Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Alfasud Sprint Veloce 1ª série

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por Vitor Dinis Reis, 5 Abr 2007.

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por Vitor Dinis Reis, 5 Abr 2007.

  1. A Anonima Lombarda Fabbrica di Automobili ou ALFA, fundada em 1910 e que se tornaria Alfa Romeo ao ser adquirida, cinco anos depois, por Nicola Romeo, fez fama com carros de tracção traseira, design atraente e altas performances aliada à grande qualidade e durabilidade dos seus modelos.​

    Assim, não foi com entusiasmo que os "alfistas" conheceram o Alfasud no Salão de Turim em Novembro de 1971.​

    Era um carro de gama pequena-média (2,45 metros entre eixos, 3,89 de comprimento) dois volumes, quatro portas, com um novo motor boxer e... tracção dianteira. Ainda por cima, o pequeno motor de 1,2 litro, com um só comando de válvulas por cabeça, desenvolvia apenas 63 cv de potência e 8,3 m.kgf de torque, levando 15 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h. Era fabricado na nova unidade em Pomigliano d'Arco, no sul da Itália - sud em italiano, daí a denominação AlfaSud - por decisão do governo para tentar combater o crescente desemprego do sul em contraste com o produtivo e próspero norte do país.​

    O estilo rectilíneo fora desenhado por Giorgio Giugiaro, enquanto o chefe da equipa responsável pelo projeto, Rudolf Hruschka, era um austríaco que viera da Volkswagen. A chegada ao mercado ocorreu em junho de 1972. Mas, se o estilo e o desempenho não entusiasmavam, o Alfasud conquistava elogios pelo comportamento dinâmico.​

    A suspensão dianteira era McPherson, e a traseira, de eixo rígido posicionado por articulações Watts. Tinha travões de disco às quatro rodas (os dianteiros inboard ou internos, próximos ao diferencial, sendo responsáveis também pelo travão de mão), reduzido peso de 830 kg, direção por pinhão e cremalheira e baixo centro de gravidade, para o que contribuia o motor de quatro cilindros opostos.​


    Os Sprint

    Mas o melhor da festa viria em 1976: o Alfasud Sprint, um hatchback de três portas, também de Giugiaro, um pouco mais longo (4,01 metros, mantendo a distancia entre-eixos e um peso de 890Kb), com o motor do Alfasud ti de 1286cc, 1 carburador Weber, taxa de compressão de 9:1 e 76cv às 6000rpm e uma caixa de 5 velocidades.
    O nome Sprint fora empregado pela primeira vez em 1951, no 1900 C, e é sinónimo de carisma e performance no mundo Alfa. As linhas lembravam as do irmão mais potente: o Alfetta GTV.​

    Foi um sucesso de vendas imediato. O novo coupe alia o excelentes comportamento da berlina com um design atraente ao melhor estilo da marca. O aumento de cilindrada não demorou e em 1978 chegava o 1490cc, levando o pequeno boxer a 85cv às 5800rpm (170 km/h), sempre com um único carburador. Aparecia assim o Alfasud Sprint 1.5. Simultaneamente o Alfasud Sprint recebe o motor de 1351cc (79cv) e passa a Alfasud Sprint Veloce 1.3.​


    Os Sprint Veloce

    Em 1980 os motores recebem duplo carburador Weber, passando a 95 cv (1490cc, taxa de compressão de 9,5:1, aceleração 0-100 em 10 segundos e velocidade máxima de 175 km/h) e 86cv (1351cc). Passou a denominar-se Alfasud Sprint Veloce (1.5 ou 1.3).​

    Com o lançamento do Alfa 33, em 1983, o modelo sofreu um restyling e perdeu o nome Alfasud passando a chamar-se apenas Sprint Veloce. São conhecidos como Sprint 2ª série e serão abordados noutro tópico.​
     
  2. O meu tem carburadores DELLORTO, também vinham de origem.

    Abraço
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página