Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Ajuda! Será uma Rockford Taka (motor Bridgestone 100cc)

Tópico em 'Motos e Motorizadas' iniciado por Andre Jacinto, 2 Fev 2009.

Tópico em 'Motos e Motorizadas' iniciado por Andre Jacinto, 2 Fev 2009.

  1. Boas.

    Coloquei este tópico, pois possuio uma motorizada, e não sei a verdadeira origem dela.

    Foi oferecida ao meu pai na África do Sul por um vizinho, com o motor rebentado. O motor, pelo que o meu pai disse, era de 90 ou 100cc, da marca Bridgestone. No entanto, como não tinha peças, abandonou o projecto, mas no momento de vir para Portugal, decidiu trazer o quadro e pelar restantes. Cá, arranjou um motor Casal de 4v, que serviu na perfeição. Ela foi restaurada, no ano 2007, mas ainda assim, gostava de saber se as minhas duvidas em relação a ela ser uma Rockford Taka estão certas. Aqui vão fotos:
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Mais algumas:
     

    Ficheiros Anexados:

  3. E por fim, para comparação, a única imagem que arranjei até hoje da Taka:

    É de notar que o escape que ela tinha era bastante semelhante (para não dizer o mesmo) da que está nestas fotos, e a diferença que notei até agora foi a disposição dos piscas.

    Cumprimentos
     

    Ficheiros Anexados:

  4. Como filho de peixe sabe nadar, dado que o meu pai anda diariamente de clássico (Datsun), algo que passou ao meu irmão que circulava diariamente de Mini até este Sábado, e agora de pré-clássico (Montego Estate), agora que tirei a carta da categoria A1/125cc surgiu a minha oportunidade de mostrar o ADN que recebi.

    Assim sendo, aproveitando os dias mais solarengos, e assim que a minha mãe o entender (ela é a única a criar oposição sobre o facto de conduzir uma mota, mas dado que moro numa zona afastada do local de ensino e que os horários dela e do meu pai são algo incompatíveis com os meus, ela acaba por criar excepções :p) terei de me deslocar na Casal.

    Concluindo, os aspectos tinham sido deixados para posteriormente serem resolvidos têm que seguir andamento agora.

    Então, aqui está a lista:

    A mota estava a puxar horrivelmente mal com o carb. Bing 17, morria imenso, e não se aguentava ao ralenti a não ser que este estivesse demasiado alto. Este carburador já apresentava um desgaste elevado, e procedemos à sua substituição por um Bing 22 :p:p, que lhe deu logo outra alma. O contra (além do aumento dos consumos :D): não tenho nenhum filtro de ar para lhe colocar, pois o original é muito comprido, o que origina a que este não caiba pois bate no quadro. Ou seja, aqui a tarefa é fabricar artesanalmente um filtro.

    Falta adquirir uma tampa para o depósito de gasolina, que é igual à que tenho na Mini Van, pelo que penso que será fácil de arranjar uma.

    Tenho que criar o sitema da luz do stop, uma vez que nunca o cheguei a ver montado :oo.

    Tenho que proceder à compra de 4 apoios de pé (ou pézeiras), pois as que lá moram estão já sem a borracha.

    E a matrícula, algo a não esquecer.

    Depois, a tampa lateral, da bateria. Tenho que ver se arranjo uma semelhante de uma motorizada portuguesa ou se mando vir da América, que é o único local onde encontro peças para ela.

    Procedi à pintura de algumas peças que foram feitas/colocadas após a pintura da mota. Trata-se do suporte da bateria, e do apoio e abraçadeira do escape.

    Então lá tirei o canhão de ignição, para tirar o apoio da bateria.

    PICT8764.JPG

    As peças antes de serem limpas.

    PICT8762.JPG

    Decidi limpar o escape, pois já tinha muito óleo acumulado.

    PICT8767.JPG

    O suporte da bateria, já aparelhado.

    PICT8769.JPG

    Já foi tudo pintado, mas não cheguei a tirar fotos. O suporte da bateria já está no sítio, o resto não, pois necessito que o escape esteja retirado da mota, de modo estudar a melhor maneira de colocar o interruptor da luz de travão.
     

    Ficheiros Anexados:

  5. Mais uns avanços:

    O pneu antigo estava nas últimas, então:
    PICT8865.JPG

    PICT8867.JPG

    PICT8873.JPG

    PICT8874.JPG

    PICT8875.JPG

    A pintura (caseira) tinha ficado com um aspecto irregular... Pensava que tivesse que recorrer a uma nova pintura, pois estava neste estado:

    DSC00267.JPG

    Mas, ao experimentar fazer um polimento, foi isto que saiu:

    DSC00266.JPG

    Levou novas capas plásticas dos piscas, como se pode ver nas fotos da "voltinha" de hoje.

    DSC00269.JPG

    DSC00270.JPG

    DSC00271.JPG

    DSC00272.JPG

    De resto, só tenho um pequeno vídeo do trabalhar dela:

    YouTube - MOV00264.MP4
     

    Ficheiros Anexados:

  6. Não está com um rolanti muito alto? Parece saudável. Este Verão vou restaurar uma V5 Racing, oferecida (mais uma) para umas voltas. Vai levar piston polini de 48mm, válvula rotativa, cabeça aligeirada... EHEH Um perigo. Conheço uma que bate os 160km/h e o meu preparador corria numa Sachs de 80cc nos anos 80 com válvula rotativa entre outras cenas, que batia os 200km/h.
     
  7. O ralenti mantém-se mais alto enquanto está fria... Depois disso, fica no ponto :feliz:

    Depois quero ver esse projecto :D Nesta, não a quero mexer muito, pois é para uso mais diário. Agora, se me vier parar uma Casal K276 ás mãos... :p:p
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página