1. Todas as contas sem comentários e que não visitem Portal nos últimos 12 meses, serão apagadas definitivamente da base de dados.
    Fechar Aviso
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

[Ajuda] Compra de futuro clássico barato (Fiat Uno)

Tópico em 'Clássicos Modernos' iniciado por Fábio_Pereira, 24 Ago 2017.

Tópico em 'Clássicos Modernos' iniciado por Fábio_Pereira, 24 Ago 2017.

  1. Fábio_Pereira

    Fábio_Pereira YoungTimer

    Registo:
    24 Ago 2017
    Local:
    Maia, Portugal
    Ora bem... conforme dito na minha apresentação, ando à procura de um 2.º carro (futuro clássico) para me desenrascar de vez em quando e para também ir dando uns passeios com a mulher e a cadela.

    Já agora, peço desculpa se o tópico se encontra na secção errada, se assim for, peço que movam para o local correcto.

    Claro que um tipo quer sempre o carro dos 3 B's, que são o Bom, Bonito e Barato, além disso fiável, para não andar a correr para o mecânico a não ser para as revisões.

    Desta forma, já andei a ver montes de carros, valores a rondar até aos 750,00 € e quanto menos a pagar melhor e com quantos menos km... melhor.

    Do que já vi, tenho várias hipóteses na mesa, Peugeot 205, Opel Corsa A, Fiat Uno 60 (1116) Mk I c/ carburador duplo, Fiat Uno 1.3 75, Fiat Uno Mk II, sendo que um requisito essencial é a existência de 5 portas, modelos hatckback/liftback, a mulher não vai muito com carros de traseira e sempre a gasolina.

    Mais gastadores e que também gostei, foram os BX 16 GTI, arranjam-se dentro desse preço, mas não os conheço muito bem, sei que devemos ter em atenção a suspensão, mas do que tenho visto não me parecem maus de todo. Já ponderei também o AX e o ZX 1.1/1.4.

    Já as Renault 4L/Express... esses ultrapassam o orçamento e as que não ultrapassam, estão boas para trazer de reboque e deixar no mecânico e chapeiro a tratar de tudo.

    Os Toyota e Datsun/Nissan, por norma apresentam-se acima do valor, os que também estão dentro do valor, estão com muitos km e muito mal estimados.

    Renault 5 e Super 5... é difícil, ou estão maus e dentro do preço, ou estão razoáveis (sem ferrugem) e com preços acima do pretendido.

    Neste momento estou muito inclinado para os Fiat Uno, nomeadamente o motor pré-FIRE 1116 com duplo carburador (em vista um com menos de 90.000 km), ou então os que são já motor FIRE Mk II (em vista um com menos de 80.000 km).

    Sei que os motores pré-fire, apesar de serem mais apetitosos em termos de sonoridade (carburador), não serão tão fiáveis como os FIRE, no entanto os FIRE que se encontram são muitas vezes, salvo erro, os de injecção e por experiência própria, quanto mais electrónica... mais coisas tem para avariar, por outro lado, o motor a carburador também é mais despachado do que o motor de injecção que saiu depois.

    Já no que toca aos interiores, prefiro os do Mk I, com aqueles manípulos ao dependuro do tablier e também com o indicador de consumo de combustível, ao contrário do Mk II que não tem nada disso.

    Pelo que agradecia a V/ ajuda, para ter uma orientação sobre quais as melhores opções, ou se existem outras que neste momento não estou a ver.

    Quanto a combustível, penso que os Fiat Uno Mk I e Mk II, ambos possam usar gasolina normal sem aditivos, porque... salvo erro, a cabeça do motor é em alumínio e não em ferro, correcto?

