO DEMASIADO RICA
    . Nível de combustível na cuba inadequado (ver 18)
    . Jacto principal de combustível demasiado largo
    . Difusor demasiado estreito
    . Filtro de ar entupido


    26) AR OU MISTURA EXCESSIVAMENTE AQUECIDOS
    . Circuito de aquecimento do colector (quando exista) indevidamente ligado
    . Recolha de ar de admissão em local inadequado


    27) AR OU MISTURA DEMASIADO FRIA
    . Circuito de aquecimento do colector (quando exista) indevidamente ligado
    . Recolha de ar de admissão em local inadequado


    28) MOTOR AFOGADO
    . Utilização inadequada do circuito ou dispositivo de arranque (ver 19)
    . Utilização inadequada do acelerador
    . Nível de combustível da cuba inadequado (ver 18)
    . Circuito de ralenti desregulado ou a funcionar mal (ver 20)
    . Em quente:
    . Aquecimento excessivo do combustível no carburador, tubagens de alimentação ou bomba de alimentação


    29) COMBUSTIVEL DEMASIADO AQUECIDO
    . Aquecimento excessivo do compartimento do motor
    . Tubagens de alimentação boas condutoras de calor
    . Circuito de retorno de combustível (quando exista) a funcionar mal
    . Aquecimento excessivo do carburador\colector pelo sistema de aquecimento (quando exista, ou ligado)


    30) AUTO-IGNIÇÃO
    . Mistura demasiado pobre
    . Depósitos de carvão nas câmaras de combustão
    . Câmaras de compressão demasiado quentes
    . Velas de valor térmico inadequado
    . Válvulas com bordos demasiado finos.

    B.Oliveira
     
  2. Excelente tópico. Obrigado Oliveira.
     
  3. Muito útil o tópico amigo. Obrigado.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página