    Agradeço desde já a ajuda dispensada nesta aventura épica de procura de carro e que já dura à uns valentes meses!!! :)
     
    #1 Fábio_Pereira, 24 Ago 2017
    Última edição: 24 Ago 2017
    Edgar.Guerra e afonsopatrao gostaram disto.
  2. João Luís Soares

    Staff Portalista Premium Delegado Regional

    Registo:
    24 Out 2007
    Local:
    Maia / Gaia
    Veículos nas Garagens:
    3
    Qual é a tua experiência em mecânica? Mexes tu nos carros ou entregas ao mecânico e ele trata?
    É que isso faz muita diferença em alguns casos.

    Que utilização vais dar ao carro? Andará uma vez por semana para umas voltinhas pequenas ou andará em trajectos maiores? Mais em cidade ou em AE?
     
    Abílio Teixeira Gomes gostou disto.
  3. Fábio_Pereira

    Fábio_Pereira YoungTimer

    Registo:
    24 Ago 2017
    Local:
    Maia, Portugal
    Obrigado pelas dicas que devem completar o tópico.

    Ora bem... sei alguma coisa de mecânica, quando andei no exército como condutor, fui muitas vezes para a oficina e andava lá a resolver problemas e a fazer manutenção às viaturas, no entanto... não tenho tempo para fazer isso em casa, nem tenho local em casa para fazer manutenção (vivo num apartamento e é proibido efectuar esse tipo de operações). O mecânico a levar, será à própria marca, salvo se alguém indicar outra pessoa mais apta e barata para tratar do carro.

    O carro será para sair mais de Inverno, apenas quando eu precisar de fazer serviços que implicam fazer 30 km a 50 km num dia, mesmo assim é capaz de poder chegar a fazer uns 200 km/mês. No Verão pretende-se que seja usado aos fins de semana (nem todos) e por vezes intercalado à semana, para não ficar muito tempo parado, correndo o risco de ficar sem bateria e a estragar e dando um bocado de descanso ao carro da minha mulher.

    As viagens serão em Nacional ou IC, evitando sempre as A.E., mas sempre nas calmas, até porque carros com esta idade não serão para muitas aventuras. Também não me importava de me sentir confiante e fazer tipo... uma viagem do Porto a Lisboa, ou Alentejo e saber que chego a casa sem problemas.

    Espero conseguir ter elucidado melhor desta forma.

    EDIT: Os Toyota e Datsun/Nissan, por norma apresentam-se acima do valor, os que também estão dentro do valor, estão com muitos km e muito mal estimados.
    Renault 5 e Super 5... é difícil, ou estão maus e dentro do preço, ou estão razoáveis (sem ferrugem) e com preços acima do pretendido.
     
    #3 Fábio_Pereira, 24 Ago 2017
    Última edição: 24 Ago 2017
  4. João Luís Soares

    Staff Portalista Premium Delegado Regional

    Registo:
    24 Out 2007
    Local:
    Maia / Gaia
    Veículos nas Garagens:
    3
    Para essa utilização e com as condições que referes acima (gasolina, 5 portas e preço) o ideal é de facto um Uno.

    Há outro carro que assim que lia as condições fui reparando que preenche todas, mas é caro. É o Peugeot 306. A minha mulher tem um e só tenho maravilhas a dizer do carro.

    Voltando ao Uno, cá no Portal o melhor exemplo é o do Afonso Patrão. É carro de uso diário e é ele que resolve a maior parte dos problemas. É um carro impressionantemente simples de manter e de aprender a tratar. Ainda encontras as peças todas e a preços porreiros. Podes ver o tópico do dele aqui: Fiat Uno 60SX (1990)

    Para manutenção, podes esquecer a marca. Eu sou (+/-) da Maia e vivi aí quase 30 anos e é com pena que digo que o sítio que teve uma das melhores oficinas Fiat do país (F3 Auto) agora não tem nada de jeito. Levei lá o meu Panda há uns anos e nem sabiam bem como mexer nele...

    Agora a questão de decidir entre a 1ª e a 2ª série...
    Eu sou como tu - gosto muito mais do interior dos 1ª série. E da estética também.

    Quanto a gasolina, ambos bebem gasolina 95 sem problema nenhum.

    Se fores para um da primeira série com motor 1116, já deve ter caixa de 5. Se não tiver esquece porque em economia não compensa. Deve ter, porque vinham todos assim, mas nunca se sabe. Essa caixa tem a 5ª "falsa", isto é, a velocidade máxima atinge-se em 4ª. A 5ª serve apenas de desmultiplicadora e de poupança. E poupa imenso, acredita. Já tive um carro com esse motor e essa caixa (Fiat Ritmo) e era uma delícia fazer a média a 90 km/h e ver que eram menos de 6 litros aos 100... Mas cuidado com esse motor! Quando o carburador abre o 2º corpo, o som melhora na exacta proporção do consumo... A parte boa é que é um 1100 que deixa mal muitos 1400 mais modernos!
    A parte pior é que é menos fácil de arranjar peças, até porque nem todos sabem que muitas são compatíveis com outros modelos da Fiat. Mas nisso estamos cá nós para ajudar.

    Se fores para um da segunda séria já de injecção, é mais dispendioso de resolver alguns problemas, mas há mais gente que saiba mexer neles. Eu conheço pouco esses carros.
    Para falar do Uno da 2ª série o melhor é chamarmos cá o @afonsopatrao , que já os estudou e sabe mais do que eu sobre eles.
    De qualquer maneira, vou mandar uns "bitaites" sobre esse assunto.
    Falando do que conheço melhor (2ª série carburado), penso que serão os exemplares até 1992, mas o Afonso já nos vai ajudar...
    Se optares por esse, o 60 SX ou o 45 S são boas opções. O 60 é um 1100 e o 45 é um 1000. No 60 ganhas em performance, claro.

    Se o carro "corre o risco" de ficar parado por períodos mais ou menos longos, eu optaria por um 2ª série, porque a ignição já é electrónica.
    Ou então, optas pelo 1116 da primeira série e tens o "trabalho" de o ir ligando de vez em quando ou mesmo de lhe colocar uma bomba de gasolina eléctrica ou algo parecido.

    Importante: Pelos valores que falas, os 2 casos acima descritos (1116 com menos de 90000km e FIRE com menos de 80000km) parecem interessantes. Escolhe um e depois diz-me onde está o outro! :thumbs up:

    Se precisares de mais opiniões, de ajuda ou de dados sobre os carros, estás à vontade. Tenho os manuais do proprietário de ambos e o manual de oficina também.
     
  5. afonsopatrao

    afonsopatrao Portalista
    Portalista

    Registo:
    3 Abr 2014
    Local:
    Coimbra
    Veículos nas Garagens:
    3
    Olá! Parabéns pela compra de um Uno; vais adorar.

    Ora bem, os Unos "normais" (não Turbo) são quase todos de carburador, quer da primeira, quer da segunda série. A injecção foi introduzida em 1992 com o catalisador; foge dos catalisados e a injecção (a partir de 1992), pois a injecção electrónica é a única coisa pouco fiável nos Unos é porque o catalisador estrangula os motores FIRE.
    A ignição é electrónica em todos os modelos da segunda série (a partir de 1989) mas também em quase todos os da primeira série. O motor FIRE montado no Uno 45S mk1 (desde 1985) vinha com ignição electrónica e o motor Lampredi de 1116 recebeu ignição electrónica desde que foi rebaptizado em "60SL" (abandonando a designação "55S").

    Quanto à escolha da geração: estou convosco. O MK1 é muito mais interessante porque é mais genuíno. Sobretudo pelo interior.
    Mas o mk2 tem uma série de vantagens: chapa galvanizada, o que previne muitos podres; qualidade dos interiores abissalmente melhor (plásticos, tecidos, etc.); bagageira muito maior, graças a um redesenho do portão da mala. E, claro, o motor FIRE1108 (no 60S e no 60SX), oriundo do Tipo, e que na versão carburada (até 1992) é um motor absolutamente fabuloso.

    No que eu puder ajudar, dispõe!
     
    Fábio_Pereira gostou disto.
  6. Fábio_Pereira

    Fábio_Pereira YoungTimer

    Registo:
    24 Ago 2017
    Local:
    Maia, Portugal
    Epá, muito obrigado a ambos pelas respostas tão completas.

    Hoje irei ver um Fiat Uno de 1991, é o modelo que tem os estofos conforme imagem abaixo:
    [​IMG]

    Penso que será o 60 se não estou em erro.

    Mais pormenores... só depois de ver o carro, mas se estiver em condições em princípio faço negócio.

    Entretanto, no início de Setembro irei ver um Mk I 1116... caso esteja impecável, se calhar colocarei o Mk II à venda e ficarei com o Mk I, mas isto depois se verá. :)

    Já agora e adiantando a coisa... na zona da Maia, alguém conhece alguma boa oficina para os Fiat Uno? Uma vez que a F3auto não será a melhor coisa. Desde já agradeço.
     
    #6 Fábio_Pereira, 24 Ago 2017
    Última edição: 24 Ago 2017
    afonsopatrao gostou disto.
  7. Fábio_Pereira

    Fábio_Pereira YoungTimer

    Registo:
    24 Ago 2017
    Local:
    Maia, Portugal
    Cheguei agora de ver o Fiat Uno Mk II, afinal quem colocou o anúncio enganou-se, o carro tem menos de 80.000 km, mas é o 1.1 i.e., precisa de uma junta homocinética da frente esquerda, o banco do condutor está roto entre as pernas e o encosto do pendura falta um pouco... Nada de grave.

    A questão agora é, pelo preço <500 €, compensa se vier a comprar um Mk II e usar esse para doador de peças, mas se comprar o Mk I já não dará.

    Foi pena só agora ter percebido que nem todos os Mk II eram de injecção, porque já deixei alguns bons negócios irem embora. Mas não foi perdido, foi aprendizagem.
     
    afonsopatrao gostou disto.
  8. afonsopatrao

    afonsopatrao Portalista
    Portalista

    Registo:
    3 Abr 2014
    Local:
    Coimbra
    Veículos nas Garagens:
    3
    Pois, o Uno 1.1ie SX foi o rebaptismo dos 60SX, quando receberam o catalisador e a injecção electrónica. Se é de 1991, deve ser mesmo de Dezembro, não?

    Eu diria que 500€ dão para comprar um Uno de segunda geração em estado imaculado... Eles não valem nada, ninguém os quer.
    Quanto a esse, há algo de perturbador: os estofos do Uno no nível de equipamento SX são de excelente qualidade; o meu tem 160.000 kms e estão rigorosamente novos. Ora, com 80.000kms tem o estofo roto? Estranho... Eu diria que não é nada habitual.
    De todo o modo, os motores FIRE têm fama de ser indestrutíveis; mesmo que tenha 280.000kms, esse motor estará bom. O único foco de preocupação neles é o apodrecimento das relas, quando os donos colocam água da torneira no circuito de refrigeração. Nada de grave, salvo numa rela que há entre o bloco e a caixa de velocidades (que, para trocar, obriga a tirar a caixa).

    Quanto a mecânicos na Maia, esperemos pelas dicas do @João Luís Soares
     
    Fábio_Pereira gostou disto.
  9. João Luís Soares

    Staff Portalista Premium Delegado Regional

    Registo:
    24 Out 2007
    Local:
    Maia / Gaia
    Veículos nas Garagens:
    3
    Assim de repente, a nível de mecânicos na Maia, não conheço grande coisa. Há muito que sou eu que trato do meu Panda.
    Mas posso dar-te por Mensagem Privada a morada do sítio onde o levava quando eu não sabia ou não tinha os meios para tratar dele.
    Actualmente vivo em Gaia e tenho um mecânico de confiança cá.
     
    Fábio_Pereira gostou disto.
  10. Fernando Reis

    Fernando Reis Portalista
    Portalista

    Registo:
    3 Out 2016
    Local:
    Maia
    Boas,
    Vou falar da experiência que tive com um Uno 45s, que foi o meu primeiro carro, comprado em 1989, segunda geração.
    Muito económico, fazia viagens ao Algarve com ele carregado e a andar bem, com médias de 4.5l/100.
    Coisas menos boas também tinha, o módulo de ignição electrónica, ia "à vida" de 2 em 2 anos, e na altura eram 30 contos na origem, a partir do momento que meti um de concorrência nunca mais aconteceu, foi para abater com ele.
    Panelas também era mais ou menos de 2 em anos mas o "tombo" não era muito grande, e caixa de velocidades também era na minha opinião um dos pontos negativos, pouco precisa, e teve que ser aberta uma vez penso que por problemas de rolamentos.
    De resto era um carro agradável de conduzir, económico como disse, esteve na minha mão e da minha ex. cerca de 13 anos e cumpriu bem a função.
    Se quiseres, posso enviar-te o contacto de um mecânico da Maia que me fazia a manutenção do Uno, posteriormente de um Punto, que faz a manutenção dos meus carros, e que costuma ter muitos Fiat por lá, inclusivé acho que tem restaurado alguns.
    Abraço
     
    Eduardo Amorim e Fábio_Pereira gostaram disto.
  11. Fábio_Pereira

    Fábio_Pereira YoungTimer

    Registo:
    24 Ago 2017
    Local:
    Maia, Portugal
    O homem enganou-se no ano, colocou no anúncio 1991 e afinal o carro é de 1993.
    O desgaste anormal do banco do condutor foi algo que me chamou a atenção, outra coisa que me chamou a atenção e me fez suar o alarme foi, depois de ver o banco naquele estado, ele dizer que fazia ele próprio a manutenção do carro... ora, provavelmente também podem ter andado km para trás antes de ele ir fazer os IPO, para dessa forma o carro apresentar menos km do que na realidade.

    Desde já agradeço e também pode enviar a morada do mecânico de Gaia, uma vez que volta e meia tenho de ir a casa dos meus pais, depois comparo com o que o Fernando Reis me facultará a ver qual dará mais jeito.

    Por acaso, o meu avô teve um, que depois foi para a minha mulher, esse módulo nunca avariou, já a panela teve de ser metida na mala uma vez, porque caiu ao chão, foi a risada total ir com o carro de Gaia a Guimarães sem panela. Mas de resto, nunca tivemos nada a apontar.

    Agradecia então o contacto do mecânico da Maia, se for possível, assim, quando tiver o meu Uno ele vai lá fazer uma visita, para ver se estará tudo OK com ele.

    Obrigado a todos pelas ajudas preciosas.
     
    #11 Fábio_Pereira, 25 Ago 2017
    Última edição: 25 Ago 2017
  12. João Pegadas

    João Pegadas Portalista
    Portalista

    Registo:
    20 Set 2012
    Local:
    Olhão
    Veículos nas Garagens:
    1
    Antes de mais nada, seja muito bem-vindo Fábio, veio parar ao sítio certo e o que não falta por aqui é pessoal que o possa ajudar, como certamente já se apercebeu... ;)

    Eis mais um tópico interessante, onde podemos debater imensas possibilidades e no final, apenas um dos "concorrentes" será o sortudo a vir parar à sua garagem e proporcionar bons momentos não só ao Fábio, mas espera-se que a toda a família... :thumbs up:

    Pelo que já percebi, está inclinado para Uno, uma excelente opção e os especialistas no modelo já se pronunciaram sobre o dito cujo, pelo que não vale a pena debruçar-me sobre esse assunto. O Panda, também muito porreiro, mas o facto de ter 2 portas já não cumpre os requisitos, além de neste momento, em bom estado geral devem estar acima do valor de 750€ que mencionou... penso eu de que... :rolleyes:

    Apesar de me parecer já algo decidido pelo Uno, vou desviar-me um pouco para os franceses, que são a minha praia...
    Enquanto utilizador de um Peugeot 205 1.1 para o uso diário, nada tenho a apontar... Mecânica fiável, incrivelmente confortável como só os carros franceses conseguem ser e, o facto de ninguém querer os motores 1.1 (GR, XR, Color Line, Júnior, etc), encontram-se muitos à venda bem abaixo do valor estipulado... Evidentemente que tem de haver sempre uma margem para algumas intervenções logo no inicio. Eu comprei o meu por 550€, tinha pouco uso e já gastei o mesmo valor para o deixar no ponto, mas foi tudo! Óleo, travões, pastilhas, faróis novos e alguns pormenores de cosmética... :D
    Relativamente aos 205, uma escolha sensata será a 2ª fase, a partir de 1990. A caixa de 5 velocidade permite sempre estica-lo um pouco mais na estrada sem esforço, e mesmo nas autoestradas não "grita" tanto quanto uma caixa de 4. Mas como o Fábio não tem grande preferência pelas AE, um modelo simples com caixa de 4 também faz maravilhas e cumpre todos requisitos que já mencionou: Economia, conforto, fiabilidade, etc...

    Se tiver interessado, pode consultar aqui o tópico do meu 205:

    Peugeot - Peugeot 205 1.1 Color Line 1991 - Diário de Bordo

    Praticamente idêntico ao 205, mas ainda mais ignorado, é o 309, um pouco maior (de bagageira), mas exatamente idêntico de mecânica, também poderia ser uma opção a ter em conta... :thumbs up:
    Ainda pensei no 405, um carro maior, mas bastante espaçoso. O facto de as gamas mais baixas virem com um 1.4 até nem é mau de todo, porque segundo o que tenho lido é bastante económico para o carro que é... Médias entre os 6 e os 8 litros, mas tudo depende do pé! :xD:

    No campo da Citroen, temos os modestos AX, pequenos, mas até espaçosos e confortáveis, estupidamente fiáveis e económicos. Encontram-se bem abaixo desses valores, mas o facto de serem carros tão duradouros, muitos podem já não estar nas melhores condições estéticas...
    Os BX, também seria porreiro tê-los em conta, já que o pessoal se decidiu começar a dar-lhes alguma importância, mas atenção com as suspensões e tal, a mecânica recomendável para esse modelo será do 1.4 para cima, os 1.1 são muuuuuuito pastelões e tiram a pica do carro.
    Assim de repente, lembrei-me dos Visa! Mais clássicos, pelo que requerem mais cuidados de chapa, mas até são capazes de ser uns brinquedos engraçados a ter em conta... que achas @afonsopatrao?

    Nos Renault, a 4L seria a minha opção preferida, mas isso sou eu que as adoro. :D O problema é que estão caras e quando são baratas é sempre motivo para desconfiar de tudo. Mas a Express são uma escolha interessante, apesar de a larga maioria estar muito maltratada e os R5 ou Super5 parecem-me ser os que mais destacam dessa marca pela acessibilidad€, fiabilidade, conforto e economia...
    Também temos os R9 e os R11, ou até mesmo o velhinho R12, igualmente interessantes e ignorados, porque não considera-los na "equação"? ;)

    Lembrei-me também dos Toyota Starlet, bem mantidos aquilo dura uma vida. Pelo menos é essa a ideia que eu tenho da qualidade da Toyota. Não sei como é que estão actualmente os valores desse carro, mas não deve ser nada de extraordinário... digo eu! :p A chatice é que tenho ideia de serem apenas de 2 portas...

    Há tanto carro que podemos considerar neste tópico, que provavelmente levávamos o fim-de-semana todo a discutir os prós e contras de cada um, pelo que o melhor é deixar o Fábio fazer o trabalho de casa (como já pudemos comprovar) e ver qual é que será o "Preço Certo"... :xD:

    Mas tenho uma pergunta... Os 750€ é uma estimativa para comprar o carro sem incluir possíveis arranjos logo no inicio, ou é o kit completo em bom estado?

    Deixo no entanto, alguns anúncios que me parecem ser interessantes...

    Renault 5 TL Estimado! Junho/87 - à venda - Ligeiros Passageiros, Viseu - CustoJusto.pt

    Peugeot 309 Chorus 5 portas Abril/89 - à venda - Ligeiros Passageiros, Porto - CustoJusto.pt

    Peugeot 205

    Renault 9 GTS Junho/87 - à venda - Ligeiros Passageiros, Lisboa - CustoJusto.pt

    Renault 11 tse Março/89 - à venda - Ligeiros Passageiros, Braga - CustoJusto.pt

    Bem, acho que já dei a entender o meu ponto de vista... :xD:
     
  13. Fábio_Pereira

    Fábio_Pereira YoungTimer

    Registo:
    24 Ago 2017
    Local:
    Maia, Portugal
    Peço desculpa por ainda não ter dito nada, mas estou de férias e sem tempo para vir à NET.

    Mal consiga, virei aqui fazer os devidos comentários às mensagens, que desde já agradeço.
     
  14. João Carvalho

    Registo:
    29 Dez 2010
    Local:
    Coimbra
    Veículos nas Garagens:
    1
    Apesar de ter um Super 5 e gostar muito dele, aponto-lhe falhas que poderão encaminhá-lo para outro modelo:
    - a ignição pode ser de platinados ou electrónica. Penso que esta última é mais fiável.
    - os plásticos interiores não são grande coisa.
    - o motor 1.1 não é para correrias, seria preferível o 1.2 ou o 1.4 (mais raro e gastador).

    De todos os modelos que passaram por este tópico, eu iria para um Uno ou um 205, caso queira um carro utilitário. Para algo mais familiar, sugeria um Renault 11.
     
  15. Fábio_Pereira

    Fábio_Pereira YoungTimer

    Registo:
    24 Ago 2017
    Local:
    Maia, Portugal
    Desde já obrigado pela resposta muito completa.

    Parece que estamos na mesma onda de pensamento, relativamente aos mais variados modelos. Os 750,00 € seria o máximo a dar, mas se o carro valer mesmo a pena, poderia ainda considerar algum extra para efectuar uma manutenção simples.

    Relativamente ao 205, que me parece ser um bom carro, tenho uma dúvida, pelo que sei os AX gastam muitas ponteiras de direcção, pelo que... sendo a Peugeot e a Citroen nesta altura já do grupo PSA, o 205 não irá sofrer do mesmo problema? Muitos 205 que tenho visto, possuem o tablier todo estalado e em mau estado... os Visa ainda se safam.

    Tive um Starlet, foi um canhão, um carro muito prático de conduzir, económico e que nunca deu problemas, mas não era das primeiras versões, já era o mais redondo e a arranjar dentro dos preços... já é um pouco complicado se estiverem em boas condições.

    Curiosamente, desses anúncios, já tinha visto todos os carros e considerado, ponderando todos os aspectos, fiquei inclinado para o Uno.

    Os Renault 9/11 parecem ser bons carros, mas o facto de grande parte deles serem carros com mala, facto que não agrada tanto à mulher, serão colocados de parte.

    Realmente, os Renault 5 são interessantes, porque foi um dos carros que o meu pai teve quando eu era puto, mas são difíceis de encontrar originais ou em bom estado.

    Agora essa questão dos platinados, conjugado com um comentário anterior, os Fiat Uno 1116 que também são com platinados, não são os 60, é que o Uno que estou a aguardar ir ver, o dono diz que é o 1116, carburador duplo com platinados.

    Isto dá trabalho, estudar todos os aspectos, eheheh.
     
  16. João Luís Soares

    Staff Portalista Premium Delegado Regional

    Registo:
    24 Out 2007
    Local:
    Maia / Gaia
    Veículos nas Garagens:
    3
    Supostamente será um Uno 55 S.
     
    Fábio_Pereira gostou disto.
  17. Fábio_Pereira

    Fábio_Pereira YoungTimer

    Registo:
    24 Ago 2017
    Local:
    Maia, Portugal
    OK. Obrigado, quando o dono se dispuser a mostrar o carro, irei ter em atenção esse aspecto.
     
  18. afonsopatrao

    afonsopatrao Portalista
    Portalista

    Registo:
    3 Abr 2014
    Local:
    Coimbra
    Veículos nas Garagens:
    3
    Se tem carburado duplo, será um Uno 60SL: o Uno 55S tinha o motor Lampredi de 1116 na sua versão igual à do Ritmo: carburador simples e ignição com platinados. Foi comercializado entre 1983 e 1985.
    Em 1985, esse motor recebeu carburador duplo, chegando aos 58cv e mudando a designação para Uno 60. Em Portugal, só esteve à venda com o equipamento melhor e na versão de 5 portas (Uno 60SL), pois a introdução do motor FIRE em 1985 (Uno 45S) era muito competitiva e ficava com o mercado de 3 portas.
     
  19. João Pegadas

    João Pegadas Portalista
    Portalista

    Registo:
    20 Set 2012
    Local:
    Olhão
    Veículos nas Garagens:
    1
    Relativamente às ponteiras de direcção, desconhecia por completo, mas talvez o @Rafael Isento possa opinar sobre o assunto, se possível...;)

    Sim, a tampa de quadrante dos 205 é um dos grandes pontos fracos deste carro (senão o maior), o meu mesmo tendo 23 anos de pouco uso, bastou estar muito tempo ao sol para selar o destino da tampa... Sorte a minha que comprei agora uma nova... Mas também aliviou-me a carteira e de que maneira! :xD:

    Mas o bom do 205 do anuncio que publiquei é também o facto de ter a tampa imaculada... Juntando-se a isso, tem os estofos impecáveis e pouquíssimos km's, coisa já rara de encontrar num 205. Quem me dera que este me tivesse aparecido há uns anos atrás, só pelo facto de ser vermelho e de 4 portas, como o antigo Júnior do meu pai... E já agora um segredo entre nós... O Uno não chega aos calcanhares do 205 em termos de conforto. Pronto, tenho dito! :D

    Não é um Super 5, mas um R5 preenche facilmente os requisitos, este então, acho que se encaixa em todos os parâmetros estabelecidos pelo amigo Fábio e com um extra... é mais clássico! :p

    Renault 5 GTL 1982
     
    Paulo Bombaça e Rafael Isento gostaram disto.
  20. Rafael Isento

    Rafael Isento Portalista
    Portalista Premium

    Registo:
    18 Ago 2015
    Local:
    Porto
    Veículos nas Garagens:
    1
    Não é nenhum caso crónico mas é mais frequente que em muitos outros modelos.
    O que origina um desgaste prematuro é o facto da caixa de direção estar numa posição muito elevada e ter braços longos, apanham as mangas de eixo numa posição muito alta o que obriga aos braços longos. Por acaso nos 205 já não me lembro como são.
    Se a suspensão, travagem, direção e rolamentos estiverem em bom estado as ponteiras duram o normal. Mas desgastes excessivos no trem da frente acabam por as desgastar prematuramente.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página

  1. Este site utiliza cookies para o ajudar a personalizar os conteúdos, aprimorar a sua experiência de utilização e manter a sua sessão activa no caso de ter conta registada.
    Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies.
    Fechar Aviso